Villa del Priorato di Malta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Villa Malta, no monte Pincio.
Vista da villa e seu famoso jardim.

Villa del Priorato di Malta[nota 1], no monte Aventino (rione Ripa), é a sede do grão-priorado em Roma da Ordem Soberana e Militar de Malta, uma ordem cavalheiresca que permanece ainda hoje como uma entidade soberana. É ali também que fica a embaixada da ordem à Itália[2]. A propriedade é uma das duas pertencentes à ordem em Roma com direitos de extraterritorialidade concedidos pelo Governo Italiano. A outra é o Palazzo Malta, na Via dei Condotti.

História[editar | editar código-fonte]

O local, numa elevação diretamente de frente para o Tibre e para a entrada da Ponte Sublício, já era um mosteiro beneditino fortificado no século X. O mosteiro depois passou para os Templários e, depois da dissolução da ordem, para os Cavaleiros Hospitalários, precedessores da presente Ordem de Malta. Reformas radicais foram realizadas no local entre os séculos XV e XVII. A villa recebeu seus direitos em 1869, logo depois da unificação da Itália[3]. No piano nobile está uma coleção de retratos dos antigos grão-mestres da ordem.

Local[editar | editar código-fonte]

Chega-se ao local através da via Santa Sabina, que termina na pequena e pitoresca piazza dei Cavallieri di Malta, fechada de dois lados por ciprestes do jardim dos beneditinos, o cenário de uma tela de fantasia com obeliscos e estelas construída em 1765 com base num projeto de Giovanni Battista Piranesi, um dos pouquíssimos projetos de fato construídos deste famoso gravador que se orgulhava também de ser um arquieto[4]. À frente se ergue o campanário neorromânico da igreja de Sant'Anselmo (1893–1900), ligado ao Seminário Beneditino Internacional (em italiano: Seminario Internazionale Benedittino). No terceiro lado, à direita, está o monumental portão de entrada, também projetado por Piranesi por encomenda do cardeal Carlfo Rezzonico, sobrinho do papa Clemente XIII. A villa é provavelmente mais famosa por causa de uma pequena fechadura no portão encimado por um arco, na qual se vê, perfeitamente enquadrada, a cúpula verde-cobre da Basílica de São Pedro[5]. A fachada é coroada por um frontão baixo; pilastras duplas de cada lado da porta estão encimadas por capiteis fantasiosos, cada um formado por uma torre ladeada por esfinges sentadas; outros elementos clássicos estão da mesma forma combinados de forma fantasiosa e pessoal.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. O topônimo Villa Malta ou Villa delle Rose, de uma tradução de Villa de Rodes, é melhor aplicado à villa conhecida como Casina delle Rose, na Villa Borghese, nas imediações da via Pinciana, uma antiga residência de Wilhelm von Humboldt citada no guia do Touring Club Italiano[1].

col-2

  1. Touring Club Italiano, Roma e dintorni, 1965:302.
  2. «Ordem de Malta» (em inglês). Site oficial 
  3. «Site oficial» (em inglês). WorldStatesmen.org 
  4. Touring Club Italiano, Roma e dintorni, 1965:416.
  5. TCI 1965:417; «Roma» (em inglês). AndrewPatton.com 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Villa del Priorato di Malta