WWE SmackDown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
WWE SmackDown Live
Logo usado a partir de julho de 2016.
Informação geral
Formato Série
Gênero Luta profissional
Entretenimento esportivo
Duração 2 horas (com comerciais)
Criador(es) Vince McMahon
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) Kevin Dunn
Apresentador(es) Greg Hamilton
Narrador(es) Mauro Ranallo
David Otunga
John "Bradshaw" Layfield
Tom Phillips
Elenco Plantel do SmackDown
Tema de abertura "Take a Chance" por CFO$
Exibição
Emissora de televisão original UPN (1999 – 2006)
The CW (2006 – 2008)
MyNetworkTV (2008 – 2010)
Syfy (2010 – 2015)
USA Network (2016 – presente)
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 29 de abril de 1999 - presente
N.º de temporadas 15
N.º de episódios 903 (até 6 de dezembro de 2016)
Cronologia
Último
Raw
Main Event
Próximo
Programas relacionados Raw
205 Live
Main Event
Superstars
NXT

WWE SmackDown Live (conhecido também como Tuesday Night SmackDown) é um programa de televisão de luta livre profissional americano produzido pela WWE. Estreou em 29 de abril de 1999, sendo exibido nas noites de quinta-feira. De 9 de setembro de 2005 a 9 de janeiro de 2015, foi exibido às sexta-feiras, voltando as quintas após esse período e exibido ao vivo as terças-feiras a partir de julho de 2016. Originalmente, o SmackDown foi ao ar pela rede de televisão United Paramount Network (UPN) de sua estreia até meados de 2006, quando foi transferido para a The CW, onde permaneceu sendo exibido até 2008. Depois desta data, o programa passou a ser exibido na MyNetworkTV até 2010, mudando-se para a Syfy, onde ficou até o final de 2015, quando o programa passou a ser transmitido na USA Network.

Desde o seu primeiro episódio, o SmackDown foi transmitido de 162 arenas diferentes, em 147 cidades distintas e em sete países diferentes (Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Iraque, Japão, Itália e México). No Brasil, é transmitido pelo Fox Sports 2.

História do Show[editar | editar código-fonte]

Formato Original (1999-2002)[editar | editar código-fonte]

WWF SmackDown! set usado a partir de 26 de Agosto, 1999 até a 9 de Agosto, 2001

O SmackDown ! apareceu pela primeira vez em 29 de Abril de 1999 como um único programa especial UPN.[1] Em 26 de Agosto de 1999, SmackDown! estreou oficialmente na UPN, em Kansas City, Missouri. Como WCW Thunder, SmackDown! também era gravado nas Terças e exibido nas Quintas. O novo show da WWF provou ser mais popular do que o do WCW, que acabou movendo Thunder para as Quartas na esperança de segurar uma boa avaliação dos fãs ao invés de perdê-la para a WWF. SmackDown!, como o Thunder, também usava muito azul. Excepcionalmente, o primeiro SmackDown! apresentou um conjunto de formato Oval TitanTron (chamado "OvalTron")o que o fez se destacar do set do RAW e os seus TitanTrons rectangulares. Um recurso adicional para o conjunto original era a habilidade do OvalTron ser movido para a esquerda ou direita do palco. Ao longo do início da existência do show, o lutador da WWF The Rock chamar constantemente que a SmackDown! era "seu" show,em referência ao fato de que o nome foi derivado de uma de suas frases, "Laying the smackdown."[1] em Agosto de 2001,como parte da celebração do segundo aniversário da SmackDown!, o show recebeu um novo logo e set. O último SmackDown! a usar o antigo cenário viu Rhyno e Chris Jericho se jogarem no set central destruíndo parte do set. O novo set consistia em um punho acima da entrada e muitos vidros em volta.

Brand Extension (2002-2005)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: WWE Brand Extension

Em Abril de 2002 a WWE realizou um processo chamado "Brand Extension".[2] A WWE se dividiu em duas promoções de wrestling com elencos separados, storylines e figuras de autoridade.[2] Raw e SmackDown! acolherão cada divisão dar um nome a divisão e essencialmente competirem entre si. A divisão foi o resultado da WWF comprar duas grandes competidoras, WCW e ECW, que resultou no acréscimo no elenco e nos títulos. A brand extension foi anunciada publicamente durante uma exibição da WWF Raw em 25 de Março de 2002, e se tornou oficial no dia seguinte.

