Wikipédia:Esplanada/geral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
▼ Ir para o fim da página ▼
Bem-vindo(a) à se(c)ção geral da Esplanada!
Esta secção é utilizada para todo tipo de discussões sobre o projeto que não se encaixem em qualquer outra secção, como pedidos, reflexões, debates etc. Veja também as mudanças recentes nas esplanadas.



O que fazer com centenas de artigos "X é Y" sobre as Wikipédias

Existem hoje centenas de artigos do tipo "Wikipédia em _____", sobre as múltiplas versões existentes da Wikipédia. São esboços potencialmente eternos compostos por uma frase que define brevemente o tópico sustentada por uma fonte ligada à Wikimedia, uma infobox quase vazia e a predefinição que os interliga. Enfim, são páginas abaixo dos nossos padrões mínimos de inclusão, especialmente no que diz respeito a WP:CDN e WP:FI.

Conforme prevê nossa política de eliminação semirrápida, estou abrindo este tópico para discutir uma possível exceção à regra para dar fim a eles de maneira mais ágil. Eu, particularmente, sou favorável a redirecioná-los para Lista de Wikipédias, onde, aliás, já estão todas as informações relevantes contidas nos esboços em questão, ou seja, sequer precisaríamos fazer fusões.

Só para deixar claro, eu falo de verbetes que seguem este padrão; artigos com um mínimo de informação relevante como Wikipédia em neerlandês estão fora do escopo deste tópico. Victão Lopes Diga! 21h33min de 6 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio redirecionar. Mr. Fulano! 🔔Fale Comigo📩 21h41min de 6 de julho de 2016 (UTC)
O problema é maior ainda. Eu concordo em eliminar todos eles. Érico (fale) 21h58min de 6 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Qual é a utilidade de redirecionar para a página indicada? Zordaz (discussão) 23h03min de 11 de julho de 2016 (UTC)

Como eu disse, aquela lista reúne todas as informações que os artigos trazem separadamente. Isto é, o leitor que busca por "Wikipédia em gaélico escocês" chegará a um artigo que informa o que a lista já apresenta de forma mais compacta. Sugeri por ser uma maneira de evitar que o leitor fique num "beco sem saída", mas se a comunidade preferir a eliminação, não vou me opor. Victão Lopes Diga! 00h13min de 12 de julho de 2016 (UTC)

Poxa, eu já estava pensando nesta proposta, mas acabei não fazendo, concordo em redirecionar os artigos mínimos que só diz que X é Y, mas os artigos que tiver alguma informação como Wikipédia em português deverão ficar. E outra coisa, eu quero ser a pessoa que irá fazer os redirecionamentos. Fox de Quintal (discussão) 01h53min de 24 de julho de 2016 (UTC)

Presidente Dilma ou presidenta Dilma?

Pode parecer uma discussão irrelevante (até em função da mesma estar afastada do cargo) mas creio que é pertinente essa observação publicada pelo colunista Adilson Alves para o jornal Gazeta do Povo:

O provável estranhamento demonstrado não por poucos brasileiros advém do fato de que os substantivos terminados em “-e”, o que implica naturalmente os terminados em “-ente,” são, em quase 100% dos casos, uniformes, isto é, são comuns aos gêneros masculino e feminino. A marca de gênero se dá, nesse caso, pelo uso de um determinante, normalmente artigo ou pronome: a estudante, o estudante; aquele agente, aquela agente; essa gerente ; esse gerente; o cliente, a cliente; o presidente, a presidenta.

O substantivo “presidenta” é uma rara exceção que confirma a regra acima. Em sua Gramática da língua portuguesa, Celso Ferreira da Cunha anota: “Os femininos giganta (de gigante), hóspeda (de hóspede) e presidenta (de presidente) têm curso restrito no idioma, pelo menos no Brasil” (p. 205). Estou citando a edição de 1972 para que futuramente não se alegue que foi o presidente Lula quem inventou “presidenta”. Ele apenas deu uma forcinha para que o termo deixasse de ter “curso restrito no idioma”, como observava o admirável filólogo Celso Cunha há quase quatro décadas.

Fonte: Presidente Dilma ou presidenta Dilma?

