Vasco Berardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vasco Berardo (Coimbra, nasceu a 5 de Novembro 1933 em  – Coimbra, faleceu a 1 de julho de 2017) foi um pintor, medalhista e escultor português.[1] Autodidacta convicto, foram seus mestres José Contente, António Vitorino, Manuel Pereira e o arquitecto Fernandes. Fez a sua primeira exposição em 1951 com Os Novos de Coimbra. Colaborou com o Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC) e foi um dos fundadores do Movimento Artístico de Coimbra (MAC). Realizou até hoje exposições individuais e colectivas em todo o país e no estrangeiro. Destacou-se como medalhista contando hoje com cerca de 500 medalhas na sua vasta obra.[2] Escultura em bronze e madeira, cerâmica, azulejaria, pintura, tapeçaria, metais e obra gráfica fazem parte do seu mundo, da sua inovação e criatividade. O seu período Neo-Realista deixou uma marca profunda na cidade de Coimbra com o mural do velho Café Mandarim, hoje McDonald's.

Morreu a 1 de julho de 2017, aos 83 anos de idade, no pólo Hospital Geral dos Hospitais da Universidade de Coimbra, onde se encontrava internado.[3]

Referências

  1. «Pinturas de Vasco Berardo - JN». jn.sapo.pt. Consultado em 6 de junho de 2009 
  2. «Campeão das Províncias Online - Exposição de Vasco Berardo na Galeria Minerva». www.campeaoprovincias.com. Consultado em 6 de junho de 2009 
  3. Lusa (1 de julho de 2017). «Morreu o artista plástico Vasco Berardo». Diário de Notícias 


Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.