Wikipédia:Esplanada/propostas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Boas-vindas à se(c)ção propostas da Esplanada!
Esta secção é utilizada para discutir novas ideias e propostas para saber a opinião da comunidade. Pode ser sobre a alteração ou criação de predefinições, páginas, políticas, etc. Tenha em mente que as decisões da comunidade são baseadas no método do consenso. Veja também as mudanças recentes nas esplanadas.


Mudanças no processo de escolha dos nossos melhores trabalhos

Olá.

Aparentemente há consenso de que o sistema de escolha dos nossos melhores artigos é fracassado e demanda mudanças urgentes. Neste sentido, apresento duas ideias e invoco a comunidade a debater soluções para o problema.

Proposta A[editar código-fonte]

  • Restabelecer o método de consenso puro e simples;
  • Manifestações sem justificativas seriam ignoradas totalmente e até removidas para não contaminar a discussão (com o "efeito manada");
  • Após o decurso do prazo, um editor experiente encerará a proposta, pronunciando o resultado com base nas manifestações pertinentes;
  • O encerramento da proposta deverá atestar o cumprimento de todos os critérios pertinentes a ADs e ABs.

Proposta B[editar código-fonte]

  • Mantém parcialmente o sistema de votação atual, mas estabelece a figura dos revisores;
  • Os revisores seriam aprovados em um processo simplificado, como ocorre com os avaliadores. Não se trataria de um estatuto;
  • As regras para candidatos a revisor podem ser estipuladas nesta discussão. A ideia é que sejam editores altamente experientes e, sobretudo, que tenham desenvolvido artigos destacados e bons;
  • Os revisores teriam a prerrogativa de endossar a promoção de um artigo. Todo artigo demandaria o endosso de três revisores para ser aprovado - mesmo que tivesse os 7 votos dos editores regulares;
  • Sem o endosso de três revisores, a candidatura é reprovada. Sim, pode diminuir a quantidade de aprovações, mas antes um artigo destacado de menos do que um artigo destacado ruim a mais, eis que mina a credibilidade do projeto;
  • A LEITURA COMPLETA DE UM ARTIGO SERIA EXPRESSAMENTE OBRIGATÓRIA AOS REVISORES, SOB PENA DE REMOÇÃO DA FUNÇÃO.

Atenciosamente,

Érico (disc.) 02h58min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Comentários[editar código-fonte]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta "A". Com todo o respeito, mas para mim não tem sentido uma votação com no mínimo sete editores se os revisores têm que concordar com ela. FábioJr de Souza msg 03h38min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta A. Tenho a mesma impressão do Fabiojrsouza. Que motivação tenho para participar uma vez que meu voto não serve para nada se a candidatura não tiver anuência dos revisores? Maikê (discussão) 04h03min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

A ideia é que servissem como uma espécie de contrapeso, que atraísse mais objetivamente a responsabilidade por eventuais aprovações de textos defeituosos. Mas, realmente não sei o que é melhor. Só sei que o modelo de votação nominal já deu o que tinha que dar. Érico (disc.) 04h06min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Caso a proposta A seja aprovada, sugiro que o tempo da candidatura volte a ser de 30 dias, já que não haveria tempo de discussão e votação separados e padronizaria com os outros processos de escolha (ELDs, EPDs e ETDs). Skyshifter disc. 04h22min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a "proposta A", busco seguir a mesma opinião do Fabiojrsouza, acrescentando que este consenso será possivelmente a solução desses artigos que representam "nossos melhores trabalhos" não sejam aprovados, caso o texto desse mesmo artigo esteja com erros gramaticais, ou com erros no sentido da frase comparada com a tradução; melhorando a revisão desses artigos.
Juan90264 (Disc.) 04h33min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta A, sem dúvida.-- Darwin Ahoy! 04h45min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

na proposta A, quão forte precisaria ser esse consenso? e o que se faria em caso de consenso inconclusivo? outra coisa: como se resolveria a situação de um artigo não cumprir o nível de AD mas cumprir o nível de AB? já quanto à proposta B, para mim não é aceitável. a existência de revisores com superpoderes não é consistente diante do nosso contexto de amadorismo. para eles merecerem esses poderes não bastaria serem capazes de decidir se o artigo está bem construído tecnicamente, precisariam acima de tudo dominar o tema em pauta, mas seria impossível termos revisores com tal preparo para todas as categorias de temas que nos aparecem para avaliação. além disso, como já foi observado, se os seus pareceres fossem capazes de anular os pareceres dos editores comuns, qual o sentido de estes se darem ao trabalho de participar?Tetraktys (discussão) 05h24min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo da proposta. Em abril de 2020, tivemos uma proposta na Esplanada que alterou o formato das EADs para 3 semanas de revisão + 3 semanas de votação. A ideia seria permitir que houvesse participação da comunidade para a revisão dos verbetes e, posteriormente, a votação. O problema é a baixa participação da comunidade nas EADs que impede muitas candidaturas de receberem participação para revisar os verbetes. Alterar o formato para consenso não resolveria a qualidade dos artigos, muito pelo contrário, já temos o sistema de ELDs – que é por consenso –, e também possui baixíssima participação. O que precisa é melhorar a demanda de usuários ativos no processo de revisão de EADs e ELDs. Ademais, acredito que a escolha do 3+3 trouxe maior inatividade em EADs pois nem todo verbete precisaria aguardar 3 semanas para ser revisado. O formato 2+2 manteria até o prazo de 30 dias, que era o critério anterior e poderia até ter prorrogação em caso de baixo número de votos. WikiFer msg 08h15min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Não, não. O problema não é a baixa participação. Muito pelo contrário. O problema é a alta participação de contas que se quer lêem os textos e votam a favor de tudo. O sistema atual, que exige tantos votos, é uma farsa, porque em mais de uma candidatura ninguém lê nada e o texto é aprovado. Melhor adotarmos um sistema que privilegie a análise de apenas dois editores do que manter este teatro atual. Quanto ao prazo, é uma questão secundária. Inclusive concordo em aumentar o prazo; nunca diminuir. Érico (disc.) 13h04min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Neste caso, como pode ter tanta certeza que o sistema por consenso trará resultados se atualmente já existe uma baixa participação durante as 3 semanas iniciais de revisão? O formato das ELDs deixa bem claro como esse modelo atrai pouco interesse da comunidade, isto porque ainda não envolve aparecer na PP. Em relação ao excesso dos votos, isto é uma prática que reflete muito bem a ausência da comunidades nas EADs, o que estimula a solicitação de usuário para votarem lá; os que votam contrariamente deixam bem claro o que deve ser corrigido, podendo ter o voto anulado enquanto o problema não for resolvido. Quanto ao prazo, o período de 30 dias não diminui o tempo, na verdade padroniza os outros sistemas já existentes (quando eu votei na opção 2+2, foi justamente para manter o período do sistema anterior). O aumento deste prazo no formato 3+3 é que resultou nesta baixa participação; o objetivo é tentar corrigir isso. WikiFer msg 16h16min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
WikiFer a falta de pessoas participando pode gerar uma pequena quantidade de destaques, o que é um problema, mas não tão grave. O maior problema, que está acontecendo, é a participação fraudulenta, que gera como destacado artigos ruins, esta proposta visa inibir isso... Menor menos artigos destacados mas corretamente destacados. --Felipe da Fonseca (discussão) 14h40min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Felipe da Fonseca Eu compreendo perfeitamente a ideia de melhorar o sistema de avaliação das EADs. Mas aí vem aquela questão: se já existe uma baixa participação para revisar os artigos nas 3 semanas iniciais, que garantia terá promover artigos para destaque justamente quando não há tal participação? O que eu imagino disso tudo é inúmeras EADs sendo encerradas como inconclusivo ou por um único editor. A questão nem é ter menos artigos destacados, mas a baixa participação em todos eles. As solicitações vem ocorrendo justamente pela falta de interesse da comunidade em participar das revisões dos verbetes. WikiFer msg 16h16min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
A baixa participação nas EADs também tem muito a ver com a própria temática dos artigos que aparecem lá, que em geral parecem não despertar o interesse de parte considerável da comunidade. El Descamisado (discussão) 16h12min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo em gênero, numero e grau com a proposta A, pelas seguintes razões:

  1. O método do consenso já vale para as listas, e funciona maravilhosamente bem. Recentemente abri uma candidatura por esse método, e o pedido foi todo construtivo e proveitoso.
  2. A quantidade de participantes necessários para as promoções cairia bastante.
  3. O prazo das candidaturas diminuiria pela metade.
  4. Por último, e não menos importante, a proposta acabaria, ou pelo menos reduziria drasticamente os casos de assédio que os que votam contra sofrem. Estes são constantemente ameaçados de terem seus votos riscados, acusados disto e daquilo, e precisam a todo momento ficar se justificando. Em suma: com a proposta, não seria mais possível riscar votos.

