Variação livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Na linguística, variação livre é o fenômeno de dois (ou mais) sons ou formas que aparecem no mesmo ambiente, sem mudança de significado e sem serem considerados incorretos pelos falantes nativos.[1][2]

Efeitos[editar | editar código-fonte]

Às vezes quando os fonemas estão em variação livre, os falantes estão cientes do fato (especialmente se essa variação é perceptível apenas em uma divisão dialetal ou sociolectal). No entanto, no caso dos alofones, a variação livre é extremamente comum e, juntamente com os diferentes padrões de entonação, a variação na alofonia é a característica mais importante na caracterização dos acentos regionais.[1]

Exemplos em português[editar | editar código-fonte]

  • Alternância da vogal oral e nasal em posição anterior à sílaba tônica em palavras não derivadas: [ba'nanɐ] e [bã'nanɐ] "banana";
  • distinção entre /s/:/z/:/ʃ/:/ʒ/ em posição final: [fe'lis], [fe'liz], [fe'liʃ] e [fe'liʒ] "feliz".

Referências

  1. a b Clark, John Ellery; Yallop, Colin; Fletcher, Janet (2007). Introduction to Phonetics and Phonology. Blackwell. Oxford: [s.n.] pp. 110, 116–18. ISBN 1-4051-3083-0 
  2. SIL International, 2004-01-05. What is free variation?. Retrieved 2011-01-26.