Victoria Azarenka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tenista Victoria Azarenka
Azarenka RG19 (55) (48199402222).jpg
Azarenka durante Roland Garros de 2019
Alcunha(s) Vika
País  Bielorrússia
Residência Monte Carlo, Mônaco
Data de nascimento 31 de julho de 1989 (31 anos)
Local de nasc. Minsk, RSS Bielorrussa
 União Soviética
Altura 1,83 m
Peso 60 kg
Profissionalização 2003
Prize money US$ 32.222.043
Simples
Vitórias-Derrotas 528–204
Títulos 21 WTA, 1 ITF
Melhor ranking 1ª (30/01/2012)
Open da Austrália V (2012, 2013)
Roland Garros SF (2013)
Wimbledon SF (2011, 2012)
US Open F (2012, 2013, 2020)
WTA Championships F (2011)
Duplas
Vitórias-Derrotas 167–66
Títulos 8 WTA, 3 ITF
Melhor ranking 7ª (07/07/2008)
Open da Austrália F (2008, 2011)
Roland Garros F (2009)
Wimbledon QF (2008)
US Open F (2019)
Duplas Mistas
Títulos 3
Open da Austrália F (2007)
Roland-Garros V (2008)
Wimbledon F (2018)
US Open V (2007)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Duplas mistas
Bronze Londres 2012 Simples
Última atualização em: 5 de outubro de 2020.

Viktoriya Fiodorovna Azarenka, também conhecida como Victoria Azarenka (Bielorrusso: Вікторыя Азарэнка, Азаранка, Russo: Виктория Азаренко; (Minsk, 31 de julho de 1989) é uma tenista bielorrussa que se tornou campeã mundial júnior em 2005 e que como profissional chegou a liderança do ranking mundial da WTA em 30 de janeiro de 2012.

Ao atingir a quarta posição no ranking da WTA, ela se tornou a bielorrussa com melhor posição no ranking na história do tênis, superando a compatriota Natasha Zvereva, que teve como maior ranking a quinta posição.[1]

Aos 14 anos Azarenka mudou-se de Minsk para Scottsdale, nos Estados Unidos para poder treinar tênis com melhores condições. Nessa época ela foi ajudada pelo jogador de hóquei Nikolai Khabibulin, cuja esposa é amiga da mãe de Victoria.

Atualmente, ocupa a vigésima sétima posição do ranking de simples da WTA. Em janeiro de 2012, tornou-se a primeira bielorrussa a atingir o topo do lista[2] e a conquistar um Grand Slam ao derrotar Maria Sharapova por 6-3 6-0 na final do Australian Open de 2012.[3] No mesmo ano ganhou a primeira medalha olímpica da Bielorrússia no tênis ao conquistar o bronze na categoria de simples nos jogos olímpicos de Londres 2012.[4]

Em 15 de julho de 2016, sem jogar desde o Torneio de Roland Garros de 2016, por causa de uma lesão no joelho direito, Azarenka anunciou, pelas redes sociais, que estava grávida de seu namorado, Billy McKeague, o que a deixará fora das quadras por meses, incluindo os Jogos Olímpicos.[5] Nessa condição, ela encerrou a parceria com o treinador Wim Fissette (ex-Kim Clijsters e ex-Simona Halep) e o parceiro de treinos Sascha Bajin (ex-Serena Williams).[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2005[editar | editar código-fonte]

Em 2005 Azarenka ganhou o Aberto da Austrália e o US Open na categoria juvenil. No mesmo ano ela foi considerada a Melhor Jogadora Juvenil pela ITF, sendo a primeira bielorrussa a atingir tal feito.

Ganhou seu primeiro título da ITF em Pétange, Luxemburgo.

2006[editar | editar código-fonte]

Em 2006 Azarenka conseguiu sua primeira vitória contra uma jogadora top 20, Nicole Vaidisova. No US Open teve sua melhor atuação em um Grand Slam até aquele momento, chegando à terceira rodada, perdendo para Anna Chakvetadze.

2007[editar | editar código-fonte]

Azarenka começou o ano no top 100 pela primeira vez. No Aberto da Austrália chegou pela segunda vez consecutiva à terceira rodada, perdendo em sets diretos para Jelena Jankovic. No torneio de duplas mistas chegou a final jogando com Max Mirnyi, mas foram derrotados por Elena Likhovtseva e Daniel Nestor por duplo 6-4.