Ainda tendo em mente o problema do assédio, eu acho bom adicionar um outro item à proposta A, desobrigando os participantes a continuarem a participar da discussão. Ou ainda: os participantes que se ausentarem não terão suas opiniões desconsideradas para fim de conclusão do consenso. Coisa assim. Caso alguém ache essa ideia interessante, podemos discuti-la. Por fim, parabenizo o proponente pela iniciativa! --Bageense(fala) 08h26min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@Bageense, mas se não pode riscar os votos, o que aconteceria com os votos contra que não são baseados nos critérios, mas sim em opiniões próprias? -- Paz e concórdia Tudo bem? 15h36min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
@Paz e concórdia: Eles permaneceriam, pois votar como bem entende é um direito de cada editor. Além disso, quem julga se o voto é baseado nos critérios ou não? Isso só abre margem para assédios. Na situação atual, os que abriram as EADs vivem ameaçando a toda momento os que votam contra. --Bageense(fala) 15h56min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Porém, não se pode misturar as coisas. Uma coisa é assédio, outra coisa é manter votos que não são guiados por um critério objetivo, o que acaba por prejudicar a candidatura predisposta. Não se pode generalizar uma conduta que é, tipicamente, unitária, eis que as ameaças relatadas não são vistas de forma universal nas votações em andamento ou naquelas já findadas. Luiz F. Fritz (discussão) 16h08min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Então sou Symbol oppose vote.svg Contra a proposta. Na verdade, sua proposta abre margem para erros, alguém poderia fazer uma gangue de meats e votar, sem fundamento nos critérios. Uma motivação comum seria animosidades entre determinados editores, e aí, esses votos não podem serem riscados por esse suposto direito irrestrito de voto? Isso sim é uma falha. -- Paz e concórdia Tudo bem? 19h46min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
@Paz e concórdia: Inexiste a possibilidade de riscar manifestações de contas legítimas por conta de seu conteúdo. A única possibilidade é de riscar votos de fantoches. Nos demais casos, manifestações contrárias às regras (como, por exemplo, em um pedido de aprovação de eliminador), não são nunca riscadas, mas ignoradas. Érico (disc.) 19h50min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Exato, foi assim que entendi a proposta (e espero que todos interpretem dessa maneira): os votos poderão ficar, não serão removidos ou riscados. Mas quem fechar a candidatura vai avaliar se os argumentos — a favor ou contra, não importa — devem ser considerados (assim como em uma PE, aqueles sem base são ignorados pelo eliminador que fecha). Skyshifter disc. 20h26min de 14 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Ora bem, com a Proposta A temos uma evolução positiva em relação ao sistema que temos hoje:

  • discute-se para o consenso, ao mesmo tempo que se obriga o proponente a fazer as correcções necessárias caso queira ver o artigo promovido;
  • deixa de haver pessoas que votam a favor só porque ontem choveu e hoje está sol (podendo a sua participação ser eliminada caso seja um voto só porque sim);
  • deixa espaço para que depois do fim do prazo da candidatura ela ainda fique aberta à espera que alguém a encerre (o que fará com que deixem de haver artigos que não são promovidos por falta de participação);
  • no fim o usuário experiente que a encerrar ainda poderá justificar para que lado será encerrada a candidatura.

Esta é uma boa ideia, mas caso seja este o caminho que a comunidade queira seguir, ficam Symbol question.svg dúvidas que precisam de ser discutidas, por exemplo:

  • Se o artigo for apenas candidato a bom e houver consenso para ele ser destacado, será possível?
  • O quão forte precisa de ser esse consenso?
  • Qual será a participação mínima de usuários para que haja consenso?
  • Se não houver consenso, quanto tempo terá o artigo de esperar até poder ser candidato novamente?
  • Findo o prazo de discussão, haverá tempo limite para que um usuário experiente encerre, ou poderá a candidatura ficar ali em águas de bacalhau por tempo indeterminado?

Sobre a Proposta B acabamos por manter o actual sistema, mas acrescenta-se um contrapeso e um travão importantíssimo que poderia manter o actual sistema e, com mudanças mínimas, fazer com que deixasse de haver a burla e os abusos que têm acontecido durante os últimos anos:

  • O sistema de votação mantem-se;
  • Os prazos continuam os mesmos ou até podemos voltar para 4 semanas;
  • O método rápido de encerramento (contagem de votos ou concordos) continua o mesmo;

E o que poderia mudar então com estes Revisores?

  • seriam usuários experientes no que toca às regras inerentes às promoções de artigos;
  • seriam usuários que têm experiência de participação nos processos de promoções de artigos;
  • seriam usuários que podiam até já ter demonstrado experiência lançar artigos bons, destacados, etc, nos quais demonstraram conhecer os requisitos;

E mantendo o actual sistema, como poderiam eles servir de contrapeso e travão?

  • por exemplo, o voto deles poderia valer por 2 ou por 3 votos normais, o que faria com que caso votassem contra (sendo que só é obrigado a justificar o voto quem vota contra) faria com que os argumentos tivessem muito mais peso do que os simples votos a favor dos que não abrem sequer o artigo;
  • noutro exemplo, se um Revisor abrisse uma candidatura, visse 6 votos a favor, e depois abrisse o artigo e visse que o artigo não tinha fontes que cobrissem todo o conteúdo, poderia riscar os votos pois configuraria um abuso das regras; isto já seria um aviso para os usuários que, se continuassem com tal comportamento, poderiam ser sujeitos a uma DB;
  • num terceiro exemplo hipotético, poderiam manter-se o actual sistema e os Revisores podiam actuar como "selos de aprovação", só pode o artigo ser eleito se tivesse o aval de um ou dois Revisores. Alguns colegas dizem que isto faria com que os restantes usuários deixassem de querer participar pois o voto deles não contaria. O meu argumento é que actualmente o meu voto não conta, pois quando voto contra com argumentos, 10 fulanos aparecem para votar a favor de algo (sem argumentos) que não cumpre os critérios e eu fico ali a fazer figura de parvo. Neste exemplo hipotético, os Revisores nem teriam que se preocupar se, a determinado momento da votação, os usuários tivessem votado maioritariamente contra; a vontade da comunidade continua a ser respeitada, mas apenas nos casos em que a comunidade quisesse promover, só aí é que teria que haver um ligeiro controlo.
  • Havendo maioria para promover a destacado ou a bom, desbloquear-se-ia no final da página uma secção extra para os Revisores se pronunciarem; Uma vez havendo 1 ou 2 Revisores favoráveis à promoção proposta, o encerramento dar-se-ia como sempre se deu, tranquilamente e sem problemas.

Sobre o ponto de que os revisores não seriam capazes de avaliar com qualidade 100% do conteúdo candidato, é óbvio que não. Eu próprio não participo em muitas candidaturas porque não tenho conhecimentos profundos sobre o tema, então prefiro abster-me; até quando voto, em alguns exemplos, deixo o aviso de que relativamente à ortografia e à gramática não tenho 100% de certezas porque o artigo foi redigido em pt-br e não em pt-pt. Quando já se tem o mínimo de experiencia no processo, acho eu, também exige-se o mínimo de bom senso e cuidado.

