Vincenzo Cerulli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vincenzo Cerulli
Nascimento 20 de abril de 1859
Téramo
Morte 30 de maio de 1927 (68 anos)
Merate
Cidadania Reino de Itália
Alma mater Universidade de Roma "La Sapienza"
Ocupação astrônomo
Obras destacadas descobridor de asteroides

Vincenzo Cerulli (20 de abril de 1859 - 30 de maio de 1927) foi um astrônomo italiano que era dono de um observatório privado em Téramo, onde ele nasceu.[1]

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Cerulli compilou um catálogo de estrelas com Elia Millosevich. Ele também observou Marte e desenvolveu a teoria de que os canais de Marte não eram reais, mas uma ilusão de óptica, uma teoria que posteriormente foi confirmada.

Ele descobriu um asteroide, o 704 Interamnia, que foi nomeado com o nome em Latim de Téramo, ele é um asteroide notável por ter um diâmetro relativamente grande com aproximadamente 350 km, o que o torna o quinto maior corpo localizado no tradicional cinturão de asteroides.[2][3]

Uma cratera de 130 km em Marte foi nomeada em homenagem de Cerulli, assim como os asteroides 366 Vincentina e 31028 Cerulli.

Cerulli morreu em Merate, província de Lecco, em 1927.[1]

Referências

  1. a b «Necr.» (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 27 de setembro de 2011 
  2. «704 Interamnia 2003 Mar 23» (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2015 
  3. «704 Interamnia (1910 KU)» (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2015 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vincenzo Cerulli