Em Roland Garros perdeu na primeira rodada para Karin Knapp. Em Wimbledon perdeu novamente na terceira rodada para a 14ª cabeça de chave, Nicole Vaidisova.

No US Open Azarenka venceu na terceira rodada a ex número 1 do mundo Martina Hingis, mas acabou sendo derrotada na rodada seguinte por Svetlana Kuznetsova. No torneio de duplas mistas foi campeã junto de seu compatriota Max Mirnyi, derrotando na final Meghann Shaughnessy e Leander Paes.[7]

Azarenka fechou o ano jogando a Kremlin Cup, onde derrotou na segunda a 4ª colocada do ranking na época, Maria Sharapova, porém perdeu nas quartas de final para a futura campeã do torneio, Elena Dementieva. No mesmo torneio ela e sua parceira de duplas, Tatiana Poutchek, chegaram à final, mas foram derrotadas por Liezel Huber e Cara Black. Com esses resultados ela terminou o ano na 27ª colocação no ranking de simples e na 29ª no ranking de duplas.

2008[editar | editar código-fonte]

No Aberto da Austrália de 2008 Azarenka foi a 26ª cabeça de chave do torneio, a primeira vez em que ela foi cabeça de chave de um Grand Slam. No torneio de simples ela perdeu na terceira rodada para Serena Williams e no de duplas ela e sua parceira, Shahar Peer foram vencidas na final pelas irmãs Alona e Kateryna Bondarenko.

Em Roland Garros perdeu na quarta rodada para Svetlana Kuznetsova. No torneio de duplas mistas foi campeã juntamente de Bob Bryan, derrotando na final Katarina Srebotnik e Nenad Zimonjić.[8]

Em Wimbledon perdeu na terceira rodada para 21ª cabeça de chave, Nadia Petrova. No US Open era a 14ª, mas foi derrotada na terceira rodada pela 21ª cabeça de chave, Caroline Wozniacki.

2009[editar | editar código-fonte]

No Torneio de Brisbane Azarenka foi a 2ª cabeça de chave. Ela venceu em sets diretos Kateryna Bondarenko, Jarmila Groth, Lucie Safarova e Sara Errani para chegar a sua quinta final profissional. Para ganhar seu primeiro título na WTA ela ganhou de Marion Bartoli por 6-3 e 6-1.

No Aberto da Austrália ela foi a 13ª cabeça de chave e conseguiu chegar pela primeira vez a quarta rodada do torneio, mas acabou sendo derrotada por Serena Williams quando teve que abandonar a partida devido a um mal estar causado pelo calor excessivo. O placar da partida era 6-3, 2-4 para Azarenka.

Seu segundo título como profissional foi na vitória sobre Caroline Wozniacki no torneio de Memphis. No mesmo torneio ela foi campeã de duplas com Caroline Wozniacki ao derrotarem Michaëlla Krajicek e Yuliana Fedak na final.

Em Indian Wells Azarenka atingiu as quartas de final, onde foi derrotada pela futura campeã Vera Zvonareva por duplo 6-3. Seu desempenho no torneio fez com que ela somasse pontos suficientes para entrar pela primeira vez no top 10, sendo a segunda tenista da Bielorrússia a atingir tal feito. Já nas duplas ela foi campeã do torneio com Vera Zvonareva ao derrotarem Gisela Dulko e Sharar Peer na final.

Seu primeiro grande título foi o Torneio de Miami, torneio do tipo Premier Mandatory. Na final Azarenka venceu Serena Williams por 6–3, 6–1. Por vencer o torneio ela melhorou seu ranking indo para a 8ª posição.

Em Roland Garros Azarenka chegou pela primeira vez as quartas de final de um Grand Slam, quando foi derrotada pela cabeça de chave número 1, Dinara Safina, com o placar de 1–6 6–4 6–2. No torneio de duplas ela alcançou a final junto de sua parceira Elena Vesnina, mas foram derrotadas pela dupla espanhola Anabel Medina Garrigues e Virginia Ruano Pascual por 6–1, 6–1.

Em Wimbledon ela repetiu a boa atuação de Roland Garros e chegou novamente as quartas de final. Porém, foi derrotada pela futura campeã Serena Williams por 6–2, 6–3.