Em suma, Symbol support vote.svg Concordo com a Proposta A mas ela precisa de uma ampla discussão sobre todos os pontos que a vão afectar, pois só mencionei alguns; e também Symbol support vote.svg Concordo com a Proposta B, que acho que seria a mais simples de implementar (quase não alteraria o actual sistema) mas serviria com contrapeso e um travão aos abusos que têm vindo a acontecer. Luís Almeida "Tuga1143 12h52min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Apenas esclareço que não acho interessante diminuir o prazo das candidaturas. Mesmo sendo via consenso, uma análise aprofundada requer tempo. E não temos tantos voluntários assim para este papel. Érico (disc.) 13h00min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Concordo com o Érico. Como já disse em discussões passadas, quando o objectivo é a avaliação da qualidade, a pressa é o principal inimigo. Luís Almeida "Tuga1143 13h23min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Sugeri reduzir para 30 dias apenas porque é o que ocorre com ELDs, EPDs e ETDs, mas se quiserem manter EADs diferente, não tem problema — realmente, a análise de um artigo costuma levar mais tempo que listas, portais e tópicos. Skyshifter disc. 13h44min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Tuga1143 me parece que a proposta B será muito ineficiente, pois sobrecarregará os revisores... --Felipe da Fonseca (discussão) 14h36min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A, sempre achei que o consenso seria a melhor opção para as EADs. No entanto, que fique bem claro a parte "[a proposta será fechada] com base nas manifestações pertinentes" e "O encerramento da proposta deverá atestar o cumprimento de todos os critérios pertinentes a ADs e ABs". Tem gente achando que vai poder votar contra e seu voto não poderá ser desconsiderado, mesmo estando fora dos critérios. Ora, o comentário pode até não ser riscado, mas não vai valer nada. Inclusive, sugiro mudar "Manifestações sem justificativas" para "Manifestações fora dos critérios", já que não é qualquer justificativa que é válida (por exemplo, achismo), e isso vale tanto para votos a favor quanto para votos contra. Ambos devem se basear nos critérios e isso deve ficar claro. No entanto, repito uma pergunta do Tuga1143: qual será a participação mínima para atingir o consenso? Não pode ser 7, e 1 (como em ELDs, EPDs e ETDs) parece pouco para EADs, que tem mais participação. Eu iria sugerir três. Skyshifter disc. 13h56min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A. Definitivamente, argumentação é algo fundamental para garantir a qualificação de artigos. Não acredito que resolverá 100% o problema, mas mitigará bastante, pois será fácil notar nas discussões consensuais se o editor realmente fez a leitura dos verbetes propostos. A proposta B também parece boa, ouso dizer que poderia realmente resolver de forma mais definitiva o problema atual de artigos mal qualificados, só me parece um pouco complexa para ser "rapidamente implementada" (e espero uma implementação rápida para resolver a questão atual de ADs e ABs supostamente mal qualificados, já que temos várias votações que continuam sendo afetadas por editores que não fazem leitura dos verbetes). --Wolf pois não? 14h16min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A com as seguintes modificações: 1) deve haver norma afirmando que todos os participantes devem ler todo o artigo antes de opinirem a favor do artigo bom ou destacado (embora possam comentar e fazer perguntas durante a leitura), já para opinarem contra, não deve ser necessário ler tudo, uma vez que podem encontrar erros graves logo no início; 2) deve ficar mais claro o que é "editor experiente" (aqueles que possuem artigo destacado?), embora eu não pretenda fechar estes processos, meu caso pode ser um exemplo: eu não tenho nenhum artigo destacado no meu nome, pois os dois que mais editei Dostoiévski e Quadrinhos para adultos, embora estejam bem encaminhados para destaque, ainda não estão prontos, porém, muitos artigos foram destacados em programas que eu estava como embaixador. Hoje eu atuo muito pouco na elaboração direta de artigos, com o que não tenho previsão para destacar os dois artigos citados. --Felipe da Fonseca (discussão) 14h35min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário - pingando o Leandro Drudo, que há milénios tem encerrado candidaturas, e outros usuários que considero que têm experiência nesta área: @GabrielStella:, @Cléééston:, @Chronus:, @Bad Boy97:. Luís Almeida "Tuga1143 15h17min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A pelos seguintes motivos: Com o consenso, todos os que opinarem obrigatoriamente terão de justificar a sua opinião, quer seja a favor ou contra a proposta, acabando assim com o voto "relâmpago"; Não será preciso um número alto de participantes para que haja um consenso final, assim irá impedir que certas candidaturas sejam mal sucedidas devido à falta de votantes (já vi candidaturas a não darem certo porque só tinham 6 votos, com todas as condições para a promoção do artigo). Por fim, também quero falar sobre o preconceito de vários editores em relação a certos artigos na Wikipédia. Só porque um artigo não tem como tema História, Biologia, Geografia, Matemática, entre outros, não quer dizer que ele não seja enciclopédico. Qualquer tema pode ser considerado enciclopédico, desde que seja bem redigido, com fontes dignas, com conteúdo que enriquece o artigo e que seja imparcial. Eu gostaria de propor que esse tipo de votos sejam anulados, em prol de uma Wikipédia diversificada. BigLordFlashmsg 15h39min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Gosto da proposta B e da ideia de criar aqui a figura do revisor, mas acredito que ela seja inviável no momento. Como o Tetraktys afirmou, para garantir uma revisão séria, seria necessário contar com editores muito mais qualificados e que tivessem pleno domínio dos mais diversos temas em pauta. Acontece que atualmente a nossa comunidade não apenas é muito reduzida, como a qualidade dos nossos editores em geral é muito baixa. Além disso, a função de revisor poderia sobrecarregar os poucos usuários que estariam qualificados para realizar esta tarefa. Me usando como exemplo, eu possuo formação superior em História, o que me torna habilitado a avaliar de maneira criteriosa verbetes sobre o tema. Mas uma avaliação criteriosa demanda tempo e considerando que História é um dos temas mais populares nas EADs, eu não teria como fazer outra coisa se não avaliar os artigos propostos, sobrando pouco ou nenhum tempo para contribuir em outras áreas, incluindo a construção de artigos.

Assim, considero que a proposta A parece mais adequada ao nosso contexto, mas ela me parece um pouco genérica. Primeiro, considero difícil falar em avaliação consensual. Repetindo a pergunta do Tetraktys e do Tuga1143: o quão forte precisa ser um consenso para que um artigo seja aprovado? Em uma situação hipotética, digamos que um editor apresenta argumentos fortes para a não promoção de um artigo, mas outros tantos consideram que o artigo "cumpre os critérios", como fica? Teoricamente, os argumentos mais fortes devem prevalecer em uma discussão, mas sou obrigado a mencionar as ECs: não é raro que quem as feche leve em consideração apenas a quantidade dos que opinam por eliminar ou manter, sem analisar o mérito dos argumentos apresentados. O que garante que isso não acontecerá nas EADs? O Tuga chegou a mencionar que um "usuário experiente" poderá encerrar a EAD e apresentar uma justificativa, mas compartilho as inquietações do Felipe da Fonseca: quem será esse "editor experiente"? Como avaliar a experiência de um editor? Com base em artigos destacados? Mas se o problema que tem motivado essa discussão toda é o fato de que muitos artigos ruins acabam recebendo distinções, um "editor experiente" pode ser muito bem alguém que até promoveu muitos artigos, mas artigos ruins, cheios de problemas. E aí? É curioso, aliás, que alguns dos nossos melhores contribuidores quase nunca participam das EADs ou se afastaram delas nos últimos tempos. Talvez isso tenha a ver com os constantes casos de assédio apontados pelo Bageense, em que alguém que vota contra a promoção de um verbete tem que justificar até o que fez no verão passado, por mais extensa e sólida que seja a sua argumentação. E como o Felipe comentou, nem sempre é preciso ler um artigo inteiro para perceber erros graves que em teoria deveriam impedir a promoção, sobretudo em traduções.

Um ponto que acho importante levantar é que um artigo só pode ser proposto a bom ou a destaque por um editor autorrevisor. Mas ocorre que esse estatuto hoje não significa absolutamente nada, e ele é atribuído a qualquer um que faz edições que até podem estar dentro dos padrões mínimos, mas não tem o mínimo de qualidade. Talvez seja a hora de levar os pedidos a autorrevisor mais a sério e começar a analisar a qualidade das contribuições de um editor que almeja tal estatuto.

Enfim.... De maneira geral, considero que a única solução definitiva para resolver o problema seria elevar o nível da nossa comunidade. O problema é que a Wikipédia lusófona há anos está presa num ciclo vicioso, em que a má qualidade geral do projeto acaba trazendo mais editores de má qualidade, e gente séria não quer nem saber disso aqui. Nos resta investir em iniciativas que buscam aproximar a comunidade acadêmica da Wikipédia e pelo menos tentar algumas pequenas reformas como esta para tentar reverter o quadro. El Descamisado (discussão) 16h12min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A, mas Symbol declined.svg Discordo da B. Não faz sentido tornar a Wikipedia uma experiência de democracia participativa (delegação de poder de decisão) se o seu método primário é o consenso. Acho que tem que ir além: o processo de escolha de artigos bons é ultra burocrático de uma forma sem sentido. Tem que simplificar o processo todo. Se o artigo se encaixa nos pré requisitos, fim, se encaixa. Não precisa ter a participação de 1, 5 ou 5 1/2 editores. Se ninguém é contra, é óbvio que se encaixa. Porantim msg 17h58min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

