Vsevolod Ivanov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Vsevolod Ivanov (Pavlodar, 12 de fevereiro de 1895 - Moscou, 15 de agosto de 1963) foi um escritor soviético notável pelos contos coloridos de aventura ambientados na parte asiática da Rússia durante a Guerra Civil. [1][2]


Vsevolod Ivanov
Nome completo Vsevolod Ivanov
Nascimento 12 de fevereiro de 1895
Pavlodar
Morte 15 de agosto de 1963
Moscou
Nacionalidade Soviético
Ocupação Escritor

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ivanov nasceu no que é hoje o norte do Cazaquistão, na família de um professor. Quando criança, Vsevolod fugiu para se tornar um palhaço em um circo itinerante. Sua primeira história, publicada em 1915, chamou a atenção de Maxim Gorky, que aconselhou Vsevolod ao longo de sua carreira. [3]

Ivanov se juntou ao Exército Vermelho durante a Guerra Civil e lutou na Sibéria. Isso inspirou seus contos, Partisans (1921) e Armored Train (1922). [4]

Em 1922, Ivanov juntou-se ao grupo literário Serapion Brothers. Outros membros incluíram Nikolai Tikhonov, Mikhail Zoshchenko, Victor Shklovsky, Veniamin Kaverin e Konstantin Fedin. [5]

Os primeiros romances de Ivanov, Colored Winds (1922) e Azure Sands (1923), foram ambientados na parte asiática da Rússia e deram origem ao gênero western na literatura soviética. Sua novela Baby foi aclamada por Edmund Wilson como o melhor conto soviético de todos os tempos. [6]

Mais tarde, Ivanov foi criticado por críticos bolcheviques, que alegaram que seus trabalhos eram pessimistas demais e que não estava claro se os vermelhos ou os brancos eram os heróis.

Em 1927, Ivanov reescreveu seu conto, o Trem Blindado 14-69, em uma peça. Desta vez, a peça destacou o papel dos bolcheviques na Guerra Civil.

Entre seus trabalhos posteriores estão as Aventuras de um Faquir (1935) e A Tomada de Berlim (1945). Durante a Segunda Guerra Mundial, Ivanov trabalhou como correspondente de guerra para Izvestia.

O filho de Vsevolod, Vyacheslav Ivanov, tornou-se um dos principais filólogos e indo-europeus do final do século XX. Vsevolod adotou o filho ilegítimo de Isaak Babel, Emmanuil, quando se casou com a amante de Babel, Tamara Kashirina. O nome de Emmanuil foi alterado para "Mikhail Ivanov" e mais tarde ele se tornou um artista notável.

Referências

  1. «Vsevolod Ivanov | Biography & Facts». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  2. March 16; 2015 (8 de junho de 2014). «Fantastic Art of Vsevolod Ivanov». Weird Russia (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  3. «Vsevolod Ivanov». Spartacus Educational. Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  4. «Vsevolod Ivanov». Russian Life (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  5. «Serapion Brothers | Members & History». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  6. «the caning of modernist profaners». www.libraries.psu.edu. Consultado em 10 de dezembro de 2019