Wikipédia:Esplanada/geral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
▼ Ir para o fim da página ▼
Boas-vindas à se(c)ção geral da Esplanada!
Esta secção é utilizada para todo tipo de discussões sobre o projeto que não se encaixem em qualquer outra secção, como pedidos, reflexões, debates etc. Veja também as mudanças recentes nas esplanadas.


Discussão de estratégia do Movimento Wikimedia


Bem-vindos à conversa sobre estratégia

Discuta os desafios propostos pela pesquisa de Novas Vozes

Durante os três últimos meses, pudemos expressar nossas opiniões sobre o que queremos conseguir ou alcançar juntos como movimento. Simultaneamente, foram realizadas pesquisas para nos dar um melhor entendimento do panorama atual do conhecimento e os desafios e oportunidades que enfrentamos como movimento. Este esforço de pesquisa global inclui:

  • Conversas organizadas pela Fundação e afiliados com mais de 150 especialistas e aliados das áreas da tecnologia, conhecimento, educação, meios de comunicação, empreendedores, entre outros.
  • Pesquisa entre leitores potenciais e especialistas em lugares onde os projetos Wikimedia não são tão conhecidos ou utilizados: Brasil, Índia, Indonésia, México e Nigéria.
  • Investigação por faixas etárias em lugares onde os projetos Wikimedia são bem conhecidos e utilizados: França, Alemanha, Japão, Rússia, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos.

Este ciclo está dedicado a considerar os desafios identificados nas investigações, e a explorar como queremos evoluir ou responder às mudanças no mundo que nos rodeia. Como uma forma de se familiarizar com os desafios, te convidamos a revisar os documentos e fontes, e a pensar de que forma podemos os abordar. A cada semana será publicado um novo desafio e ideias, de modo que possas compartilhar como este se liga ou muda tua perspectiva sobre nossa futura direção.

Durante julho, a síntese do ciclo 2 será finalizada. Todos estes materiais e os comentários durante o ciclo 3 serão usados pelo grupo de rascunho para preparar o rascunho de nossa direção estratégica, que estará disponível para sua revisão em agosto.

Na seção "aprender" poderás encontrar a lista completa de pesquisas.

Datas revisadas
Ciclo 1 (gerar) Avaliação Ciclo 2 (debate) Avaliação final Ciclo 3 (Discutir o conteúdo de Novas Vozes e o grupo de rascunho escreverá a direção estratégica) Compartilhar e finalizar Endossos Fase 2
14 de março-18 de abril 18 de abril-5 de maio 11 de maio-12 de junho 12 a 30 de junho Julho Agosto Setembro Setembro 2017-2018

Desafio da 3° semana: Enquanto a Wikimedia olha para 2030, como podemos neutralizar os níveis crescentes de desinformação?[editar código-fonte]

Ideia chave[editar código-fonte]

As tendências em desinformação estão aumentando e podem dificultar a capacidade dos wikimedistas para encontrar fontes confiáveis de conhecimento.

No artigo Considerando 2030: Tendências tecnológicas que impactarão o movimento Wikimedia,[3 1] os pesquisadores têm dividido as tendências sobre a desinformação em duas categorias: fontes de conteúdo e como se acessa conteúdo. Para a cada uma delas, identificaram três fontes globais de influência: tecnologia; governo e política; e comércio.

Em específico, pesquisadores têm identificado as seguintes tendências e como impactam nosso futuro:

