Voo El Al 1862

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voo El Al 1862
Acidente aéreo
El Al Boeing 747-258F/SCD, a aeronave envolvida no acidente
Sumário
Data 4 de outubro de 1992 (25 anos)
Causa Fadiga do metal nos parafusos de fixação dos motores
Local Amesterdã, Países Baixos
Origem Aeroporto Internacional John F. Kennedy, Nova Iorque, Estados Unidos
Escala Aeroporto Internacional de Amsterdão Schiphol, Amsterdão, Países Baixos
Destino Aeroporto Internacional Ben Gurion, Tel Aviv, Israel
Passageiros 1
Tripulantes 3
Mortos 4 + 39 em terra
Feridos 11 com seriedade, 15 com ferimentos leves, todos em terra
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo Boeing 747-258F
Operador El Al
Prefixo 4X-AXG

O Voo El Al 1862 da companhia de aviação El Al foi um acidente aéreo em 4 de outubro de 1992 na cidade de Amesterdã, nos Países Baixos.

Acidente[editar | editar código-fonte]

Local da queda do avião.

O acidente foi provocado por falhas nas peças que encaixam os motores às asas. Sete minutos após a decolagem, o motor 3 se soltou e atingiu o motor 4, e ambos caíram em um lago. Houve também avarias na asa direita, na qual os motores estavam acoplados. Sem contato visual com a parte externa da aeronave, a tripulação jamais soube o que realmente aconteceu, e foram informados apenas de que os motores 3 e 4 simplesmente se desligaram; ainda receberam falso aviso de incêndio no motor 3, o que os fez perder um valioso tempo e energia tentando sanar o problema. Apesar do cenário crítico e dos severos danos, a tripulação conseguiu conduzir o avião de volta ao Aeroporto até chegar a apenas algumas centenas de metros da pista de pouso, chegando a visualizá-la. Porém, ao acionar os "flaps", procedimento final para iniciar o pouso, o avião saiu do controle devido aos danos na asa direita, e caiu praticamente de bico sobre um prédio residencial, cortando-o ao meio e matando 47 pessoas. Por 9 anos, até aos atentados de 11 de Setembro de 2001, foi o pior acidente aéreo, envolvendo colisão de aeronaves com edifícios.[1]

Referências

  1. «El Al Israel Airlines, Accident description» (em inglês). Aviation Safety Network (ASN). Consultado em 31 de janeiro de 2018.