Lutadores se tornariam exclusivos de um show, lutando só pelo seu. Excluíndo o Campeão Incontestável da WWE e Campeonato Feminino da WWE. Esses títulos seriam defendidos em ambos os programas.[2] Em agosto de 2002, o Campeão Incontestável da WWE Brock Lesnar recusou defender seu título no Raw, isso causou seu cinturão se tornar exclusivo do SmackDown![2] Na semana seguinte no Raw, o General Manager Eric Bischoff disse que o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados seria exclusivo do Raw e que seria atribuído a Triple H, que era o Candidato Principal ao título de Brock Lesnar. O Campeonato Incontestável da WWE era agora exclusivo do SmackDown!, deixando de ter "Incontestável" no seu nome e passando a ser designado por Campeonato da WWE. Seguindo isso, o Campeonato Feminino da WWE se tornou exclusivo do Raw e o Campeonato de Pesos-Médios exclusivo do SmackDown. Como resultado da Brand Extension,um anual "draft lottery" foi instituído que haveria troca de membros de cada elenco.

Em 6 de junho de 2005, o Campeão da WWE John Cena trocou do SmackDown! para Raw como parte do Draft Lottery. Isso efetivamente deixou o SmackDown! sem um título mundial. Em 23 de Junho de 2005, o Diretor Geral do SmackDown! Theodore Long anunciou um combate de eliminação entre John "Bradshaw" Layfield, Booker T, Chris Benoit, The Undertaker, Christian (substítuindo The Big Show, que foi para o Raw) e Muhammad Hassan para coroar o primeiro Campeão do SmackDown!. No episódio do dia 30 de Junho de SmackDown!, JBL ganhou a luta. Long apareceu depois e disse a JBL que apesar de ter vencido o combate, o SmackDown! não precisava de mais nenhum título. Batista, o Campeão Mundial de Pesos-Pesados, acabará de ser transferido para o SmackDown!, o que significava que o SmackDown! já tinha um campeão mundial. Long também revelou que JBL era o Candidato Principal ao Campeonato Mundial de Pesos-Pesados.

O Movimento para as Sextas (2005-2015)[editar | editar código-fonte]

O estado da WWE com a Viacom no Spike TV talvez tenha feito o SmackDown! ir para as sextas para a temporada de 2005. A UPN recebeu melhores avaliações nas Sextas nunca vistas antes. Além disso, UPN nunca tinha conseguido segurar as avaliações nas noites de Quinta, mas notavelmente com o comediante Chris Rock e a sua sitcom Everybody Hates Chris.Em Janeiro de 2006,um anúncio da CW Network, anunciou que a UPN havia renovado o contrato do SmackDown! por mais dois anos.[3]

Seguindo o cancelamento de Star Trek: Enterprise, SmackDown! (renomeado Friday Night SmackDown!) moveu-se para o antigo horário de Enterprise nos Estados Unidos. WWE promoveu este movimento com a frase "TV que está mudando as noites de Sextas." Friday Night SmackDown! fez sua estréia no dia 9 de Setembro de 2005.O programa continuou indo ao ar nas Quintas no Canadá na The Score.E no Reino Unido, Irlanda e Austrália, suas emissoras Sky Sports e Fox8 transmitiam SmackDown! nas Sextas antes dos Estados Unidos devido a diferença de horários. Essa foi a primeira vez que um show semanal da WWE foi ao ar internacionalmente antes de passar nos Estados Unidos.

