Visita de Estado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Visita de Estado, ou visita oficial, é uma viagem formal de um chefe de Estado ou de governo a um país estrangeiro, a convite do chefe de Estado deste país. É a mais alta forma de contato diplomático entre duas nações, simbolizando um reforço em suas relações. Geralmente, as visitas oficias são agendadas para a ratificação ou discussão de tratados entre nações. O encontro entre mais de dois países é comumente denominado de cimeira, enquanto a visita de um Papa é chamada viagem apostólica.

Características[editar | editar código-fonte]

Alguns tipos de cerimônias ocorrem para receber um chefe de Estado estrangeiro, como:

  • Revista às tropas, com execução do hino nacional de ambos os países
  • Salva de tiros
  • Jantares oficiais
  • Visita ao parlamento do país
  • Visita a locais de grande relevância nacional, como templos, tumbas e monumentos

Ver também[editar | editar código-fonte]

Postscript-viewer-blue.svgVer também a categoria: Visitas de Estado

Ligações externas[editar | editar código-fonte]