Verena Cavalcante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Verena Cavalcante
Nascimento 10 de junho de 1989 (32 anos)
São Paulo, SP, Brasil
Nacionalidade brasileira
Alma mater Pontifícia Universidade Católica de Campinas (graduação)
Ocupação escritora, tradutora, revisora e professora
Prémios IV Prêmio Literário Cidade Poesia (Categoria Conto, 2015)
Gênero literário Terror

Verena Cavalcante (São Paulo, 10 de junho de 1989) é uma escritora, tradutora, revisora e professora brasileira.

Ganhadora do IV Prêmio Literário Cidade Poesia, de Bragança Paulista, Verena é escritora de contos e livros de horror, sendo considerada uma das expoentes nacionais do gênero.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Verena nasceu na capital paulista, em 1989. Interessada e incentivada pela família para a literatura desde criança, começou escrevendo fanfics de contos de fadas, como o de A Pequena Sereia e na adolescência dentro do universo de Harry Potter. Embora tenha nascido na capital, a família se mudou para o interior quando Verena ainda era criança.[2][3]

Bacharelada e licenciada em Letras Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Verena começou a escrever contos já na idade adulta.[4] Seu primeiro livro é a coletânea Larva, publicada em 2015, pela Editora Oito e Meio, onde se explora a infância em dor e violência.[5] Este livro, composto por oito contos, todos narrados por crianças, foi posteriormente utilizado em disciplinas de cursos de Escrita Criativa e Literatura, ministrados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pela Universidade Federal de Santa Catarina. Foi usado também como exercício teatral pelo Teatro Escola Daniel Martins, em Limeira e pelo Clube Literário DaVinci.[2][6]

Seu segundo livro, Berro de Bode, publicado em 2018 pela Editora Penalux, trata novamente de temas relacionados à infância, desta vez voltado para o fantástico, o folclórico e para casos de assombrações.[7]

Em 2021, pela Darkside Books, Verena publicou Inventário de Predadores Domésticos, com contos antigos e novos de horror.[8]

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • 2015 - Larva
  • 2018 - Berro de Bode
  • 2021 - Inventário de Predadores Domésticos
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Raphael Montes (ed.). «Sete novos autores brasileiros para ler e se divertir». O Globo. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  2. a b c Marcio Sales Saraiva (ed.). «Ler "é minha catarse, é meu antidepressivo" diz a escritora Verena Cavalcante». Obvious Mag. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  3. Michelle Rodrigues, ed. (18 de janeiro de 2016). «Entrevista: Verena Cavalcante». Leia Mulheres. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  4. Irka Barrios, ed. (8 de março de 2021). «5 autoras para conhecer no Dia da Mulher». Escuro Medo. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  5. «Em "Larva", Verena Cavalcante inaugura gênero». Mais Expressão. 3 de março de 2016. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  6. «O horror em estado larval». Literatura Brasil. 16 de junho de 2017. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  7. «Livro de contos de Verena Cavalcante será lançado e aborda o sagrado feminino». Potiguar Notícias. 30 de maio de 2018. Consultado em 21 de outubro de 2021 
  8. Juju Gomes (ed.). «Clube de leitura Leia Mulheres indica 20 livros para ler em 2021». Buzzfeed. Consultado em 21 de outubro de 2021