Vilson Covatti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vilson Covatti
Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul
Período 1º de fevereiro de 2007
até 31 de janeiro de 2015
Deputado Estadual do Rio Grande do Sul
Período 1º de fevereiro de 1995
até 31 de janeiro de 2007
Vereador de Frederico Westphalen
Período 1982 até 1986
Dados pessoais
Nome completo Vilson Luís Covatti
Nascimento 26 de janeiro de 1957 (61 anos)
Palmitinho, Rio Grande do Sul
Esposa Silvana Covatti
Partido PP (1982-atualmente)
Profissão Advogado

Vilson Luís Covatti é um político brasileiro, natural do Rio Grande do Sul, que serviu como vereador, deputado estadual e federal.[1]

Sua esposa, Silvana Covatti, é deputada estadual.

Vilson foi citado pelos delatores e entrou na lista do Procurador Geral da República enviada em 6 de março de 2015 ao Supremo Tribunal Federal para investigação dos políticos envolvidos no esquema da Petrobras, investigados pela Operação Lava Jato.[2] Em maio de 2017, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento da denúncia (fonte: site da Rádio Guaíba) contra os deputados gaúchos do Partido Progressista que haviam sido citados na Lava-a-Jato, entre eles, o ex-deputado Vilson Covatti (fonte: site do jornal NH, do grupo Sinos). Conforme a PGR, não há elementos que comprovem a participação desses parlamentares em esquema de corrupção e lavagem de dinheiro. Após o arquivamento, Vilson Covatti publicou uma mensagem aos seus eleitores. Confira a mensagem na íntegra:

"Permitam que eu compartilhe com todos o pedido de arquivamento do processo que envolveu o meu nome na operação Lava-Jato. Durante dois anos e meio, aguardei por essa decisão em silêncio, com a certeza de quem sempre seguiu as leis, acreditando na justiça dos homens e na justiça divina.

A honra do nome, o crédito da palavra e as amizades são as únicas ferramentas de um homem público. Agradeço a minha família e aos verdadeiros amigos que estiveram ao meu lado neste período, dando forças para que eu continuasse a trabalhar." Vilson Covatti


  1. Página da Câmara dos Deputados
  2. «Operação Lava Jato: Os nomes na lista de Janot envida ao STF». Revista Época. 9 de março de 2015. Consultado em 10 de setembro de 2015. 

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.