Volta à Suíça de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2013 << Volta à Suíça de 2014 >> 2015
Classificações 9 etapas, 1.322 km
Geral Portugal Rui Costa
Pontos Eslováquia Peter Sagan
Montanha Alemanha Björn Thurau
Equipas Países Baixos Belkin

A 78.ª edição da Volta à Suíça, foi uma competição de ciclismo em estrada que se disputou desde 14 até 22 de junho de 2014, com um percurso de 1.322 km distribuídos em nove etapas, com início em Bellinzona e final em Saas-Fee.[1]

A corrida fez parte do UCI World Tour de 2014, sendo a décima-sétima competição de dito calendário.

O vencedor pelo terceiro ano consecutivo foi o Rui Costa (que ademais se fez com uma etapa). Acompanharam-lhe no pódio pelo Mathias Frank e Bauke Mollema, respectivamente.[2]

Nas classificações secundárias impuseram-se Peter Sagan (pontos), Björn Thurau (montanha) e Belkin (equipas).

Percurso[editar | editar código-fonte]

A corrida teve duas cronos individuais e três jornadas de montanha, duas delas com final em alto. O percurso começou com uma contrarrelógio de 9,4 km em Bellinzona e a 2.ª etapa foi a primeira de montanha, devendo ascender ao Gotthardpass e o Furkapass, ambos de categoria especial ainda que não finalizou em alto. Depois, jornadas em media montanha e transição até chegar à 7.ª etapa em que se disputou a contrarrelógio individual de quase 25 km. A montanha voltou nas últimas duas etapas; a 8.ª foi uma etapa em maior medida plana mas finalizou com a ascensão a Verbier (HC) e a 9.ª foi a etapa rainha com 2 ascensões de 1.ª categoria (Veysonnaz e Eischoll) e o final em Saas-Fee de categoria especial.

Equipas participantes[editar | editar código-fonte]

Tomaram parte na corrida 22 equipas: os 18 de categoria UCI ProTeam (ao ser obrigada a sua participação); mais 4 categoria Profissional Continental mediante convite da organização (CCC Polsat Polkowice, IAM Cycling, MTN Qhubeka e Wanty-Groupe Gobert).[3] A cada equipa esteve integrada por 8 ciclistas, formando assim um pelotão de 176 corredores,[4] dos que finalizaram 121.[5]

Equipa Cód.

UCI

Categoria Chefe de filas
Itália Lampre-Merida LAM UCI ProTeam Portugal Rui Costa
Bélgica Omega Pharma-Quick Step OPQ UCI ProTeam Bélgica Tom Boonen
Espanha Movistar Team MOV UCI ProTeam Itália Eros Capecchi
Rússia Team Katusha KAT UCI ProTeam Rússia Alexandr Kolobnev
Reino Unido Team Sky SKY UCI ProTeam Reino Unido Bradley Wiggins
França Ag2r La Mondiale ALM UCI ProTeam Itália Davide Appollonio
Estados Unidos BMC Racing Team BMC UCI ProTeam Austrália Cadel Evans
Rússia Tinkoff-Saxo TCS UCI ProTeam República Checa Roman Kreuziger
Estados Unidos Trek Factory Racing TFR UCI ProTeam Suíça Fabian Cancellara
Austrália Orica GreenEDGE OGE UCI ProTeam Suíça Michael Albasini
Países Baixos Belkin-Pro Cycling Team BEL UCI ProTeam Países Baixos Bauke Mollema
Estados Unidos Garmin Sharp GRS UCI ProTeam Países Baixos Tom Slagter
Países Baixos Giant-Shimano GIA UCI ProTeam Alemanha John Degenkolb
Itália Cannondale CAN UCI ProTeam Eslováquia Peter Sagan
Cazaquistão Astana Pro Team AST UCI ProTeam Itália Valerio Agnoli
França Fdj.fr FDJ UCI ProTeam França Thibaut Pinot
Bélgica Lotto Belisol LTB UCI ProTeam Bélgica Maxime Monfort
França Team Europcar EUC UCI ProTeam França Giovanni Bernaudeau
Suíça IAM Cycling IAM Profissional Continental Suíça Mathias Frank
Polónia CCC Polsat Polkowice CCC Profissional Continental Itália Davide Rebellin
África do Sul MTN Qhubeka MTN Profissional Continental Alemanha Gerald Ciolek
Bélgica Wanty-Groupe Gobert WGG Profissional Continental Bélgica Kevin Seeldraeyers

