Wang Yaping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Wang Yaping
Nascimento janeiro de 1980 (42 anos)[1]
Yantai, China
Nacionalidade China chinesa
Serviço militar
Serviço PLASSF
Patente Coronel
Carreira espacial
Taikonauta do CTELP
Tempo no espaço 197d 00h 01m[2]
Seleção 2010[2]
Tempo de AEV 6h25m[3]
Missões

Wang Yaping (Yantai, janeiro de 1980) é uma piloto militar e taikonauta chinesa.[4] Ela se tornou a primeira cidadã chinesa a realizar uma atividade extraveícular.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Wang Yaping antes do lançamento da Shenzhou 13.

Foi a primeira chinesa anunciada oficialmente como taikonauta pelo programa espacial chinês e a segunda a ir ao espaço. Capitã da Força Aérea Chinesa,[2] foi qualificada como tripulante da missão Shenzhou 9 que foi ao espaço em junho de 2012. Entretanto, ela participou desta missão apenas como piloto-reserva, sendo o lugar histórico de primeira chinesa no espaço ocupado pela major Liu Yang.[6]

Shenzhou 10[editar | editar código-fonte]

Foi ao espaço em 11 de junho de 2013 como engenheira de voo da Shenzhou 10, para quinze dias de experiências científicas no laboratório orbital chinês Tiangong 1.[7] Durante sua estadia no laboratório, Yaping fez diversas experiências científicas e deu uma aula de física a estudantes chineses que a acompanharam pela televisão e pela Internet ao vivo da Terra.[8] Depois de duas semanas em órbita, retornou em 26 de junho, completando duas semanas no espaço em seu primeiro voo.[9]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Segundo um informe extra-oficial a respeito da missão Shenzhou 10, a data de nascimento de Wang Yaping é, na verdade, janeiro de 1980 (o que faria dela a pessoa nascida a menos tempo a chegar ao espaço, na data do lançamento de sua missão), algo em desacordo com a informação oficial a respeito do voo, segundo a qual ela teria nascido em abril de 1978.[10]

Shenzhou 13[editar | editar código-fonte]

Wang foi selecionada como uma dos três tripulantes da Shenzhou 13, sendo seu segundo voo espacial e a primeira vez em que uma cidadã chinesa voa ao espaço duas vezes.[11] Ela se tornou a primeira mulher abordo da Estação Espacial Tiangong.[12] Com o seu voo, ocorreram discussões sobre igualdade de gênero dentro da China.[13]

No dia 7 de novembro de 2021, a Agência Espacial Tripulada da China anunciou que uma caminhada espacial estava em progresso e estava sendo realizada por Zhai Zhigang, comandante da Shenzhou 13 e Wang Yaping, que tornara-se a primeira cidadã chinesa a caminhar no espaço. A caminhada espacial durou 6 horas e 25 minutos.[5][14] Com o retorno da Shenzhou 13, Waping se tornou a primeira mulher chinesa a passar mais de 100 dias no espaço.[15]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Wang é casada, algo que, segundo informações não-oficiais, curiosamente seria um dos requisitos necessários a todas as mulheres do programa espacial chinês devido à possibilidade (não comprovada) de que os voos espaciais poderiam influenciar a fertilidade ou a prole das mulheres.[16][17] Contudo, o próprio diretor do Programa espacial Chinês declarou que este requisito é meramente uma preferência, e não algo imprescindível.[18][19] Ele chegou a citar a cosmonauta soviética Valentina Tereshkova (primeira e então mais jovem mulher a viajar ao espaço), que na época de sua missão era solteira e, posteriormente, se casou e teve filhos saudáveis.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «中国首位进行太空授课的女航天员». 27 de junho de 2013. Consultado em 30 de abril de 2022 
  2. a b c «Taikonaut Biography: Wang Yaping». 16 de abril de 2022. Consultado em 16 de abril de 2022 
  3. «Wang Yaping - EVA experience». 8 de novembro de 2021. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  4. Identity of one of the Chinese female taikonaut candidates revealed NASAspaceflight.com
  5. a b Andrew Jones (7 de novembro de 2021). «China's Shenzhou 13 crew takes its first spacewalk, the country's 1st by a female astronaut». Space.com (em inglês). Consultado em 7 de novembro de 2021 
  6. Morris Jones (3 de abril de 2013). «Shenzhou's Shadow Crew». Space Daily 
  7. «Chinese spacecraft blasts off with 3 astronauts». The Jakarta Post. Consultado em 13 de junho de 2013 
  8. «China Taking Video Conferencing One Step Further: TeleEducation from Space». Telepresence24.com. Consultado em 29 de junho de 2013 
  9. Clark, Stephen. «Mission Status Center». SpaceflightNow. Consultado em 29 de junho de 2013 
  10. «Female Astronaut - Shenzhou 9 Docking Mission with Tiangong-1». China Network Television. Consultado em 11 de junho de 2013. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  11. «China unveils Shenzhou-13 crew for six-month space station mission». 14 de outubro de 2021 
  12. Neuman, Scott (15 de outubro de 2021). «China has sent a female astronaut for a 6-month stay on its new space station». NPR (em inglês). Consultado em 15 de outubro de 2021 
  13. «She is breaking glass ceilings in space, but facing sexism on Earth». 23 de outubro de 2021. Consultado em 1 de maio de 2022 
  14. «China's Shenzhou-13 taikonauts complete first extravehicular mission». Xinhua News. 7 de novembro de 2021. Consultado em 7 de novembro de 2021 
  15. «Wang Yaping becomes the first Chinese woman astronaut to walk in space». 8 de março de 2022. Consultado em 1 de maio de 2022 
  16. Brenhouse, Hillary (25 de março de 2010). «China's Female Astronauts: Must Be a Married Mom». TIME 
  17. Space.com, "China Unveils Astronaut Crew, 1st Female Spaceflyer, for Saturday Launch", 15 June 2012, Clara Moskowitz
  18. «For Liu Yang, sexism is still the final frontier». Consultado em 17 de junho de 2012. Arquivado do original em 20 de junho de 2012 
  19. «Exclusive interview: Astronauts selection process». CCTV News. CNTV. 16 de junho de 2012. Consultado em 17 de junho de 2012. Arquivado do original em 13 de dezembro de 2014