Wagner Montes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wagner Montes
Deputado estadual do  Rio de Janeiro
Mandato: 1º de janeiro de 2007
atualidade
Nascimento: 18 de julho de 1954 (62 anos)
Duque de Caxias, RJ
Esposa: Sônia Lima (1987- presente)

Wagner Montes dos Santos (Duque de Caxias, 18 de julho de 1954) é um apresentador de rádio e televisão e político brasileiro filiado ao PRB. É deputado estadual do Rio de Janeiro e o atual vice-presidente da Alerj[1].

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira na rede Tupi, primeiro como repórter policial na Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro, em 1974[2] e depois, em 1979, como apresentador do programa Aqui e Agora da TV Tupi. em 1981, após rápida carreira no cinema (fez A Morte Transparente, em 1978 e A Pantera Nua, em 1979), foi contratado por Silvio Santos para trabalhar na TVS, emissora que estava inaugurando (mais tarde mudaria o nome para SBT), onde permaneceu por 17 anos.

No SBT participou de programas como O Povo na TV, Jornal Policial, Clube dos Artistas, Musicamp e Musidisc, além de ter sido jurado do Show de Calouros[3].

Em 5 de novembro de 1981, sofreu um acidente de triciclo na Zona Sul carioca e precisou amputar a perna direita[4].

Namorou a miss Catia Pedrosa, com quem teve um filho, o político Wagner Montes. É casado com a atriz Sônia Lima, com quem teve seu segundo filho, o ator Diego Montez.

Também trabalhou nas rádios Rádio Record e Rádio América em São Paulo, e na Rádio Manchete, no Rio. Em junho de 1997 foi contratado pela Rede CNT, onde comandou os programas 190 Urgente, Na Boca do Povo e Em Cima do Fato. Na mesma emissora, por algum tempo, comandou o Programa Wagner Montes. Na CNT lançou ainda o programa "Novo Talentos" que ia ao ar todo sábado, dando assim oportunidades a novos artistas como por exemplo Jorge Vercillo, mas teve que sair do ar pois a Rede Globo registrou a marca "novos talentos" como deles e colocou no programa Domingão do Faustão.

Em 2003 foi para a Rede Record. Apresentou os programas Verdade do Povo e Cidade Alerta Rio, antes de seguir para o RJ no Ar.

Nas eleições de 2006 afastou-se da televisão para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Foi o terceiro deputado estadual mais votado no estado do Rio de Janeiro e o mais votado na legenda do PDT nas eleições de 2006, com mais de 100 mil votos. Após a eleição, voltou ao Balanço Geral, noticiário local. Em fevereiro de 2007 inaugurou sua coluna semanal "Escraaaacha!", publicada às sextas-feiras no Jornal carioca Meia-Hora. O nome da coluna faz referência ao bordão que popularizou na TV e no rádio. A partir de 14 de setembro de 2008 sua coluna foi rebatizada "Balanço Geral" e passou a ser publicada nas edições de segunda, quarta e sextas-feiras do mesmo Jornal

Nas Eleições de 2010, reelegeu-se à Alerj, pelo PDT, com a expressiva votação de 528.628 votos, tendo sido o candidato mais votado naquele ano.[5] Nas Eleições de 2014, reelegeu-se à Alerj, pelo PSD, com a expressiva votação de 208.814 votos, tendo sido o 2º candidato mais votado naquele ano.[6]

Em março de 2015, Montes deixa o Balanço Geral RJ e assume o Cidade Alerta RJ.[7] Logo nos primeiros meses eleva a audiência da emissora no horário.[8] Em dezembro de 2015, o apresentador foi afastado do progama por problemas de saúde, mas que retornaria em 2016, sem data definida[9]. Em maio de 2016, retornou ao comando do Cidade Alerta RJ. [10]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Alerj (2014). «Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro». Consultado em 09/09/2014. 
  2. Folha OnLine (13/09/2007). «Para Wagner Montes, "Pedro de Lara era como um pai"». 13/09/2007. Consultado em 29/07/2010. 
  3. Valéria Souza - Meia Hora (27/02/2009). «Esse Sangue é Bom!, secção da coluna Babado». 27/02/2009. Consultado em 29/07/2010. 
  4. Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro. «Wagner Montes - Biografia». Consultado em 29/07/2010. 
  5. «UOL - Eleições 2010 - Apuração - Rio de Janeiro». Consultado em 6 de outubro de 2010. 
  6. Lauro Jardim. «Renovação da Alerj é de 40%, mas PMDB domina». 06/10/2014. Consultado em 02/03/2016. 
  7. Gabriel Vaquer (18/03/2015). «RJ: Wagner Montes deixa "Balanço Geral" para assumir o "Cidade Alerta"». Na Telinha. 
  8. Gabriel Vaquer (18/03/2015). «RJ: Wagner Montes eleva audiência do "Cidade Alerta" RJ». Na Telinha. 
  9. Gustavo (16/12/2015). «RJ: Wagner Montes é afastado do “Cidade Alerta” após problemas de saúde». Almanaque Midia. Consultado em 02/03/2016. 
  10. Daniel Castro (13/05/2016). «Há seis meses na geladeira, Wagner Montes volta como George Clooney». Noticias da TV. Consultado em 15/05/2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.