  • A tecnologia mudará a forma na que o conteúdo é desenvolvido por fontes externas, como inteligência artificial é utilizada para acelerar a criação e análise de conhecimento. Enquanto isto pode tornar mais fácil o encontrar fontes e fazer edições de qualidade, também pode criar fontes mais enviesadas ou conteúdo enganoso. Isto pode se tornar uma questão ainda maior quando a inteligência artificial comece a usar à desinformação como um "fato" ao trazer dados e criar mais conteúdo.[3 2] Isto pode dificultar a capacidade dos wikimedistas para verificar fontes e manter uma alta qualidade do conteúdo.
  • É provável que a tecnologia torne interfaces mais personalizadas (dispositivos móveis e portáteis, assistentes virtuais baseados em voz) e o acesso ao conteúdo da Wikimedia será a cada vez mais difícil com a plataforma atual.
  • A liberdade de expressão está a ser fortemente desafiada globalmente.[3 3][3 4][3 5][3 6][3 7][3 8][3 9] Algumas empresas, governos e políticos difundem intencionalmente informação falsa ou enganosa para persuadir e influenciar pessoas em benefício próprio. Isto vai para além do texto simples, já que a tecnologia facilita a manipulação de outros meios (áudio, vídeo, imagens). Isso enfraquece a rede global do conhecimento e pode dificultar a Wikimedia permanecer neutra e citar fontes imparciais.
  • As tendências de censura ao conteúdo da Wikimedia estão a diminuir, mas alguns governos (como a China ou a Turquia) continuam censurando de maneira ampla. A implementação da tecnologia "HTTPS" tem dificultado o bloqueio de páginas individuais. Isto tem ajudado no curto prazo, mas novas ferramentas e métodos anticensura terão que continuar serem desenvolvidos.
  • As companhias de redes sociais como Twitter e Facebook têm crescido e se converteram em canais para difundir informação falsa através de redes pessoais, e ao mesmo tempo tem diminuído a confiança nas instituições modernas de carácter tradicional. A inovação será necessária para garantir que a informação falsa seja verificada, tal que se distribua informação neutra e precisa.
  • À medida que as empresas comerciais continuam desenvolvendo aplicativos, produtos e plataformas fechadas, o conteúdo de Wikimedia pode ser menos verificável e menos acessível. (Este tema será desenvolvido posteriormente em pesquisas futuras).

A pesquisa sobre desinformação sugere potenciais soluções a estes problemas. Enquanto pensas sobre a pesquisa, por favor pense como nós como movimento podemos ajudar à busca mundial de um conhecimento confiável, livre e neutro.

Sugira uma solução[editar código-fonte]

Por favor discuta como solucionar este desafio.

Nota: Comentários da comunidade serão compartilhados com a equipe de rascunho. Isto também será usado para considerações futuras enquanto enfrentarmos e solucionarmos estes desafios.

Referências[editar código-fonte]

  1. Considerando 2030: Desinformação, verificação e propaganda
  2. Bilton, Nick. "Fake news is about to get even scarier than you ever dreamed". Vanity Fair. 26 de janeiro de 2017. Acessado em 30 de maio de 2017.
  3. Repórteres Sem Fronteiras. "2017 World Press Freedom Index – tipping point?" 26 de abril de 2017. Atualizado 15 de maio de 2017. Acessado 28 de maio de 2017.
  4. Nordland, Rod. "Turkey's Free Press Withers as Erdogan Jails 120 Journalists." The New York Times. 17 de novembro de 2016. Acessado 7 de junho de 2017.
  5. Repórteres Sem Fronteiras.
  6. "Journalism weakened by democracy's erosion". Acessado 29 de maio de 2017.
  7. Paul, Christopher e Miriam Matthews. The Russian "Firehose of Falsehood" Propaganda Model: Why It Might Work and Options to Counter It. Santa Monica: RAND Corporation, 2016.
  8. Broderick, Ryan. "Trump Supporters On-line Are Pretending To Be French To Manipulate France's Election". BuzzFeed News. 24 de janeiro de 2017. Acessado 7 de junho de 2017.
  9. Tufekci, Zeynep. "Dear France: You Just Got Hacked. Dom't Make The Same Mistakes We Did". BuzzFeed. 5 de maio de 2017. Acessado o 7 de junho de 2017.
2° semana (clique para expandir e reduzir)

Desafio da 2ª semana: Como podemos capturar todo o conhecimento quando boa parte não pode ser verificado de maneira tradicional?[editar código-fonte]

Pontos-chave[editar código-fonte]

A maior parte do conhecimento mundial ainda está para ser documentada em nossos projetos, e isto requer novas formas de integrar e verificar as fontes.

Nossa definição atual de "fontes confiáveis" se baseia em práticas já enraizadas da cultura ocidental, na qual a cultura e a história vêm sendo documentadas em forma escrita há séculos. Este viés – favorável a fontes facilmente disponíveis em somente partes do mundo – está em desacordo com uma visão que abarque "a soma de todo o conhecimento".

Por exemplo, é muito difícil encontrar fontes secundárias confiáveis sobre muitas culturas africanas, seja porque tradicionalmente se compartilhou este conhecimento por oralmente ou porque os documentos escritos foram criados desde a perspectiva colonialista.[2 1] Algumas organizações se focam em documentar esses conhecimentos orais em diferentes formas e seu trabalho poderia ser utilizado como fontes em nossos sites se encontrarmos uma maneira de os integrar facilmente. [2 2][2 3]

Como wikimedistas, somos especialistas na identificação de fontes confiáveis que procedem dos canais tradicionais, como a revistas da acadêmicas e a imprensa convencional. O desafio de estratégia da semana passada mencionou que os leitores estão confiando menos em tais organizações "de boa reputação" a priori, e em seu lugar estão a utilizar mais fontes de indivíduos em quem confiam. [2 4] Esta tendência poderia ser uma oportunidade para os wikimedistas imaginarem métodos de citação que sejam menos restritivos culturalmente e também sirvam melhor às expectativas dos leitores.