"Se ninguém é contra, é óbvio que se encaixa." Na verdade, a experiência demonstra que geralmente ninguém é contra porque ninguém lê o artigo. Érico (disc.) 18h00min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Fonte? Porantim msg 18h42min de 10 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Porantim: 1, 2. Érico (disc.) 20h00min de 10 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Muito mais simples do que tentar reinventar a roda é obrigar que os votos a favor sejam justificados. Caso problemas sejam detectados, os votantes favoráveis teriam um prazo para responder ou seus votos seriam anulados. Dai para não virar farra só os tais revisores poderiam de fato anula-los. E sejamos sinceros conosco mesmo: temas de pouco interesse geral só teriam "apoio, cumpre os critérios" no lugar de votos positivos e seriam solenemente ignorados pelos "editores experientes", como já acontece atualmente. O problema maior é a comunidade que temos (e a cultura lusófona num sentido mais amplo), não necessariamente o sistema, que já é burocrático de mais. Pedro H. diz×fiz 19h38min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta A e seria necessário prever em regra o que quem são os usuários experientes habilitados a fechar a discussão. Lechatjaune msg 21h56min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo plenamente com o que o Pedrohoneto disse. O problema maior está na comunidade que temos, não no sistema de eleição dos verbetes. Enfim, obrigar que votos favoráveis também sejam justificados, assim como acontece com os contrários, já ajudaria ao meu ver. Mas também não sou contra a proposta A. Chronus (discussão) 06h47min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a Proposta A, mas Symbol declined.svg Discordo da proposta B apenas serviria para criar mais burocracia e mais um grupo de editores, acho a proposta A bastante pertinente e será essa que apoio. Não apoio a proposta B, pois como dito acima já por alguns editores do que serve existir uma massiva votação a favor da proposta e um "revisor" discordar embora (por exemplo 15 votaram favoravelmente, quem diz 15 diz 7 e um revisor discorda - qual é a motivação que um editor tem ao participar e votar?). Mas também deixo uma Symbol question.svg Pergunta ao proponente da proposta (@Érico:) como seria se existisse um grande maioria 95% é a favor do artigo tornar-se AB/AD, mas pelo facto de 1 discordar ela já não poderá ser eleita. Pergunto o que fazer nesta situação?, pois um editor até poderá não apoiar simplesmente, pois não gosta do tema ou da pessoa/biografada e discorda apenas para não existir consenso, por isso esta questão deverá ser respondida para caso aprovada a proposta não existir um problema deste género, pois acredito que existem editores que possam votar apenas na sua opinião pessoal e não se ele está bem escrito ou não. --Duke of Winterfell (Msg) 15h50min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo parcialmente com a Proposta A. A votação só gera um "efeito manada" porque requere X números de votos para ser promovido, colocando os votos acima da discussão. Por outro lado, e de certo que isto acontece muito mais com os artigos bons do que com os artigos destacados, mas certas candidaturas simplesmente cumprem com os critérios, e não há muito mais que se diga. Este ponto parte do pressuposto que todas as candidaturas necessitam discussão. Aqui, por exemplo, como se procederia a uma "manifestação com justificativa"? O artigo simplesmente cumpre com o que se propõe. O método de consenso dá mais espaço para focar na discussão, quando esta é necessária, e menos na votação. Em relação ao processo, a participação de pessoas para promover uma candidatura não deve ser inferior a, por exemplo, três ou quatro. Se houver uma participação inferior, entra em prorrogação. Tem de se ter em conta todo o tipo de artigos, porque nem todos exigem discussão. Sobre a B: creio que a criação de uma figura separada faria sentido caso o processo fosse alargado para todas as pessoas, e não só os autorrevisores. --BunnyyHop PDD 20h53min de 20 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a Proposta A. Concordo com o Tetraktys, que "seria impossível termos revisores com tal preparo [dominar o tema em pauta] para todas as categorias de temas". De igual modo, concordo com o ponto da WikiFer, que "nem todo verbete precisaria aguardar 3 semanas para ser revisado", e avento a possibilidade de considerarmos uma alternativa ao critério de prazo, introduzindo um número x de participantes como elemento de apreciação para o encerramento de propostas. Alguém como o Yanguas, como activo e experiente neste campo, poderia dizer qual a média de participantes neste tipo de deliberações. Desta forma, onde actualmente consta o prazo em dias/ semanas, acrescenta-se o texto "ou participação de x editores, consoante o que ocorrer primeiro, e ficando claro que as opiniões apontem para um consenso incontestavelmente alargado." [Observação: não li minuciosamente todas as contribuições, por isso é possível que algo parecido já tenha sido sugerido.] Rui Gabriel Correia (discussão) 13h59min de 7 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Discussão sobre prazos para a avaliação[editar código-fonte]

Symbol comment vote.svg Comentário Vejo que a comunidade estaria interessada mesmo em alterar o sistema para consenso, conforme proposta A. Só complemento que o prazo de consenso deve ser por 30 dias, padronizando com o sistema das ELDs e encerrado por um autorrevisor, assim como nossos critérios atuais já determinam, pois o fechamento das EADs deve levar em consideração o que foi debatido em discussão. Propostas com prazo longo desmotiva a comunidade de melhorar e propor novos verbetes; isso ficou bastante comprovado no modelo 3+3, onde a revisão perdeu a sua relevância diante deste período. Se for desta forma, não me oponho. WikiFer msg 16h16min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Não, não deve. 30 dias é pouco. Na verdade, 6 semanas de discussão ainda é pouco. Deveriam ser 60 dias. Para que ter pressa? O resultado está aí, à vista de todos. Érico (disc.) 16h55min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Basta estabelecer um prazo mínimo, e ir prorrogando caso o proponente solicite. Aliás, nem prazo precisava ter; bastava o consenso ser atingido. --Bageense(fala) 17h03min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Eu Symbol support vote.svg Concordo com um prazo mínimo, e a prorrogação só ocorrerá caso o proponente solicite. Não podemos fazer com que as EADs passem por períodos de complexidade. Existem verbetes que não precisam desse excesso de tempo; outros com temas mais controversos e que exigem maior conteúdo, sim. Sabemos bem que o formato 3+3 que prejudicou a participação da comunidade; não podemos é permitir que isso se mantenha. WikiFer msg 17h17min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
WikiFer, com base em que fatos ou dados você baseia sua afirmação de que prazos longos desmotivam a participação da comunidade? Julgo que essa discussão sobre prazos é secundária no momento, mas uma avaliação criteriosa exige tempo. Revistas acadêmicas publicadas em fluxo contínuo, em geral, tem um prazo de avaliação não inferior a oito semanas. El Descamisado (discussão) 17h10min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Sem falar que a falta de participação em determinados artigos é mais do que natural; é até esperada. Cabe aos editores escolherem temas interessantes, de modo a convidar a comunidade a se pronunciar. Eu, por exemplo, tenho zero interesse em participar de EADs sobre músicas ou futebol. E assim por diante... Érico (disc.) 17h12min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
El Descamisado Basta verificar o índice de participação da comunidade em EADs criadas desde abril de 2020, após a implementação da revisão de 3 semanas, que é possível verificar a ausência de usuários. Eu até poderia fazer um levantamento com estas EADs, mas isso levaria algum tempo para ficar pronto e imagino que esse espaço não seria ideal sua inclusão, tendo em vista que aqui o foco principal é alterar para consenso. A sugestão do Bageense de estipular um prazo mínimo, e prorrogação apenas caso o proponente solicitar me parece uma melhor opção pois cada verbete deve ser avaliado separadamente. Tem conteúdos que exigem mais tempo; outros não. WikiFer msg 17h17min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
WikiFer, pois eu poderia argumentar que a participação vem caindo porque cada vez mais as temáticas dos verbetes propostos não despertam o interesse da comunidade, e isso acabou coincidindo com a última mudança aplicada. Me parece uma explicação mais plausível para o fenômeno do que o aumento do prazo de avaliação... El Descamisado (discussão) 17h43min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Discordo da ideia de deixar a prorrogação a cargo do proponente. Isso é um convite ao abuso e desprestigia a revisão por pares. Qualquer participante da discussão pode solicitar a prorrogação. Assim, pode ser mantido o prazo mínimo atual (6 semanas) + a prorrogação. Diminuir, jamais, pois não há que se ter pressa nesta área. Inclusive, se os artigos fossem revisados, teríamos menos ADs e ABs e não mais. De todo modo isso é um assunto secundário. Érico (disc.) 17h20min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Qual resultado produtivo tivemos com o formato 3+3? Esperava-se maior participação da comunidade em revisar os verbetes, mas na verdade só fez afastar a própria comunidade do processo de revisão, estimulando a solicitação durante as 3 semanas de votação. O prazo de 6 semanas de consenso continuará mantendo essa baixa participação e vai forçar o proponente a continuar solicitando usuários para participar das EADs. É evidente que quanto maior o tempo, menor é o número de usuários interessados em participar da discussão. Cada artigo tem seus métodos de avaliação (enquanto um artigo sobre uma cidade populosa exige maior conteúdo abrangente, um verbete sobre uma canção já esteja completa). O prazo mínimo de 30 dias é essencial porque mantém a padronização das ELDs e não cria um ambiente vazio por várias semanas sem novas participações até o seu encerramento. WikiFer msg 17h27min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
É aí que discordamos. EADs não precisam de "alta participação". Não precisam de "7 votos". O ideal é que quem participasse do processo realmente revisasse o conteúdo. Não há problema em manter EADs abertas por semanas... não há pressa. Se pelo menos dois editores experientes lessem todas as EADs aprovadas, já teríamos uma boa evolução. Érico (disc.) 17h31min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Mas eu não me referi aos 7 votos, me refiro a baixa participação no processo de revisão, pois em 3 semanas se a maioria das EADs chegaram a três usuários comentando, foi muito (isto porque trata-se de revisão, não de expor comentários sem este propósito). A questão dos "editores experientes" é algo subjetivo e seria outra questão a ser discutida. WikiFer msg 17h42min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Na minha opinião mesmo que fosse aqui decidido que voltaríamos às 4 semanas mas, desde vez, através de consenso e não de votação, tenho a certeza absoluta que a participação da comunidade continuaria baixa ou diminuiria ainda mais. As seis semanas só levaram à diminuição da participação porque nas primeiras 3 semanas é preciso discutir... ler... apontar melhorias... etc... uma boa parte das pessoas que vejo ali a participar apenas está ali pela gratificação instantânea de votar! Deixar um voto! Sentir que contribuiu para algo bom, quando na realidade só está a fazer cagada. Uma boa parte dos que só votam não têm interesse em participar em consenso.... por isso a participação vai descer. Ao menos assim teremos maior segurança para nos certificarmos que o conteúdo promovido realmente é de qualidade. Se o importante é a qualidade, é natural que haja um período mínimo para que decorra a discussão... a avaliação... o consenso... e para alguns artigos é algo que poderá ser rápido. Mas se for necessário prorrogar, então deve ser prorrogado nem que seja durante mais um mês... O importante aqui é a qualidade. Fazer as coisas à pressa só leva artigos a ser eleitos sem cumprirem os requisitos ou artigos que até podiam cumprir mas atingiram o prazo limite e terão que esperar mais uns meses... Luís Almeida "Tuga1143 17h44min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Bom, então já que a mudança para consenso vai acabar permitindo a participação de apenas usuários interessados em revisar o artigo (ao contrário dos demais usuários que só aparecem para votar), então não veria problema algum em ter um prazo mínimo de 30 dias. Como você mesmo disse, para alguns artigos é algo que poderá ser rápido. Neste caso nem é questão de pressa, mas de participação daqueles que realmente querem a qualidade dos verbetes. Sabemos bem que a prorrogação só deve ocorrer em verbetes que realmente exigem maior observação, como é o caso de temas relacionados a geografia e história, que possui abrangência maior. WikiFer msg 17h59min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@WikiFer sim, mas quantas vezes acontece um artigo cumprir os critérios, chegar a 5 ou 6 votos, e depois não é eleito e é obrigado a passar meses até conseguir chegar lá? Por isso disse atrás que, se houver consenso para a promoção de um artigo que foi apresentado de forma "perfeita", não vejo porque não encerrar a candidatura em 4 semanas. Contudo, reconheço que se for preciso mais tempo (e para muitos artigos é preciso mais tempo), 4 semanas não chegariam e às vezes nem 6 semanas chegam. Daí eu achar que deve haver um limite mínimo de tempo, mas não um máximo (dentro do bom senso claro, não concordo com candidaturas abertas por, imaginemos, 2 anos). Luís Almeida "Tuga1143 19h26min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Tuga1143 É por isso que sou favorável ao tempo mínimo de 30 dias, mas com direito a prorrogação (sem um prazo máximo). Isso resolveria a questão de exigir que artigos de temas mais abrangentes possam ficar mais tempo em aberto, assim como, estabelece um prazo mínimo para que um verbete esteja sob avaliação. Não iria prejudicar o consenso claro das candidaturas e daria mais tempo para que em casos complexos seja mais avaliado. WikiFer msg 19h37min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com o prazo de 30 dias. O que vemos no sistema atual é que o artigo simplesmente fica lá esperando o prazo de comentários passar para que a votação se inicie. Estamos em um projeto colaborativo onde as pessoas não são obrigadas a participar. Assim sendo, acaba havendo essa situação de a pessoa só participar na votação. FábioJr de Souza msg 19h40min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