Etapas[editar | editar código-fonte]

Etapa 1. 14 de junho. Bellinzona-Bellinzona, 9,4 km (CRI)[editar | editar código-fonte]

Resultados de 1ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 13 min 48 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Austrália Rohan Dennis Garmin-Sharp a 13 s
Suíça Fabian Cancellara Trek Factory Racing a 16 s
Itália Domenico Pozzovivo Ag2r La Mondiale a 19 s
Classificação geral após a 1ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 13 min 48 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Austrália Rohan Dennis Garmin-Sharp a 13 s
Suíça Fabian Cancellara Trek Factory Racing a 16 s
Itália Domenico Pozzovivo Ag2r La Mondiale a 19 s

Etapa 2. 15 de junho. Bellinzona-Sarnen, 181,8 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 2ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Austrália Cameron Meyer Orica GreenEDGE 5 h 08 min 18 s
República da Irlanda Philip Deignan Sky m.t.
Estados Unidos Lawrence Warbasse BMC Racing m.t.
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 14 s
Reino Unido Ben Swift Sky m.t.
Classificação geral após a 2ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 5 h 22 min 20 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Austrália Rohan Dennis Garmin-Sharp a 13 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 19 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 22 s

Etapa 3. 16 de junho. Sarnen-Heiden, 202,9 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 3ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Eslováquia Peter Sagan Cannondale 5 h 22 min 09 s
Suíça Michael Albasini Orica GreenEDGE m.t.
Colômbia Sergio Henao Sky m.t.
Países Baixos Bauke Mollema Belkin m.t.
Austrália Cadel Evans BMC Racing m.t.
Classificação geral após a 3ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 10 h 44 min 34 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 14 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 17 s
Países Baixos Tom Slagter Garmin-Sharp a 23 s

Etapa 4. 17 de junho. Heiden-Ossingen, 160,4[editar | editar código-fonte]

Resultados da 4ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Reino Unido Mark Cavendish Omega Pharma-Quick Step 3 h 35 min 03 s
Espanha Juan José Lobato Movistar m.t
Eslováquia Peter Sagan Cannondale m.t
Itália Sacha Modolo Lampre-Merida m.t
Noruega Alexander Kristoff Katusha m.t
Classificação geral após a 4ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 14 h 19 min 41 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 10 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 17 s
Países Baixos Tom Slagter Garmin-Sharp a 23 s

Etapa 5. 18 de junho. Ossingen-Büren an der Aare, 183,6 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 5ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Itália Sacha Modolo Lampre-Merida 4 h 08 min 06 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale m.t.
Alemanha John Degenkolb Giant-Shimano m.t.
Noruega Alexander Kristoff Katusha m.t.
Espanha José Joaquín Rojas Movistar m.t.
Classificação geral após a 5ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 18 h 27 min 47 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 10 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 17 s
Países Baixos Tom Slagter Garmin-Sharp a 23 s

Etapa 6. 19 de junho. Büren an der Aare-Delémont, 183,5 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 6ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Itália Matteo Trentin Omega Pharma-Quick Step 4 h 43 min 19 s
Itália Daniele Bennati Tinkoff-Saxo m.t.
Itália Francesco Gavazzi Astana m.t.
Reino Unido Ben Swift Sky m.t.
Eslováquia Peter Sagan Cannondale m.t.
Classificação geral após a 6ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 23 h 11 min 06 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 6 s
Eslováquia Peter Sagan Cannondale a 10 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 17 s
Países Baixos Tom Slagter Garmin Sharp a 23 s

Etapa 7. 20 de junho. Worb-Worb, 24,7 km (CRI)[editar | editar código-fonte]

Resultados de 7ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 31 min 37 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 22 s
Portugal Rui Costa Lampre-Merida a 28 s
Suíça Fabian Cancellara Trek Factory Racing a 41 s
Suíça Mathias Frank IAM a 45 s
Classificação geral após a 7ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 23 h 42 min 43 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 28 s
Portugal Rui Costa Lampre-Merida a 1 min 05 s
Suíça Mathias Frank IAM a 1 min 14 s
Espanha Íon Izagirre Movistar a 1 min 33 s