Os eventos do Furacão Katrina afetaram a primeira edição do Friday Night SmackDown! nos EUA devido a um concerto de beneficência que foi ao ar na UPN na mesma hora da primeira edição que não pode passar, resultando então em apenas a segunda hora a ser exibida na UPN. A primeira hora foi exibida no site da WWE. Outros países, incluindo Canadá, Reino Unido, Austrália e as Filipinas assistiram o show completo. WWOR-TV

Na gravação do SmackDown! no dia 10 de Janeiro de 2006, Batista teve que abdicar o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados por causa de uma lesão no tríceps. O Director Geral do SmackDown! General Manager Theodore Long marcou uma Battle Royal pelo título vago. O vencedor da vez foi uma superstar do Raw Kurt Angle, que mais tarde trocou para o SmackDown!. Em uma ruptura de seu papel tradicional de agir como se SmackDown! não é pré-gravado, WWE.com tinha uma fotografia de Angle segurando seu novo título na página principal. A WWE também fez iso quando Edge cobrou seu contrato da Money in the Bank para vencer o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados de The Undertaker e quando The Great Khali ganhou uma battle royal depois da lesão do Edge.

Na edição do dia 7 de Abril de 2006 do SmackDown!, o Diretor Geral Theodore Long anunciou que o torneio King of the Ring iria retornar depois de quatro anos. SmackDown!'. O torneio culminou no Judgment Day 2006 com Booker T a derrotar Bobby Lashley na final e merecendo uma oportunidade pelo Campeonato Mundial de Pesos-Pesados.

No dia 9 de junho de 2006, Tazz deixou SmackDown! para se juntar à ECW, deixando a posição de color-commentator no SmackDown! vaga. No entanto, no dia 11 de junho, no ECW One Night Stand 2006, JBL revelou que ele seria o novo color-commentator do SmackDown!. Ele continuou naquela posição até dezembro de 2007 quando ele deixou o SmackDown! para se tornar um lutador no Raw. Jonathan Coachman substituiu-o. Coachman foi demitido da WWE um ano depois.

The CW Network[editar | editar código-fonte]

Variações do punho e espelhos usados a partir de 16 de Agosto de 2001 até 18 de Janeiro de 2008.

No dia 22 de setembro de 2006, Friday Night SmackDown! estreou no The CW Television Network, uma mistura entre a CBS Corporation (dona da UPN) e Warner Bros. Entertainment (uma subsidiária da Time Warner, dona maioritária da The WB).

Durante quatro semanas, antes da estréia oficial (e para remover a UPN de muitos locais para a estréia da MyNetworkTV no dia 5 de Setembro de 2006) de Friday Night SmackDown! na CW no dia 22 de setembro de 2006, Tribune Broadcasting estações de televisão em seis grandes mercados (incluindo WPIX em New York City e KTLA em Los Angeles) para a exibição do Friday Night SmackDown! antes de Setembro de 2006.[4] Duas outras afiliadas futuras da CW, WCWJ em Jacksonville e WIWB em Green Bay, Wisconsin, também transmitiram SmackDown! em setembro também.

A transição para The CW causou uma interrupção na transmissão do SmackDown! no estado de Utah começando em junho quando KPNZ em Salt Lake City parando de passar toda a programação da UPN rapidamente. Como em 2009 KUCW transmitiu o show. No Hawaii, SmackDown! retornou no fim de 2006, transmitindo na CW digital subchannel de Honolulu FOX afiliada KHON-TV (Channel 2), que recebeu cobertura Oceanic Time Warner Cable. Desde o movimento para the CW Network, Friday Night SmackDown! mostrou um grande aumento nas avaliações agora subindo para uma nota 3.0 de avaliação nacional. Além do mais o SmackDown! se tornou o segundo programa mais assistido na CW.

No dia 20 de Abril de 2007, SmackDown! celebrou seu episódio 400.[2] Avaliações de sucesso prosseguiram.

Em 16 de outubro de 2007, foi anunciado que o SmackDown! e ECW iriam começar uma "troca de talentos", permitindo seus respectivos talentos aparecerem e competirem em ambas os programas, devido ao fato de que ECW era transmitido ao vivo na mesma noite e na mesma arena que Smackdown! é gravado.[5][6]

