Wandeko Pipoca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wandeko Pipoka
Nome completo Wanderley Tribeck
Nascimento 4 de fevereiro de 1951 (68 anos)
Vacaria,  Rio Grande do Sul
 Brasil
Ocupação comediante e apresentador

Wanderley Tribeck, mais conhecido como Wandeko Pipoka (Vacaria, 4 de fevereiro de 1951), é um comediante e apresentador brasileiro.[1]

Wandeko, em 1980 recebeu uma ligação do cantor Ari Sanches, que na época trabalhava na então TVS. Convidado, ele fez um teste para ser o palhaço Bozo. Larry Harmon, dono dos direitos autorias do Bozo, aprovou Wandeko e ele foi contratado no mesmo ano. Em 1983, demitido da TV SBT, foi para a TV Gazeta, pra comandar, criar e idealizar o antigo infantil "A Turma da Pipoka". Atualmente ele vive em Balneário Camboriú (SC), onde montou um restaurante, chamado de Ex-Petinho do Wandeko. Ele ainda é muito lembrado por ter sido o primeiro Bozo brasileiro da TV, apesar que em 1954 o humorista Zé Vasconcelos já tinha gravado discos como o Palhaço Bozo.

Bozo[editar | editar código-fonte]

Desde 1980 até 1982 na TVS (atual SBT), Wandeko Pipoka comandou e apresentou o programa infantil Bozo. Depois, ele se desentendeu com a direção do SBT e saiu da emissora de Silvio Santos por problemas.

A Turma da Pipoca[editar | editar código-fonte]

Em 1982 o ator Wandeko Pipoka, interprete do palhaço Bozo na TVS, se desentende com a direção da emissora e sai do comando do programa, deixando a vaga para Luis Ricardo. Segundo boatos da época o ator não tinha muito jeito com as crianças. Apesar dessa fama a TV Gazeta resolveu contratá-lo e investiu no projeto de levar o mundo circense para à televisão criando em 1983 o programa infantil A Turma da Pipoca, que inicialmente ficou a cargo de Wandeko. Vários testes foram realizados com os 15 palhaços de todo o Brasil para compor o elenco das esquetes de humor ao lado de Wandeko. Alguns bons palhaços passaram no teste, entre eles a dupla Eduardo dos Reis e Carlos Alberto de Oliveira, respectivamente o Atchim e o Espirro (Atchim & Espirro). Inicialmente Espirro tinha outro nome e trabalhava com seu filho a partir de 1982 até 1985, mas quando a Turma da Pipoca passou por reformulações deixando apenas os dois palhaços no elenco, Eduardo e Carlos resolveram montar a dupla, rebatizando o personagem de Carlos Alberto de Oliveira. Atchim e Janela, atualmente Espirro, recebiam cartas de todas as idades, queriam conhecer, ver e como eram a dupla e gostando do programa infantil, contendo esquetes humorísticos.

O desentendimento na Gazeta e a estreia do Brincando na Paulista[editar | editar código-fonte]

Com o desentendimento de Wandeko Pipoka com a direção da TV Gazeta e o sucesso que a dupla de palhaços vinha fazendo em suas esquetes no programa, a direção entregou ao Atchim e Espirro a continuação do programa, nascendo assim o Brincando na Paulista em 1985.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre humoristas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.