We Can Do It!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
We Can Do It! de J. Howard Miller, 1943.

We Can Do It! (Nós podemos fazer isso!) foi uma propaganda de guerra dos Estados Unidos criado por J. Howard Miller em 1943 para a fábrica Westinghouse Electric Corporation como uma imagem inspiradora para levantar o moral dos trabalhadores[1] . O cartaz é baseado em uma fotografia em preto e branco tirada de uma operária chamada Geraldine Doyle de uma fábrica em Michigan de apenas 17 anos[2] .

O cartaz foi visto pouco durante a Segunda Guerra Mundial. Foi redescoberto nos anos 1980 e amplamente reproduzida em muitas formas, muitas vezes não é chamado de "We Can Do It!" mas sim de Rosie the Riveter, que é a figura de uma forte trabalhadora de produção no período da guerra. A imagem de "We Can Do It!" foi usado para promover o feminismo[2] e outros temas políticos da década de 1980. A imagem foi capa da Smithsonian em 1994 e tornou-se um selo postal dos Estados Unidos. Foi constituída em 2008, em materiais de campanha para vários políticos norte-americanos e foi reformulado por artistas em 2010 para celebrar Julia Gillard, a primeira mulher a tornar-se primeiro-ministro da Austrália. O cartaz é uma das 10 imagens mais solicitados no National Archives and Records Administration (Arquivos Nacionais e Administração de Documentos dos Estados Unidos).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ehrlich, David A.; Minton, Alan R.; Stoy, Diane. In: David A.. Smokey, Rosie, and You!. [S.l.]: Hillcrest Publishing Group, 2007. p. 62. ISBN 1-934248-33-9
  2. a b Bird, William L.; Rubenstein, Harry R.. In: William L.. Design for Victory: World War II posters on the American home front. [S.l.]: Princeton Architectural Press, 1998. p. 78. ISBN 1-56898-140-6