No US Open ela chegou até a terceira rodada, quando foi vencida pela italiana Francesca Schiavone por 4–6, 6–2, 6–2.

No final do ano Azarenka participou pela primeira vez do WTA Tour Championships, realizado em Doha. Na primera rodada do Round Robin ela venceu Jelena Jankovic por 6–2, 6–3. Porém, na segunda rodada a tenista sofreu um revés ao perder de Caroline Wozniacki por 1–6, 6–4, 7–5. Para se classificar para a próxima fase do torneio Azarenka deveria vencer Agnieszka Radwanska. A partida estava 4–6, 7–5, 4–1 para Radwanska quando Azarenka foi obrigada a desistir por causa de fortes cãibras.

Devido a sua boa temporada, a tenista terminou o ano ocupando a 7ª posição do ranking e vencendo três títulos. Porém, logo depois do término da temporada Azarenka anunciou o fim da parceria com o seu técnico Antonio Van Grichen, que a treinava há quarto anos.[9]

2010[editar | editar código-fonte]

No Aberto da Austrália Azarenka perdeu pelo terceiro ano consecutivo para Serena Williams no torneio. A derrota aconteceu nas quartas de final e o placar foi 4–6, 7–6(4), 6–2; sendo que Azarenka chegou a liderar o segundo set por 4-0 e permitiu a virada da adversária.

No Premier de Dubai Azarenka foi a 4ª cabeça de chave. Ela chegou a final do torneio, vencendo pelo caminho Vera Zvonareva e Agnieszka Radwanska, mas foi vencida por Venus Williams, com o placar de 6–3, 7–5.

Nos próximos torneios o desempenho de Azarenka não foi bom. Ela sofreu derrotas para jogadoras de ranking inferior nas primeiras rodadas de torneios como Stuttgart, onde perdeu de Anna Lapushchenkova, e Roma, onde perdeu de Ana Ivanovic. Outro fator que atrapalhou seu desempenho foram as várias lesões que sofreu. Azarenka abandonou os torneios de Marbella, Charleston e Madri devido a lesões.

Em Roland Garros Azarenka perdeu logo na primeira rodada para a argentina Gisela Dulko. A derrota lhe custou caro e seu ranking caiu para a 15ª posição.

Em Eastbourne Azarenka chegou até a final, mas foi derrotada por Ekaterina Makarova.

Em Wimbledon Azarenka continuou inconsistente e perdeu na terceira rodada para Petra Kvitová, por 7–5, 6–0. Azarenka chegou a sacar para o primeiro set em 5-4, mas permitiu a reação da adversária e perdeu nove games seguidos.

Na temporada de quadras duras norte americanas, Azarenka recebeu um wild card para o torneio de Stanford, onde sagrou-se campeã vencendo Maria Sharapova na final por 6–4, 6–1. Em Cincinnati, Azarenka foi derrotada no torneio de simples por Ana Ivanovic com o placar de 2–6, 7–6 e 6–2, mesmo tendo sacado para o segundo set. Mesmo assim, Azarenka ganhou o torneio de duplas com Maria Kirilenko, derrotando Lisa Raymond e Rennae Stubbs por 7–6(4), 7–6(8).

No US Open de 2010 Azarenka entrou para a história do tênis de forma negativa. Ainda na segunda rodada do torneio a jogadora desmaiou durante o jogo contra Gisela Dulko. Ela foi levada a um hospital onde foi diagnosticada uma concussão devido a uma queda ocorrida em que Azarenka bateu a cabeça enquanto se aquecia para a partida.[10]

Na Kremlin Cup Azarenka voltou a encontrar o bom ritmo de jogo e foi a campeã vencendo Maria Kirilenko na final por 6–3 6–4, conquistando o quinto título da carreira. Seu desempenho fez com que ela fosse classificada para o WTA Tour Championships, devido as desistências das irmãs Williams.

No Torneio das Campeãs Azarenka perdeu as duas primeiras rodadas para Vera Zvonareva e Kim Clijsters, o que garantiu com que ela não se classificasse para a fase seguinte. Na terceira partida ela ganhou de Jelena Jankovic pelo segundo ano seguido.