Jim Ross se tornou o novo comentarista play-by-play para o SmackDown, quando Michael Cole (comentador do SmackDown! por nove anos desde sua estréia até 2008) foi para o Raw. O Campeão da WWE Triple H também foi trocado para o SmackDown!, que ficou com dois campeonatos mundiais. A 30 de junho de 2008, no Raw, CM Punk cobrou o seu contrato da Money in the Bank e derrotou o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados, Edge, trazendo o título de volta ao Raw. Em agosto de 2008, Tazz retornou ao SmackDown! como color-commentator, devido a saída de Foley. Alguns meses depois, no fim de 2008, Tazz decidiu deixar seu contrato expirar. Então ele foi substituído pelo color commentator da ECW, Todd Grisham, fazendo o time de transmissão do SmackDown consistir em Grisham e Ross. Também nesse ano, pela primeira vez na história, outro título feminino foi introduzido: o Campeonato das Divas da WWE, uma vez que o Campeonato Feminino da WWE que era o único campeonato disputado pelas divas, mas era exclusivo do WWE Raw. Michelle McCool se tornou a campeã inaugural por derrotar Natalya em 20 de julho de 2008, no The Great American Bash 2008.

MyNetworkTV[editar | editar código-fonte]

Friday Night SmackDown estreou no MyNetworkTV nos Estados Unidos no dia 3 de outubro de 2008 que teve performances dos Superstars do Raw, ECW e Smackdown!. WWE SmackDown! também estreou com uma nova música. O episódio inaugural atraiu 3.2 milhões de espectadores. Quando foi anunciada a quantidade de espectadores, SmackDown! subiu a mais alta avaliação no dia para a MyNetworkTV e fez um disparo no ranking de avaliações superando a rival The CW.

Em 15 de Fevereiro, no No Way Out, Edge ganhou o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados no combate Elimination Chamber do Raw, tornando o título exclusivo do SmackDown!.[7] Em 30 de março de 2009, WWE SmackDown celebrou seu episódio 500.[8]

Como resultado do 2009 WWE Draft em abril, o Campeão da WWE Triple H foi trocado para Raw, enquanto isso o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados foi movido do Raw depois de Edge perder o título para John Cena na WrestleMania XXV.[9] SmackDown! recuperou o Campeonato Mundial de Pesos-Pesados no Backlash (2009) quando Edge derrotou John Cena pelo título.[10] Além disso, SmackDown e Raw iriam trocar os campeonatos femininos, com Raw ganhando o Campeonato das Divas da WWE e SmackDown ganhando o Campeonato Feminino da WWE.Também, SmackDown e Raw trocaram o Campeonato dos Estados Unidos (que ficou exclusivo do Raw) e o Campeonato Intercontinental (exclusivo do SmackDown),pela primeira vez.[9]

No dia 15 de setembro de 2009, WWE Home Video lançou um DVD set intitulado The Best of SmackDown 10th Anniversary.

Em abril, muitos superstars do Raw ficaram "presos" em Belfast devido ao vulcão Eyjafjallajökull. Para ajudar, Smackdown "tomou conta" do Monday Night Raw. Superstars como Rey Mysterio, Edge, CM Punk e Chris Jericho participaram no programa. Este foi o primeiro Monday Night Smackdown.

Syfy[editar | editar código-fonte]

Em 12 de abril de 2010, foi anunciado que o SmackDown passaria de MyNetworkTV para Syfy, uma rede que, anteriormente, exibia NXT e ECW, em um contrato de dois anos, que incluía um terceiro ano opcional.[11][11] Mantendo sua tradição, SmackDown fez sua estréia ao vivo no Syfy no dia 1 de Outubro de 2010 e foi falado sobre também ter edições ao vivo do show em semanas de WWE PPV.[11] De acordo com o Los Angeles Times, o movimento para o Syfy custou próximo de $30 milhões de dólares para o show e superando $20 milhões oferecidos pelo MyNetworkTV.[11] A estréia do SmackDown no SyFy seguiu um show "pre-game" apresentado por Michael Cole. A partir deste dia, Cole se juntou a mesa de comentários do SmackDown e continuou a comentar no Raw, adotando a gimmick "Voice of the WWE" ("A Voz da WWE"). Ele brevemente faz seus comentários atráves de uma caixa de vidro chamada "Cole Mine".

