Vila Chã (Vila do Conde)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Vila Chã 
  Freguesia  
Gentílico Vilaplanense
Localização
Localização no município de Vila do Conde
Localização no município de Vila do Conde
Vila Chã está localizado em: Portugal Continental
Vila Chã
Localização de Vila Chã em Portugal
Coordenadas 41° 17' 39" N 8° 43' 21" O
Município VCD1.png Vila do Conde
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Joaquim Moreira (NAU- Elisa Ferraz Nós Avançamos Unidos)
Características geográficas
Área total 4,81 km²
População total (2011) 3 094 hab.
Densidade 643,2 hab./km²
Código postal 4485
Outras informações
Orago São Mamede
Sítio http://www.jfvilacha.pt/index.htm

Vila Chã é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila do Conde[1], com 4,81 km² de área (2013)[2], 3 094 habitantes (2011)[3] e densidade populacional de 643,2 hab/km².

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Vila Chã [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
549 606 740 837 1 030 1 112 926 1 315 1 645 1 933 2 198 2 886 3 021 2 957 3 094
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 560 435 1 640 322 18,9% 14,7% 55,5% 10,9%
2011 494 345 1 753 502 16,0% 11,2% 56,7% 16,2%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

História[editar | editar código-fonte]

O composto “Vila Chã” refere-se, no primeiro elemento, muito provavelmente a uma “villa” agrária de remota instituição; já o segundo elemento, “Chã”, deriva do latim e reflete a topografia local, designando um local plano.

O documento mais antigo referente a esta povoação data de 1033 e revela uma doação que D. Vistrégia Galindes fez a Gutierre Troitosendes e sua mulher, das villas que possuía entre os rios Cávado e Ave, a villa Terroso e a villa “nominata Vila Plana”. É notório que nessa época deveria já existir em Vila Chã a igreja de S. Mamede, igreja “própria” na origem (o que concorda com a situação posterior de padroado), estando de acordo com a elevada antiguidade do culto do respetivo titular, S. Mamede.

As Inquirições de 1258 em Vila Chã, da 'Terra da Maia”, dividem a paróquia em duas secções ou “villas”: a de Vila Chã e a de Mirance (Mirante).

A freguesia foi sempre do termo da Maia (até a formação do concelho de Vila do Conde) e como tal beneficiou do foral da Maia, dado por D. Manuel I de Portugal, a 15 de Dezembro de 1519.

Quanto à Igreja de S. Mamede, paroquial, ela já não era nova no século XIII, e o Mosteiro de Roriz, que possuía então vastas possessões na paróquia, talvez por doação de fidalgos antigos (século XI-XII) dele padroeiros, era o padroeiro da dita igreja, talvez pela mesma via e proveniência; pois lê-se nas Inquirições de Afonso III de Portugal, a propósito da pergunta feita ao próprio pároco de 1258, o padre Gonçalo Mouro, sobre quem o nomeou, que o apresentara o “prior de Rooriz” ao bispo do Porto para confirmação. Tendo o Mosteiro de Roriz, vindo a pertencer à Companhia de jesus, compreende-se que a Igreja de Vila Chã passasse aos jesuítas e, deles, pela extinção, à Universidade de Coimbra, e por fim, ao padroado real.

Consta das Inquisições de 1258 que Raimundo Martins doou uma herdade que aí possuía a D. Maria Paes Ribeiro, a "Ribeirinha", para aí edificar uma casa, a fim de que esta vila continuasse a ser uma honra.

Fez parte do concelho da Maia, e foi integrado no concelho de Vila do Conde desde a divisão administrativa de 1836.

Localização[editar | editar código-fonte]

Vila Chã é uma freguesia costeira do Concelho de Vila do Conde, inserida na Área Metropolitana do Porto, na zona costeira Noroeste de Portugal. Dista cerca de 6 km da sede do Concelho, 12 km do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, 12 km da Póvoa de Varzim e 17 km da cidade do Porto. A 2 km do Vila do Conde Porto Fashion Outlet[1]

Tem como freguesias confrontantes: Mindelo pelo norte, Modivas pelo nascente, e Labruge pelo sul e o Oceano Atlântico pelo poente.

Acessos pela EN13 ou A28, ou pela linha B do Metro do Porto.


Heráldica[editar | editar código-fonte]

Interpretação e justificação dos símbolos[editar | editar código-fonte]

As espigas de milho representam a agricultura, pois Vila Chã centra a sua economia basicamente nesta atividade, assim como grande parte das Freguesias do Concelho.

O barco e as burelas onduladas representam a pesca e o turismo de veraneio, pois a Freguesia conta com boas e frequentadas praias, sendo estas o principal atrativo da Freguesia[2].

Os Símbolos Heráldicos da Freguesia de Vila Chã encontram-se registados na Direção Geral das Autarquias Locais com o nº 39/2.[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

A agro-pecuária, a indústria tradicional, os serviços e o turismo, constituem as principais atividades económicas da freguesia.

Vila Chã é a única freguesia de Vila do Conde que ainda tem atividade pescatoria no concelho.

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Em Vila Chã já rodaram a novela "O Olhar da Serpente" produzida pela SIC. Aqui foi rodado o filme "A Mãe e o Mar"[3] de Gonçalo Tocha.

Distâncias de algumas Cidades[editar | editar código-fonte]

Sociedade e Educação[editar | editar código-fonte]

A Freguesia tem movimentos associativos empenhados em contribuir para o desenvolvimento social da população. A Associação Juvenil de Vila Chã (AJVC).

A Educação é assegurada pelos Jardins de Infância e Escolas do 1º ciclo da Igreja e da Praia.

Instituições e Equipamentos Públicos ou de Serviço Público[editar | editar código-fonte]

  • Desportivas-Recreativas:
    • Grandioso Ringue Desportivo
    • Campo Desportivo do Vila Chã
  • Sociais:
    • Associação Juvenil de Vila Chã
    • Parque de Campismo de Vila Chã[4]
  • Grupos e Ranchos:
    • Grupo Folclórico dos Pescadores de Vila Chã
    • Rancho Danças e Cantares das Lavradeiras de Vila Chã

Principais Eventos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (pdf). Diário da República eletrónico. Consultado em 10 de Abril de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 6 de janeiro de 2014 
  2. «Áreas das freguesias, municípios e distritos da CAOP2013». Separador Areas_Freguesias_CAOP2013. Direcção-Geral do Território. 2013. Consultado em 10 de Abril de 2014. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2013 
  3. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 10 de Abril de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre Freguesias, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.