A descoberta e o compartilhamento de informações confiáveis têm evoluído no decorrer da história.


Sugira uma solução[editar código-fonte]

Por favor discuta como solucionar este desafio.

Nota: Comentários da comunidade serão compartilhados com a equipe de rascunho. Isto também será usado para considerações futuras enquanto enfrentarmos e solucionarmos estes desafios.


Referências[editar código-fonte]

  1. Uzo Iweala, autor nigeriano e conselheiro da estratégia do movimento, entrevistado por Zack McCune, 14 de junho de 2017
  2. Arquivo Popular da Índia Rural documenta a diversidade ocupacional, linguística e antropológica da Índia, em histórias com imagens, texto e vídeo. Adam Hochschild, cofundador, Mother Jones, entrevistado por Katherine Maher, 16 de junho de 2017
  3. LEAP Africa capta as lembranças dos líderes históricos que são sobretudo tradições orais, que têm pouca evidência nas histórias documentadas escritas pelos colonialistas. Resumos de 58 especialistas (junho de 2017), linha 10
  4. Rascunho de resultados iniciais da Indonésia e Brasil de maio de 2017
1° semana (clique para expandir e reduzir)

Desafio da 1° semana: Como manter relevantes nossas comunidades e conteúdos em mundo dinâmico?[editar código-fonte]

Ideias chave[editar código-fonte]

O modelo ocidental de enciclopedia não se ajusta às necessidades dinâmicas de todas as pessoas que querem aprender.

De acordo com as pesquisas etnográficas e as entrevistas a especialistas que conduzimos, os leitores existentes e futuros querem uma plataforma para a aprendizagem que vá para além do formato enciclopédico atual da Wikipédia e suas normas "ocidentais".[1] Os especialistas sugeriram que o sistema de educação formal não está a funcionar em muitos lugares, especialmente (mas não exclusivamente) em países emergentes. As pessoas procuram novas formas de aprender para compensar os déficits que enfrentam em recursos e infra-estrutura.[2] A Wikipédia e seus projetos irmãos estão atualmente desenhados para serem sites-destino para procurar conhecimento navegando pelo site, mas muitos leitores estão interessados em obter respostas a perguntas específicas.[3] Muitos que procuram conhecimento online estão a procurar conteúdo curto, independente e/ou formas visuais de interagir com o conteúdo e adquirir novas habilidades.[3] O modelo atual da Wikipédia de um artigo enciclopédico extenso, profundo e principalmente composto por texto pode não cumprir com estas necessidades dinâmicas. Também não provê um espaço para outras formas de conhecimento educativo.[4]

A troca de conhecimento se tornou principalmente social em todo mundo.

Tanto a pesquisa etnográfica como os resultados do estudo sobre reconhecimento e uso mostram que os jovens, graças a seus smartphones procuram e compartilham informação de novas formas. Este é o grupo mais novo de pessoas a alcançar.[5] Eles estão profundamente envolvidos no uso das redes sociais e as plataformas de mensagem, e preferem compartilhar e discutir informação através desses meios que já usam.[6] Os especialistas afirmam que estão a surgir novas tendências. Por exemplo, muitos jovens consideram que perguntar a seus amigos e redes por aplicativos de mensagem é equivalente a discutir em pessoa, só que mais rápido e mediante um grupo mais amplo.[6] A desconfiança e o ceticismo estão a se propagar de tal maneira que as "fontes confiáveis" são com frequência descartadas: os jovens confiam a cada vez mais em indivíduos de suas redes a quem respeitam por seu julgamento e honestidade intelectual, mais que às instituições tradicionalmente "respeitadas".[3] Estas mudanças podem ameaçar a relevância da Wikipédia a um público grande ao qual tradicionalmente temos chegado.

Ideias chave como histórias[editar código-fonte]

Dado que mentes diferentes funcionam de maneiras diferentes, algumas pessoas preferem pensar estes desafios em termos destas histórias pessoais (note-se que estas são personagens fictícias baseados nos resultados das investigações).