Devido a seu movimento para uma empresa da NBC Universal Cable, SmackDown é agora exibido mais frequentemente na emissora irmã do Syfy, a USA Network, que exibe Raw. Na mesma semana produções da SmackDown foram também adicionadas para a Universal HD. No dia 4 de Fevereiro de 2011, Booker T fez seu retorno na SmackDown como um comentador substituindo Matt Striker.

No especial de 30 de agosto de 2011, ao vivo, foi anunciado que os lutadores do Raw agora poderiam aparecer também no SmackDown e vice-versa. Esses programas com lutadores dos dois programas foram referidos com "supershows", efetivamente terminando a Brand Extension.

Na transmissão de 14 outubro de 2011, episódio 635 do SmackDown se tornou no segundo programa mais longo de televisão semanal episódica da história da televisão americana (atrás somente do Raw, que ultrapassou essa marca em 2 de agosto de 2005). A 1 de abril de 2012, na WrestleMania XXVIII, John Laurinaitis tornou-se gerente geral de ambos Raw e SmackDown após sua equipe derrotar a equipa de Teddy Long. No entanto, em 17 de junho de 2012, no No Way Out, depois de John Cena derrotar Big Show em num combate de jaula, ele foi demitido por Vince McMahon. No episódio de 3 de agosto de 2012, McMahon anunciou Booker T como o novo diretor geral. Além disso, Booker atribuiu Long e Eve Torres como seus assistentes. Josh Matthews substituiu-o na mesa de comentários junto com Michael Cole. John "Bradshaw" Layfield voltou à WWE em setembro de 2012 e tornou-se um comentarista do show também. Em 18 de janeiro de 2013, o SmackDown celebrou o seu 700º episódio. Vickie Guerrero tornou-se Diretora Geral em 19 de julho de 2013. O show também passou a ser exibido no Hulu, juntamente com episódios do Superstars.[12]

Em 10 de outubro de 2014, o SmackDown celebrou o seu 15º aniversário.[13] A estréia da 15ª temporada abriu com um novo tema, "Centuries", da banda Fall Out Boy. Para ajudar a comemorar o 15º aniversário. Neste dia, Teddy Long foi eleito como o melhor Diretor Geral na história do programa. Em 6 de novembro de 2014, foi anunciado que o o SmackDown havia sido movido de volta para as noites de quinta-feira.[14] O último SmackDown exibido nas noites de sexta teve 2,43 milhões de espectadores com um share de 0.7.[15]

Retorno as noites de quinta-feira[editar | editar código-fonte]

Syfy[editar | editar código-fonte]

O Smackdown voltou a ser exibido as quinta-feiras em 15 de janeiro de 2015.[14][16][17] Jerry Lawler entrou para a equipe de transmissão.[18][19][20] A transmissão O programa recebeu um novo logotipo e novos gráficos, tendo sido assistido por 2,68 milhões de telespectadores, com um share de de 0.8.[21] [22]

USA Network[editar | editar código-fonte]

A USA Network anunciou, em 7 de abril de 2015, que iria começar a exibir o SmackDown a partir do primeiro trimestre de 2016. "A WWE se orgulha de ter o SmackDown se juntando ao Raw como parte de nossa parceria expandida com a USA Network", disse o presidente da WWE, Vince McMahon.[23] Com a mudança, todos os três principais programas da WWE – Raw, SmackDown e Tough Enough – foram transmitidos na mesma rede pela primeira vez.[24] De acordo com Jerry Lawler, o SmackDown poderia voltar para noites de sexta-feira e ser transmitido ao vivo.[25][26][27][28] Também havia uma possibilidade que o SmackDown poderia se movido para terça-feira e a ir ao ar ao vivo.[29] Entretanto, o programa continou a ser exibido gravado nas noites de quinta-feira, tendo sua primeira exibição na USA Network marcada para em 7 de janeiro de 2016.[30] Com a mudança para a nova emissora, Rich Brennan foi substituído por Mauro Ranallo como locutor,[31][32] enquanto Booker T foi substituído por Byron Saxton. O primeiro SmackDown na USA Network teve 2,75 milhões de telespectadores, e apresentou a primeira disputa entre Charlotte e Becky Lynch pelo Divas Championship, e o evento principal teve segunda disputa entre Dean Ambrose e Kevin Owens pelo Intercontinental Championship, que terminou em dupla desqualificação.[33] Quando Mauro Ranallo pegou gripe, Michael Cole substituiu-o como comentarista em 18 de fevereiro de 2016. Aquela noite marcou o retorno de Brock Lesnar e depois do Campeão Mundial dos Pesos-Pesados da WWE Triple H durante e após o evento principal entre Roman Reigns e Dean Ambrose contra os Dudley Boyz (Bubba Ray e D-Von) em uma luta de duplas.[34]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2016, a WWE anunciou que, a partir de 19 de julho, o SmackDown passaria a ser transmitido ao vivo nas noites de terça-feira. Também foi anunciado o retorno do sistema de divisões, com um draft acontecendo para definir o elenco do agora SmackDown Live.[35] No episódio de 16 de julho de 2016 Vince McMahon nomeou Shane McMahon como comissionário do SmackDown Live,[36] e no Raw da semana seguinte Daniel Bryan foi revelado como novo Diretor Geral do programa.[37] Em 22 de julho de 2016 Bryan revelou, em sua conta no Twitter, o novo logotipo do SmackDown Live.[38]