A princípio eu não teria nada contra ter um prazo antes da votação para comentários que busquem ajustes no artigo. No entanto, temos vários casos onde o artigo fica 21 dias lá na candidatura e não aparece ninguém para comentar. Assim sendo, ficar mais de trinta dias é improdutivo. Veja-se o caso de Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Blame It on Lisa, Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Perfect Dark (jogo eletrônico de 2010), Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Wildest Dreams (canção de Taylor Swift), Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Floriano (encouraçado), Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Leslie Douglas Jackson, Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/John Lerew, etc. Podem até existir alguns com comentários, mas muitos não têm comentário algum antes o período da votação. Assim, não é uma questão de pressa e sim de que o artigo fica vinte um dias na candidatura sem que alguém comente. Só isso.FábioJr de Souza msg 20h00min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Fabiojrsouza, compreendo a sua precoupação, mas esse período existe para quem quiser comentar, apontar um erro, apontar uma melhoria, etc, para que o possa fazer e dar tempo ao proponente de corrigir... há artigos que já são candidatos num estado quase perfeito, noutros casos é porque as pessoas não se dão ao trabalho de ler... mas há que dar a oportunidade de as pessoas avaliarem... Luís Almeida "Tuga1143 11h29min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo totalmente de 30 dias. A pressa não se justifica. Symbol support vote.svg Concordo com um prazo mínimo, mas que não seja inferior a 40 dias, podendo ser prorrogado. Érico (disc.) 19h46min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com um prazo de 30 dias que pode ser prorrogado se necessário, conforme argumentação de WikiFer, Tuga1143 e Fabiojrsouza. Skyshifter disc. 19h48min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com um prazo mínimo se, e apenas se, não houver limite para a prorrogação, mediante obviamente a análise do caso em concreto. O importante é atestar a qualidade, independentemente do tempo que demorar. Quanto mais o usuário trabalhar no artigo antes de o propor como candidato, menos tempo demorará a sua avaliação, é tão simples quanto isso. Agora se o mínimo é 30 dias, 45 dias, ou 60 dias, deixo isso com a comunidade, é-me igual, desde que se possa prorrogar qualquer um quando e se necessário. Luís Almeida "Tuga1143 19h59min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Essa ideia de que o aumento de duas semanas do prazo resultou numa diminuição de participação é totalmente ridícula e infundada. Convém conhecer a situação antes de se chutar palpites:

  1. O que aconteceu desde há um ano para cá, isso sim, foi o aumento significativo do número de candidaturas. Com mais candidaturas e o mesmo número de revisores, é mais do que óbvio que muitas delas irão receber menos atenção, principalmente aquelas de temas menos interessantes.
  2. Nas candidaturas de temas mais interessantes, e consequentemente de maior participação, a implementação da fase de revisão tem sido um sucesso e tem permitido rever de forma eficaz e melhorar substancialmente os artigos, o que significa uma melhora substancial na qualidade média do que passa.

Portanto, Symbol declined.svg Discordo de qualquer diminuição do prazo mínimo atual de 45 dias. JMagalhães (discussão) 22h25min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com um prazo mínimo de 30 dias para alcançar consenso. Os artigos propostos são sempre diferentes, e enquanto um pode precisar de discussão, outro não. Nos que precisam, naturalmente, a discussão poderá se prolongar, mas alongar artificialmente o tempo de discussão não será frutífero. --BunnyyHop PDD 21h22min de 20 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Proposta C[editar código-fonte]

Mesclando as duas proposituras acima (A e B), complemento com uma terceira alternativa, crendo serem tão pertinentes ao ponto de coexistirem de forma harmoniosa e objetiva. Seria da seguinte maneira:

  1. Previamente à candidatura do artigo na WP:EAD, haver uma pré-avaliação do revisor (proposta B) com o objetivo de minimizar ao máximo, possíveis ou notórios problemas nos artigos — erros gramaticais, má formatação, má tradução, etc. — ao final da etapa de destacamento;
  2. Com isso, quando o artigo triado chegar no processo final da avaliação, reduziria as chances de consenso inconclusivo na proposta A;

Objetivo: potencializar o processo qualis.

Gabriel bier fala aew 18h08min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@Gabriel bier: quanto tempo essa triagem duraria? Que garantia teremos de que um revisor irá avaliar o verbete? E se não avaliar, mofará a proposta? Maikê (discussão) 19h52min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Maikê Assim como a proposta original, penso que a ideia de Gabriel é aferir se há apoio para a adoção do instituto. Existindo este apoio, passaríamos a uma segunda etapa do debate, voltada para a formulação das regras dos "revisores". Érico (disc.) 20h01min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Érico: compreendo. Mas ainda não consigo ver de maneira positiva a ideia de um revisor. Fico imaginando a situação onde um revisor poderia utilizar sua função para atrapalhar a candidatura de algum outro, ou simplesmente, não sendo de interesse desse revisor avaliar um artigo pouco relevante para ele(s). E ainda tem o problema da validade dos votos comuns. Sim, a sugestão do Gabriel seria de existir uma triagem, mas barraria nessas duas primeiras questões que mencionei. Maikê (discussão) 20h15min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Maikê: Poderíamos ter uma situação onde você tem os revisores e você tem que pedir a revisão. Mas se, passado um tempo, ele não manifestar você pode propor sem problema. O revisor não pode ser, também, alguém que está ali para derrubar a proposta e sim ajudar na apresentação de uma proposta de qualidade. Somos voluntários aqui. Estamos aqui porque queremos colaborar. FábioJr de Souza msg 20h27min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Fabiojrsouza: certo. Symbol support vote.svg Apoio essa proposta como um "voto" de confiança. Contudo, ainda precisamos discutir o tempo total. Eu, como um propositor ativo, lamento o tempo excessivo das candidaturas. E, se aprovada a proposta, levaria mais tempo para uma decisão final. Talvez possamos discutir a ideia do Bageense de findar com o prazo mínimo, se o consenso for atingido. Maikê (discussão) 20h34min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Eu Symbol support vote.svg Concordo com essa proposta. Não apoio a atuação de um revisor na votação (conforme explicitei acima), mas acho importante que haja um editor que avalie antes o artigo e possa apontar ao proponente os erros eventualmente existentes. Casso a candidatura fosse feita talvez fosse condicionado a um revisor apresentar um parecer que poderia ser uma base (embora não vinculativa) para que os demais votassem.FábioJr de Souza msg 19h43min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Complementando. Eu acho que o ideal sim é que efetivamente haja um grupo de pessoas que possa avaliar o artigo previamente. Isso não seria nada contra o proponente. Pelo contrário. Seria uma ajuda para que o artigo pudesse estar apto a uma candidatura com maiores chances de aprovação. Aliás, é importante ter em mente que mesmo no sistema atual nós não temos um sistema de jogar a responsabilidade no proponente. Todos os que participam podem ajudar a candidatura corrigindo algum erro no artigo. A busca pelo aperfeiçoamento do artigo é coletiva. FábioJr de Souza msg 20h06min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Considero que os verificadores ficarão super carregados e não haverá eficiência. Felipe da Fonseca (discussão) 20h53min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Há a possibilidade de limitar a quantidade de proposituras para destaque, a fim de evitar sobrecarga. Esses detalhes seriam abordados eventualmente, caso a proposta fosse aprovada. Um passo de cada vez... Gabriel bier fala aew 02h29min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo, pois isso adiciona burocracia e trâmites desnecessários para algo que é bem simples, como um consenso. Portanto, fico com a proposta A.

