Vitorino Freire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o político brasileiro, veja Vitorino de Brito Freire.
Vitorino Freire
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Vitorino Freire
Bandeira
Hino
Gentílico vitorinense
Localização
Localização de Vitorino Freire no Maranhão
Localização de Vitorino Freire no Maranhão
Vitorino Freire está localizado em: Brasil
Vitorino Freire
Localização de Vitorino Freire no Brasil
Mapa de Vitorino Freire
Coordenadas 4° 16' 55" S 45° 15' 03" O
País Brasil
Unidade federativa Maranhão
Municípios limítrofes Bom Lugar, Olho d'Água das Cunhãs, Brejo de Areia, Santa Inês, Altamira do Maranhão, Paulo Ramos, Satubinha e Bela Vista do Maranhão.
Distância até a capital 300 km
História
Fundação 1952 (70 anos)
Administração
Prefeito(a) Luanna Bringel Rezende (DEM, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 1 193,385 km²
População total (est. IBGE/2015[2]) 31 523 hab.
Densidade 26,4 hab./km²
Clima Tropical equatorial (Af)
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (2010) 0,570 baixo
PIB (IBGE/2008[3]) R$ 111 253,645 mil
PIB per capita (2019) R$ 8 042,76

Vitorino Freire é um município brasileiro pertencente à Microrregião de Pindaré no estado do Maranhão. Segundo estimativa populacional IBGE/2019, o município possui 31.523 habitantes, e uma área territorial de 1.193,385 km² . Elevada a categoria de cidade em 25 de setembro de 1952, Vitorino Freire é a 7ª maior cidade em população da Microrregião do Pindaré (superada por Santa Inês, Santa Luzia, Buriticupu, Zé Doca, Lago da Pedra e Bom Jardim ) e a 54ª maior cidade do Maranhão por habitantes, e é 64ª cidade do Maranhão por PIB.

História[editar | editar código-fonte]

Antes de ter se emancipado administrativamente e ter ganho o nome de Vitorino Freire, o lugar onde se situa a cidade foi denominado Centro dos Boas, em homenagem ao lavrador Boaventura Ribeiro que ali chegou com sua família em 1938. Com o aumento da população, em 1944 o povoado recebeu um novo nome, Água Branca, devido a um morador ter encontrado no quintal de sua casa uma água branca, assemelhada a leite. Em 1948 recebeu o nome de Vila Senador Vitorino Freire. Em 25 de setembro de 1952, torna-se cidade e recebe o nome de Vitorino Freire, em homenagem ao senador Vitorino de Brito Freire - ou Victorino de Britto Freire, na ortografia da época de seu nascimento - que emancipou a vila, tendo como primeiro prefeito Sant'Clair Martins Pereira, e vice Raimundo Tiago Avelino de Sousa. Atualmente a cidade abastece municípios aos arredores.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2019 era de 31.523 habitantes. Sua área é de 1.193 km², representando 0.3382% do Estado e 0.0132% de todo o território brasileiro. Possui densidade demográfica de 24,25 hab/km².

Está localizado aproximadamente 300 km da capital São Luis. Faz divisa com os municípios de Bom Lugar, Santa Inês, Olho D'Água das Cunhas, Altamira do Maranhão, Satubinha.

Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.570, segundo o IBGE 2010.

Trecho da MA 119 sobre o Riacho Pereirão.
MA 008 encontro com a BR 316 na altura do Povoado Zé Chicão.

Saúde[editar | editar código-fonte]

O município de Vitorino é referencia em saúde na região, conta com o Hospital e Maternidade Rui Bandeira, e o Hospital Municipal Dr Francisco Ribeiro (Dr Chicão).

Além disso, na área da saúde Vitorino conta também:

  • Centro de Saúde da Mulher
  • Centro de Especialidades e Reabilitação Pós-Covid
  • Centro de Saúde Isaac Varão
  • Centro de Especialidades Odontológicas

E varias UBS espalhadas pela sede e povoados, além de academias ao ar livre para a pratica de atividades físicas.

Educação[editar | editar código-fonte]

A educação vitorinense está entre as melhores do Maranhão, o município conta com duas escolas da rede estadual de ensino (C.E Rui Barbosa e Aparício Bandeira), duas escolas da rede privada ( Pe. João Mohana e Antonio Dino), uma escola de música (Maestro Zé Mitonho), uma escola de tempo integral ( Colégio Frei Celso), uma escola padrão militar (Cleonice Rocha Lima Rodrigues), além de várias unidades municipais de relevância como Unidade Carlos Oliveira Santos, Newton Belo, Matias Mendes de Oliveira, São Raimundo e Oseias Castro.

