White Chicks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
White Chicks
Loiras à Força (PT)
As Branquelas (BR)
 Estados Unidos
2004 •  cor •  114 min 
Direção Keenan Ivory Wayans
Produção Keenan Ivory Wayans
Shawn Wayans
Marlon Wayans
Rick Alvarez
Lee R. Mayes
Roteiro Keenan Ivory Wayans
Shawn Wayans
Marlon Wayans
Andrew McElfresh
Michael Anthony Snowden
Xavier Cook
Elenco Shawn Wayans
Marlon Wayans
Jaime King
Frankie Faison
Lochlyn Munro
John Heard
Busy Philipps
Terry Crews
Gênero Comédia
Música Teddy Castellucci
Direção de arte Paul J. Peters
Direção de fotografia Steven Bernstein
Figurino Jori Woodman
Edição Jeffrey Stephen Gourson
Stuart Pappé
Companhia(s) produtora(s) Revolution Studios
Wayans Bros. Entertainment
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 23 de junho de 2004
Brasil 27 de agosto de 2004
Portugal 7 de outubro de 2004
Idioma Inglês
Orçamento US$ 37 milhões
Receita US$ 113.086.475[1]
Página no IMDb (em inglês)

White Chicks (As Branquelas (título no Brasil) ou Loiras à Força (título em Portugal)) é um filme americano de 2004, dirigido por Keenan Ivory Wayans.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Kevin e Marcus Copeland, dois agentes do FBI muito atrapalhados, dão-se mal em uma investigação e são ameaçados de perder os seus empregos. Quando um plano para sequestrar as mimadas irmãs socialites Brittany e Tiffany Wilson (paródia, em particular das irmãs Hilton) foi descoberto, seus rivais, Vincent Gomez e Jake Harper, acabam por ficar com o caso, enquanto Kevin e Marcus ficam com a humilhante missão de escoltar as duas socialites do aeroporto para o hotel.

Enquanto são escoltadas, as duas mulheres ferem-se - lábio inchado e corte no nariz - após o seu cachorro causar uma confusão no trânsito e baterem com o carro. Elas recusam-se logo a ir à festa com os ferimentos, então Marcus e Kevin veem-se obrigados a se disfarçar das irmãs socialites para não descobrirem o ocorrido para eles não perderem os seus empregos. Enquanto estão disfarçados eles tentam solucionar o caso eles mesmos sem os recursos do FBI.[2].

Elenco, Personagens e Dublagem[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem Dublador(a) Brasil
Shawn Wayans Kevin Copeland / Brittany Wilson Duda Ribeiro
Marlon Wayans Marcus Copeland / Tiffany Wilson Nizo Neto
Frankie Faison Chefe Elliott Gordon Mauro Ramos
Lochlyn Munro Agente Jake Harper Clécio Souto
Eddie Velez Agente Vincent Gomez Hélio Ribeiro
Maitland Ward Brittany Wilson Flávia Saddy
Anne Dudek Tiffany Wilson Fernanda Baronne
Jaime King Heather Vandergeld Priscila Amorim
Brittany Daniel Megan Vandergeld Fernanda Crispim
Busy Philipps Karen Googlestein Márcia Morelli
Jessica Cauffiel Tori Miriam Ficher
Jennifer Carpenter Lisa Marisa Leal
Terry Crews Latrell Spencer Márcio Simões
Faune A. Chambers Gina Copeland Gabriella Bicalho
Rochelle Aytes Denise Porter Sylvia Salustti
John Reardon Heath Jorge Destez
John Heard Warren Vandergeld Dário de Castro
Steven Grayhm Russ Christiano Torreão
Drew Sidora Shaunice Márcia Coutinho
Casey Lee Tony Carlos Marques
Kevin Blatch Aubrey Allure José Luiz Barbeito

Dublagem Brasileira[editar | editar código-fonte]

Outras Vozes: Ricardo Voogth, Carla Pompílio, Francisco Quintiliano, Jorge Vasconcelos, Maurício Berger, Ronalth Abreu.

