Varroniano (filho de Joviano)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Varroniano
Nacionalidade Império Bizantino
Progenitores Pai: Joviano
Ocupação Oficial

Varroniano (em latim: Varronianus; fl. 363–380) era o mais velho dos dois filhos do imperador romano do Oriente Joviano com sua esposa Cárito. Quando seu pai ascendeu ao trono, Varroniano recebeu o título de nobilíssimo e, em 364, foi nomeado cônsul com ele em Ancira (atual Ancara).[1][2] Como era ainda muito jovem quando seu pai morreu no mesmo ano, foi desconsiderado na sucessão e Valentiniano I acabou ascendendo ao trono em Constantinopla.

É possível que Varroniano seja o jovem referido por João Crisóstomo em uma carta e uma homilia ("Homilia aos Filipenses" e "Carta a uma Jovem Viúva"). Se for, é possível que Varroniano ainda estivesse vivo em 380, mas temendo pela vida dada a sua ascendência da dinastia constantiniana. Em algum ponto, teve um dos olhos arrancados numa tentativa de impedir qualquer tentativa de reivindicar o trono[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cargos políticos
Precedido por:
Juliano,
Salústio
Cônsul do Império Romano
364
com Joviano
Sucedido por:
Valentiniano I,
Valente

Referências

  1. Martindale 1971, p. 976.
  2. Graham 2006, p. 110.
  3. McGill 2010, p. 245.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Graham, Mark W. (2006). News And Frontier Consciousness in the Late Roman Empire. Ann Arbor, Michigan: University of Michigan Press 
  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
  • McGill, Scott; Cristiana Sogno, Edward Watts (2010). From the Tetrarchs to the Theodosians: Later Roman History and Culture, 284-450 CE. Cambridge: Cambridge University Press