PS: eu até acho uma boa ideia ter revisores, mas para encerrar as discussões apenas. Deixar isso na mão de autorrevisores pode ser uma má ideia por favorecer o coleguismo. Os amigos fechariam favoravelmente as EADs uns dos outros, assim como agora votam nas EADs uns dos outros. --Bageense(fala) 21h01min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Mas a proposta visa o consenso. A diferença é a triagem prévia a este consenso — que por sinal, adiantaria o processo final, já que a parte da correção bruta já teria sido realizada na revisão. Tendo a possibilidade de qualquer necessidade de ajustes no próprio consenso, seriam ajustes mínimos, já "enxugados" — evitando todas aquelas discussões desnecessárias e até pedidos de notificações que já estamos cansados de presenciar. Caso seja aprovado apenas o consenso, a probabilidade de consenso inconclusivo seria maior. Ambas as propostas se complementam: A+B=C. Gabriel bier fala aew 01h20min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Idealmente, é uma proposta é perfeita, mas analisando o contexto atual em que estamos inseridos, ela seria de difícil aplicação. Como comentei acima, a criação da figura do revisor exige que ele não apenas domine as nossas normas e recomendações, mas também tenha conhecimento sobre os temas dos artigos propostos. Como a nossa comunidade é pequena e a qualificação dos editores é em geral muito baixa, será difícil encontrar pelo menos um revisor para dar conta de cada uma das "grandes áreas" temáticas (História, Geografia, Literatura, Biologia, Entretenimento...) e provavelmente esses editores ficarão sobrecarregados... El Descamisado (discussão) 21h09min de 8 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

E quanto aos editores que participam de projetos de História, Biologia, etc. Será que eles não se enquadrariam nesse perfil? Alguns editores se encaixam perfeitamente neste perfil, principalmente os que não se envolvem em políticas administrativas — preferem editar. E isso inclui veteranos. A questão é se eles topariam a proposta. Gabriel bier fala aew 02h14min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo Tanto a proposta B como a proposta C padecem do mesmo problema, que é colocar sobre os ombros de um número muito reduzido de pessoas uma tarefa gigante que devia ser feita pela comunidade. Está-se mesmo a ver o que vai acontecer: ao fim do 3º artigo esse revisor desiste ou perde o interesse. Porquê? Porque parece que às vezes nos esquecemos que isto é um projeto voluntário feito nos intervalos da "vida real". O que motiva as pessoas a contribuir é saber que não há obrigações e poder parar a qualquer momento sem que o projeto entre em colapso. A partir do momento em que se cria um cargo com uma obrigação latente, a pessoa rapidamente entra em burnout. É completamente diferente fazer uma coisa de forma livre e porque assim se escolheu, de fazer uma coisa porque se sente obrigado.
Dito isto, não sou propriamente contra a existência de alguma forma de mediação do processo com editores experientes. O que acho é que essa mediação deve vir no fim do processo e apenas confirmar se o artigo foi efetivamente revisto pela comunidade. Isto é o que acontece na en.wiki, em que existem administradores específicos de EAD cuja função é encerrar as candidaturas apenas e só quando vêm que o conteúdo foi revisto e os eventuais problemas resolvidos. JMagalhães (discussão) 11h20min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Exactamente, daí a ideia que dei, de haver uma secção extra no final da página para esses "experientes" ou "administradores específicos de EAD" darem o aval, a avaliação deles, etc, para quando realmente o artigo cumpre as condições ou depois de se certificarem que os erros apontados foram corrigidos... mas o problema que levantaste mantem-se: mandar esse trabalho para os ombros de um pequeno grupo de voluntários, pois não acredito que houvesse muitos voluntários qualificados para tal tarefa na nossa wiki. Luís Almeida "Tuga1143 11h33min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não. O que estão a propor é que um grupo restrito fique com o ónus de fazer revisões de artigos, uma tarefa muito morosa e que deve ficar nas mãos da comunidade e de quem tenha interesse no tema. O que eu estou a propor é a existência de um grupo para encerrar candidaturas após confirmarem que o artigo foi avaliado e os problemas pertinentes corrigidos. Basta olhar para a discussão. A quantidade de trabalho envolvida não tem nada a ver. JMagalhães (discussão) 12h10min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@JMagalhães Sim, um grupo para encerrar candidaturas após confirmarem que o artigo foi avaliado e os problemas pertinentes corrigidos... Eu não sou contra essa ideia, mas imagina que temos apenas 3 ou 4 voluntários, que vão ter que ler o artigo, analisar as fontes, ler as manifestações dos outros usuários na candidatura, ver os problemas levantados, verificar se os problemas identificados foram corrigidos... o que eu quero dizer é que é um trabalho árduo e que leva tempo, especialmente para um pequeno grupo de usuários que são, no final de contas, voluntários... Luís Almeida "Tuga1143 12h25min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não têm que analisar fontes nem ler o artigo. Isso é tarefa da comunidade. Apenas têm que ler a discussão e perceber se o artigo foi revisto antes de encerrarem. Se a página está em branco é porque o artigo não foi revisto. Se teve avaliações negativas e/ou problemas apontados, mas foram entretanto corrigidos é porque foi revisto e a discussão pode ser encerrada. Se foram apontados problemas pertinentes e nada foi feito é porque não foi revisto. Se só aparecem comentários a dizer "apoio", mas nenhum deles declara que reviu o artigo, é de desconfiar. JMagalhães (discussão) 12h36min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Ah ok, estou a perceber a ideia. Bem, é uma alternativa, melhor do que o sistema actual. Luís Almeida "Tuga1143 13h51min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Bastaria limitar a quantidade de propostas nas EADs, como uma lista de espera. Na época em que houve mudanças nas EADs em 2020, mencionei esta possibilidade em sua PD, no que condizia ao tempo de prorrogação — prevendo que teria de haver tempo para análise e leitura dos artigos propostos. Neste caso, a situação é semelhante. Gabriel bier fala aew 16h12min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Gabriel bier em seguimento a esse raciocínio eu cheguei a pensar numa pré-lista; o Revisor abriria um item dessa lista (uma candidatura de um artigo) e se visse numa rápida leitura diagonal que haviam regras que não estavam a ser cumpridas, pedia ao proponente para arranjar os problemas antes de a candidatura ser devidamente formalizada... muitas vezes faço uma leitura diagonal e vejo que ora falta uma imagem em artigos bons, ora faltam referências em frases, ora há verbetes vermelhos em candidatos a artigo destacado, etc... Luís Almeida "Tuga1143 16h22min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Uma eventual limitação poderia fazer com que a situação ficasse muito pior, ao impedir/atrasar as candidaturas de artigos de muito boa qualidade. E não sei se isso foi em resposta à minha oposição, mas na realidade não resolveria nada do problema que apontei. O problema que apontei não tem nada a ver com o tempo disponível ou com o número de candidaturas. Tem a ver com a vontade. É uma questão de fundo e psicológica. Uma pessoa de livre vontade é capaz de criar 20 artigos destacados por mês. Uma pessoa contrariada e com uma lista de tarefas aborrece-se ao segundo parágrafo. O que está a ser proposto é a criação de um grupo que por definição vai trabalhar contrariado. Porquê? Porque vai ser obrigado a rever artigos sobre temas que não gosta, que não se interessa ou que não tem competência. É irrelevante se são 2 ou 200. Qualquer proposta que não seja baseada na livre escolha e seleção natural está condenada a ser um desastre. JMagalhães (discussão) 16h29min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
O que você alega é baseada numa obrigatoriedade de um estatuto como sysop ou eliminador — no qual não vejo ninguém queixando-se do trabalho que dá em ambos os "cargos". O compromisso de revisor é semelhante a de um administrador ou eliminador — com a diferença de não ser um estatuto propriamente dito. Agora, quando se levanta a hipótese de termos um revisor querem fazer corpo mole, por questão de vontade? O que tira a "vontade" é justamente ver artigo "nascido ontem" sendo destaque na mesma proporção que um artigo que levou meses ou anos pra ser estruturado e adequado. Gabriel bier fala aew 21h13min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Tuga: é uma possibilidade sim, cabendo avaliarmos isso mais adiante caso a proposta seja aceita pela comunidade. Gabriel bier fala aew 21h18min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
acho que seria interessante, antes de levar essa ideia adiante, ver quantos aqui se prontificam a ser revisores, e avaliar se o grupo de voluntários seria capaz de lidar com o volume de trabalho. fácil é trabalhar sobre teorias, mas na prática a coisa geralmente muda.Tetraktys (discussão) 01h04min de 10 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário: pelo que eu visualizei até agora, os problemas apontados sobre os "revisores", seriam o peso que ficariam neles. Por isso, e se qualquer pessoa com permissões de autopatrulhamento possa fazer a revisão (que seria uma predefinição, com cada critério listado, a qual a pessoa preencheria com um sim ou não, e com justificações)? Poderíamos mesclar, haveria uma revisão antes do período de discussão acontecer, após isso começaria a discussão, que não teria prazo máximo, mas mínimo, quando houvesse consenso haveria uma seção com o nome "conclusão do consenso" igual nas ECs, e quem estivesse envolvido na discussão não poderia fechar. — EduardoFP7(msg) 19h08min de 9 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@Érico:. Achei interessante a proposta A, e vi algumas pessoas concordando com essa propostas. Mas qual seria o número mínimo de participantes? 7 pessoas, como no de votação? Não creio que haverá uma participação forte das pessoas a mesma frequência das votações. Na fase da discussão, quase ninguém participa. E a fase de discussão continuaria em vigor? Ou seria desnecessário, já que para se atingir o consenso, existe uma discussão. --A.WagnerC (discussão) 19h11min de 11 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@Gabriel bier: quem seria o revisor? Deverá ser criado um novo estatuto ou os autorrevisores farão esse papel? --A.WagnerC (discussão) 19h13min de 11 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@A.WagnerC: talvez ache interessante essa ideia a qual estou elaborando: Usuário:EduardoFP7/Novo método de escolha do conteúdo destacadoEduardoFP7(msg) 03h28min de 12 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo da proposta, com as mesmas justificativas acima dadas, não concordo com a criação de um grupo de "revisores" e ao colocar uma proposta juntando as propostas A e B tenho de discordar. --Duke of Winterfell (Msg) 15h52min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Proposta D[editar código-fonte]