Assim sendo, creio que o correto é de fato colocar presidenta Dilma em vez de presidente Dilma nos artigos daqui da Wikipedia, o mesmo valendo para outras presidentas (ex. Cristina Kirchner) --Pilgerowski (discussão) 20h05min de 7 de julho de 2016 (UTC)

não é o caso de ser correto ou não. como a sua própria fonte admite, o uso da forma feminina é limitado. na wikipédia costumamos usar formas de uso mais generalizado. o uso é tão limitado que quando a dilma começou a usar o feminino gerou grande surpresa em todo o país e foi (ainda é) alvo de infinitas piadas por causa disso. isso é mais uma prova do quão raro é o seu uso. torná-lo a forma oficial e preferencial aqui seria fazer prevalecer opinião extremamente minoritária. isso não está de acordo com nossas convenções. Tetraktys (discussão) 20h17min de 7 de julho de 2016 (UTC)


Symbol support vote.svg Concordo com "presidente", Symbol declined.svg Discordo de "presidenta".

A norma culta do Português requer "presidente Dilma"; e o mesmo o faz o princípio da imparcialidade que vigora na Wikipédia.

A palavra "presidenta" remete socialmente, sobretudo em contexto atual, a um movimento feminin"a"(?) bem conhecido.

Maiores detalhes aqui: "Dúvida Linguística - Dicionário Priberam".

( E sinceramente, espero que estudant"a"s não levem isso para o lado pessoal... )

Excerto do dicionário citado (mas favor ler em íntegra o que lá se apresenta...):

"O uso de presidenta como feminino de presidente corresponde a um padrão raro em português, podendo ser encontrado em formas como giganta, infanta ou parenta, mas este uso tem sido feito ultimamente também como afirmação política, social ou cultural, nomeadamente de cariz feminista, de que são exemplos Dilma Rousseff, na presidência do Brasil, ou, a um nível mais restrito, Pilar del Rio, na presidência da Fundação Saramago."

À disposição. Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 20h27min de 7 de julho de 2016 (UTC). [Modificação: Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 14h39min de 8 de julho de 2016 (UTC)]

Lauro Chieza de Carvalho, só para constar, o próprio artigo que coloquei como exemplo fala que presidenta é uma rara exceção e que não há estudanta, apenas estudante. --Pilgerowski (discussão) 20h38min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Tetraktys. Ainda que "presidenta" não seja incorreto, é uma forma bem menos usada, e a Wikipédia costuma adotar os termos mais corriqueiros na falta de uma versão "oficial". Lembro ainda que a adoção do termo "presidenta" poderá gerar controvérsias e ser interpretada como uma demonstração de apoio à Dilma, pois normalmente só é usada por veículos e comentaristas/colunistas simpáticos a ela. Melhor não arriscar. Mas acho interessante padronizar, visto que há ocorrências em outros artigos. Victão Lopes Diga! 20h41min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Tetraktys. Pelo padrão. José Luiz disc 21h59min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o colega Tetraktys. Apesar de justificativas de que o [termo venha sendo usado desde os tempos de Machado de Assis], o termo "presidente" é comum de dois gêneros e não implica demérito algum às mulheres que presidam países, empresas, instituições, etc. Colocar o gênero feminino, além de soar estranho por ser absolutamente contrário ao uso comum, também carrega uma conotação absolutamente política, o que contraria e viola a neutralidade que um projeto enciclopédico como este tem como horizonte. Por não natural, "presidenta" soa mal aos ouvidos e dá um mal-estar que o termo presidente jamais vai ter, uma vez que o uso solo ou combinado do artigo "a" antes do termo não deixa dúvidas quanto à natureza do gênero da ocupante. Do ponto de vista do uso político, "presidenta" é um termo tão problemático e gera tanta rejeição, que após o afastamento da presidente Dilma Rousseff, muita gente se refere ao atual presidente em exercício Michel Temer como "presidento" (pesquisa) só para ironizar e reagir à negação do termo padrão. Por isso tudo e por tantas outras razões, creio que "presidente" - não importando o gênero de seu ou de sua ocupante - é o termo adequado para uso neste projeto. Fasouzafreitas (discussão) 22h19min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Esta discussão é irrelevante para a Wikipédia em geral e deve ser realizada na discussão do artigo.—Teles«fale comigo» 22h31min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Há na exposição do caso uma proposta de padronização que afetaria numerosos artigos. Quintal 23h41min de 7 de julho de 2016 (UTC)
Sendo assim, retiro o que eu disse.—Teles«fale comigo» 23h53min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Tetraktys em número, gênero e grau. O "R" Aliado 23h59min de 7 de julho de 2016 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Se quem ocupa o cargo é mulher e existe termo apropriado, não há porque não usá-lo, como usamos governadora, prefeita, deputada, vereadora, etc. Querer banir um termo existente há décadas só porque "não é usual" é nonsense. Também não era usual ter uma mulher na Presidência, até que em 2010 o Brasil elegeu uma — e antes Chile e Alemanha já tiveram presidentas. O mundo está mudando, acordem! Não há porque padronizar o uso e banir um termo existente, cada um usa a seu critério. Mais um pouco, e acabaremos padronizando a variante linguística aqui também, porque alguns termos na variante europeia do português são "pouco usuais" no Brasil, e vice-versa. Yanguas diz!-fiz 01h56min de 8 de julho de 2016 (UTC)

