Vox (partido político)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vox
Presidente Santiago Abascal
Fundação 17 de dezembro de 2013
Sede Calle de Diego de León, 60, 28006 Madrid, Flag of Spain.svg Espanha
Ideologia Nacionalismo espanhol
Centralismo[1]
Conservadorismo
Conservadorismo social
Democracia cristã
Populismo de direita
Liberalismo económico
Anti-Islão[2][3][4][5]
[6][7][8][9]
Monarquismo[10]
Euroceticismo[11]
Espectro político Direita[12] a extrema-direita[13]
Antecessor Partido Popular (cisão)
Membros 49 101 (maio 2019)[14]
Congresso dos Deputados
52 / 350
Presidentes de Câmaras Municipais
5 / 8 131
Vereadores Municipais
529 / 67 121
Senado
3 / 266
Parlamento Europeu
3 / 54
Cores Verde
www.voxespana.es

Vox é um partido político de Espanha fundado em dezembro de 2013 por antigos militantes do Partido Popular.[15] Vox tem sido descrito como um partido populista[16] de direita[17][18] a extrema-direita.[19][20][21][22]

O partido foi fundado em 2013 por antigos membros do PP insatisfeitos com a política seguida pelo governo de Rajoy em relação ao grupo terrorista basco ETA, bem como a sua oposição ao Estatuto das Autonomias com estes membros a defender um estado espanhol mais centralista.[23]

Após ter falhado a eleição de 1 eurodeputado nas eleições europeias de 2014[24] e com a saída de muitos dos seus fundadores, o partido tornou-se um partido irrelevante ao obter resultados residuais nas eleições nacionais de 2015 e 2016.[25]

Entre 2017 e 2018, com a crise na Catalunha[26] e a crise migratória a afectar Espanha, o partido, liderado por Santiago Abascal desde do verão de 2014, viu a sua militância a crescer e as sondagens começaram a indicar que o Vox poderia entrar no parlamento espanhol.[27] A eclosão do Vox a nível nacional ocorre nas eleições regionais em dezembro de 2018 na Andaluzia, onde o partido consegue obter mais de 11% dos votos e 12 deputados regionais.[28]

Ideologia[editar | editar código-fonte]

Vox assume uma posição pró-vida na questão do aborto e é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo porque considera a palavra "matrimónio" como inapropriada para descrever tal relação. O partido pretende criar um novo tipo de união, denominada de "união civil", para substituir o casamento gay.[29]

Inicialmente, o partido focava-se no liberalismo económico e na sua oposição às autonomias regionais em Espanha, mas nos últimos tempos Vox começou-se a alinhar com o populismo de direita cada vez mais popular pela Europa fora. O partido é completamente contra a entrada de mais imigrantes no país, em especial, imigrantes muçulmanos. Esta posição levam muitos a considerar Vox como um partido anti-Islão ou Islamofóbico.[30][31][32][33] Uma das propostas do partido para travar a imigração é a construção de um muro em Ceuta e Melilha para defender o território espanhol, segundo o partido.[34]

Vox também um posicionamento eurocéptico, defendendo que a soberania espanhola deve ser salvaguardada.[35] Esta posição de defesa da soberania de Espanha leva o partido também a defender um estado centralista,[36] a proibição de partidos que ponham em causa a unidade de Espanha[37] e a defesa da Monarquia no país.[38]

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Câmara dos deputados[editar | editar código-fonte]

Data Líder CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
2015 Santiago Abascal 15.º 58 114
0,2 / 100,0
0 / 350
Extra-parlamentar
2016 Santiago Abascal 13.º 47 182
0,2 / 100,0
Estável
0 / 350
Estável Extra-parlamentar
2019-A Santiago Abascal 5.º 2 677 173
10,3 / 100,0
Aumento10,1
24 / 350
Aumento24 Oposição
2019-N Santiago Abascal 3.º 3 640 063
15,1 / 100,0
Aumento4,8
52 / 350
Aumento28

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/-
2014 11.º 246 833
1,6 / 100,0
0 / 54
2019 5.º 1 388 681
6,2 / 100,0
Aumento4,6
3 / 54
Aumento3

Eleições regionais[editar | editar código-fonte]

Andaluzia[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
2015 9.º 18 422
0,5 / 100,0
0 / 109
Extra-parlamentar
2018 5.º 395 978
11,0 / 100,0
Aumento10,5
12 / 109
Aumento12 Apoio parlamentar