Conheça a Michael e Annisa, dois adolescentes de diferentes continentes e estilos de vida.(clique para expandir e reduzir)

Michael é um adolescente que vive em Washington, DC, Estados Unidos. Ele e seus amigos têm smartphones, e os usam para se conectar, compartilhar informações interessantes e fazer pesquisas para a escola. Ainda que Michael e todos seus amigos conheçam a Wikipédia, a leem significativamente menos que seus pais (46% versus 72% a lê semanalmente ou mais frequentemente).[7] Quando o fazem, é para buscar um tema especifico (41% do tempo) ou para ajudar em seus estudos (23% do tempo). O YouTube está entre seus 3 lugares mais visitados. Não recorda um momento sem redes sociais, e ele e seus amigos estão sempre conectados com seus telefones.[8]"Facebook é para velhos" e sua forma preferida para interagir e compartilhar conteúdo com seus amigos é SnapChat. Obtém informação de uma variedade de aparelhos, desde o computador de mesa até escutar a Siri em seu telefone ou o Amazon Echo na sala de estar familiar. Tal como seus pais, Michael valoriza a utilidade do conteúdo, mais do que se é de alta qualidade, ou livre e neutra. [7]

Annisa é uma garota de 15 anos que vive na cidade de Bandung, Indonésia. Sua família é considerada rica, e é o suficientemente afortunada de ter um smartphone (é parte de 21% da população total de seu país [9]). Sua família não tem um computador de mesa, por isso usa seu telefone para procurar a informação que precisa para a escola. Ainda que use principalmente WhatsApp para conectar com seus amigos e compartilhar informações. Sua família e amigos são muito interconectados e sociais, seu telefone é uma extensão disso. Confia na informação que recebe de seus amigos e das pessoas que segue. Às vezes usa os resultados de busca em inglês que mostras conteúdo de Wikipedia, mas não está consciente de que isso vem da Wikipédia. Ela e seus amigos compartilham fragmentos de informação que se ajustam a seus telefones móveis e que deem a informação exata que precisam. Navegar pela internet só para descobrir coisas novas não é parte das atividades dela.

Desafio da 1° semana: Como manter relevantes nossas comunidades e conteúdos em mundo dinâmico?[editar código-fonte]

Por favor discuta como solucionar este desafio.

Nota: Comentários da comunidade serão compartilhados com a equipe de rascunho. Isto também será usado para considerações futuras enquanto enfrentarmos e solucionarmos estes desafios.

Referências[editar código-fonte]

  1. Salão de estratégia com experientes em tecnologia em Nairobi, Kenia - 29 de maio de 2017
  2. Resumos de 58 especialistas (junho de 2017) linhas 24 e 33
  3. a b c Rascunho de resultados iniciais da Indonésia e Brasil de maio de 2017
  4. Resumos de 58 especialistas (junho de 2017) linhas 9, 10, 35
  5. Jantar de Estratégia de Wikimedia Polónia - Varsovia, 5 de junho de 2017
  6. a b Resumos de 58 especialistas (junho de 2017) linhas 4, 5, 7 e 9
  7. a b Pesquisa de Conhecimento, Atitudes e Uso - EUA (maio de 2017) - versão parcial, relatório completo será publicado em julho
  8. Top 10 Gene Z and iGen Questions Answered
  9. Lista de países por penetração de smartphones

Dwumiasto (Słupsk i Ustka) - to deleted

Hello! Dwumiasto (Słupsk i Ustka) is not one city, this is partnership two cities, Słupsk and Ustka since 2003. However this partnership is not very activity and we (in Polish Wikipedia) are considering deleting this article. Please consider deleting this article also on the Portuguese Wikipedia. --Maattik (discussão) 10h45min de 5 de julho de 2017 (UTC)

Dear @Maattik: Thank you for reporting. I have just marked this article for deletion. Kind regards --Usien6 19h40min de 10 de julho de 2017 (UTC)
@Maattik: Deleted --Usien6 21h26min de 17 de julho de 2017 (UTC)

A quem interessar possa, Wikipedia 1 x 0.

Rosanah perde processo contra Google e Wikipedia por idade "equivocada"...

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2017/07/05/rosanah-perde-processo-contra-google-e-wikipedia-por-idade-equivocada.htm MachoCarioca oi 16h17min de 5 de julho de 2017 (UTC)

Haha, processos contra Wikipédia nunca dão certo. Jackgba Mensagem 17h18min de 5 de julho de 2017 (UTC)
Só vou comemorar quando for condenada por litigância de ma-fé… Att --Usien6 19h07min de 10 de julho de 2017 (UTC)

Speedy deletion of a spammer user page

Hello!