Em tempo: arrogar "parcialidade" no uso do termo é que é parcialidade. Segundo o Dicionário Houaiss, a palavra presidenta está na língua portuguesa desde, pelo menos, 1872. Isso mesmo, século 19! Não foi Dilma, não foi o PT que inventou. Yanguas diz!-fiz 01h58min de 8 de julho de 2016 (UTC)
Yanguas D​ C​ E​ F, desculpe discordar, mas o termo é parcial, sobretudo no contexto social atual, a ponto de um dicionário de igual renome ao que cita reconhecer isto.
(... e aproveitando para fazer hora, seguindo a linha do "Faça amor, não faça a guerra!", se a linha de raciocínio que se propõe for mantida, acabaremos tendo de falar em breve que o caso aqui envolve pessoas que precisam, ao fim da história, se preocupar menos com minúcias que, aos seus propósitos são de fato irrelevantes; e que precisam se preocupar mais em se tornarem melhores amant"a"(?)s... Sinto. "Amante" combina com "presidente" no Português desde o século XIX, época que cita ( e para ser bem claro, à luz do que eu quis dizer não cabe a interpretação em que "amanta combina com presidento" desde aquele século... rsrsrs)). Abraços. Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 21h56min de 9 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Tetra e o link que o Lauro apresentou é esclarecedor: Citação: O registo encontrado nos dicionários para a palavra presidenta não é uniforme, e esta palavra ora surge sem qualquer indicação de uso (é o caso do Dicionário Houaiss ou do Dicionário Aurélio), ora é apresentada como fazendo parte de um registo de língua familiar (Dicionário Aulete), informal (Dicionário Priberam) ou popular (Infopédia). Ou seja, apesar de alguns dicionários registarem o termo e ele existir, não deixa de ser um termo residual e popularucho que não se adequa à norma culta pela qual a Wikipédia se deve reger. Quintal 08h57min de 8 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com "presidenta" Não há "polêmica", apenas birra dos opositores políticos que querem contradizer tudo, até mesmo uma mera letrinha --Usien6 D​ C​ E​ F 13h28min de 8 de julho de 2016 (UTC)

Symbol neutral vote.svg Neutro Gostaria de agradecer e expressar publicamente o senso de comunidade demonstrado pelo editor que iniciou a discussão. Ele fez uma série de modificações e eu reverti e sugeri que abrisse essa discussão (apenas para que a comunidade definisse de uma vez por todas isso e não fiquemos de vai e volta nos vários artigos onde há a menção por "presidente(a) Dilma"). Como percebem, meu voto é neutro, por não me considerar capaz de discutir sobre o assunto em termos específicos. Acho que há argumentos pelos dois "lados". Talvez mude minha opinião ao longo da discussão, mas por agora sigo nesta linha. Abraços Mwaldeck msg 13h43min de 8 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Tetraktys. Os substântivos terminados em "ente" são neutros, portanto o mais correto a se utilizar aqui. • L‘editeur ? 15h03min de 8 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com "presidente". Como já foi explicado, este é um termo muito mais utilizado (90%) e porque "presidenta" é basicamente usado pelos jornais, blogs e pessoas que apoiam a presidente. Érico (fale) 20h38min de 9 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com ambos os termos, discussão irrelevante, "presidenta" existe e tanto faz, essa discussão existir só vem demonstrar como o homem é bastante inculcado com a demonstração de gênero rs ― Diana m 02h12min de 14 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Há uma confusão aqui entre o "concordo" e o "discordo". Eu apoio Presidente para ambos os gêneros, como gerente, superintendente. Millbug fala 02h24min de 17 de julho de 2016 (UTC)

