Western swing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Western swing
Origens estilísticas Música western, country, blues, folk, swing, dixieland, string bands
Contexto cultural 1920-1930, Sul dos Estados Unidos
Instrumentos típicos Guitarrasacordeonviolinobanjobandolimtrompetepianopercussãosteel guitarpedal steelharpacontrabaixo
Formas derivadas Rockabillyrock 'n' roll
Gêneros de fusão
Texas swing
Outros tópicos
Red necks

Western swing é um subgenero da música country americana que se originou no final da década de 1920 na região sul e oeste dos Estados Unidos.[1][2][3][4] Atraiu enormes multidões para salões e clubes de dança no Texas, Oklahoma e Califórnia durante as décadas de 1930 e 1940, até que um imposto federal sobre clubes noturnos em 1944 contribuiu para o declínio do gênero.

O movimento foi um resultado do jazz.[5][6][7] A música é uma amálgama da música caipira americana, músicas de cowboy, polca, folk, dixieland jazz e blues misturados com swing;[8] e tocada por uma banda de cordas frequentemente aumentada com tambores, saxofones, pianos e, notadamente, o steel guitar.[9] Os instrumentos de cordas amplificados eletricamente, especialmente o violão de aço, dão à música um som distinto.[10] Encarnações posteriores também incluíram tons de bebop.

O western swing difere em vários aspectos da música tocada pelas bandas de swing e big swing bands da mesma época. Nas bandas western, mesmo as bandas totalmente orquestradas, vocais e outros instrumentos seguiram o exemplo do violino. Além disso, embora as bandas populares de trompete tendiam a arranjar e a compor suas músicas, a maioria das bandas western improvisavam livremente, seja por solistas ou coletivamente.[11]

Grupos proeminentes durante o auge da popularidade do western swing incluíram The Light Crust Doughboys, Bob Wills and the Texas Playboys, Milton Brown and His Musical Brownies, Spade Cooley and His Orchestra e Hank Thompson And His Brazos Valley Boys. Os grupos contemporâneos incluem Asleep at the Wheel e The Hot Club of Cowtown.

Segundo Merle Travis, "O western swing não é nada mais do que um grupo de talentosos garotos do campo, sem escolta na música, mas tocando a música que eles sentem, batendo um ritmo sólido de dois a quatro às harmonias que zumbem em torno de seus cérebros. Quando ele escapa em toda sua glória musical, meu amigo, você tem o western swing"[12]

Referências

  1. Brink, Western Swing, p. 550
  2. Logsdon, "Folk Songs", p. 299.
  3. Townsend, San Antonio Rose, p. 38.
  4. Malone, Stars of Country Music, p. 170.
  5. Boyd, Jazz do Sudoeste, p. ix-x.
  6. Townsend, San Antonio Rose, p. 63: "Sem exceção, cada ex-membro da banda do Wills entrevistado para este estudo concluiu, como o próprio Wills fez, que o que eles estavam tocando estava sempre mais próximo em música, letra e estilo do jazz e swing que qualquer outro gênero"
  7. Price, "Jazz Guitar and Western Swing", p. 81.
  8. Price, "Jazz Guitar and Western Swing", p. 82.
  9. Coffey, Merl Lindsay and His Oklahoma Nite Riders, pp. 3-4.
  10. name="autogenerated71">Wolff, Country Music, "Big Balls in Cowtown": Western Swing From Fort Worth to Fresno", p. 71.
  11. Boyd, "Western Swing", p. 208.
  12. «Merle Travis on 'Western Swing'». JEMF Quarterly. 16 (57): 215-216. Spring 1980. Consultado em 6 de abril de 2017  Verifique data em: |data= (ajuda)}
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Predefinição:Contry