Vincent Villari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vincent Villari (São Paulo, 1978) é um autor brasileiro de telenovelas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vincent Villari começou na televisão quando tinha apenas 16 anos de idade, ao se inscrever em um concurso para selecionar novos roteiristas da Oficina de Roteiristas da Rede Globo, da qual o desafio era escrever uma adaptação do poema Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade. Iniciou sua carreira sendo colaborador de Maria Adelaide Amaral em Anjo Mau, sendo que repetiu a parceria com a mesma em A Muralha, Os Maias e em A Casa das Sete Mulheres de Maria Adelaide Amaral e Walther Negrão. Logo depois iniciou sua parceria com João Emanuel Carneiro, com a qual colaborou em Da Cor do Pecado, Cobras & Lagartos e A Favorita. Em 2010 volta a colaborar com Maria Adelaide Amaral em Ti Ti Ti e em 2013 assina sua primeira novela como autor principal, Sangue Bom em parceria com Maria Adelaide Amaral. Além disso, já publicou o romance A Lua e o Aço e é apontado como uma das grandes promessas para a televisão.[1][2] Em 2014, lança o livro "Teletema".[3] Em 2016 estreia A Lei do Amor, novamente em parceira com Maria Adelaide.[4]

Trabalhos na Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho Emissora Escalação Parceiros Titulares Ref
1997 Anjo Mau Rede Globo Colaborador Maria Adelaide Amaral [5]
2000 A Muralha Maria Adelaide Amaral
João Emanuel Carneiro
[6]
2001 Os Maias [7]
2003 A Casa das Sete Mulheres Maria Adelaide Amaral
Walther Negrão
[8]
2004 Da Cor do Pecado João Emanuel Carneiro [9]
2006 Cobras & Lagartos [10]
2008 A Favorita [11]
2010 Ti Ti Ti Maria Adelaide Amaral [12]
2013 Sangue Bom Autor principal [13]
2016 A Lei do Amor

Referências

  1. Xavier, Nilson. «Vincent Villari - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 19 de janeiro de 2016 
  2. Dirceu Alves Jr. (21 de junho de 2013). «Vincent Villari firma-se na teledramaturgia da Globo». Veja São Paulo. Consultado em 18 de novembro de 2014 
  3. Renato Vieira (08 de novembro de 2014). «'Teletema' foca as trilhas sonoras da teledramaturgia nacional entre 1964 e 1989». O Estado de S. Paulo. Consultado em 18 de novembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Lígia Mesquita (28 de agosto de 2016). «Dupla estreia às 21h com corrupção e PF na trama de 'A Lei do Amor'». Folha de S.Paulo. Ilustrada. Consultado em 5 de setembro de 2016 
  5. Memória Globo. «Anjo Mau - 2ª versão - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  6. Memória Globo. «A Muralha - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  7. Memória Globo. «Os Maias - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  8. Xavier, Nilson. «A Casa das Sete Mulheres - Teledramaturgia». Consultado em 19 de janeiro de 2016 
  9. Memória Globo. «Da Cor do Pecado - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  10. Memória Globo. «Cobras & Lagartos - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  11. Memória Globo. «A Favorita - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  12. Memória Globo. «Ti Ti Ti - 2ª versão - Trama Principal». Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  13. «Sangue Bom - Créditos». Consultado em 20 de janeiro de 2014