Vinnytsia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vinnytsia
Вінниця
  Cidade  
Antigo reservatório de água de Vinnytsia.
Antigo reservatório de água de Vinnytsia.
Bandeira de Vinnytsia Вінниця
Bandeira
Brasão de armas de Vinnytsia Вінниця
Brasão de armas
Mapa da Ucrânia com Vinnytsia em destaque
Mapa da Ucrânia com Vinnytsia em destaque
Coordenadas 39° 14' N 28° 29' E
País  Ucrânia
Oblast Cidade independente
Fundação 1363
- Prefeito
Área
- Total 79 94 km²
População
 - Total 370 100
    • Densidade 5 066 hab./km²
- Fuso horário EET (UTC+2)
- Horário de verão EEST (UTC+3)
Código postal 21000-
Código de área +380 43
Website www.vmr.gov.ua

Vinnytsia (em ucraniano: Вінниця , em polonês/polaco: Winnica , em russo: Винница ) é uma cidade localizada a 360 km da capital da Ucrânia, Kiev, e a 429 km do importante porto de Odessa. É o centro administrativo do Oblast de Vinnytsia (província), bem como o centro administrativo do distrito de Vinnytskyi. A maior cidade de Podólia.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada em 1363 pelo príncipe lituano Fiódor. Parte da Lituânia para 1569, e depois para a Polônia. Foi a cidade real do Reino da Polônia, que pertenceu administrativamente à Voivodia de Bracław. Capturado pela Rússia na segunda partilha da Polônia em 1793.

Vinnytsia, Ucrânia, junho de 1943. Figurando entre outras valas comuns na União Soviética, esta data de 1937 a 1938. Corpos exumados para identificação por membros da família.[1]

Nas décadas de 1930 e 1940, a cidade foi palco de massacres perpetrados pela União Soviética e pela Alemanha nazista.durante os anos 30 mais de 33 mil habitantes da cidade e redondeza foram deportados para os gulags. Em 1943, os invasores alemães exumaram quase dez mil pessoas executadas pela NKVD, a maior parte ucranianos do sexo masculino, de covas coletivas em Vinnytsia. A maioria das execuções ocorreu durante o Grande Expurgo stalinista entre 1937 e 1938.[2]

Já os massacres nazistas foram cometidos pelo Einsatzgruppe C em Vinnytsia e em suas redondezas. 80% dos judeus da cidade foram evacuados para o leste as Estimativas do número de vítimas chegam a milhares de pessoas, incluindo a quase totalidade dos judeus que ainda restavam na cidade. Em uma fotografia que ficou publicamente conhecida, um membro do Einsatzgruppe D está prestes a executar um judeu perante uma vala comum. No verso da fotografia, pertencente a um soldado alemão, se escreveu: "o último judeu de Vinnytsia".[3]

Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, Vinnytsia foi o local escolhido para abrigar uma grande base da Força Aérea Soviética, que incluia um campo de aviação, hospital, arsenais, além de outras diversas instalações militares. Foi a sede do 43° Esquadrão de mísseis, de 1960 até o início de 1990.[4]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Stéphane Courtois (ed.). (1999). The Black Book of Communism: Crimes, Terror, Repression. Trad. Jonathan Murphy; Mark Kramer. Editor consultor Mark Kramer. Harvard University Press. ISBN 0-674-07608-7. Google Books. p. 202.
  2. Valery Vasiliev; Yuriy Shapoval. "Stages of «Great Terror»: The Vinnytsia Tragedy", Zerkalo Nedeli, n. 31 (406), 17–23 de agosto, 2002)
  3. "The last Jew in Vinnitsa [1941]" Arquivado em 30 de abril de 2010, no Wayback Machine., World's Famous Photos, acessado em 25 de agosto de 2014.
  4. Michael Holm. «43rd Red Banner Missile Army». ww2.dk. Consultado em 18 de setembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Ucrânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.