Azarenka terminou o ano na 10ª posição do ranking, sendo o segundo ano consecutivo em que ela terminou entre as dez melhores jogadoras da temporada.

2011[editar | editar código-fonte]

Azarenka iniciou o ano no torneio de Sydney, onde era a 7ª cabeça de chave, mas na semifinal perdeu para Kim Clijsters em parciais de 6-3 6-2.

No Australian Open ela foi a 8ª cabeça de chave no torneio de simples. Na quarta rodada enfrentou a chinesa Na Li, 9ª cabeça de chave, e acabou sendo derrotada por duplo 3-6. Formou parceria com Maria Kirilenko para disputar o torneio de duplas. As duas chegaram a final, mas perderam para as favoritas Gisela Dulko e Flavia Pennetta.

O próximo compromisso de Azarenka foi defender a Bielorrússia na Fed Cup, que foi disputada em Israel. O time Bielorrusso derrotou a Polônia e se classificou para os play-off do Grupo Mundial II.

No torneio de Dubai perdeu para Flavia Pennetta por 6-3, (2)6-7, 6-4 na terceira rodada. Em Doha acabou sendo derrotada no seu primeiro jogo contra Daniela Hantuchova por de 4-6, 6-1, 6-2.

No torneio de Indian Wells se retirou nas quartas de final em jogo contra Caroline Wozniacki quando o placar estava 0-3.

Azarenka conquistou seu bicampeonato no torneio de Miami ao vencer na final Maria Sharapova por em 6-1, 6-4.

No torneio de Marbella Azarenka ganhou seu primeiro título no saibro ao vencer Irina-Camelia Begu na final por 6-3, 6-2. Com o título ela alcançou a 5ª posiçao no ranking, sua melhor posição até aquele momento. Logo após ela viajou para a Estônia para jogar a Fed Cup, sendo que a Bielorrússia venceu o confronto por 5-0.

No Premier de Madri, Azarenka foi a 4ª cabeça de chave. Ela perdeu na final para Petra Kvitová, mas mesmo assim conseguiu melhorar seu ranking em uma posição, atingindo uma nova melhor posição. No torneio de duplas ela foi vencedora junto de sua parceira, Kirilenko, ao derrotarem Květa Peschke e Katarina Srebotnik. Em Roma ela foi derrotada pela futura campeã, Maria Sharapova, nas quartas de final.

Em Roland Garros, Azarenka foi eliminada por Na Li nas quartas de final.

No Torneio de Wimbledon Azarenka teve sua melhor performance em Grand Slam da carreira ao chegar a semifinal, quando foi derrotada por Petra Kvitova por 1-6, 6-3, 2-6.

2012[editar | editar código-fonte]

Em 28 de janeiro de 2012, venceu o Australian Open de 2012 ao derrotar na final Maria Sharapova por 6-3 6-0. Com essa vitória, atingiu primeira posição do ranking de simples da WTA (a ser divulgada em 29 de janeiro) e tornou-se a primeira bielorrussa a atingir essa posição e a conquistar um Grand Slam.[3]
Azarenka ganhou quatro torneios seguidos, alcançando 26 vitórias seguidas, e teve o melhor início de temporada desde 2003, recorde que pertencia a Serena Williams, que obteve 21 vitórias no início da temporada.[11]

2013[editar | editar código-fonte]

Em 26 de janeiro de 2013, venceu novamente o Australian Open de 2012, derrotando Na Li por 4-6 6-4 6-3. Com o resultado, defendeu o título conquistado no ano anterior e continuou com a primeira posição no ranking da WTA.[12]

Finais[editar | editar código-fonte]

Circuito WTA[editar | editar código-fonte]

