Vinho de palma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o género musical africano, veja Palm-wine (música). Para para o achocolatado, veja Toddy.
Extração de seiva de palmeira para confecção de vinho de palma em Timor-Leste
Toddy sendo consumido em Kerala, na Índia.

Vinho de palma, também chamado mandijevo (em Angola) ou toddy[nota 1], é uma bebida alcoólica obtida a partir da fermentação alcoólica da seiva de várias espécies de palmeiras como a Palmyra e coqueiros.[1]

Muitas vezes bebida já em estado de plena fermentação, o que pode durar até 5 dias, e, quanto mais fermenta, maior será a taxa de álcool.

Em certos países de África é a principal bebida em atividades culturais e em algumas festas tradicionais como o alambamento, reunião dos anciões de uma aldeia ou das autoridades tradicionais e nos julgamentos tradicionais, normalmente acompanhado por noz-de-cola.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. Há outros nomes segundo cada região ou país que é produzido.

Referências

  1. Rundel, Philip W. The Chilean Wine Palm Arquivado em 4 de janeiro de 2006, no Wayback Machine. no Mildred E. Mathias Botanical Garden Newsletter, Fall 2002, Volume 5(4). Retrieved 2008-08-31

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre bebidas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.