Victor Lustig

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Victor Lustig [pronúncia em alemão: [ˈvɪktoɐ̯ ˈlʊstɪç]] (Hostinné, Áustria-Hungria, 04 de Janeiro de 1890 – Springfield (Missouri), 11 de Março de 1947)[1][2] foi um dos mais famosos estelionatários da história, que ganhou notoriedade por ter vendido a Torre Eiffel.[3]

Outras de suas peripécias famosas foi tapear Al Capone. Pegou do gângster 50 mil dólares para supostamente investir em ações e deixou o dinheiro num cofre. Meses depois, voltou para informar que, infelizmente, o negócio havia falhado, devolvendo nota por nota. Al Capone se impressionou tanto com sua honestidade que deixou com ele 5 mil dólares como recompensa.[4]

Em 1935, Lustig foi preso por falsificar dinheiro. Por conta disso, foi enviado para Alcatraz, na Califórnia, e condenado a 20 anos. Morreria de pneumonia na prisão, em 1947, aos 57 anos.[4]

Referências

  1. «Victor Lustig». Biography.com. Consultado em 21 de outubro de 2013 
  2. «Biography of Victor Lustig». Hoaxes, Scams, & Con Artists. Consultado em 21 de outubro de 2013 
  3. msn.com/ 20 fatos tão bizarros que parecem falsos - O golpista que vendeu a Torre Eiffel
  4. a b aventurasnahistoria.uol.com.br/ Victor Lustig - O homem que vendeu a Torre Eiffel