Simples: 40 (21 títulos, 19 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Categoria Piso Adversária Resultado
Perdeu 21–19 25 de outubro de 2020 J&T Banka Ostrava Open Chéquia Ostrava, Tchéquia Premier duro (coberto) Bielorrússia Aryna Sabalenka 2–6, 2–6
Perdeu 21-18 12 de setembro 2020 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Japão Naomi Osaka 6–1, 3–6, 3–6
Venceu 21–17 29 de agosto de 2020 Western & Southern Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Premier 5 duro Japão Naomi Osaka w.o.
Perdeu 20–17 7 abril de 2019 Abierto GNP Seguros México Monterrey, México International duro Espanha Garbiñe Muguruza 1–6, 1–3, ab.
Venceu 20–16 2 de abril de 2016 Miami Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos Premier Mandatory duro Rússia Svetlana Kuznetsova 6–4, 6–4
Venceu 19–16 20 de março de 2016 BNP Paribas Open Estados Unidos Indian Wells, Estados Unidos Premier Mandatory duro Estados Unidos Serena Williams 6–4, 6–4
Venceu 18–16 9 de janeiro de 2016 Brisbane International Austrália Brisbane, Austrália Premier duro Alemanha Angelique Kerber 6–3, 6–1
Perdeu 17–16 28 de fevereiro de 2015 Qatar Total Open Catar Doha, Catar Premier duro Chéquia Lucie Šafářová 4–6, 3–6
Perdeu 17–15 4 de janeiro de 2014 Brisbane International Austrália Brisbane, Austrália Premier duro Estados Unidos Serena Williams 4–6, 5–7
Perdeu 17–14 8 de setembro de 2013 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Estados Unidos Serena Williams 5–7, 7–66, 1–6
Venceu 17–13 18 de agosto de 2013 Western & Southern Open Estados Unidos Cincinnati, Estados Unidos Premier 5 duro Estados Unidos Serena Williams 2–6, 6–2, 7–6
Perdeu 16–13 4 de agosto de 2013 Southern California Open Estados Unidos Carlsbad, Estados Unidos Premier duro Austrália Samantha Stosur 2–6, 3–6
Perdeu 16–12 19 de maio de 2013 Internazionali BNL d'Italia Itália Roma, Itália Premier 5 saibro Estados Unidos Serena Williams 1–6, 3–6
Venceu 16–11 17 de fevereiro de 2013 Qatar Total Open Catar Doha, Catar Premier 5 duro Estados Unidos Serena Williams 7–6, 2–6, 6–3
Venceu 15–11 26 de janeiro de 2013 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro China Li Na 4–6, 6–4, 6–3
Venceu 14–11 14 de outubro de 2012 Generali Ladies Linz Áustria Linz, Áustria International duro (coberto) Alemanha Julia Görges 6–3, 6–4
Venceu 13–11 7 de outubro de 2012 China Open China Pequim, China Premier Mandatory duro Rússia Maria Sharapova 6–3, 6–1
Perdeu 12–11 9 de setembro de 2012 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Estados Unidos Serena Williams 2–6, 6–2, 5–7
Perdeu 12–10 13 de maio de 2012 Mutua Madrid Open Espanha Madri, Espanha Premier Mandatory saibro (azul) Estados Unidos Serena Williams 1–6, 3–6
Perdeu 12–9 29 de abril de 2012 Porsche Tennis Grand Prix Alemanha Stuttgart, Alemanha Premier saibro (coberto) Rússia Maria Sharapova 1–6, 4–6
Venceu 12–8 18 de março de 2012 BNP Paribas Open Estados Unidos Indian Wells, Estados Unidos Premier Mandatory duro Rússia Maria Sharapova 6–2, 6–3
Venceu 11–8 19 de fevereiro de 2012 Qatar Total Open Catar Doha, Catar Premier 5 duro Austrália Samantha Stosur 6–1, 6–2
Venceu 10–8 28 de janeiro de 2012 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Rússia Maria Sharapova 6–3, 6–0
Venceu 9–8 13 de janeiro de 2012 Apia Sydney International Austrália Sydney, Austrália Premier duro China Li Na 6–2, 1–6, 6–3
Perdeu 8–8 30 de outubro de 2011 TEB BNP Paribas WTA Championships Turquia Istambul, Turquia Fim de temporada duro (coberto) Chéquia Petra Kvitová 5–7, 6–4, 3–6
Venceu 8–7 23 de outubro de 2011 BGL Luxembourg Open Luxemburgo Luxemburgo, Luxemburgo International duro (coberto) Roménia Monica Niculescu 6–2, 6–2
Perdeu 7–7 8 de maio de 2011 Mutua Madrid Open Espanha Madri, Espanha Premier Mandatory saibro Chéquia Petra Kvitová 36–7, 4–6
Venceu 7–6 10 de abril de 2011 Andalucia Tennis Experience Espanha Marbella, Espanha International saibro Roménia Irina-Camelia Begu 6–3, 6–2
Venceu 6–6 2 de abril de 2011 Sony Ericsson Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos Premier Mandatory duro Rússia Maria Sharapova 6–1, 6–4
Venceu 5–6 24 de outubro de 2010 Kremlin Cup Rússia Moscou, Rússia Premier duro (coberto) Rússia Maria Kirilenko 6–3, 6–4
Venceu 4–6 1º de agosto de 2010 Bank of the West Classic Estados Unidos Stanford, Estados Unidos Premier duro Rússia Maria Sharapova 6–4, 6–1
Perdeu 3–6 19 de junho de 2010 Aegon International Reino Unido Eastbourne, Reino Unido Premier grama Rússia Ekaterina Makarova 56–7, 4–6
Perdeu 3–5 20 de fevereiro de 2010 Barclays Dubai Tennis Championships Emirados Árabes Unidos Dubai, Emirados Árabes Unidos Premier 5 duro Estados Unidos Venus Williams 3–6, 1–6
Venceu 3–4 4 de abril de 2009 Sony Ericsson Open Estados Unidos Miami, Estados Unidos Premier Mandatory duro Estados Unidos Serena Williams 6–3, 6–1
Venceu 2–4 22 de fevereiro de 2009 Cellular South Cup Estados Unidos Memphis, Estados Unidos International duro (coberto) Dinamarca Caroline Wozniacki 6–1, 6–3
Venceu 1–4 10 de janeiro de 2009 Brisbane International Austrália Brisbane, Austrália International duro França Marion Bartoli 6–3, 6–1
Perdeu 0–4 4 de maio de 2008 ECM Prague Open Chéquia Praga, República Tcheca Tier IV saibro Rússia Vera Zvonareva 26–7, 2–6
Perdeu 0–3 5 de janeiro de 2008 Mondial Australian Women's Hardcourts Austrália Gold Coast, Austrália Tier III duro China Li Na 6–4, 3–6, 4–6
Perdeu 0–2 7 de outubro de 2007 Tashkent Open Uzbequistão Tashkent, Uzbequistão Tier IV duro França Pauline Parmentier 5–7, 2–6
Perdeu 0–1 6 de maio de 2007 Estoril Open Portugal Estoril, Portugal Tier IV saibro Alemanha Gréta Arn 6–2, 1–6, 36–7

