Vallisney de Souza Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vallisney de Souza Oliveira
Conhecido(a) por Comandar o julgamento em primeira instância dos crimes identificados na Operação Lava Jato, no Distrito Federal, além da Operação Zelotes e Operação Greenfield.
Nascimento 1965 (52 anos)
Benjamin Constant, AM
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal do Amazonas
Cargo Juiz federal

Vallisney de Souza Oliveira (Benjamin Constant, 1965) é um magistrado e jurista brasileiro. É juiz federal da 1ª Região e professor da Universidade de Brasília (UnB).

Ganhou notoriedade ao julgar processos relacionados à Operação Lava Jato e à Operação Zelotes.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vallisney Oliveira formou-se em direito pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) em 1988. Concluiu mestrado em 1999 e doutorado em 2002, ambos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) sob orientação do professor José Manoel de Arruda Alvim Netto.[2]

Foi promotor de justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas, de 1988 a 1992, e procurador da República no Espírito Santo durante o ano de 1992.[1][2]

Em 1992, tornou-se juiz federal, tendo atuado na justiça federal do Amazonas até 2006, quando foi removido para o Distrito Federal.[2] Atua na 10ª Vara Federal do Distrito Federal, especializada em lavagem de dinheiro e corrupção.

É professor de direito processual e civil na Universidade de Brasília desde 2007.[1][2]

Em outubro de 2016, autorizou uma operação da Polícia Federal do Brasil batizada de Operação Métis, deflagrada no Senado Federal do Brasil, com a prisão de quatro policiais legislativos.[3]

Estão em suas mãos a Operação Zelotes,[4] que apura um esquema de venda de sentenças no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (CARF), e a Operação Greenfield, que investiga desvios nos quatro maiores fundos de pensão do país.[1]

Referências

  1. a b c d «Vallisney de Souza Oliveira: mais um juiz a incomodar». Época. Globo.com 
  2. a b c d «Currículo na Plataforma Lattes» 
  3. Ana Paula Andreolla e Mariana Oliveira. «PF faz operação no Senado e prende quatro policiais legislativos». G1. Globo.com. Consultado em 25 de março de 2017 
  4. «O juiz poeta da Zelotes». Veja. Abril. 28 de abril de 2016. Consultado em 25 de março de 2017