Vice-Presidente de Angola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vice-presidente Angola
Emblem of Angola.svg
Emblema de Angola
Bornito de Sousa, 2017 (cropped).jpg
No cargo
Bornito de Sousa

desde 26 de setembro de 2017
Duração 5 anos
Criado em 18 de fevereiro de 2010
Primeiro titular Fernando da Piedade Dias dos Santos

O Vice-Presidente de Angola é o segundo cargo político mais alto em Angola; é o vice chefe de estado e é nomeado pelo presidente. O cargo foi estabelecido pela constituição de 2010 em substituição ao cargo de primeiro-ministro.[1]

Vice-presidentes de Angola (2010-presente)[editar | editar código-fonte]

Retrato
Nome
(Nasc.-Morte)
Mandato Duração Partido Presente Ref.
1 Fernando da Piedade Dias dos Santos (cropped).jpg
18 de fevereiro de 2010
26 de setembro de 2012
2 anos, 221 dias
[2][3]
2 Manuel Vicente 2014.jpg
26 de setembro de 2012
26 de setembro de 2017
5 anos
[4][5]
3 Bornito de Sousa, 2017 (cropped).jpg
26 de setembro de 2017
em exercício
4 anos e 238 dias
[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. James, W. Martin (1 de março de 2018). «Historical Dictionary of Angola». Rowman & Littlefield – via Google Books 
  2. De Almeida Azevedo Murakawa, Clotilde (3 de agosto de 2014). «A construção de um dicionário histórico: o caso do Dicionário Histórico do Português do Brasil - séculos XVI, XVII e XVIII». Estudos de Lingüística Galega (0). ISSN 1989-578X. doi:10.15304/elg.6.2084. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  3. Pacheco, Caio. «Putinismo rima com populismo? Uma análise do governo de Vladimir Putin a partir das contribuições de Ernesto Laclau». Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  4. Mücke, Ulrich (2010). «Capítulo 9. Manuel Pardo como Presidente de la República». Institut français d’études andines: 259–279. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  5. De Almeida Azevedo Murakawa, Clotilde (3 de agosto de 2014). «A construção de um dicionário histórico: o caso do Dicionário Histórico do Português do Brasil - séculos XVI, XVII e XVIII». Estudos de Lingüística Galega (0). ISSN 1989-578X. doi:10.15304/elg.6.2084. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  6. «Angola Press Agency/Agencia Angola Presse (ANGOP)». African Studies Companion Online. Consultado em 2 de fevereiro de 2022