Imediatamente após o draft de 2016, John "Bradshaw" Layfield e David Otunga foram anunciados como os comentariastas do programa. O show também estreou novos gráficos, palco, tema musical e cordas azuis no ringue. Mais tarde foi revelado que seriam criados dois novos títulos, o Campeonato de Duplas do SmackDown e o Campeonato Feminino do SmackDown, cujos primeiros campeões iriam ser coroados no Backlash, que retornaria como pay-per-view exclusivo do programa, bem como o No Mercy.[39][40][41]

Produção[editar | editar código-fonte]

A WWE geralmente gravaSmackDown nas Terças a noite e exibe nas noites de Sexta no Syfy na mesma semana. Ocasionalmente as gravações acontecem segunda antes ou depois do Raw nesse caso o episódio recebe o nome de "Supershow".

Desde de 2015 o SmackDown começa com a música "Black and Blue" do CFO$.[42] Exceto na sua estréia no Syfy onde foi usada sua música anterior "Let it Roll" do Divide the Day.[43]

O show começou a ser transmitido em HD começando no dia 25 de Janeiro de 2008 onde um novo set estreou. Seguindo a primeira transmissão em HD, o ponto de exclamação foi extinto.[44]

Músicas tema[editar | editar código-fonte]

O primeiro tema de abertura do programa foi um remix entre o rock e techno. O primeiro tema de abertura feito por um artista foi The Beautiful People de Marilyn Manson e foi usada entre meados de 2001 e meados de 2003. Depois foram usados Rise Up da banda Drowning Pool, If You Rock Like Me de 2008 a 2009, Let it Roll da banda Divide the Day. O tema atual é "Black and Blue" da banda CFO$, além da música "This Life" também composta pela CFO$ (apresentada juntamente com Dylan Owen), que é usada durante as chamadas.

Título Cantor/compositor Tepo Ref.
"Everybody on the Ground" Jim Johnston 26 de agosto de 1999 – 9 de agosto de 2001 [45]
"The Beautiful People" Marilyn Manson 16 de agosto de 2001 – 15 de maio de 2003 [45]
"I Want It All" Jim Johnston 22 de maio de 2003 – 16 de setembro de 2004 [45]
"Rise Up" Drowning Pool 30 de setembro de 2004 – 26 de setembro de 2008 [45][46]
"If You Rock Like Me" Jim Johnston 3 de outubro de 2008 – 25 de setembro de 2009 [45]
"Let It Roll" Divide the Day 2 de outubro de 2009 – 24 de setembro de 2010 [45]
"Know Your Enemy" Green Day 1 de outubro de 2010 – 19 de outubro de 2012 [45]
"Born 2 Run" 7Lions 26 de outubro de 2012 – 3 de outubro de 2014 [45]
"This Life" CFO$ 4 de abril de 2014 – 9 de janeiro de 2015 [45]
"Centuries" Fall Out Boy 10 de outubro de 2014 [47][48][49]
"Black and Blue" CFO$ 15 de janeiro de 2015 – 19 de julho de 2016 [42]
"Take a Chance" CFO$ 26 de julho de 2016 – presente [50]

