Vespasiano (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Vespasiano, veja Vespasiano (desambiguação).
Município de Vespasiano
"Vespá"
Bandeira de Vespasiano
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 21 de agosto
Fundação 27 de dezembro de 1948 (69 anos)
Gentílico vespasianense
Prefeito(a) Ilce Alves Rocha Perdigáo (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Vespasiano
Localização de Vespasiano em Minas Gerais
Vespasiano está localizado em: Brasil
Vespasiano
Localização de Vespasiano no Brasil
19° 41' 31" S 43° 55' 22" O19° 41' 31" S 43° 55' 22" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Microrregião Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes NE: Lagoa Santa; S: Belo Horizonte e Santa Luzia; SE: São José da Lapa e Confins
Distância até a capital 27 km
Características geográficas
Área 70,108 km² [2]
População 116 506 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 1 661,81 hab./km²
Altitude 693 m
Clima Tropical de Altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,688 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 991 562,188 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 959,74 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.vespasiano.mg.gov.br/

Vespasiano é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a 19º41'31" de latitude sul e 43º55'24" de longitude oeste, a uma altitude de 693 metros. Sua população, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) era de 116 506 habitantes em 2014. Pertence à Região Metropolitana de Belo Horizonte. Possui uma área de 70,3464 km².

História[editar | editar código-fonte]

Fundação[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento da cidade ocorreu juntamente com o crescimento da capital Belo Horizonte. As primeiras populações começaram a se instalar na região em 1745 e era composta por mineradores em busca de riquezas minerais no local. Anos antes, em 1738 foi instalada a 1ª Cia de Ordenança de Minas Gerais no lugarejo.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em 1853, D. Mariana Joaquina da Costa, natural de Santa Luzia, e seu conjuge Joaquim da Fonseca Ferreira se fixaram em seu patrimônio na região central de Vespasiano, na época, Fazenda do Capão. Antigamente as terras da cidade pertenciam a Mariana que, após ficar cega devido a um descuido ao mexer com plantas desconhecidas, acabou sendo enganada e extorquida por várias famílias que vieram de fora e tomaram suas terras.

O povoado cresceu de forma rápida e recebeu o nome de Arraial do Capão. A economia da região baseava-se na agricultura, pecuária e, mais tarde, a indústria do cal.

O nome do território teve sua última alteração em 1894 com a inauguração da Estrada de Ferro Central do Brasil. O nome Vespasiano veio do antigo administrador da ferrovia, Cel. Vespasiano Gonçalves de Albuquerque e Silva. A ferrovia causou grande influência em aspectos socioeconômicos, aumentando o fluxo de pessoas e mercadorias para a cidade.

História recente[editar | editar código-fonte]

Em 18 de dezembro de 1915, Vespasiano se tornou um território independente do município de Santa Luzia e teve sua emancipação em 1948.

O município é administrado pela prefeita Ilce Rocha que está em seu primeiro mandato como prefeita.


Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Angicos
  • Bela Vista
  • Benardo de Souza
  • Boa Vista
  • Bonsucesso
  • Caieiras
  • Caieiras Velho
  • Célvia
  • Central Park
  • Centro
  • Chacara Laranjeiras
  • Cipriano
  • Coqueiros
  • Fagundes
  • Gávea 1
  • Gávea 2
  • Jardim Alterosa
  • Jardim Bela Vista
  • Jardim da Glória
  • Jardim Daliana
  • Jardim Encantado
  • Jardim Itaú
  • Jardim Paraíso
  • Jequitibá
  • Lar de Minas
  • Lourdes
  • Mangueiras
  • Maria José
  • Mônaco
  • Morro Alto
  • Názea
  • Nova Granja
  • Nova Pampulha
  • Nova York
  • Novo Horizonte
  • Parque Industrial Alterosa
  • Parque Industrial José Vieira de Mendonça
  • Parque Industrial Nova Granja
  • Pouso Alegre
  • Ribeirão da Mata
  • Rosa dos Ventos
  • Santa Catarina
  • Santa Clara
  • Santa Cruz
  • Santa Maria
  • Santo Antônio
  • São Damião
  • São Geraldo
  • São Jorge
  • São José
  • Serra Azul
  • Serra Dourada
  • Suely
  • Vale Formoso
  • Vida Nova
  • Vila da Fé
  • Vila Esportiva
  • Vista Alegre

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia vespasianense se baseia principalmente na indústria. Um grande quantidade de empresas se instalou na região. As indústrias que mais se destacam na região são:

  • Belgo Mineira Bekeart - Desde 1997. Única fabricante de Steel Cord na América Latina. Produz artefatos de arame.[6]
  • Cimentos Liz - Desde 1969, anteriormente, como Soeicom S/A - Sociedade de Empreendimentos Industriais, Comerciais e Mineração - trabalha com a produção de cimento.[7]
  • Delp - Desde 1964, trabalha na produção de bens de capital. Hoje o foco de atuação concentra-se nos mercados de Óleo e Gás, Geração de Energia, Indústria, Serviços e Naval.[8]
  • Tecnometal - desde 2002, Trabalha na fabricação de maquinaria.[9]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Vespasiano possui 24 Estabelecimentos de Saúde SUS que conseguem atender parcialmente a atual demanda populacional e já disponibilizam diversos tratamentos e medicamentos a população. Ainda assim, alguns recursos estão ficando precários nas unidades de saúde pública que também podem contar com longas filas e falta de estrutura no atendimento. Os postos de saúde fazem campanhas de combate a dengue e outras endemias periodicamente.