Referências

  1. La Sexta (14 de fevereiro de 2014). «VOX, el partido a la derecha del PP que se come el voto ultra». lasexta.com (em Spanish). Consultado em 15 de janeiro de 2018. La ideología de VOX tiene una línea conservadora clara: centralismo a ultranza y no a los nacionalismos 
  2. Los musulmanes de España entre dos fuegos: el yihadismo y la extrema derecha xenófoba, El Confidencial
  3. Ellyatt, Holly (3 de dezembro de 2018). «Far-right party's success sends shock waves through Spain's political establishment» 
  4. «Anti-Immigrant Party Breaks Socialist Stronghold In Spain» 
  5. «Far-right gains foothold in Spanish region». 3 de dezembro de 2018 – via www.bbc.com 
  6. «Rocio Monasterio on Twitter» 
  7. «La derecha sionista ataca de nuevo: Rafael Bardají (VOX) aplaude el bombardeo de Trump contra Siria» 
  8. «Pablo Casado una vuelta al PASADO y un ensalzamiento del sionismo. Viñetas de Artsenal, Ben y Ferran Martín Artículo de Simone Renn». 23 de julho de 2018. El sionismo es uno de los puntos que acerca a Pablo Casado a VOX cuyo fundador, Alejo Vidal-Quadras, es miembro de European Friends of Israel 
  9. «VOX,LA ALTERNATIVA SIONISTA ESPAÑOLA» 
  10. «VOX - A new political party, an offshoot of the PP - Spain News in English». www.typicallyspanish.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  11. Cádiz, Covadonga y Bruselas, Libertad Digital
  12. WELCOME TO VOX Spain. The Leader. Published 4 September 2017. Retrieved 3 November 2018.
    Spain’s new PP leader seeks to move the party ‘back to its roots’. The Olive Press. Author - Bradley Stokes. Published 25 July 2018. Retrieved 3 November 2018.
  13. "Hay un gran espacio a la derecha del PP, pero nadie ha sabido aún cómo ocuparlo". El Confidencial, 29/07/2017.
    Sin espacio en España para la nueva derecha populista. El Mundo, 26/12/2017.
    Will Bannonism Play in Spain?. Slate, 02/07/2018.
    Explained: Who is VOX? Spain's latest far-right party gaining popularity. Euronews. Author - Cristina Abellan Matamoros. Last updated 8 October 2018. Retrieved 3 November 2018.
    Spanish far right gains increased support. The Government Europa. Published 2 November 2018. Retrieved 3 November 2018.
    Magma Ultra. El Periódico
    Here’s how bad economically a Spain-Catalonia split could really be. CNBC, 04/05/2018.
    Vox: la ultraderecha irrelevante en las urnas agita los juzgados. eldiario.es, 17/12/2017.
    La afiliación al partido ultraderechista VOX aumenta un 20% en 40 días. Público, 02/10/2017.
    Spain's far-right gains visibility in Catalonia crisis. AFP, 2017.
    Spain proves sterile ground for far-right parties. Deutsche Welle, 31/05/2017.
    Spain: No country for old fascists. Politico Europe, 26/12/2016.
  14. VOX 🇪🇸. «VOX gana 1.270 nuevos afiliados tras las elecciones del 28-A» 
  15. Quintero, L. F.; Alonso, M (14 de janeiro de 2014). «Nace Vox, el partido político de Santiago Abascal y Ortega Lara». Libertad Digital (em espanhol). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  16. Loucaides, Darren. «Spain Has Resisted the Right-Wing Populist Wave. A New Party Is Trying to Change That With Help From Steve Bannon.». Slate Magazine (em inglês) 
  17. «El partido Vox aboga por ser la alternativa a la derecha en España - Lanza Digital». Lanza Digital (em espanhol). 19 de março de 2017 
  18. «Spain's new PP leader seeks to move the party 'back to its roots' - Olive Press News Spain». Olive Press News Spain (em inglês). 25 de julho de 2018 
  19. «Nuno Melo. Vox não é um partido de extrema-direita». www.dn.pt. Consultado em 3 de maio de 2019 
  20. «"Hay un gran espacio a la derecha del PP, pero nadie ha sabido aún cómo ocuparlo"». El Confidencial (em espanhol) 
  21. «Spanish far right gains increased support | Government Europa». Government Europa (em inglês). 2 de novembro de 2018 
  22. «Vox: La extrema derecha irrumpe en España». La Vanguardia 
  23. O'Leary, Elisabeth (16 de janeiro de 2014). «Spanish ruling party rebels launch new conservative party». Reuters (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  24. Muro, Miriam (26 de maio de 2014). «Tristeza y decepción en Vox tras los resultados de las Elecciones Europeas». Libertad Digital (em espanhol). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  25. Precedo, José (17 de dezembro de 2017). «Vox: la ultraderecha irrelevante en las urnas agita los juzgados». eldiario.es (em espanhol). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  26. García, Jesús (11 de outubro de 2017). «El TSJ catalán admite la querella de Vox por rebelión contra Puigdemont». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582 
  27. Gil, Iván (15 de setembro de 2018). «Vox irrumpe en el Congreso superando la barrera del 3% al 'robar' 500.000 votos al PP». El Confidencial (em espanhol). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  28. «Far-right gains foothold in Spanish region». BBC News (em inglês). 3 de dezembro de 2018 
  29. Intereconomiatube (7 de março de 2014), VOX se pronuncia sobre el matrimonio gay, consultado em 3 de dezembro de 2018 
  30. El exilio iraní financió el 80% de la campaña de Vox de 2014
  31. Ellyatt, Holly (3 de dezembro de 2018). «Far-right party's success sends shock waves through Spain's political establishment». CNBC 
  32. «Anti-Immigrant Party Breaks Socialist Stronghold In Spain». NPR.org (em inglês) 
  33. Dias, João de Almeida. «Vox. Até onde irá o partido dos netos de Franco e dos filhos rebeldes do PP?». Observador. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  34. VOX España (26 de julho de 2018), VOX exige la construcción de un muro infranqueable en Ceuta y Melilla, consultado em 3 de dezembro de 2018 
  35. Abascal, Santiago (8 de novembro de 2015). «Cádiz, Covadonga y Bruselas». Libertad Digital (em espanhol). Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  36. «VOX, el partido a la derecha del PP que se come el voto ultra». laSexta.com (em espanhol) 
  37. «Barcelona: Vox pide ilegalizar a partidos independentistas». La Vanguardia 
  38. «VOX - A new political party, an offshoot of the PP - Spain News in English». www.typicallyspanish.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018