Victor Luiz dos Santos Laus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Victor Luiz dos Santos Laus
Conhecido(a) por Participar dos julgamentos em segunda instância dos crimes identificados e julgados na Operação Lava Jato.
Nascimento
Joaçaba, Santa Catarina
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Universidade Federal de Santa Catarina
Profissão Desembargador federal

Victor Luiz dos Santos Laus (Joaçaba) é um magistrado brasileiro. É desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é especialista em Direito Público e Processual Civil.[2] Trabalhou como promotor de Justiça antes de assumir o cargo de procurador da República.[1] Ocupa a vaga pelo quinto constitucional do Ministério Público Federal.[3]

Em janeiro de 2018, participou do julgamento[2] que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 12 anos e 1 mês de prisão.[4][5]

Laus é considerado um "garantista". Nos julgamentos, Laus não admite condenar ninguém se tiver dúvida, ainda que mínima, sobre a culpa do suspeito. Diz que, se houver qualquer incerteza, deve absolver. Detalhista, costuma interromper os advogados se uma informação citada pelos defensores não estiver clara, e geralmente suspende os debates com pedidos de vista. Outra característica do magistrado é seguir à risca os parâmetros estabelecidos pelos tribunais de Brasília. Independentemente de sua posição pessoal, Laus passou a adotar a prisão após condenação em segunda instância, acrescentando em todas as suas decisões o trecho: "encerrada a jurisdição criminal de segundo grau, deve ter início a execução da pena imposta ao réu, independentemente da eventual interposição de recurso especial ou extraordinário".[6]

Referências

  1. a b «Quem são os desembargadores do TRF4 que julgarão recurso de Lula». Clicrbs. Consultado em 20 de maio de 2018 
  2. a b Jomar Martins. «Conheça os desembargadores que julgarão processo de Lula no TRF-4». Consultor Jurídico. Consultado em 21 de maio de 2018 
  3. Márcio Falcão e Laura Diniz (17 de novembro de 2017). «Juízes do TRF4 decidem por maioria casos da Lava Jato». Jota. Consultado em 21 de maio de 2018 
  4. Cristiane Agostine, André Guilherme Vieira e Alessandra Saraiva (24 de janeiro de 2018). «Por unanimidade, TRF4 condena Lula e amplia pena para 12 anos». Valor Econômico. Consultado em 20 de maio de 2018 
  5. Machado da Costa (24 de janeiro de 2018). «Lula é condenado a 12 anos e 1 mês». IstoÉ Dinheiro. Consultado em 21 de maio de 2018 
  6. «Conheça Victor Laus, o último a votar no julgamento de Lula». Veja. Abril. 24 de janeiro de 2018. Consultado em 21 de maio de 2018 


Ícone de esboço Este artigo sobre um advogado(a) ou jurista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.