Vila Santana (bairro de Santana)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vila Santana
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Vila Santana - Alto de Santana.jpg
Alto da rua Voluntários da Pátria, próximo ao Hospital São Camilo.
Distrito Santana
Subprefeitura Santana-Tucuruvi
Região Administrativa Nordeste

Vila Santana é um bairro nobre do distrito de Santana[1], administrado pela Subprefeitura de Santana-Tucuruvi[2], zona norte da cidade de São Paulo. Localiza-se em uma região conhecida como "Alto de Santana", de predomínio residencial e de classe média-alta.

Limita-se com os bairros de: Santana, Santa Teresinha, Água Fria e Mandaqui.

História[editar | editar código-fonte]

Igualmente aos bairros de Santana, Santa Terezinha e Carandiru, os territórios de Vila Santana fizeram parte da histórica Fazenda de Sant' Ana. O Dr. Guilherme Cristoffel era proprietário de lotes onde a rua com o seu nome foi aberta, a propriedade rural era chamada de "Sítio do Dr. Cristofell".

Atualidade[editar | editar código-fonte]

É um bairro bastante verticalizado, entretanto também possui condomínios horizontais de alto e médio padrão. Sua área é ocupada principalmente pela classe média-alta. Abriga o Hospital São Camilo e limita-se com o Conjunto Hospitalar do Mandaqui. Dentre as principais vias que passam pela Vila Santana estão:

  • Rua Voluntários da Pátria
  • Rua Manuel de Soveral
  • Rua Doutor Guilherme Cristoffel
  • Rua Dona Luísa Tolle
  • Rua Doutor Luís Lustosa da Silva
Fotos
Placa da esquina da Voluntários da Pátria com a Luís Lustosa da Silva
Rua Voluntários da Pátria, próximo ao Hospital São Camilo
Edifícios na rua Voluntários da Pátria, na altura do n°3900
Rua Doutor Guilherme Cristoffel

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pesquise seu distrito». Prefeitura de São Paulo. 26 de setembro de 2005. Consultado em 24 de julho de 2009. Arquivado do original em 12 de dezembro de 2009 
  2. «Prefeitura.SP - DADOS». Consultado em 3 de julho de 2009. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2009