Voo Hughes Airwest 706

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voo Hughes Airwest 706
Acidente aéreo
Um DC-9-31 pertencente à Hughes Airwest semelhante ao envolvido, mas com uma pintura diferente.
Sumário
Data 06 de junho de 1971
Causa Colisão em pleno ar
Local Montanhas San Gabriel, Condado de Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Coordenadas 34° 10′ 30″ N, 118° 00′ 00″ O
Mortos 50
Feridos 1
Primeira aeronave
Origem Los Angeles, Califórnia
Escala Salt Lake City, Utah
Boise, Idaho
Lewiston, Idaho
Pasco, Washington
Yakima
Destino Seattle, Washington
Passageiros 44
Tripulantes 5
Sobreviventes 0
Segunda aeronave
Modelo F-4 Phantom II
Operador Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos
Prefixo 151458
Primeiro voo 15 de abril de 1964
Tripulantes 2
Sobreviventes 1

O voo Hughes Airwest 706 foi um voo regular programado operado com um Douglas DC-9-31 da Hughes Airwest que colidiu no ar com um F-4 Phantom II ao largo do Sul da Califórnia no dia 6 de junho de 1971.

O voo 706 tinha partido de Los Angeles pouco depois das 18h00, com destino a Seattle, Washington, com escala em Salt Lake City, Utah; Boise, Idaho; Lewiston, Idaho; Pasco, Washington e Yakima, Washington. Para completar o voo de treino, o F-4B Phantom II saiu da Estação Aérea Naval Fallon no Nevada para aterrar na Estação Aérea do Corpo de Marines de El Toro, perto de Irvine. O piloto e os 49 passageiros e tripulação a bordo do avião civil morreram na colisão sobre as montanhas da Serra de San Gabriel, perto de Duarte.

Esta colisão em voo entre uma aeronave civil e uma militar levou as Forças Armadas dos Estados Unidos a um acordo tanto para reduzir o número de aviões militares que operam sob regras de voo visual nos corredores aéreos civis, como para exigir aos aviões militares que obedeçam aos controladores aéreos civis.

Referências