As escolas de anos iniciais e jardins de infância também tem grande relevância na região, sendo a Creche Vovó Lili Maciel destaque no segmento.

No âmbito do ensino superior, Vitorino possui um Polo do Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Maranhão - IFMA (Implementação), Polo da Faculdade do Maranhão - FACAM, e um Polo da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA pelo programa UAB, além de polos ead de faculdades privadas.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Financeiro[editar | editar código-fonte]

  • Banco do Brasil
  • Bradesco
  • Caixa Econômica Federal

Segurança[editar | editar código-fonte]

  • Delegacia de Policia Civil
  • 15° BPM
  • Posto Avançado do Detran

Social[editar | editar código-fonte]

  • Viva Procon
  • Restaurante Popular
  • Sala do Empreendedor

Mobilidade[editar | editar código-fonte]

  • MA 008 (Vitorino à Olho D'agua das Cunhãs)
  • MA 119 (Vitorino à Paulo Ramos e Altamira do Maranhão)
  • MA 388 (Vitorino à Bom Lugar)
  • Avenida Joaquim Pinto
  • Avenida Margareth Bringel
  • Avenida Wilson Branco
  • Avenida Pedro II Sul e Norte
  • Rua 7 de Setembro
  • Rua José Cipriano
  • Rua Castelo Branco
  • Rua Cel Pedro Borgea
  • Rua Apáricio Bandeira

Judiciário[editar | editar código-fonte]

  • Fórum Juiz João Batista Lopes da Silva
  • Promotoria de Justiça do Estado do Maranhão
  • Defensoria Publica
  • 49° Zona Eleitoral de Vitorino Freire

Turismo e Lazer[editar | editar código-fonte]

Vitorino tem grandes destaque no setor cultural. No mês de Julho o município sedia uma das maiores vaquejadas da região no Parque Haras Luana. As festividades juninas também reúne um grande número de expectadores locais e visitantes, com apresentações folclóricas de quadrilhas, bois, indígenas, portuguesas e ciganas. O município é banhado pelo rio Grajaú que corta os povoado Matinha, Boa Esperança (Pau Vermelho) e São João do Grajaú (Furo) que em época de cheia promove banhos na beira do rio. Tem também o lago do remanso na divisa com o município de Santa Inês, e uma imensa formação rochosa no povoado de Pedra do Salgado.

Na sede há dois ginásios de quadra coberta (Resendão e Wilson Branco) e o Estádio Municipal Bandeirão, Praça de eventos Margareth Bringel que é acoplada ao estadio e que serve de palco para vários eventos ao longo do ano. Conta também com a Vila Food, um espaço ao ar livre que reúne vários food trucks e apresentações de bandas locais. Há também os calçadões da Av. Joaquim Pinto e da Av. Margareth Bringel para a pratica de atividades físicas.

Há um número relativo de praças espalhadas pela cidade que contam com uma urbanização e paisagismos modernos que deixam a cidade mais arbórea, as principais praças da cidade são Desembargador Sarney Costa, Pracinha da Lurdes, Pracinha da Ricardina, 24 de maio, Humberto de Campos.

Religião[editar | editar código-fonte]

Catolicismo[editar | editar código-fonte]

O culto católico é maioria entre a população e é praticado nas igrejas sendo a principal delas a paróquia de Nossa Senhora de Fátima, que abrange também as cidades de Altamira do Maranhão e Brejo de Areia. Faz parte da forania Sagrado Coração de Jesus juntos com as cidades de Satubinha, Pio XII e Olho D'água das Cunhãs, e pertence a Diocese de Bacabal. A cidade festeja sua padroeira no mês de Maio, sendo o dia 13 feriado municipal. Além da igreja matriz, existe na cidades as comunidades de São Raimundo, São Francisco e Santa Clara, São Luzia, São João Batista e Sagrada Família.

Protestantismo[editar | editar código-fonte]

Entre as Igrejas protestantes citam-se a Assembléia de Deus, Primeira e Segunda Igreja Batista, Comunidade Shalom, Testemunhas de Jeová , Igreja Adventista do Sétimo dia e Congregação Cristã do Brasil.

Zona Rural[editar | editar código-fonte]

Os povoados da zona rural de Vitorino contribuem bastante para o desenvolvimento econômico da cidade, através da produção agrícola e extrativista, bem como a agricultura familiar. Vários dos povoados tem pavimentação asfáltica como Pedra do Salgado, Juçaral Mirin e Saraiva, São José dos Curicas, Mururu, São João do Grajaú, Ariranal e Olho D'agua do Manoel Luís.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

.Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.