Para todos refletirem: tópico à parte[editar código-fonte]

Symbol neutral vote.svg Neutro Comentário neutro, apenas para se refletir... Se há "presidenta", alguém é contra "presidento"? Pois se há "presidenta", certamente há de haver "presidento".

Se a proposta "presidenta" passar, seria de meu pleno direto solicitar pois, que todas as ocorrências de "presidente", quando referindo-se a homens, sejam igualmente trocadas por "presidento" na Wikipédia.

Já pensou se eu o fizer? Olha que eu faço... rsrsrs.

Abraços. Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 22h31min de 9 de julho de 2016 (UTC)

Caro @Lauro Chieza de Carvalho: Non sequitur. "Presidenta" é nome atestado, ✱presidento não é. --Usien6 D​ C​ E​ F 13h46min de 11 de julho de 2016 (UTC)
presidento kkkkkkkkkkkkkkkkkkk não existe presidento kkkkkkkkk com isso você está fora da política da Wikipédia, não condiz com Wikipédia:Nada de pesquisa inédita pois você afirma que se ele é presidento todos tem que ser também, favor cite a fonte que diga isso, não tem! ele é o único presidento. kkkkkk Fox de Quintal (discussão) 06h40min de 24 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário O termo presidenta existe antes da Dilma, pensei que foi Dilma que inventou, mas ela não foi que inventou e isto é pura verdade. Já vi umas formas estranhas na Wikipédia, exemplo género: com acento ´ em é. Fox de Quintal (discussão) 06h40min de 24 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Assim como "presidenta" outrora fora um neologismo que acabou no dicionário, o mesmo vale para presidento hoje. Se as mesmas regras se aplicarem, Fox de Quintal D​ C​ E​ F, em breve este encontrar-se-á também nos dicionários. Vá ao Google e pesquise lá, tanto na seção textual quanto na seção de imagens, o termo "presidento". Assim como presidenta, presidento existe hoje e tem cunho social similar, contrapondo-se à presidenta. É isso! Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 22h25min de 24 de julho de 2016 (UTC)

@Lauro Chieza de Carvalho:Como assim? tipo isso, daqui a cem anos o termo presidento poderia ir para o dicionário e um outro wikipedista na esplanada comentar sobre incluir presidento na Wikipédia. Tipo isso? presidenta então é neologismo? Esse termo que esse presidente inventou é engraçado. Fox de Quintal FQ (discussão) 22h40min de 24 de julho de 2016 (UTC)
Fox de Quintal D​ C​ E​ F Bem, os cem anos é por sua conta, pois a internet com seus saites, algo que eu presenciei surgir e se espalhar pelo mundo (e eu nem entrei na casa dos 40 anos ainda) mostram o contrário! Abraços! Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 13h19min de 25 de julho de 2016 (UTC)
Não, não vale "o mesmo". Nem tem "cunho social similar". "Presidenta" é nome atestado, ✱presidento não é: ponto final. --Usien6 D​ C​ E​ F 15h40min de 25 de julho de 2016 (UTC)
@Usien6: Ok! Só não esqueça de avisar isso para o dicionário Priberam que não há cunho social no termo! Pois ele discorda em muito de você, conforme já elucidei aqui! E nesses termos, se presidento não cabe na Wikipédia por ser pesquisa inédita, como proposto por @Fox de Quintal:, presidenta não cabe por violar o principio da imparcialidade. Se fosse questão de "pronto, e ponto final", presidenta não existiria, apenas presidente; que é o que determina a norma culta do Português e o termo que por certo resolve em consenso a contenda entre ambas as partes aqui! Pense nisso... Abraços! Lauro Chieza de Carvalho (discussão) 16h18min de 25 de julho de 2016 (UTC)
Pela última vez: registro lexicográfico que ateste "presidenta"; não há registro lexicográfico que ateste ✱presidento. Espero ter sido mais claro dessa vez --Usien6 D​ C​ E​ F 16h53min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Pedido de opinião