Sequência[editar | editar código-fonte]

Em 2009, uma sequência para o filme foi anunciada pela Sony.[3] Sony anunciou mais tarde que eles tinham cancelado o filme antes das filmagens.[4] Em 2013, Marlon Wayans confirmou o interesse em reviver a produção da sequel. Em abril de 2014, Marlon declarou que ele quer fazer uma sequel do filme intitulado White Chicks 2.[5]

Em 28 de Junho de 2015, Marlon Wayans postou uma foto com a capa do filme White Chicks 2, onde pede para curtirem a publicação, e se caso atingir a marca de 300 mil curtidas no Instagram, a sequência pode sair. As curtidas na foto postada passaram de 300 mil curtidas.[6]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. Latin Thugs
  2. La Bamba
  3. U Can't Touch This
  4. Hey Ms. Hilton
  5. I Wanna Know - Joe
  6. It's My Life
  7. A Thousand Miles
  8. The Realest Niggas (remix)
  9. Trouble
  10. This Love
  11. Un Simple Histoire
  12. Tipsy
  13. (I Got That) Boom Boom
  14. It's Tricky
  15. Crazy in Love
  16. Satisfaction
  17. Let's Get It Started
  18. Move Your Feet
  19. White Girlso[7]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Apesar da aceitação do público, White Chicks teve recepção negativa por parte da crítica especializada. Com base em 31 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 41% no Metacritic. Em avaliações mistas, do The Globe and Mail (Toronto), Liam Lacey disse: "White Chick poderia e deveria ser um filme muito mais pernicioso. Meia dúzia de escritores conseguiram criar uma sucessão de desenhos finos que se somam a "Some Like It Warmed Over", com um toque de fedor."

Do New York Post, Megan Lehmann: "Eles recorrem muitas vezes para piadas flatulência infantis e gags bastante óbvios sobre errantes G-cordas, com o enredo anoréxico culminando com os irmãos que têm - bocejo - que aprenderem a respeitar os sentimentos das mulheres."

Baltimore Sun, Chris Kaltenbach: "Quando Crews está na tela, White Chicks é um filme que não teme nada e ninguém. Quando ele não está, é um filme demasiado hesitante e de coração mole para escalar as alturas a farsa que aspira."

The A.V. Club, Keith Phipps: "A estupidez tem trabalhado para os irmãos Wayans no passado, mas White Chicks provavelmente vai testar a paciência de até mesmo seus fãs mais leais."

TV Guide, Maitland McDonagh: "A simples visão de cintagem homens em micro-mini saias que sofrem as indignidades da cueca tanga, vaias e pegadas de artistas insistentes é bom para um par de risos vulgares, mas eles foram muito enterrados na profunda imundície."

Em avaliações favoráveis, do USA Today, Mike Clark disse: "O que temos é uma variação mexida na ladainha de homens disfarçados como mulheres engraçadas: "Some Like It Hot" e "Tootsie", só para começar. Obviamente, esta farsa atrevida soa reciclada e certamente parece ser na próxima atração. No entanto, também é mais engraçada do que o esperado nas maneiras que você não esperaria."

Do The Hollywood Reporter, Kirk Honeycutt: "Este é o tipo de filme que vai deixar muitos membros da platéia gemendo com o riso - e outros simplesmente gemendo. É sátira / comédia de situação que explora os estereótipos com uma vingança e não conhece a vergonha em empréstimos de filmes muito melhores que vão de "Some Like It Hot" para "Tootsie"."

Chicago Reader, da equipe (não creditado): "Não faz um pingo de sentido, e seu racismo e sexismo limítrofe vai ofender muitas pessoas. Mas a comédia é toda a arte de se vender, e esses caras me venderam; sua indiferença vertiginosa me faz lembrar de crianças que competem para quebrar uns aos outros na hora de dormir depois de sua mãe lhes darem Pepsi com o jantar."

Philadelphia Inquirer, David Hiltbrand: "A primeira família de comédia de humor negro vai neste burlesque obsceno com uma questão óbvia. Eles conseguem seus risos, mas não sem um monte de derramamento feio."[8]

Possui um índice de 15% no Rotten Tomatoes.[9]

Referências

  1. «White Chicks (2004)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 1 de agosto de 2016. 
  2. «As Branquelas - Filme 2004». AdoroCinema. Consultado em agosto de 2013. 
  3. «White Chicks 2 is canceled by Sony Pictures». DVD Woorld Reporter (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2015. 
  4. «' White Chicks 2' Is On The Way"». Screen Rant (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2015. 
  5. Chris Witherspoon. «Marlon Wayans talks ‘White Chicks 2,’ defends Nick Cannon in whiteface controversy». The Grio (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2015. 
  6. = «As Branquelas pode ganhar sequência depende de você» Verifique |url= (Ajuda). Dammit.com.br. Consultado em 29 de junho de 2015. 
  7. «WHITE CHICKS Soundtrack - List Of Songs». Tv Movie Songs (em inglês). Consultado em agosto de 2013. 
  8. «White Chicks» (em inglês). Metacritic. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  9. «White Chicks» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 5 de abril de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]