Episódios especiais[editar | editar código-fonte]

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Campeões[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE: History of WrestleMania [S.l.: s.n.] p. 56. 
  2. a b c d e Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE: History of WrestleMania [S.l.: s.n.] p. 57. 
  3. Adalian, Josef; Martin, Denise (January 24, 2006). «Mixed views on WB, UPN merger» Variety.com [S.l.] Consultado em 2006-08-04. 
  4. WWE, Tribune announce September SmackDown! schedule. WWE.com
  5. «Partnership Forming?». WWE. October 16, 2007. Consultado em 2007-10-25. 
  6. «Setting the night on fire». ECW results. WWE. Consultado em 2007-10-25. 
  7. Tello, Craig. «Elimination chamber result at no way out». wwe.com. Consultado em 2009-02-17. 
  8. Burdick, Michael (2009-03-20). «Layin' the SmackDown 500 times over». WWE. Consultado em 2009-07-28. 
  9. a b Sitterson, Aubrey (2009-04-13). «Rough Draft (Televised draft results)». WWE. Consultado em 2009-04-14. 
  10. «Results:Fueled by hatred and desperation». WWE. 2009-04-26. Consultado em 2009-04-26. 
  11. a b c d Stelter, Brian (2010-03-13). «WWE's "SmackDown" Is Moving to Cable TV» New York Times [S.l.] Consultado em 2010-03-14. 
  12. «Hulu to stream full episodes of SmackDown, ECW». WWE. Consultado em 2009-06-12. 
  13. «Celebrate the 15th Anniversvary of Smackdown - Friday Oct 10». WWE.com. WWE. September 22, 2014. Consultado em October 3, 2014. 
  14. a b «SmackDown moved to Thursday night». WWE. November 6, 2014. Consultado em November 6, 2014. 
  15. Kondolojy, Amanda (January 12, 2015). «Friday Cable Ratings: 'Gold Rush' Tops Night + 'Alaskan Bush People', NBA Basketball, 'Friday Night Smackdown' & More». TV by the Numbers. Consultado em January 13, 2015. 
  16. Middleton, Mark (November 6, 2014). «WWE Announces SmackDown Move to Thursday Nights». Lords of Pain. Consultado em November 6, 2014. 
  17. Graser, Marc (November 6, 2014). «WWE, Syfy to Move 'SmackDown' to Thursday Night in January (EXCLUSIVE)». Variety. Consultado em November 6, 2014. 
  18. «WWE: Booker T has joined the announce team for Raw as part of a commentary shake-up». Skysports. January 9, 2015. Consultado em January 15, 2015. 
  19. «WWE: Jerry Lawler Done With ‘Monday Night Raw,’ But Not Commentary». Inquisitr. January 9, 2015. Consultado em January 15, 2015. 
  20. Middleton, Marc (January 13, 2015). «Jerry Lawler Comments On Commentary Change, Tonight's WWE Tapings, Rumble Promo, Birthdays». Wrestling Inc. Consultado em January 15, 2015. 
  21. Menon, Ratish. «WWE SmackDown Results – 1/15/2015». Sportskeeda. Consultado em January 20, 2015. 
  22. Kondolojy, Amadana (January 19, 2015). «Thursday Cable Ratings: NBA Basketball Wins Night, 'WWE Smackdown', 'Pawn Stars', 'Archer' & More». TV by the Numbers. Consultado em January 20, 2015. 
  23. Kondolojy, Amanda (April 7, 2015). «'WWE SmackDown' Moves to USA Network in 2016». TV by the Numbers. Consultado em April 7, 2015. 
  24. Bacle, Ariana (April 7, 2015). «WWE SmackDown moves to USA Network». Entertainment Weekly. Time Inc. Consultado em April 8, 2015. 
  25. Canton, John (June 14, 2015). «Jerry Lawler Hints That WWE Smackdown To Go Live On Fridays». What Culture. Consultado em June 14, 2015. 
  26. Mrosko, Geno (October 15, 2015). «Jerry Lawler: SmackDown may be live 'in the near future'». Cageside Seats. Consultado em October 15, 2015. 