Etapa 8. 21 de junho. Delémont-Verbier, 219,1 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 8ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Colômbia Esteban Chaves Orica GreenEDGE 5 h 11 min 16 s
República Checa Roman Kreuziger Tinkoff-Saxo a 3 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin m.t.
Itália Eros Capecchi Movistar a 16 s
Colômbia Janier Acevedo Garmin-Sharp a 17 s
Classificação geral após a 8ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 28 h 54 min 16 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 51 s
Portugal Rui Costa Lampre-Merida a 1 min 05 s
Suíça Mathias Frank IAM a 1 min 14 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 1 min 41 s

Etapa 9. 22 de junho. Martigny-Saas-Fee, 156,5 km[editar | editar código-fonte]

Resultados da 9ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Portugal Rui Costa Lampre-Merida 4 h 13 min 14 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 14 s
Suíça Mathias Frank IAM a 24 s
Suíça Steve Morabito BMC Racing a 47 s
Suíça Oliver Zaugg Tinkoff-Saxo m.t.
Classificação geral após a 9ª etapa
Ciclista Equipa Tempo
Portugal Rui Costa Lampre-Merida 33 h 08 min 35 s
Suíça Mathias Frank IAM a 33 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 50 s
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step a 1 min 13 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 2 min 04 s

Desenvolvimento geral[editar | editar código-fonte]

A primeira contrarrelógio ganhada por Tony Martin, colocou ao triplo campeão do mundo na especialidade como líder da corrida, distanciado só 6 segundos de Tom Dumoulin e 13 s de Rohan Dennis. Ao dia seguinte, as duas ascensões de categoria especial durante a etapa, não ocasionaram problemas para o alemão, já que os favoritos tomaram a etapa com a calma e a mesma se jogou entre os integrantes da fuga do dia, ficando a mãos do australiano Cameron Meyer.[6] As seguintes jornadas as posições na geral mantiveram-se inalteráveis, chegando-se a definir em pelotão. Mark Cavendish, Sacha Modolo e Matteo Trentin, ganharam as etapas 4, 5 e 6, até chegar à contrarrelógio da 7.ª etapa. Ali novamente impôs-se Martín e Dumoulin foi 2.º, com o qual o alemão ampliou a 28 s as diferenças na geral. Enquanto o português Rui Costa com o terceiro tempo na crono, também ascendia à terceira posição na geral a 1 minuto e 5 segundos.

A 8.ª etapa, apesar da ascensão a Verbier, não trouxe consequências maiores na geral. Foi ganhada pelo colombiano Esteban Chaves, quem atacou ao grupo de favoritos a falta de três km. Enquanto o líder Tony Martin, ainda que não era seu terreno favorável se manteve no mesmo grupo de Rui Costa, enquanto Dumoulin chegou 23 segundos depois, conseguindo ampliar a vantagem e conservar outro dia mais o maillot amarelo.[7]

A corrida definiu-se na última etapa quando Rui Costa, Mathias Frank e Bauke Mollema (quem eram 3º, 4º e 5º na geral) atacaram a Martin no passo Eischoll, faltando 45 km. Estes ligaram com uma fuga dianteira sacando diferenças do meio de 2 minutos, o que convertia ao português em ganhador da corrida. Enquanto Martin tentava em vão descontar, atirando do grupo no que ia, na ascensão a Saas-Fee Rui Costa lançou um ataque faltando 3 km e conseguiu manter até à final uma escassa vantagem sobre Mollema e Frank para fazer com a etapa e ganhar a sua terceira Volta à Suíça.[8]

Classificações finais[editar | editar código-fonte]

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Posição Ciclista Equipa Tempo
Jersey yellow.svg
Portugal Rui Costa Lampre-Merida 33 h 08 min 35 s
Suíça Mathias Frank IAM a 33 s
Países Baixos Bauke Mollema Belkin a 50 s
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step a 1 min 13 s
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano a 2 min 04 s
Suíça Steve Morabito BMC Racing a 2 min 47 s
Itália Davide Formolo Cannondale a 3 min 00 s
República Checa Roman Kreuziger Tinkoff-Saxo a 3 min 03 s
Colômbia Janier Acevedo Garmin Sharp a 3 min 20 s
10º
Itália Eros Capecchi Movistar a 3 min 46 s

