Saltar para o conteúdo

Voo Philippine Airlines 137

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Voo Philippine Airlines 137
Voo Philippine Airlines 137
Um Airbus A320 da Philippine Airlines, similar à aeronave envolvida no acidente
Sumário
Data 22 de março de 1998 (26 anos)
Causa Saída de pista devido a erro do piloto
Local Aeroporto Doméstico de Bacólod, Bacólod, Filipinas
Origem Aeroporto Internacional Ninoy Aquino, Manila, Filipinas
Destino Aeroporto Doméstico de Bacólod, Bacólod, Filipinas
Passageiros 124
Tripulantes 6
Mortos 3 (ambos em solo)
Feridos 69 (44 na aeronave e 25 em solo)
Sobreviventes 130
Aeronave
Modelo Airbus A320-214
Operador Filipinas Philippine Airlines
Prefixo RP-C3222

O voo 137 da Philippine Airlines era um voo de linha entre o Aeroporto Internacional Ninoy Aquino de Manila e o Aeroporto Doméstico de Bacólod.

No dia 22 de março de 1998, o voo 137 passou do final da pista enquanto aterrissava no Aeroporto Doméstico de Bacólod. Não houve mortes entre os passageiros e os membros da tripulação, mas três pessoas morreram no solo pois a aeronave colidiu contra uma área residencial.

A aeronave, um Airbus A320-214 de prefixo RP-C3222, ficou destruída. O avião fora usado apenas durante os três meses anteriores ao acidente. [1].

Um erro dos computadores de bordo impediu que a velocidade fosse reduzida para "idle" (marcha lenta), o que impediu o acionamento dos spoilers. A turbina descontrolada fora desligada, os freios aplicados, mas a aeronave não foi capaz da parar antes do fim da pista.

Referências

  1. «Airliners.net database entry for RP-C3222». Consultado em 31 de julho de 2007. Arquivado do original em 30 de setembro de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre um acidente aéreo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.