As inserting an English speedy delete template didn't worked out as I hoped (edit got blocked), I wanted to report this user page here in the hope that an administrator of the Portuguese project sees it and can take action. The page is Usuário(a):Tchesco Marcondes. Thanks in advance. --Steinfeld-feld (discussão) 00h04min de 18 de julho de 2017 (UTC)

@Steinfeld-feld Page deleted. Thanks! !Silent (discussão) 00h16min de 18 de julho de 2017 (UTC)
@!Silent: : thanks --Steinfeld-feld (discussão) 00h27min de 18 de julho de 2017 (UTC)

WP:CLUBES ou WP:Times

WP:CLUBES diz que são notórios:

  • Clubes que participaram ao menos por um ano de qualquer divisão oficial, incluindo divisões inferiores, a nível estadual.

O critério fala em clube, não em time, de modo que eu entendo que que fora casos muito específicos, deveríamos ter um artigo para cada clube, não para cada departamento de um clube. Mas entre as equipes estrangeiras, reuni somente alguns exemplos de artigos não de clubes próprios, mas de departamentos de clubes que tem artigos próprios:

Há alguns casos onde fico em dúvida, por exemplo, o Olympiacos BC que aparentemente não é o mesmo clube que o PAE Olympiacos Syndesmos Filathlon Piraeus, mas apenas uma filial desse (os nomes dos presidentes são diferentes, mas pode ser que um dos dois artigos esteja desatualizado). O artigo é confuso mesmo. O mesmo ocorre com o Paris Saint-Germain Handball em relação ao Paris Saint-Germain Football Club.

Já entre os brasileiros, temos:

É claro que, alguns casos, para mim, devem continuar tendo artigo próprio, devido ao tamanho dos artigos e ao fato de os artigos serem fartamente referenciados com conteúdo importante. Mas é o caso da minoria desses artigos. Por exemplo Football Club (polo aquático masculino), retiremos as partes sem referências, poderia ser perfeitamente uma seção no artigo do clube. Mesma coisa o Clube Atlético Mineiro (Futsal). Eu defendo que esses artigos sobre departamentos de clubes devem ser a exceção, não a regra, como tem sido até aqui. Alguns casos, como o Futsal do Benfica, talvez mereçam ser mantidos como artigos próprios, mas a maioria deles não tem necessidade. -- Leon Saudanha 13h17min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta O que é que se pretende discutir aqui? --Usien6 16h38min de 21 de julho de 2017 (UTC)

Necessito de ajuda a publicar uma página

Boa Tarde,

Estou a tentar publicar uma página na Wikipedia sobre o Conventus Scallabitanus mas está sempre a ser bloqueada por filtros de "conteúdo individuo". Não tenho a noção do que seria indíviduo sobre o que estou a tentar publicar.

"Esta ação foi identificada automaticamente como prejudicial, e foi consequentemente bloqueada. Se você crê que a sua edição foi construtiva, por favor informe-nos o que você estava a tentar fazer. Nós vamos analisar o problema e informar a causa, ou vamos corrigir o sistema para que tal mensagem não apareça novamente, se for necessário. Uma breve descrição da regra com a qual a sua ação coincidiu é: Conteúdo indevido

Atenção: Em função da alta quantidade de vandalismos associados à algumas palavras, o sistema identificou automaticamente que sua edição tem o conteúdo potencialmente disruptivo, parcial ou errôneo."

Criei o artigo na minha página de utilizador e ela aparece lá com o título de Convento Escalabitano.

Agradeço qualquer ajuda. Diogo AArq (discussão) 16h36min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Não analisei, mas fica aqui o registo da edição. JMagalhães (discussão) 16h44min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Já estou a ver o que fez espoletar o filtro: a palavra "troço", que é extremamente comum em pt-pt mas aparenta ser calão em pt-br. JMagalhães (discussão) 16h51min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Ah, faz sentido.. Não tive em consideração interpretações diferentes do pt-pt para o pt-br. Devo apagar a página que criei na minha área de utilizador? Diogo AArq (discussão) 16h57min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Já movi a página para o domínio principal (Convento Escalabitano). É provável que como editor recém-registado não o consiga fazer sem ativar novamente o filtro. Também já iniciei uma discussão na página do filtro para saber exatamente o que é que o fez disparar. JMagalhães (discussão) 17h05min de 19 de julho de 2017 (UTC)

Agradeço a ajuda! Editei mais uma imagem à página que estava em falta Diogo AArq (discussão) 17h06min de 19 de julho de 2017 (UTC)