Vivara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Vivara
Joalheria
Atividade Joalharia
Fundação 1962
Fundador(es) David Kauffman
Sede São Paulo, São Paulo
Proprietário(s) Marcio Kauffman
Produtos Joias, óculos de sol, relógios, perfumes, cintos, abotoaduras, carteiras, cadernos, canetas
Website oficial https://www.vivara.com.br/

A Vivara é a maior joalheria do Brasil, possuindo uma participação de 10,2% segundo análise feita pela XP Investimentos em seu relatório sobre a Vivara[1]. Em 2019, foi lançada na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) com o valor de R$ 5,7 bilhões.[2]

A Vivara é uma empresa que fabrica e comercializa jóias e assessórios. Ela possui mais de 230 pontos de venda no Brasil e atua com produtos para o público masculino e feminino. A empresa é dona das marcas Vivara, Life by Vivara, Vivara Watches, Vivara Accessories e Vivara Fragrances. Seu portfólio de produtos inclui, além de jóias, relógios, perfumes, óculos, abotoaduras, carteiras e bolsas.

História[editar | editar código-fonte]

Logo após o término da Segunda Guerra Mundial, a família Kaufman, de origem romena, decidiu imigrar para o Brasil. Com diversas gerações de experiência em joalheria, a família tinha entre seus membros alguns ourives habilidosos, e investiu nesse setor para se estabilizar no novo país.

A primeira loja Vivara foi inaugurada em São Paulo, no ano de 1962, no centro da cidade. Sua proposta era oferecer peças criadas com a mesma excelência e cuidado com que eram feitas as joias exclusivas dos antigos ourives.[3]

A empresa foi fundada por David Kaufman como um negócio familiar. Em 1974, Nelson Kaufman (filho de David) assumiu como presidente, liderando a companhia durante o processo de profissionalização e consolidação no mercado Em 1992, abriu a primeira fábrica na Zona Franca de Manaus (AM). Em 2003, iniciou a produção de uma linha própria de relógios. [4]

Em 2010, a liderança foi passada para a terceira geração da família, com Marcio Kaufman assumindo como novo presidente. Desde então, a Vivara passou por uma expansão acelerada, mais do que dobrando sua base de lojas nos últimos 8 anos. Foi também nesse período que a marca Life by Vivara foi lançada, com foco em produtos de prata para uma base de clientes mais jovem.

Concorrentes[editar | editar código-fonte]

A principal lista de concorrentes da Vivara no mercado brasileiro são:[1]

  • Pandora, possuindo 2,3% de participação no mercado.
  • H.Stern, possuindo 2% de participação no mercado.
  • Monte Carlo, possuindo 1,2% de participação no mercado.
  • Sauer, possuindo 0,5% de participação no mercado.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «VIVA3 - Vivara: A Joia da Bolsa; Iniciamos com Compra». Análises e Recomendações - XP Investimentos. Consultado em 2 de junho de 2020 
  2. folha.uol.com.br. «Lançamento de ações da Vivara movimenta R$ 2,3 bilhões». Consultado em 10 de outubro de 2019 
  3. Martin, John (2 de fevereiro de 2019). «Saiba tudo sobre a Vivara, a maior joalheria do Brasil». Etiqueta Unica. Consultado em 2 de junho de 2020 
  4. «VIVA3 (VIVARA S.A. ON NM)». InfoMoney. Consultado em 5 de junho de 2020 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.