Virgil Abloh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Virgil Abloh
Virgil Abloh lecionando na Universidade Columbia, 2017
Nascimento 30 de setembro de 1980 (39 anos)
Rockford, Illinois
Nacionalidade Estados Unidos americano
Ocupação Estilista
Principais trabalhos Louis Vuitton
Off-White
Página oficial
https://www.off---white.com/en/PT

Virgil Abloh (Rockford, 30 de setembro de 1980) é um designer de moda americano, atual diretor artístico de vestuário masculino da Louis Vuitton e da sua própria marca Off-White, fundada em 2012.

Nascido em Rockford, Illinois, filho de pais ganeses, ele se formou na Universidade de Wisconsin–Madison, em 2002, e no Instituto de Tecnologia de Illinois, em 2006, com licenciaturas em engenharia civil e arquitetura, respectivamente. Virgil entrou para o mundo da moda a partir de um estágio na Fendi, em 2009, junto com o rapper Kanye West. Os dois começaram uma colaboração artística que lançaria a carreira de Abloh a partir da fundação da Off-White. A revistaTime nomeou Virgil Abloh como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2018.

Educação[editar | editar código-fonte]

A mãe de Abloh era uma costureira.[1] Ele foi criado em Rockford, onde frequentou uma escola privada de ensino religioso, formando-se em 1998 no ensino médio. Ainda na escola, ele conheceu sua futura esposa, Shannon, durante o ensino médio.[2] Em 2002, Virgil se formou na Universidade de Wisconsin–Madison, graduando-se em engenharia civil. Em 2006, ele recebeu seu mestrado em arquitetura no Instituto de Tecnologia de Illinois.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2009-2013: ascensão[editar | editar código-fonte]

Depois de se formar na universidade, ele foi estagiário na Fendi na mesma turma em que estava o rapper Kanye West, em 2009. Já no escritório da empresa, em Roma, Itália, ambos começaram uma relação de colaboração. Um ano depois, Kanye nomeou Virgil o diretor criativo de sua agência de publicidade, DONDA. Em 2011, West pediu a ele que atuasse como diretor artístico de Watch the Throne, o álbum colaborativo da dupla com Jay-Z. Em 2012, Virgil Abloh lançou sua primeira empresa, a Pyrex Vision, uma pequena butique de streetwear de alta-costura. Abloh adquiriu diversas roupas vintage e não comercializadas da Ralph Lauren por US$ 40, imprimiu desenhos sobre elas e vendeu-as por preços superiores a US$ 550. Ele fechou a empresa um ano depois, já que não pretendia que fosse uma empresa comercial, mas uma experiência artística.

2013-2017: Off-White e o sucesso[editar | editar código-fonte]

Abloh fundou a sua primeira casa de moda e segunda negócio em 2013, com a marca de streetwear Off-White. Com sede em Milão, Itália, a empresa foi descrita por Abloh para os investidores e críticos de moda como "a área cinza entre o preto e o branco como a cor off-white". Ele lançou a linha de vestuário feminino da marca em 2014 na Paris Fashion Week. Sua linha foi selecionada como finalista para o prêmio da LVMH Prêmio, mas não venceu. Virgil lançou a sua primeira loja-conceito da Off-White em Tóquio, Japão, juntamente com o lançamento de sua empresa de móveis, a Grey Area. Em 2017, ele foi convidado para projetar uma nova coleção em conjunto com a Nike, intitulado "The Ten", onde ele recriou uma variedade dos dez tênis mais vendidos da empresa, como o Air Presto, Air Vapormax e o Blazer, com suas características únicas de estilo. Virgil também lançou, em parceria com a empresa sueca de móveis IKEA uma linha de móveis e objetos de decoração para apartamentos e casas.[4] A coleção, intitulada "Markerad" (que é uma palavra sueca que significa "claro, nítido") deverá ser lançada em 2019.[5] Uma característica peculiar de Virgil Abloh é o emprego estilisticamente das aspas em suas criações, a fim de transmitir o distanciamento irônico da sociedade e as normas sociais.[6]

Durante o crescimento do neonacionalismo nos Estados Unidos em 2017, Abloh trabalhou com a artista de Ohio, Jenny Holzer para criar uma linha que enfatizava os aspectos positivos da imigração, a assimilação cultural e a globalização.[7] Em dezembro de 2017, ele trabalhou com ela novamente na criação de camisetas para a Federação de Paternidade Planejada da América , em resposta à Marcha das Mulheres em Washington.[8]

Abloh incorporou a famosa marca LV na sua estreia na coleção de moda masculina para a marca

2018–presente: Louis Vuitton[editar | editar código-fonte]

Em 25 de março de 2018, Virgil Abloh foi nomeado diretor artístico de moda masculina da Louis Vuitton,[9] substituindo o designer Kim Jones, marcando-o como a primeira pessoa de ascendência africana a liderar a linha de moda masculina da marca, bem como um dos poucos designers negros à frente de uma grande casa de moda francesa.[10] Após aceitar o cargo, ele declarou: "É uma honra para mim aceitar essa posição. Acho que a herança e a integridade criativa da casa são as principais inspirações e procuraremos referenciá-las enquanto traçamos paralelos com os tempos modernos".