Duplas: 19 (8 títulos, 11 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Categoria Piso Parceira Adversárias Resultado
Perdeu 8–11 8 de setembro de 2019 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Austrália Ashleigh Barty Bélgica Elise Mertens
Bielorrússia Aryna Sabalenka
5–7, 5–7
Venceu 8–10 19 de maio de 2019 Internazionali BNL d'Italia Itália Roma, Itália Premier 5 saibro Austrália Ashleigh Barty Alemanha Anna-Lena Friedsam
Países Baixos Demi Schuurs
4–6, 6–0, [10–3]
Venceu 7–10 2 de março de 2019 Abierto Mexicano Telcel México Acapulco, México International duro China Zheng Saisai Estados Unidos Desirae Krawczyk
México Giuliana Olmos
6–1, 6–2
Perdeu 6–10 Agosto de 2011 Rogers Cup Canadá Toronto, Canadá Premier 5 duro Rússia Maria Kirilenko Estados Unidos Liezel Huber
Estados Unidos Lisa Raymond
w.o.
Venceu 6–9 Julho de 2011 Bank of the West Classic Estados Unidos Stanford, Estados Unidos Premier duro Rússia Maria Kirilenko Estados Unidos Liezel Huber
Estados Unidos Lisa Raymond
6–1, 6–3
Venceu 5–9 Maio de 2011 Mutua Madrid Open Espanha Madri, Espanha Premier Mandatory saibro Rússia Maria Kirilenko Chéquia Květa Peschke
Eslovénia Katarina Srebotnik
6–4, 6–3
Perdeu 4–9 28 de janeiro de 2011 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Rússia Maria Kirilenko Argentina Gisela Dulko
Itália Flavia Pennetta
6–2, 5–7, 3–6
Venceu 4–8 Agosto de 2010 Western & Southern Financial Group Women's Open Estados Unidos Cincinnati, Estados Unidos Premier 5 duro Rússia Maria Kirilenko Estados Unidos Lisa Raymond
Austrália Rennae Stubbs
7–64, 7–68
Perdeu 3–8 5 de junho de 2009 Torneio de Roland Garros França Paris, França Grand Slam saibro Rússia Elena Vesnina Espanha Anabel Medina Garrigues
Espanha Virginia Ruano Pascual
1–6, 1–6
Venceu 3–7 Março de 2009 BNP Paribas Open Estados Unidos Indian Wells, Estados Unidos Premier Mandatory duro Rússia Vera Zvonareva Argentina Gisela Dulko
Israel Shahar Pe'er
6–4, 3–6, [10–5]
Venceu 2–7 Fevereiro de 2009 Cellular South Cup Estados Unidos Memphis, Estados Unidos International duro (coberto) Dinamarca Caroline Wozniacki Ucrânia Yuliana Fedak
Países Baixos Michaëlla Krajicek
6–1, 7–62
Perdeu 1–7 Abril de 2008 Bausch & Lomb Championships Estados Unidos Ilha Amélia, Estados Unidos Tier II saibro Rússia Elena Vesnina Estados Unidos Bethanie Mattek
Chéquia Vladimíra Uhlířová
3–6, 1–6
Perdeu 1–6 Janeiro de 2008 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Israel Shahar Pe'er Ucrânia Alona Bondarenko
Ucrânia Kateryna Bondarenko
6–2, 1–6, 4–6
Perdeu 1–5 Outubro de 2007 Kremlin Cup Rússia Moscou, Rússia Tier I carpete (coberto) Bielorrússia Tatiana Poutchek Zimbabwe Cara Black
Estados Unidos Liezel Huber
6–4, 1–6, [7–10]
Perdeu 1–4 Setembro de 2007 Fortis Championships Luxembourg Luxemburgo Luxemburgo, Luxemburgo Tier II duro (coberto) Israel Shahar Pe'er Chéquia Iveta Benešová
Eslováquia Janette Husárová
4–6, 2–6
Perdeu 1–3 Agosto de 2007 Acura Classic Estados Unidos Carlsbad, Estados Unidos Tier I duro Rússia Anna Chakvetadze Zimbabwe Cara Black
Estados Unidos Liezel Huber
5–7, 4–6
Perdeu 1–2 Julho de 2007 Bank of the West Classic Estados Unidos Stanford, Estados Unidos Tier II duro Rússia Anna Chakvetadze Índia Sania Mirza
Israel Shahar Pe'er
4–6, 56–7
Venceu 1–1 Outubro de 2006 Tashkent Open Uzbequistão Tashkent, Uzbequistão Tier IV duro Bielorrússia Tatiana Poutchek Itália Maria Elena Camerin
Suíça Emmanuelle Gagliardi
w.o.
Perdeu 0–1 Fevereiro de 2006 Cellular South Cup Estados Unidos Memphis, Estados Unidos Tier III duro (coberto) Dinamarca Caroline Wozniacki Estados Unidos Lisa Raymond
Austrália Samantha Stosur
26–7, 3–6

