Vinnie Colaiuta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vinnie Colaiuta
Vinnie Colaiuta.jpg
Com Jeff Beck em janeiro de 2009.
Informação geral
Nome completo Vincent Peter Colaiuta
Nascimento 5 de fevereiro de 1956 (63 anos)
Origem Pittsburgh, Pensilvânia
País Estados Unidos Estados Unidos
Gênero(s) jazz, rock, funk, fusion, pop, heavy metal
Instrumento(s) bateria, percussão
Período em atividade 1978 – atualmente
Afiliação(ões) Frank Zappa

Sting
Jeff Beck
Herbie Hancock
Chick Corea
Megadeth

Página oficial VinnieColaiuta.com

Vincent Peter Colaiuta (Pittsburgh, 5 de fevereiro de 1956), mais conhecido por Vinnie Colaiuta, é um baterista estadunidense que mora em Los Angeles. Nascido em Republic, Pensilvânia, ele começou a tocar bateria ainda criança e ganhou seu primeiro kit completo de bateria de seus pais aos 14 anos. Ele é reconhecido por suas habilidades técnicas e por sua versatilidade, tendo tocado com diversos artistas dos mais variados gêneros. Por conta disso, ele foi induzido ao Hall da Fama da revista Modern Drummer em 1996,[1] e ao da Classic Drummer em 2014.[2]

Sobre a capacidade de Colaiuta de executar as músicas notoriamente complexas de Frank Zappa, o guitarrista Steve Vai fez o seguinte relato:[3]

A leitura à primeira vista dele é uma das mais fantásticas que eu já vi no instrumento. Um dia estávamos num ensaio com Frank, isso foi no início dos anos 80, e Frank trouxe uma peça chamada "Mo 'N Herb's Vacation". Inacreditavelmente complexa. A bateria estava toda escrita, como em "The Black Page", mas ainda mais complicada. Havia umas corridas em compassos como 17/3, e cada tambor estava especificado. E tinha um monte de gente lá, o Terry Bozzio estava lá. Vinnie tinha essa partitura ao seu lado direito, e à sua esquerda ele tinha uma outra estante de partitura, mas com uma bandeja de sushi. O andamento da peça era lento como "The Black Page". E começou o primeiro riff, com todas aquelas maluquices de pratos, chimbal, rufos, rototoms, e outras loucuras. E eu vi que Vinnie estava lendo a partitura, e ele tinha o hábito de empurrar seus óculos com o dedo médio de sua mão direita. Ele arrumava os óculos e virava a página da partitura com a mão direita, e com a outra mão ele pegava um pedaço de sushi no outro lado e colocava na boca, e tudo sem parar de tocar com os pés e mãos. Foi a coisa mais absurda que eu já vi. Frank desistiu dela e o Bozzio virou-se e foi embora. E eu tive uma crise de riso.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Discografia Selecionada[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Modern Drummer's Readers Poll Archive, 1979–2014». Modern Drummer. Consultado em 10 de agosto de 2015 
  2. «Vinnie Colaiuta Hall of Fame Induction». Classic Drummer. Consultado em 14 de maio de 2017 
  3. «Okay Vinnie, Where's Five?» (em inglês). Drum! Magazine. 2003 
Ícone de esboço Este artigo sobre um baterista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.