pessoal, alguém pode se dar ao trabalho de dar uma opinião nesta controvérsia que está ocorrendo em uma votação de AD? Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Universidade Estadual de Campinas.

há opiniões divergentes sobre um tema que pode criar precedente e afetar muitos artigos em nosso projeto. especificamente, trata do uso de fontes primárias. obrigado. Tetraktys (discussão) 06h43min de 15 de julho de 2016 (UTC)

A Esplanada não é o local adequado para pedidos de opiniões, visto que temos espaços específicos para isto. Este anúncio é abuso do espaço público. Chronus (discussão) 09h21min de 15 de julho de 2016 (UTC)

Troubles (?) with categories

Hi, sorry for using English. There are two problems I noticed:

Thank you, bye :) --Superchilum (discussão) 15h06min de 15 de julho de 2016 (UTC)

"Engenheiros eletricistas" vs. "Engenheiros elétricos"[editar código-fonte]

@Caçador de Palavras: thanks for the assistance. And what about the first case, the "Engenheiros"? --Superchilum (discussão) 07h01min de 20 de julho de 2016 (UTC)

@Superchilum: Já li sobre uma divisão de carreira na engenharia elétrica que justifica o nome engenheiro elétrico e o nome engenheiro eletricista como ocupações diferentes. Vou procurar confirmar esta informação para proceder. Caçador de Palavras (discussão) 14h36min de 20 de julho de 2016 (UTC)

Symbol merge vote.svg Fundir Categoria:Engenheiros eletricistas sobre Categoria:Engenheiros elétricos Uma rápida consulta ao Google revela que "engenheiro eletricista" não passa dum (infeliz) sinônimo para "engenheiro elétrico" cunhado pelo CONFEA. Considerando que a Wikipédia lusófona está vinculada, não a entidades de classe brasileiras, mas ao bom uso da língua, recomendo a fusão no sentido de preferir "engenheiros elétricos" --Usien6 D​ C​ E​ F 17h33min de 25 de julho de 2016 (UTC)

"República Checa" vs. "República Tcheca"[editar código-fonte]

Os dois nomes servem, mas vou procurar deixar numa variante só para não gerar confusão e padronizar, caso alguém digite. Pois acredito que nem todas as categorias escritas com Tcheca ou Checa redirecionem pra variante existente. Caçador de Palavras (discussão) 01h34min de 17 de julho de 2016 (UTC)

Só acrescentando que não vou realizar esta operação até uma segunda opinião, a qual eu considere experiente neste assunto. Pois questiono-me se vou bater de frente com alguma regra. Caçador de Palavras (discussão) 21h12min de 18 de julho de 2016 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Isso seria privilegiar uma das versões, só que ambas são corretas e válidas. E não há o aspecto de proximidade para se escolher uma delas. Basta criar redirecionamentos que tudo fica ajeitado. Luan (discussão) 15h49min de 23 de julho de 2016 (UTC)

