Voo EgyptAir 804

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voo EgyptAir 804
Acidente aéreo
EgyptAir Airbus A320 (SU-GCC) on finals at Ataturk Airport.jpg
A aeronave envolvida no acidente, um Airbus A320 (SU-GCC) da EgyptAir em 2011, no Aeroporto de Istambul.
Sumário
Data 19 de maio de 2016 (3 anos)
Causa Incêndio a bordo, causas sob investigação.
Local Mar Mediterrâneo, perto das ilhas de Cárpatos e Creta,  Grécia e oeste da costa do  Chipre
Origem Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, Paris,  França
Destino Aeroporto Internacional do Cairo, Cairo,  Egito
Passageiros 56
Tripulantes 10
Mortos 66
Feridos 0
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo União Europeia Airbus A320-232
Operador Egito EgyptAir
Prefixo SU-GCC
Primeiro voo 25 de julho de 2003[1]

O Voo EgyptAir 804 foi um voo operado pela EgyptAir com origem no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris com destino ao Aeroporto Internacional do Cairo tendo-se despenhado perto das ilhas de Cárpatos e Creta, ambas na Grécia, a 19 de maio de 2016.[2][3]

Havia 66 pessoas a bordo: 56 passageiros, 7 membros de tripulação e 3 pessoas da segurança.[4] Não se sabe se algum deles sobreviveu. Uma operação de busca e salvamento multinacional está em curso.[5] Destroços da aeronave foram encontrados no mar Mediterrâneo cerca de 290 km (180 milhas) ao norte de Alexandria, no Egito.

Aeronave[editar | editar código-fonte]

A aeronave era um Airbus A320-232 registrada como SU-GCC, Seu primeiro voo foi em 25 de julho de 2003 e foi entregue à EgyptAir em 3 de novembro de 2003.[1] Verificações rotineiras de manutenção na aeronave foram realizadas em 18 de maio, no Cairo, antes da aeronave partir para Paris. O voo foi o quinto da aeronave naquele dia, depois de ter partido do Aeroporto Internacional de Asmara na Eritreia, para o Cairo, do Cairo para o Aeroporto Internacional de Túnis-Cartago, de Tunísia para o Cairo, e do Cairo para Paris.[6]

Voo[editar | editar código-fonte]

A rota do voo MS804 em verde. A estrela vermelha indica onde o sinal do avião foi perdido, e a linha amarela indica o restante da rota de voo.
À velocidade (laranja) e altitude (azul) da aeronave entre 20:30 e 00:30 (UTC).

A aeronave partiu do Aeroporto Internacional Charles de Gaulle para o Aeroporto Internacional do Cairo em 18 de Maio de 2016, às 23:09 (UTC+2).[7] Desapareceu dos radares enquanto voava a 37.000 pés de altitude (11.000 metros) em tempo claro, 280 quilómetros (170 milhas; 150 milhas náuticas) a norte da costa egípcia.[8] A aeronave desapareceu após 3 horas e 25 minutos de voo. Nenhuma chamada de emergência foi recebida pelo controle de tráfego aéreo antes do desaparecimento.[9]

No dia do acidente, o Ministro da Defesa Grego Pános Kamménos, observou a aeronave mudar de posição em 90 graus para a esquerda, depois, virou 360 graus para a direita e desceu de 37.000 pés de altitude (11.300 metros) para 15.000 pés de altitude (4.600 metros).[9][10] Tal informação foi rejeitada em 23 de maio por um oficial egípcio da National Air Navigation Services Company, que afirmou que não houve mudança na altitude e nenhum movimento incomum antes da aeronave desaparecer do radar.[11]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Passageiros[editar | editar código-fonte]

Nacionalidade dos passageiros a bordo do voo MS80412
Nacionalidades Passageiros Tripulação
 Egito 30 10
 França 15 0
 Iraque 2 0
 Argélia 1 0
 Bélgica 1 0
 Reino Unido/ Austrália 1 0
 Canadá 1 0
Chade 1 0
Kuwait 1 0
Portugal Portugal/ Angola[12] 1 0
Arábia Saudita 1 0
Sudão 1 0
Total 56 10

Cinquenta e seis passageiros de doze países estavam a bordo, incluindo um de nacionalidade portuguesa, João David e Silva, Engenheiro Civil que ia a caminho de uma conferência em Accra.[13] Três dos passageiros eram crianças, sendo dois bebés .[9][14] De entre os passageiros a bordo, havia um com dupla nacionalidade.[15]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Entre os dez tripulantes estavam três pessoas da segurança, cinco comissários de bordo e dois pilotos.[9] De acordo com a EgyptAir, o piloto Mohammed Shoqeir tinha 6.275 horas de experiência de voo, enquanto o co-piloto Mohamed Assem tinha 2.766 horas.[16]

Causas[editar | editar código-fonte]

Uma das duas caixas negras do avião, o Cockpit Voice Recorder, foi encontrada em 16 de junho de 2016. Os investigadores continuam à procura da segunda caixa negra, o Flight Data Recorder.[17]

Consequências[editar | editar código-fonte]

A EgyptAir aposentou o número de voo 804 (MS804) e substituiu-o pelo número de voo 802 (MS802) para voos de Paris para o Cairo, enquanto o número de voo de Cairo para Paris foi alterado de voo 803 (MS803) para voo 801 (MS801).[18]

Referências

  1. a b Airfleets. «EgyptAir SU-CCG». Consultado em 19 de Maio de 2016 
  2. «Voo EgyptAir 804 desaparece do radar». CNN. Consultado em 19 de Maio de 2016 
  3. «Voo EgyptAir 804: O que já se sabe e o que está por apurar». Expresso. Consultado em 19 de Maio de 2016 
  4. «Pessoas a bordo da aeronave». Consultado em 19 de Maio de 2016 
  5. «Voo EgyptAir 804:Procura por destroços no Mar Mediterrâneo.». The Independent. Consultado em 19 de Maio de 2016 
  6. «Histórico de voos de aeronaves - SU-GCC». Consultado em 19 de Maio de 2016 
  7. «Voo EgyptAir MS804 que partiu de Paris desapareceu do radar, diz companhia». Consultado em 23 de Maio de 2016 
  8. «"vôo EgyptAir MS804 desaparece do radar entre Paris e Cairo - atualizações ao vivo: Avião desaparece dos radares a 280 quilômetros da costa egípcia». Consultado em 23 de Maio de 2016 
  9. a b c d «Voo da EgyptAir que ia de Paris ao Cairo caiu, diz presidente da França». 19 de Maio de 2016. Consultado em 23 de Maio de 2016 
  10. «EgyptAir crash: Greek minister says flight 'turned 360 degrees right'». Consultado em 27 de Junho de 2016 
  11. «EgyptAir: Crashed flight MS804 'not seen to swerve'». Consultado em 27 de Junho de 2016 
  12. «Filho de português que ia no avião desaparecido é assistente de bordo». JN. Consultado em 27 de Abril de 2017 
  13. BBC.com, EgyptAir crash: Who were the victims of MS804?, 20.05.2016
  14. «EgyptAir Flight MS804 latest updates». BBC. Consultado em 19 de Maio de 2016 
  15. «Voo EgyptAir MS804: Australiano com dupla nacionalidade entre as vitimas». Consultado em 23 de Maio de 2016 
  16. «EgyptAir source confirms names of pilot and co-pilot». Consultado em 18 de Junho de 2016 
  17. «Encontrada uma das caixas negras do avião da EgyptAir» 
  18. «EgyptAir Retires Flight Number MS804 Following Crash of Paris-Cairo Flight». Consultado em 18 de Junho de 2016