Vladimir Arnold

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vladimir Arnold
Conhecido(a) por Teorema de Kolmogorov–Arnold–Moser
Nascimento 12 de junho de 1937
Odessa
Morte 3 de junho de 2010 (72 anos)
Paris
Nacionalidade Rússia Russo
Alma mater Universidade Estatal de Moscovo
Prêmios Prêmio Lenin (1965), Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática (2001), Prêmio Wolf de Matemática (2001), Prêmio Shaw de Matemática (2008)
Orientador(es) Andrei Kolmogorov[1]
Orientado(s) Alexander Givental, Victor Goryunov, Sabir Gusein-Zade, Alexander Varchenko, Victor Vassiliev
Campo(s) Matemática

Vladimir Igorevich Arnold (em russo: Влади́мир И́горевич Арно́льд; Odessa, 12 de junho de 1937Paris, 3 de junho de 2010) foi um matemático russo.

Além do teorema de Kolmogorov–Arnold–Moser, que diz respeito à estabilidade de sistemas hamiltonianos integrais, teve contribuições importantes em várias áreas, entre elas: teoria dos sistemas dinâmicos, teoria das catástrofes, topologia, geometria algébrica, mecânica clássica e teoria das singularidades, em uma longa carreira que continuou depois de seu primeiro resultado principal – a solução do décimo-terceiro problema de Hilbert em 1957.[2]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Vladimir Igorevich Arnold nasceu em 12 de junho de 1937 em Odessa, União Soviética. Seu pai, Igor Vladimirovich Arnold (1900–1948), era matemático. Sua mãe, Nina Alexandrovna Arnold (1909–1986, née Isakovich), uma historiadora da arte.[3] Quando Arnold tinha 13 anos, um de seus tios, que era engenheiro, lhe falou sobre o cálculo e como ele podia ser usado para se entender alguns fenômenos físicos, isso contribuiu para desencadear seu interesse por matemática, e ele começou a estudar sozinho os livros de matemática que seu pai tinha deixado para ele, o que incluía algumas obras de Leonhard Euler e de Charles Hermite.[4]

Quando aluno de Andrey Kolmogorov, na Universidade Estatal de Moscou, e ainda adolescente, Arnold mostrou, em 1957, que qualquer função contínua de múltiplas variáveis pode ser construída com um número finito de funções de duas variáveis, e assim resolveu o décimo-terceiro problema de Hilbert.[5]

Sobre a educação de matemática[editar | editar código-fonte]

Em 1990, Arnold declarou: "Nos últimos 30 anos, o prestígio da matemática diminuiu em todos os países. Penso que os matemáticos foram parcialmente responsáveis por isso, principalmente Hilbert e Bourbaki, os que proclamaram que o objetivo de sua ciência era a investigação de todos os corolários de sistemas de axiomas arbitrários."[6]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Mathematical Methods of Classical Mechanics (Métodos matemáticos da mecânica clássica)
  • Ordinary Differential Equations (Equações diferenciais ordinárias)
  • Huygens and Barrow, Newton and Hooke
  • Real Algebraic Geometry
  • Lectures on Partial Differential Equations
  • The Theory of Singularities and Its Applications

Referências

  1. Vladimir Arnold (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  2. O'Connor, John J.; Robertson, Edmund F., "Vladimir Igorevich Arnold", MacTutor History of Mathematics archive, University of St Andrews.
  3. Gusein-Zade, S. M.; Varchenko, A. N. . "Obituary: Vladimir Arnold (12 June 1937–3 June 2010)", Newsletter of the European Mathematical Society, Issue 78 (December 2010), pp. 28–29. (em inglês)
  4. Табачников, С. Л. . "Интервью с В.И.Арнольдом", Квант, 1990, Nº 7, pp. 2–7. (em russo)
  5. Daniel Robertz (13 de outubro de 2014). Formal Algorithmic Elimination for PDEs. [S.l.]: Springer. p. 192. ISBN 978-3-319-11445-3 
  6. Boris A. Khesin; Serge L. Tabachnikov (10 de setembro de 2014). Arnold: Swimming Against the Tide. [S.l.]: American Mathematical Society. pp. 4–5. ISBN 978-1-4704-1699-7 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Raoul Bott e Jean-Pierre Serre
Prêmio Wolf de Matemática
2001
com Saharon Shelah
Sucedido por
Mikio Satō e John Tate
Precedido por
Sidney Coleman
Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática
2001
Sucedido por
Michael Green e John Henry Schwarz


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.