Vinnie Colaiuta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vinnie Colaiuta
Vinnie Colaiuta.jpg
Com Jeff Beck em janeiro de 2009.
Informação geral
Nome completo Vincent Peter Colaiuta
Nascimento 5 de fevereiro de 1956 (62 anos)
Origem Pittsburgh, Pensilvânia
País Estados Unidos Estados Unidos
Gênero(s) jazz, rock, funk, fusion, pop, heavy metal
Instrumento(s) bateria, percussão
Período em atividade 1978 – atualmente
Afiliação(ões) Frank Zappa

Sting
Jeff Beck
Herbie Hancock
Chick Corea
Megadeth

Página oficial VinnieColaiuta.com

Vincent Peter Colaiuta (Pittsburgh, 5 de fevereiro de 1956), mais conhecido por Vinnie Colaiuta, é um baterista estadunidense que mora em Los Angeles. Nascido em Republic, Pensilvânia, ele começou a tocar bateria ainda criança e ganhou seu primeiro kit completo de bateria de seus pais aos 14 anos. Ele é reconhecido por suas habilidades técnicas e por sua versatilidade, tendo tocado com diversos artistas dos mais variados gêneros. Por conta disso, ele foi induzido ao Hall da Fama da revista Modern Drummer em 1996,[1] e ao da Classic Drummer em 2014.[2]

Sobre a capacidade de Colaiuta de executar as músicas notoriamente complexas de Frank Zappa, o guitarrista Steve Vai fez o seguinte relato:[3]

A leitura à primeira vista dele é uma das mais fantásticas que eu já vi no instrumento. Um dia estávamos num ensaio com Frank, isso foi no início dos anos 80, e Frank trouxe uma peça chamada "Mo 'N Herb's Vacation". Inacreditavelmente complexa. A bateria estava toda escrita, como em "The Black Page", mas ainda mais complicada. Havia umas corridas em compassos como 17/3, e cada tambor estava especificado. E tinha um monte de gente lá, o Terry Bozzio estava lá. Vinnie tinha essa partitura ao seu lado direito, e à sua esquerda ele tinha uma outra estante de partitura, mas com uma bandeja de sushi. O andamento da peça era lento como "The Black Page". E começou o primeiro riff, com todas aquelas maluquices de pratos, chimbal, rufos, rototoms, e outras loucuras. E eu vi que Vinnie estava lendo a partitura, e ele tinha o hábito de empurrar seus óculos com o dedo médio de sua mão direita. Ele arrumava os óculos e virava a página da partitura com a mão direita, e com a outra mão ele pegava um pedaço de sushi no outro lado e colocava na boca, e tudo sem parar de tocar com os pés e mãos. Foi a coisa mais absurda que eu já vi. Frank desistiu dela e o Bozzio virou-se e foi embora. E eu tive uma crise de riso.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Discografia Selecionada[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Modern Drummer's Readers Poll Archive, 1979–2014». Modern Drummer. Consultado em August 10, 2015.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Vinnie Colaiuta Hall of Fame Induction». Classic Drummer. Consultado em May 14, 2017.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. «Okay Vinnie, Where's Five?» (em inglês). Drum! Magazine. 2003 
Ícone de esboço Este artigo sobre um baterista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.