Valentina (quadrinhos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Valentina
Imagem ilustrativa padrão; esse artigo não possui imagem.
Editora(s) Milano Libri
Formato de publicação Série de graphic nvoels
Gênero(s) Erótico
Personagens principais Valentina

Valentina é uma série em quadrinhos italiana criada por Guido Crepax.

Personagem[editar | editar código-fonte]

Valentina Rosselli é uma fotojornalista milanesa. Foi inspirada na atriz do cinema mudo Louise Brooks.[1] Sua primeira aparição nos quadrinhos, foi como coadjuvante, na história de super-heróis intitulada "Neutron", publicada na revista italiana "Linus".[2]

Nasceu em 25 de Dezembro de 1942, em Milão, e é a única personagem dos quadrinhos à envelhecer durante as histórias. Tem 1 metro e 72 centímetros de altura e tem olhos azuis, como foi revelado em um dos álbuns.

Com o passar do tempo, as histórias de Valentina abandonaram os temas relacionados à ficção científica e adotaram uma complexa mistura de alucinações e sonhos eróticos. As tiras trabalham com bissexualidade, êxtase auto-erótico, e sadomasoquismo.

Valentina deixa o mundo dos quadrinhos em 1995 com a graphic novel Al Diavolo Valentina, com 53 anos de idade.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

As histórias da personagem foram publicadas no Brasil pelas editoras L&PM[3] e Conrad Editora.[4]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Valentina (1968), Milano Libri
  • Valentina speciale (1969), Milano Libri
  • Valentina con gli stivali (1970), Milano Libri
  • Baba Yaga (1971), Milano Libri, all'interno di Alì Baba Yaga
  • Ciao Valentina! (1972), Milano Libri
  • Valentina nella stufa (1973), Milano Libri
  • Diario di Valentina (1975), Milano Libri
  • A proposito di Valentina (1975), Quadragono Libri, edited by Francesco Casetti
  • Valentina in giallo (1976), Milano Libri
  • Valentina assassina (1977), Milano Libri
  • Ritratto di Valentina (1979), Milano Libri
  • Riflesso di Valentina (1979), Arnoldo Mondadori
  • Lanterna Magica (1979), Edizioni d'arte Angolare
  • Valentina pirata (1980), Milano Libri, in colour
  • Valentina sola (1981), Milano Libri, in colour
  • Valentina, storia di una storia (1982), Olympia Press
  • Per amore di Valentina (1983), Milano Libri
  • Io Valentina, la vita e le opere (1985), Milano Libri
  • Nessuno (1990), Milano Libri
  • Valentina e le altre (1991), Mondadori, collana Oscar
  • Valentina, la gazza ladra (1992), Rizzoli-Milano Libri
  • Valentina a Venezia (1992)
  • E Valentina va... (1994), Rizzoli-Milano Libri
  • Al diavolo, Valentina (1996)
  • In arte... Valentina (2001), Lizard Edizioni
  • Valentina (2003), Panini Comics

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Em 1973, Valentina foi interpretada por Isabelle De Funès no filme "Baba Yaga".[5][6] Em 1989 a personagem foi interpretada por Demetra Hampton, na série para a televisão italiana Valentina.[7]

Em 2012 a personagem serviu de inspiração para o ensaio fotográfico de capa da edição de Março da revista Playboy no Brasil.[8]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.