Educação[editar | editar código-fonte]

O fator educação do IDH no município atingiu em 2010 a marca de 0,592. A cidade possui 40 escolas de ensino fundamental.

No município, a proporção de crianças de 5 a 6 anos na escola é de 87,46%, em 2010. No mesmo ano, a proporção de crianças de 11 a 13 anos frequentando os anos finais do ensino fundamental é de 84,11%; a proporção de jovens de 15 a 17 anos com ensino fundamental completo é de 55,42%; e a proporção de jovens de 18 a 20 anos com ensino médio completo é de 36,64%.[10]

Em Vespasiano se localizam instituições de ensino particular de destaque. A cidade possui uma unidade de ensino médio do SESI, uma escola de Aprendizado Industrial do SENAI e a instituição de ensino superior FASEH. As instituições públicas possuem boas condições, mas ainda existem problemas a respeito da demanda de alunos e a quantidade de professores disponíveis.

Cultura & Turismo[editar | editar código-fonte]

Arquitetura e patrimônio histórico[editar | editar código-fonte]

Casa da Cultura.

Casa da Cultura Aluízio Barbosa Martins

foi construída em 1927 por Alicina de Assis Duarte e seu marido Cristóvão Dias Duarte. A arquitetura neo-colonialista e o acabamento aprimorado fizeram do edifício um cartão postal para a cidade. Em 1945, o prédio foi adquirido pelo Sr. João Silva, político atuante e após a emancipação em 1948, o prédio se tornou a sede do Primeiro Executivo Municipal.

Na administração do Prefeito Marconi Issa, o prédio foi adquirido pela Prefeitura e, atualmente, a construção recebe o nome de Casa da Cultura e abriga dois museus, o Museu Histórico Dona Mariana da Costa e o Museu do Folclore Saul Martins. Grupo Escolar Coração de Jesus

Construído em 1919, o “Coração de Jesus” foi a primeira instituição de ensino formal do Município. O prédio abriga atualmente a Secretaria Municipal de Educação, fazendo parte do conjunto arquitetônico da Praça da Igreja Matriz.

Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

A capela foi edificada em 1936 por iniciativa de Dona Maria José da Fonseca Viana e construída por João Lourenço, pedreiro e artista da época. Ela foi criada, principalmente para abrigar, durante a Semana Santa, a imagem de Nosso Senhor dos Passos.[11]

Artes[editar | editar código-fonte]

Centro de Convenções Risoleta Neves

Palácio das Artes Nair Fonseca Lisboa

Possui a Escola Capitão Carambola onde oferece cursos na área de Música, Cerâmica, Criatividade, Desenho, Teatro, Pintura e outros. O teatro também possui as salas de exposições Oscar Raimundo Machado e José Aguiar Pinto Coelho, e o auditório de teatro Valtério Araújo Valle que acomoda 219 pessoas.[11]

Esportes[editar | editar código-fonte]

Vista aérea da Cidade do Galo.

Cidade do galo[editar | editar código-fonte]

A Cidade do Galo é o maior e mais completo centro de treinamento e concentração da América do Sul. Em 2014, a Cidade do Galo foi o centro de treinamento da Seleção Argentina de Futebol durante a Copa do Mundo.

Foi considerado como o melhor centro de treinamento do Brasil em 2010 e um dos cinco melhores centros de treinamento do mundo (único fora da Europa) em 2014 pelas emissoras de televisão SporTV e Eurosport, respectivamente.[12]

Alguns jogadores famosos nasceram em Vespasiano, como os ex-jogadores de futebol Eder Aleixo, o Bomba de Vespasiano, que jogou na seleção brasileira, e João Bosco dos Santos, Buião, que jogou em vários clubes do Brasil.

Estádio Ilvo Marani

É clube mais antigo da cidade, sendo fundado em 27 de setembro de 1916. O Clube é um dos mais tradicionais times amadores da região metropolitana de BH. Seu estádio é bem localizado e possui um campo oficial com sistemas eletrônicos de irrigação e iluminação, além de uma área social, quiosques para confraternização e campos adicionais para a prática de esportes.

Religião[editar | editar código-fonte]

A maior parte da população possui a religião católica (54 064 pessoas). Em seguida está a religião Evangélica (35 806 pessoas) e a Espírita (1 180 pessoas).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  6. «Empresas». www.belgobekaert.com.br. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  7. Sistemas, Atma Internet e. «A Empresa - Perfil». www.cimentosliz.com.br. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  8. «Sobre a Delp | DELP ENGENHARIA MECÂNICA S/A». DELP ENGENHARIA MECÂNICA S/A 
  9. «Tecnometal». www.tecnometal.com.br. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  10. «Indice de Desenvolvimento Humano de Vespasiano». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. 2010. Consultado em 30 de maio de 2018. 
  11. a b «Patrimônio Cultural | Prefeitura Municipal de Vespasiano». www.vespasiano.mg.gov.br. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  12. «Clube Atlético Mineiro». Wikipédia, a enciclopédia livre. 21 de maio de 2018