Explicação da proposta:

Flat UI - clipboard.png

Caríssimos, venho através dessa proposta oferecer um novo método de escolha do conteúdo destacado, como visto que o consenso é uma ótima opção, tive a ideia de fazer uma mesclagem entre consenso + revisão, apesar de citado pelos colegas anteriores, esse sistema não criaria nenhum grupo de usuários novo. A listagem como seu nome diz, listaria todos os critérios que o artigo cumpriria, cada critério atingido ou não seria colocado um símbolo, ela poderia ser feita por qualquer autorrevisor, desde que tivesse lido o artigo e soubesse os critérios para determinado conteúdo destacado.

A ideia principal é que a revisão seja como um grande filtro, porque ela seria realizada antes da candidatura iniciar, se o verbete não cumprisse muitos critérios e tivesse razões graves, a candidatura seria cancelada antes mesmo de iniciar. Além disso, ela seria ótima para o desenvolvimento do artigo no período de discussão, que seria de 42 dias ao todo. A listagem teria que ser usada como critério de avaliação no consenso (sendo iniciado após a listagem), quando o consenso e o tempo de discussão tivesse atingido (pode ser prorrogado por 10 dias), haveria a conclusão do consenso, a qual só pessoas que não tivessem se envolvido na discussão poderiam fechar.

Pontos principais da proposta:

  • Antes da candidatura iniciar, haveria uma revisão e após a revisão começaria o período de discussão.
  • Durante o período de discussão de 42 dias, não seria votação, mas consenso tendo como base a revisão e os critérios.
  • Caso houvesse consenso, alguém que não estivesse envolvido na discussão preencheria "Conclusão do consenso" e fecharia a candidatura, se não houvesse, poderia ser prorrogada por mais 10 dias, e se não tivesse, o artigo não seria eleito.

Abaixo segue hiperligações de como seria a revisão, o que ela é, e um novo modelo de candidatura. Obrigado por seu tempo.



EduardoFP7(msg) 00h45min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol question.svg Pergunta Qual é que é exatamente a diferença para a proposta A? A obrigatoriedade de alguém rever o artigo antes de poder ser proposto? JMagalhães (discussão) 08h39min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@JMagalhães: a única diferença seria o processo de listagem, a qual não teria vínculo com a criação de nenhum novo grupo de usuários. Citação: obrigatoriedade de alguém rever o artigo antes de poder ser proposto, exatamente isso, acredito que seria um procedimento que ajudaria bastante o consenso e desenvolvimento do artigo, ou filtragem de candidaturas problemáticas. — EduardoFP7(msg) 11h49min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Mas o objetivo do período de discussão não é precisamente rever os artigos e filtrar o que é classificado como AB/AD? JMagalhães (discussão) 13h34min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Teoricamente sim, mas na prática isso não acontece como deveria, pessoas que revisam o artigo só chegam perto do fim, acontecendo uma reviravolta, mesmo assim há artigos errôneos que passam, caso muitos critérios não fossem atingidos na listagem, a candidatura seria interrompida. Caso a listagem não seja aprovada, mesmo assim sua predefinição será útil. — EduardoFP7(msg) 13h42min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não percebi. De que forma é que passar a revisão para um período anterior à candidatura resolveria esse problema? E o período de revisão passaria a servir para quê? JMagalhães (discussão) 13h47min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
O período de discussão (só haveria um período, se acha que é muito tempo, podemos diminuir) serviria para corrigir os erros apontados, melhorar seu desenvolvimento e ter consenso para a promoção do artigo. — EduardoFP7(msg) 13h57min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não percebi. Toda a candidatura é um "período de discussão". Você está a propor um segundo período para fazer exatamente a mesma coisa?? JMagalhães (discussão) 14h00min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não estou propondo um segundo período, a listagem dos critérios seria feita por um usuário antes da discussão iniciar e imediatamente o consenso começaria, caso a candidatura não fosse interrompida. — EduardoFP7(msg) 14h26min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Citação: EduardoFP7 escreveu: «Antes da candidatura iniciar, haveria uma revisão e após a revisão começaria o período de discussão A proposta D aparenta ser boa, mas se as candidaturas devem passar por um parecer antes de iniciar o prazo de 42 dias (o dobro do prazo atual de 21 dias de revisão antes de votar), qual é o sentido de termos tanto tempo para avaliar os verbetes? Se não existe nada que impeça a candidatura (como é o caso de uma tal revisão), não faria sentido algum esse longo tempo. Ademais, os próprios critérios atuais de AD já determinam a interrupção imediata de uma candidatura quando falta conteúdo abrangente e verificabilidade. Eu até apoiaria a sua proposta se o prazo de discussão não fosse tão longo diante de um parecer que validaria tais candidaturas. WikiFer msg 13h52min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Qual seria o prazo ideal para você? — EduardoFP7(msg) 13h54min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Prazo de 30 dias, adequando o modelo atual das ELDs que é por consenso. WikiFer msg 14h00min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol question.svg Pergunta Se no início esta proposta estava confusa, cada vez vai ficando mais. Vamos tentar com um exemplo prático. Imaginemos que acabei agora mesmo de escrever um artigo e o quero candidatar. Se esta proposta fosse implementada, o que aconteceria? JMagalhães (discussão) 16h51min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

