Wagner de Assis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wagner de Assis
Ocupação diretor de cinema, roteirista, produtor cinematográfico

Wagner de Assis é um diretor, produtor e roteirista de cinema e escritor brasileiro.[1][2]

Wagner iniciou sua carreira como jornalista na Rede Globo, em 1992.[2] Em 1997 fundou a produtora Cinética Filmes e Produções Ltda, e seu trabalho de maior destaque na direção de filmes está em obras com a temática espírita, tais como Nosso Lar, de 2010; e Kardec: A História por Trás do Nome, de 2019.[1][3]

Como escritor Wagner lançou alguns livros da “Coleção Aplauso”: Reginaldo Faria – O Solo de Um Inquieto; Ilka Soares – A Bela da Tela; Agildo Ribeiro – O capitão do riso; Stênio Garcia – Força da Natureza e Marcos Flaksman – Universos Paralelos, todos lançados pela Imprensa Oficial.[3]

Wagner também foi colaborador das novelas Além do Tempo (2015) e Espelho da Vida (2018/19), ambas da Rede Globo, e autor da série de televisão Rondon, o grande chefe (2015), também da Rede Globo.[2]

Filmografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Diretor


Produtor

  • Em Busca de Cinderela (2019), de Vivian Perl
  • Amor Assombrado (2019)
  • A Menina Índigo (2017)
  • Os Transgressores (2017), de Luis Erlanger
  • Que Geração é Essa? (2014) - Documentário
  • Nosso Lar (2010)
  • A Cartomante (2004)


Roteirista

Referências

  1. a b «Wagner de Assis». AdoroCinema. Consultado em 24 de maio de 2019 
  2. a b c «Wagner de Assis». Filme B. Consultado em 24 de maio de 2019 
  3. a b «Wagner de Assis». Federação Espírita Brasileira. Consultado em 24 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]