@Luan: are you talking about "República Checa" or "Engenheiros eletricistas/elétricos"? Anyway, redirect in categories don't work (I mean, they work for the categories "page", but pages in a category redirect are not categorized properly, they need to be corrected manually); and choosing one is just a matter of uniformity. --Superchilum (discussão) 07h42min de 25 de julho de 2016 (UTC)
Dear Superchilum: Our fellow, Luan, is talking about "República Checa" vs. "República Tcheca". As far as I know, this particular form of uniformity you mention was never discussed in our Wikipedia before, so there are no applicable policies so far... --Usien6 D​ C​ E​ F 17h33min de 25 de julho de 2016 (UTC)
I broke up the discussion in two sections for clarity --Usien6 D​ C​ E​ F 17h39min de 25 de julho de 2016 (UTC)
thank you @Usien6: :-) the uniformity would be necessary both for the readers (who can find better what they are looking for) and for users (who would know if the categories exist or not). For example, there are Categoria:História da República Tcheca and Categoria:História da República Checa, they are the same and they should be merged. I mean, I thought this was an obvious procedure, like on other wikis, I didn't mean to be invasive :-) --Superchilum (discussão) 20h47min de 25 de julho de 2016 (UTC)
Redirected Categoria:História da República Tcheca to Categoria:História da República Checa Thanks to Superchilum for reporting that instance. In this latter case, there is an applicable policy ruling that it should've prevailed whichever came first, that is, "República Checa". --Usien6 D​ C​ E​ F 22h10min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Queda de acessos na PP

Notei que o número de acessos na PP tem caído nos últimos meses de maneira constante nos últimos meses. Não notei o mesmo movimento em outras versões do projeto e nem na pt.wiki como um todo. Alguém sabe o motivo disto? Chronus (discussão) 13h11min de 23 de julho de 2016 (UTC)

Chronus Creio que tenha a ver com implementações no Google e sua Knowledge Graph, que automaticamente incorpora os artigos na ferramenta de busca. Assim os visitantes já vão direto para os artigos, e não precisam passar pela PP. Mjuniifale comigo 13h16min de 23 de julho de 2016 (UTC)
@Mjunii: Mas então não deveria ter ocorrido o mesmo na PP da en.wiki? Chronus (discussão) 13h19min de 23 de julho de 2016 (UTC)
@Chronus: Nem tanto, mas na questão de hábitos mesmo. Como a massiva maioria de acessos vêm do Brasil, e a tendência do internauta é de não ficar muito tempo em uma página, que não seja de redes sociais, novelas e times de futebol, isso explica o porque do acesso ser mais baixo na PP da ptwiki do que na enwiki. De qualquer forma, é somente uma opinião pessoal minha. rsrsrs Mjuniifale comigo 13h22min de 23 de julho de 2016 (UTC)
Abri uma task no phabricator, para tentar obter mais opiniões técnicas e mais dados em T141201, vou ver se consigo fazer uma análise com os dados públicos. Alchimista Fala comigo! 21h57min de 23 de julho de 2016 (UTC)

Reparei que a queda começou depois da implementação da nova PP. Será que isso não influenciou também? Pedrohoneto Diz·Fiz 02h51min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Na verdade a queda no número de acesso vêm de anos, já antes da mudança da PP. Em 2015, tínhamos cerca de 700 mil acessos diários na PP. Chronus (discussão) 08h29min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Pelo que pude averiguar, a queda é na plataforma webmovel e outras wikis também estão com queda. Na enwiki foi de 26% (mesma da ptwiki) e na dewiki foi 17% em 2016.OTAVIO1981 (discussão) 13h19min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Acho que seria interessante comparar o gráfico de visualizações em dois caminhos: um ano antes do Knowledge Graph aparecer no google (quando se pesquisa algo) e um ano depois de ele estar a funcionar... de facto, creio que imensa gente lê aquela janelinha do google e segue em frente, sem "carregar" sequer na wikipédia... Luís Angelo "Tuga1143 13h38min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Luís Note-se que estão em queda apenas os acessos desde móveis, ou seja, de utilizadores aversos a pulos entre páginas --Usien6 D​ C​ E​ F 15h18min de 25 de julho de 2016 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário A mudança no layout pode influenciar na quantidade de visitação recorrente e tempo da visita mas não necessariamente na "visita nova", afinal, o visitante ainda não sabe como a página é para cancelar o acesso ao site antes dele ser contabilizado. O que pode ter ocorrido mas precisa investigar é se o tamanho/peso ou tempo de carregamento mudou de modo que na visitação por dispositivo móvel por exemplo a pessoa desiste do acesso porque demorou muito ou o dispositivo travou. As visitas de bots/scrappers tendem a desaparecer também quando há mudança de layout porque o scrapper não consegue mais encontrar as informações que colhia da página. ― Diana m 14h23min de 25 de julho de 2016 (UTC)