Vigilância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Câmera de segurança no Gillette Stadium, em Foxborough, Massachusetts.

Vigilância[1] é a atividade de monitoramento e acompanhamento de comportamento e atividades de pessoas ou locais, geralmente com finalidade de garantir a segurança pública ou a segurança patrimonial.

Finalidades[editar | editar código-fonte]

A vigilância é utilizada por governos e instituições paraː a aplicação da lei; manter a fiscalização, controle social e segurança; reconhecer e monitorar as ameaças; e impedir/investigar atividades criminosas.

História[editar | editar código-fonte]

Com o advento de programas como o Total Information Awareness e ADVISE e de tecnologias informatizadas no compartilhamento de informações como as tecnologias de biometria, a vigilância tornou-se uma atividade cada vez mais explorada.[2]

Críticas[editar | editar código-fonte]

Muitos grupos, como os de liberdades civis (Electronic Frontier Foundation e União Americana pelas Liberdades Civis), alegam que algumas atividades de vigilância ferem os princípios da privacidade, e expressaram preocupação com o aumento contínuo da vigilância dos governos aos cidadãos.

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Vigilância

Referências

  1. «Definição de Vigilância no Dicionário Michaelis». Michaelis On-Line. Consultado em 14 de setembro de 2016 
  2. «Is the U.S. Turning Into a Surveillance Society?». American Civil Liberties Union. Consultado em 13 de março de 2009