Classificação por pontos[editar | editar código-fonte]

Posição Ciclista Equipa Pontos
Jersey polkadot.svg
Eslováquia Peter Sagan Cannondale 88
Países Baixos Bauke Mollema Belkin 46
Portugal Rui Costa Lampre-Merida 42
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 38
Espanha José Joaquín Rojas Movistar 37

Classificação da montanha[editar | editar código-fonte]

Posição Ciclista Equipa Pontos
Jersey red.svg
Alemanha Björn Thurau Europcar 74
Suíça Reto Hollenstein IAM 37
Países Baixos Bauke Mollema Belkin 32
Estados Unidos Lawrence Warbasse Belkin 28
República da Irlanda Philip Deignan Sky 24

Classificação por equipas[editar | editar código-fonte]

Posição Equipa Tempo
Jersey yellow number.svg
Países Baixos Belkin 99 h 38 min 25 s
Itália Lampre-Merida a 5 min 14 s
Estados Unidos BMC Racing a 7 min 49 s
França Fdj.fr a 7 min 57 s
Suíça IAM a 12 min 20 s

Evolução das classificações[editar | editar código-fonte]

Etapa
(Vencedor)
Classificação geral
Mallot amarelo
Classificação por pontos
Maillot verde
Classificação da montanha
Maillot da Montanha
Classificação por equipas
Classificação por equipas
Etapa 1 History.gif (CRI)
(Tony Martin)
Tony Martin Tony Martin não se entregou Garmin Sharp
Etapa 2 Etapa de montanha
(Cameron Meyer)
Peter Sagan Björn Thurau
Etapa 3 Etapa em media montanha
(Peter Sagan)
Giant-Shimano
Etapa 4
(Mark Cavendish)
Etapa 5
(Sacha Modolo)
Etapa 6 Etapa em media montanha
(Matteo Trentin)
Etapa 7 History.gif (CRI)
(Tony Martin)
Etapa 8 Etapa de montanha
(Esteban Chaves)
Lampre-Merida
Etapa 9 Etapa de montanha
(Rui Costa)
Rui Costa Belkin
Final Rui Costa Peter Sagan Björn Thurau Belkin

UCI World Tour[editar | editar código-fonte]

A Volta à Suíça outorgou pontos para o UCI World Tour de 2014, somente para corredores de equipas UCI ProTeam. As seguintes tabelas são o barómetro de pontuação e os corredores que obtiveram pontos:[9]

Posição 10º
Classificação geral 100 80 70 60 50 40 30 20 10 4
Por etapa 6 4 2 1 1
Ciclista Equipa Pontos
Portugal Rui Costa Lampre-Merida 108
Países Baixos Bauke Mollema Belkin 77
Alemanha Tony Martin Omega Pharma-Quick Step 72
Países Baixos Tom Dumoulin Giant-Shimano 58
Suíça Steve Morabito BMC Racing 41
Itália Davide Formolo Cannondale 30
República Checa Roman Kreuziger Tinkoff-Saxo 24
Eslováquia Peter Sagan Cannondale 14
Colômbia Janier Acevedo Garmin-Sharp 11
Itália Sacha Modolo Lampre-Merida 7

Referências

  1. Map of the Tour de Suisse 2014 Página oficial
  2. marca.com (22 de junho de 2014). «Suíça, território Rui Costa». Consultado em 22 de junho de 2014. 
  3. Teams 2014 Página oficial
  4. procyclingstats. «78th Tour de Suisse (2.uwT) Startlist» (em inglês) 
  5. cqranking.com. «Tour de Suisse, General classification» (em inglês) 
  6. mundodeportivo.com (15 de junho de 2014). «Cameron Meyer, etapa em Suíça». Consultado em 22 de junho de 2014. 
  7. esciclismo.com. «Voltada a Suíça: Esteban Chaves ganha a oitava e Tony Martin segue líder». Consultado em 22 de junho de 2014. 
  8. abc.es. «Rui Costa rompe a maldição do arcoíris em Suíça». Consultado em 22 de junho de 2014. 
  9. Classement UCI World Tour de 2014 Detailed gained points uciworldtour.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]