Veja o Gordo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Veja o Gordo
Informação geral
Formato
País de origem  Brasil
Idioma original Não disponível
Produção
Diretor(es) Willem van Weerelt
Apresentador(es) Jô Soares
Elenco Jô Soares
Adriana Lopes
Alexandre Régis
Alice de Carli
Andréia Zambrano
Ariel Coelho
Bia Nunnes
Carlos Capeletti
Célia Guimarães
Consuelo Leandro
Décio Pinto
Eliezer Motta
Eurico Martins
João José Pompeo
Magda Cotrofe
Maria Cristina Nunes
Maria Helena Nunes
Marlene Silva
Murilo Amorim Correa
Nina de Pádua
Paulo Celestino Filho
Paulo Hesse
Reynaldo Otero
Sérgio Ropperto
Sônia Lima
Suzy Arruda
Tony Freitas
Zeca Altiero
Exibição
Emissora original SBT
Formato de exibição PAL-M
Transmissão original 7 de março de 1988 - 26 de fevereiro de 1990
Cronologia
Programas relacionados Viva o Gordo

Veja o Gordo é um programa humorístico da televisão brasileira exibido pelo SBT entre 1988 e 1990. Apresentado pelo humorista Jô Soares, este programa era a continuação do Viva o Gordo, da TV Globo. Contava com esquetes estreladas por artistas convidados e personagens criados e interpretados por Jô, que no mesmo ano (1988), ganhou um programa no estilo late-night talk-show, também no SBT, mas continuou com o Veja o Gordo até o início de 1990. Como seu antecessor, o programa era exibido às noites de segunda-feira.[1][2]

O SBT reexibiu alguns episódios do programa em formato de maratona na madrugada de 5 para 6 de agosto de 2022, como uma forma de homenagear o humorista, que faleceu no mesmo dia.[3]

Abertura[editar | editar código-fonte]

A abertura de Veja o Gordo mostrava Jô "interagindo" com várias personalidades, a maioria políticos, por via do chroma key, ao mesmo estilo de seu antecessor. Ao fim, Jô faz menção ao fato de ter se mudado para a então TVS/SBT. Ele ficava "ao fundo" do então senador Mário Covas (PSDB-SP). Jô, então, apontava para um microfone da Globo e fazia um sinal negativo. Do lado oposto, ele apontava para um microfone da TVS/SBT e fazia um sinal positivo. No final, Covas, supostamente, ria do que acontecera "atrás" dele.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Entre os principais personagens do programa, estavam jornalista “Lilia Bife Quibe”, que apresentava o programa fictício “Gordo Economia”; “Dona Cloé”, gerente de uma agência bancária, que zelava pelo dinheiro dos clientes; “Wahington e Jefferson”, dois encanadores que "entravam pelo cano"; entre outros.[2]

Faziam parte do elenco nomes como Sônia Lima, Drica Lopes, Eliezer Motta, Carlos Capelletti, Marlene Silva, Paulo Celestino Filho, Bia Nunes, e Alexandre Régis. A programa tinha redação de Max Nunes, Jô Soares e Hilton Marques, e direção-geral de Willen Van Weerelt.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Veja-Abril (16 de fevereiro de 2018). «Fora da Globo Jô Soares ganha revival especial no SBT». Consultado em 21 de agosto de 2020 
  2. a b c João Paulo Reis (16 de fevereiro de 2018). «Quem Não Viu Vai Ver relembra Veja o Gordo». Consultado em 23 de julho de 2019 
  3. colunista, GABRIEL VAQUER (5 de agosto de 2022). «SBT tira Danilo Gentili do ar e reprisa Jô Soares Onze e Meia em homenagem». Notícias da TV. Consultado em 5 de agosto de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.