Variável (estatística)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Variável (desambiguação).

Em estatística, uma variável é a característica dos elementos da amostra que nos interessa averiguar estatisticamente[1][2]

Variáveis qualitativas[editar | editar código-fonte]

São aquelas que se baseiam em qualidades e não podem ser mensuradas numericamente. Uma variável é qualitativa quando seus possíveis valores são categorias.

Podem ser organizadas em diferentes escalas, segundo a possibilidade de mensuração:[3]

  • Escala ordinal: quando as variáveis podem ser colocadas em ordem, mas não é possível quantificar a diferença entre os resultados. Exemplo: classe social (A, B, C, D, ou E).
  • Escala nominal: quando as variáveis não podem ser hierarquizadas ou ordenadas, sendo comparadas apenas por igualdade ou diferença. Exemplos: cor dos olhos, local de nascimento ou de residência, género, carreira, religião.
  • Escala intervalar: quando é possível quantificar as diferenças entre as medidas, mas não há um ponto zero absoluto. Exemplo: temperatura mínima e máxima.

Variáveis quantitativas[editar | editar código-fonte]

São aquelas que são numericamente mensuráveis, ou seja, seus possíveis valores são numéricos ou resultantes de contagem.

Variáveis quantitativas podem ser:

  • Discretas: quando o conjunto de resultados possíveis é finito ou enumerável. Exemplo: número de filhos, alunos numa escola etc.
  • Contínuas: quando os valores são expressos como intervalo ou união de números reais. Exemplo: peso, massa, altura, pressão sistólica, nível de açúcar no sangue.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre estatística é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.