  27. Middleton, Marc (October 16, 2015). «Jerry Lawler Teases SmackDown Going Live On The USA Network». Wrestling Inc. Consultado em October 16, 2015. 
  28. Herbert, Grahame (October 17, 2015). «Update On WWE Smackdown Going Live And Major Changes In 2016». What Culture. Consultado em October 17, 2015. 
  29. Paglino, Nick (October 21, 2015). «Big Backstage Update on WWE Smackdown Possibly Going Live in 2016». Wrestle Zone. Consultado em October 22, 2015. 
  30. Davis, Brad (November 3, 2015). «SmackDown To Remain On Thursday Nights In 2016». 24Wrestling.com. Consultado em November 3, 2015. 
  31. Nason, Josh (December 13, 2015). «WWE hires Mauro Ranallo for Smackdown announcing role & more». Wrestling Observer Figure Four Online. Consultado em December 17, 2015. 
  32. «Mauro Ranallo joins WWE as the new voice of SmackDown». WWE. December 14, 2015. Consultado em December 17, 2015. 
  33. Taylor, Scott (January 7, 2016). «WWE SmackDown results, Jan. 7, 2016: Dean Ambrose & Kevin Owens' Intercontinental Title Match spiraled into chaos as Thursday's hottest show moved to USA Network». WWE. Consultado em January 10, 2016. 
  34. «WWE SmackDown results, Feb. 18, 2016: The Beast stalks Reigns and Ambrose en route to WWE Fastlane». WWE. February 18, 2016. Consultado em May 2, 2016. 
  35. Steinberg, Brian. «WWE’s ‘Smackdown’ Will Move to Live Broadcast on USA (EXCLUSIVE)» (em inglês). Variety. Consultado em 25 de maio de 2016. 
  36. Caldwell, James. «7/11 WWE Raw Results – CALDWELL’S Complete TV Report» (em inglês). PWTorch. Consultado em 03 de setembro de 2016. 
  37. Caldwell, James. «7/18 WWE Raw Results – CALDWELL’S Complete TV Report» (em inglês). PWTorch. Consultado em 3 de setembro de 2016. 
  38. Staff, WWE.com. «New Raw and SmackDown logos unveiled for WWE’s New Era» (em inglês). WWE. Consultado em 03 de setembro de 2016. 
  39. Parks, Greg. «7/26 WWE Smackdown LIVE – Parks’s Complete Live Report». Pro Wrestling Torch. Consultado em July 26, 2016. 
  40. «WWE No Mercy announced for Oct. 9». 15 agosto 2016. 
  41. Alex Batt (22 de julho de 2016). «WWE to bring back Backlash later this year for SmackDown LIVE» (em inglês). Give Me Sport. Consultado em 23 de julho de 2016. 
  42. a b «Black and Blue». iTunes. Consultado em April 12, 2015. 
  43. Medalis, Kara A. (2009-10-02). «Friday nights ‘Let It Roll’». WWE.com. Consultado em 2009-10-02. 
  44. «WWE Goes HD». WWE. Consultado em 2008-01-15. 
  45. a b c d e f g h i Murrin, Lucas (10 October 2014). «WWE Editorial: The Music History Of Smackdown Theme Songs». wrestlingnewsdepot.com. Arquivado desde o original em 12 April 2015. Consultado em 18 June 2016. 
  46. Jeffries, David. «WWE ThemeAddict: The Music, Vol. 6 – Original Soundtrack». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em September 25, 2015. 
  47. Arrington, Eric (October 7, 2014). «Former WWE Stars Returning on SmackDown?, Tonight’s Tapings, Theme Song». dailywrestlingnews.com. Consultado em April 12, 2015. 
  48. Middleton, Marc (October 7, 2014). «News For Tonight's WWE SmackDown 15th Anniversary Tapings, Returns Tonight?, Theme». wrestlinginc.com. Consultado em April 12, 2015. 
  49. «SONG OF THE WEEK». today.fm. October 13, 2014. Consultado em April 12, 2015. 
  50. «Take A Chance». Spotify. Consultado em September 03, 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]