Duplas mistas: 5 (3 títulos, 2 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Categoria Piso Parceiro Adversários Resultado
Perdeu 3–2 15 de julho de 2018 Torneio de Wimbledon Reino Unido Londres, Reino Unido Grand Slam grama Reino Unido Jamie Murray Estados Unidos Nicole Melichar
Áustria Alexander Peya
16–7, 3–6
Venceu 3–1 5 de agosto de 2012 Olimpíadas Reino Unido Londres, Reino Unido Jogos Olímpicos grama Bielorrússia Max Mirnyi Reino Unido Laura Robson
Reino Unido Andy Murray
2–6, 6–3, [10–8]
Venceu 2–1 6 de junho de 2008 Torneio de Roland Garros França Paris, França Grand Slam saibro Estados Unidos Bob Bryan Eslovénia Katarina Srebotnik
Sérvia Nenad Zimonjić
6–2, 7–64
Venceu 1–1 6 de setembro de 2007 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos Grand Slam duro Bielorrússia Max Mirnyi Estados Unidos Meghann Shaughnessy
Índia Leander Paes
6–4, 7–66
Perdeu 0–1 Janeiro de 2007 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália Grand Slam duro Bielorrússia Max Mirnyi Rússia Elena Likhovtseva
Canadá Daniel Nestor
4–6, 4–6