Abloh mostrou sua primeira coleção para a Louis Vuitton em 2018 na Men's Fashion Week, no jardim do Palais Royal em Paris.[11][12][13][14] A cantora Rihanna foi a primeira pessoa a usar uma criação de Abloh antes do desfile.[15] Convidados por Virgil, rappers como Playboi Carti, Steve Lacy, A$AP Nast, Dev Hynes, e Kid Cudi desfilaram para a Louis Vuitton.[16] Um momento marcante do desfile de estreia de Virgil foi no final, quando, abraçado a Kanye West, os dois choraram por certo tempo.[17] Críticos consideraram que sua chegada à Louis Vuitton abalaram o mundo da moda.[18][19] A trajetória de Virgil Abloh será exibida em uma exposição no Museu de Arte Contemporânea de Chicago.[20]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Abloh tem uma casa em Lincoln Park (Chicago) com sua esposa, Shannon Abloh e seus dois filhos, Lowe e Grey. Em Gana, ele pertence a tribo Ewés.[21]

Prêmios e distinções[editar | editar código-fonte]

Abloh recebeu sua primeira grande indicação em 2011, quando seu trabalho para a concepção da arte da capa para o álbum Watch the Throne, de Kanye West e Jay-Z foi nomeado para um Prêmio Grammy por melhor aparência visual. Ele recebeu o prêmio Urban Luxe do British Fashion Council em 2017. Em 2018, Virgil Abloh foi listado pela revista TIME como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, um dos dois designers nomeados naquele ano.[22]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Louis Vuitton Names Virgil Abloh as Its New Men's Wear Designer» (em inglês). ISSN 0362-4331 
  2. Solway, Diane (20 de abril de 2017). «Virgil Abloh and His Army of Disruptors: How He Became the King of Social Media Superinfluencers». W Magazine (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2018 
  3. «Virgil Abloh - Columbia GSAPP». Columbia GSAPP (em inglês) 
  4. «Virgil Abloh teases a rug from Ikea and Off-White collaboration» 
  5. «Virgil Abloh Gives a Master Class on His IKEA Collaboration Design Process | Architectural Digest» (em inglês) 
  6. «Why Does Virgil Abloh Put Everything in "QUOTES?"». Highsnobiety 
  7. «Virgil Abloh on getting political with Jenny Holzer» (em inglês) 
  8. «Virgil Abloh & Jenny Holzer Create T-Shirt for Planned Parenthood». Highsnobiety 
  9. Vuitton, Louis. «Virgil Abloh, novo Diretor Artístico Masculino | LOUIS VUITTON ®». br.louisvuitton.com. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  10. «Virgil Abloh é o primeiro negro a pilotar o estilo da Louis Vuitton». O Globo. 21 de junho de 2018 
  11. «Louis Vuitton Appoints Virgil Abloh As Its New Menswear Designer» (em inglês) 
  12. Virgil Abloh Debuts First-Ever Louis Vuitton Men's Collection At Fashion Week in Paris Omari White, newsweek.com 6/21/18
  13. V is for Virgil: Abloh makes debut for Louis Vuitton in Paris Scarlett Conlon, theguardian.com 21 June 2018
  14. Virgil Abloh Writes New Chapter at Louis Vuitton Joelle Diderich, Women's Wear Daily, June 20, 2018
  15. «Of Course Rihanna Is the First to Wear Virgil Abloh's Louis Vuitton» (em inglês) 
  16. Playboi Carti, Steve Lacy, and More Musicians Who Walked Virgil Abloh’s First Louis Vuitton Show Rachel Hahn, Vogue, June 21, 2018
  17. «Virgil Abloh e Kanye West choram abraçados em desfile da Louis Vuitton na Semana de Moda de Paris; assista». G1 
  18. «A chegada de Virgil Abloh na Louis Vuitton abala o status quo da moda». GQ 
  19. «Virgil Abloh chega na Louis Vuitton mudando tudo! - Lilian Pacce». Lilian Pacce 
  20. «Trajetória de Virgil Abloh será tema de exposição». Metrópoles. Consultado em 23 de agosto de 2018 
  21. «GHANA'S VIRGIL ABLOH LEADING A REVOLUTION WITH OFF WHITE». St. Hilary's Magazine (em inglês). 15 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de agosto de 2018. Arquivado do original em 18 de junho de 2018 
  22. Wolf, Cam (19 de abril de 2018). «Virgil Abloh Is One of Time's 100 Most Influential People in the World». GQ (em inglês). Consultado em 21 de abril de 2018