Circuito ITF[editar | editar código-fonte]

Simples: 3 (1 título, 2 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Cidade/país Categoria Piso Adversária Resultado
Perdeu 1–2 Novembro de 2006 Estados Unidos Pittsburgh, Estados Unidos 75.000 duro (coberto) Canadá Aleksandra Wozniak 2–6, ab.
Venceu 1–1 Julho de 2005 Luxemburgo Pétange, Luxemburgo 50.000 saibro Ucrânia Viktoriya Kutuzova 6–4, 6–2
Perdeu 0–1 Abril de 2005 Estados Unidos Augusta, Estados Unidos 25.000 duro Japão Saori Obata 2–6, 2–6

Duplas: 4 (3 títulos, 1 vice)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Cidade/país Categoria Piso Parceira Adversárias Resultado
Venceu 3–1 Março de 2007 Estados Unidos Las Vegas, Estados Unidos 75.000 duro Bielorrússia Tatiana Poutchek Estónia Maret Ani
Itália Alberta Brianti
6–2, 6–4
Venceu 2–1 Novembro de 2005 Estados Unidos Tucson, Estados Unidos 75.000 duro Bielorrússia Tatiana Poutchek Brasil Maria Fernanda Alves
Hungria Melinda Czink
4–6, 7–63, 6–1
Perdeu 1–1 Abril de 2004 Croácia Bol, Croácia 10.000 saibro Bielorrússia Olga Govortsova Rússia Anna Bastrikova
Rússia Alla Kudryavtseva
4–6, 1–6
Venceu 1–0 Novembro de 2003 Israel Ramat Hasharon, Israel 10.000 duro Bielorrússia Olga Govortsova Reino Unido Natalie Neri
Israel Danielle Steinberg
6–0, 6–3

Grand Slam juvenil[editar | editar código-fonte]

Simples: 2 (2 títulos)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Piso Adversária Resultado
Venceu 2–0 Setembro de 2005 US Open Estados Unidos Nova York, Estados Unidos duro Estados Unidos Alexa Glatch 6–3, 6–4
Venceu 1–0 Janeiro de 2005 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália duro Hungria Ágnes Szávay 6–2, 6–2

Duplas: 4 (4 títulos)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Data Torneio Cidade/país Piso Parceira Adversárias Resultado
Venceu 4–0 Julho de 2005 Torneio de Wimbledon Reino Unido Londres, Reino Unido grama Hungria Ágnes Szávay Nova Zelândia Marina Erakovic
Roménia Monica Niculescu
56–7, 6–2, 6–0
Venceu 3–0 Junho de 2005 Torneio de Roland Garros França Paris, França saibro Hungria Ágnes Szávay Roménia Ioana Raluca Olaru
Cazaquistão Amina Rakhim
4–6, 6–4, 6–0
Venceu 2–0 Janeiro de 2005 Australian Open Austrália Melbourne, Austrália duro Nova Zelândia Marina Erakovic Chéquia Nikola Fraňková
Hungria Ágnes Szávay
6–0, 6–2
Venceu 1–0 Julho de 2004 Torneio de Wimbledon Reino Unido Londres, Reino Unido grama Bielorrússia Volha Havartsova Nova Zelândia Marina Erakovic
Roménia Monica Niculescu
6–4, 3–6, 6–4

Desempenho em Grand Slam[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Torneio 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 V–D
Australian Open 1R 3R 3R 4R QF 4R V V QF 4R QF A A 1R A 39–10
Torneio de Roland Garros 1R 1R 4R QF 1R QF 4R SF A 3R 1R A 1R 2R 2R 22–12
Torneio de Wimbledon 1R 3R 3R QF 3R SF SF 2R 2R QF A 4R 2R 3R NA 32–12
US Open 3R 4R 3R 3R 2R 3R F F QF QF A A 3R 1R F 34–12
Vitórias-derrotas 2–4 7–4 9–4 13–4 7–4 14–4 21–3 19–2 9–3 13–4 4–2 3–1 3–3 3–4 0–0 127–46

A = não participou do torneio
NA = torneio não aconteceu

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Precedido por
Kim Clijsters
Vencedora do Australian Open
2012
Sucedido por