  1. Você faria o procedimento de abertura igual é hoje clicando no botão, após isso, salve a página.
  2. Depois disso, a candidatura ficaria esperando alguém fazer a revisão.
  3. Quando fosse feita, o período de discussão seria iniciado.
  4. A discussão percorreria por 30 ou 42 dias, e poderia ser prorrogada caso não houvesse consenso.
  5. Após isso, na seção conclusão do consenso, alguém fazeria um relatório do que aconteceu e promoveria ou não o artigo. — EduardoFP7(msg) 17h01min de 13 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não estou a perceber qual a diferença para a proposta A. Ou melhor, eu percebo, mas a diferença baseia-se num equívoco da sua parte. O prazo de 42 dias é atualmente o prazo mínimo. Atualmente a candidatura só passa à fase de votação no momento em que o proponente decide, depois de decorrido o prazo mínimo. Sendo aprovada a proposta A, o prazo mínimo de 42 dias mantém-se. A candidatura só é encerrada após esse prazo e quando foi feita uma revisão e existe consenso pela promoção. De qualquer forma, chamo o Érico para clarificar este ponto. JMagalhães (discussão) 09h39min de 14 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@JMagalhães: Entendo que as propostas A e B eram gerais e portanto necessitavam de regulamentação. Neste sentido, vejo que a proposta D busca disciplinar a transição da votação para o consenso. É um modelo a ser pensado - particularmente, gostei deste modelo de avaliação. Érico (disc.) 01h14min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não estou a perceber quem seria este "avaliador" nem em que é que isto disciplinaria o que quer que seja. O propósito do período de discussão é rever e avaliar os artigos. Essa revisão pode ser feita por qualquer editor. Aliás, quanto mais editores a rever, melhor. Qual é exatamente a lógica de introduzir um "pré-revisor" e de passar uma tarefa coletiva para as mãos de uma única pessoa? E depois de "revisto" por essa única pessoa, o período de 42 dias de discussão serve para quê mesmo? Desculpe, não vejo o mínimo de lógica aqui. JMagalhães (discussão) 01h28min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Sim, pelo modo como as propostas foram recebidas pela comunidade, a avaliação poderia ser feita por qualquer um. No entanto, seria de bom tom recomendar o uso desse modelo, que também vi na enwiki. Érico (disc.) 01h37min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Também não vejo muita diferença desta proposta para a lançada pelo Érico (A). A ideia em si é boa, mas é possível enxergar alguns entraves que, na minha opinião, já tornariam o processo de destacamento de artigos demasiadamente longo. E oneroso. Por exemplo, no passo a passo feito por você, em sua proposta, você listou os itens 2 e 3 (2 - Depois disso (procedimento de abertura), a candidatura ficaria esperando alguém fazer a revisão; 3 - Quando fosse feita, o período de discussão seria iniciado) que, ao meu ver, nos torna dependentes da boa vontade de alguém revisá-lo, sem que haja um prazo específico para isso. Ficar aguardando a boa vontade de alguém revisar um artigo para somente depois iniciar o período de discussão - que já é de 42 dias - torna o processo lento demais. É sabido que uma boa revisão demanda tempo, mas da forma como a proposta foi posta, não teremos nenhuma segurança quanto a ocorrência desta revisão em um tempo hábil. Luiz F. Fritz (discussão) 23h23min de 16 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Parabéns pela iniciativa. Concordo com a ideia aventada nesta proposta. Eu acrescentaria uma lista de critérios/ quisitos que cada editor tem de preencher. Isto serviria para melhor blindar os processos de avaliação contra análises superficiais. Talvez a introdução de uma tabela de critérios (infra vide modelo deveras naïf, meramente a título ilustrativo). Agradeço ao colega El Descamisado por chamar a minha atenção para esta discussão.
Critério Pontuação Observações (caso existam)
Ortografia __/10 De finibus bonorum et malorum
Redacção __/10 De finibus bonorum et malorum
Aprazibilidade da leitura (grau de) __/10 Lorem ipsum dolor sit amet
Cativação da informação (grau de) __/10 Lorem ipsum dolor sit amet
Rui Gabriel Correia (discussão) 11h07min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Rui Gabriel Correia: caríssimo, essa listagem já existe; Predefinição:Listagem EAD. — EduardoFP7(msg) 13h28min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Colega EduardoFP7, a tabela que estou a sugerir é para preenchimento no acto de avaliação. Especialmene a atribuição de um valor __/10 dificultaria qualquer acto de riblagem do sistema, pois ao atribuir um 3 ou 7 ou 10, o editor compromete-se ao dar a entender que analisou o artigo rigorasamente de forma a chegar à conclusão de que o valor condiz com a qualidade do quisito. Rui Gabriel Correia (discussão) 08h22min de 24 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Proposta E[editar código-fonte]

Congratulo os colegas pela iniciativa de discutir novos critérios para a votação de artigos destacados. Tenho pouca experiência no assunto, mas considero um avanço uma política que envolva um check-list, conforme sugerido pelo @EduardoFP7:. A minha proposta seria apenas que a conferência das normas presentes nesse documento como essenciais sejam feitas pelo proponente do artigo. Nesse caso, seria criado um formulário baseado nas políticas de destaque e disponibilizado para preenchimento dos proponentes. Ele deveria estar com todos os campos 100% cumpridos no ato da candidatura, mas podendo ser preenchido aos poucos conforme o avanço dos ajustes para a abertura do pedido de destaque. Detalhando melhor os passos:

  1. Preenchimento de 100% dos critérios para artigos de destaque indicados no formulário sob pena de informações erradas invalidarem a candidatura.
  2. Proposta de candidatura fundamentada aberta e inclusão do formulário preenchido na página da candidatura para que todos os interessados possam verificar o preenchimento dele no período de 45 dias e sugerir alterações relevantes, mas que não são critérios mínimos para destaque.
  3. Votação por 45 dias, com invalidação de votos não justificados (apenas assinatura do usuário).

Espero que essa proposta possa ajudar a manter a discussão e chegarmos a uma nova proposta para eleição de artigos destacados, que resolvam (ou minimizem) os problemas atuais colocados em relação à qualidade do conteúdo. Flávia Varella (discussão) 18h19min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Eu em parte concordo com a @Flávia Varella. Acho que não faria mal nenhum haver uma espécie de check-list como temos em Wikipédia:Sabia que/Propostas ou como existe na wiki anglófona. Assim artigos que, por exemplo, têm falta de fontes/referências, nem valeria a pena candidatar-se sem cumprirem esse ponto da check-list... mas não sei, a ideia tem pernas para andar, mas acho que é preciso discutir mais detalhes. Luís Almeida "Tuga1143 19h25min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol oppose vote.svg Não apoio A checklist para o proponente parece totalmente desnecessária. Nenhum proponente vai preencher algum critério como "não cumpre esse". Por isso, quem tinha que fazer essa checklist era os revisores, os leitores. Hoje, todos candidatam o artigo porque acreditam que ele cumpre os critérios. Se não cumpre, terão votos contrários embasados ou, se for mais grave, o cancelamento imediato. Ou seja, daria na mesma... Além disso, convém mudar "com invalidação dos apoios de candidatura não justificados" para "com invalidação de votos não justificados", já que não apoios também devem ser justificados, não só os apoios. Skyshifter disc. 19h33min de 18 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Concordo contigo, Skyshifter, que "Nenhum proponente vai preencher algum critério como 'não cumpre esse'". Na verdade a ideia é usar um check-list mesmo. Então, só tem a opção de marcar que cumpre. Essa é uma forma de garantir de forma simples e transparente que a pessoa compreende todos os critérios para abrir uma proposta, fazendo com que a revisão por qualquer interessado seja mais rápida e fácil. O famoso cara-crachá. Obrigada pela sugestão de nova redação no item 3, que alterei. Flávia Varella (discussão) 01h37min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Acho a ideia de checklist bem interessante, mas creio que isso implicaria necessariamente a avaliação de um terceiro, pois é muito difícil que o próprio proponente reconheça que o artigo que propôs não cumpre com algum critério. O que poderia ser feito é um sistema de triagem simples, onde um autorrevisor leria o verbete e identificaria, através da checklist, se ele cumpre os critérios ou não. Se o verbete não cumpre os critérios básicos, ele é "reprovado" na triagem e deve passar por mudanças antes de ser proposto novamente. Se o verbete passa na triagem, abre-se um período de discussão para acertar os pormenores. El Descamisado (discussão) 17h48min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

@El Descamisado: eu propus isso, mas parece que errei na explicação. — EduardoFP7(msg) 17h53min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
EduardoFP7, pelo o que eu entendi você propôs um processo de revisão antes de uma avaliação geral da comunidade. Entendo que um processo de revisão é muito mais trabalhoso do que uma triagem simples, pois exige uma leitura atenta e se espera que o revisor aponte cada um dos problemas encontrados em sua leitura. Em uma triagem simples, eu posso simplesmente ler o verbete e identificar se está bem redigido e abrangente, se a tradução está aceitável, se está referenciado, se as imagens são pertinentes etc. É uma diferença sutil, mas bastante significativa. El Descamisado (discussão) 18h13min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não julgo que o processo que propus seja mais trabalhoso, quem leu certamente saberá apontar se cumpriu ou não cada critério, entretanto mesmo que seja negada, como apontado pelo Érico, a predefinição será útil durante o período de discussão para quem queira fazer. — EduardoFP7(msg) 18h22min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
EduardoFP7, eu não tinha visto a predefinição antes. De fato, ela pode ser um modelo útil para a triagem. Penso também que o proponente deveria deixar claro se o texto é uma tradução ou se é original, pois isso influencia diretamente no processo de avaliação. Um verbete traduzido já está "pronto" e passou por um processo de revisão e avaliação em sua versão original, e tendemos a avaliar se a tradução está boa ou não. E uma má tradução é fácil de identificar, nem é preciso ler o artigo inteiro muitas vezes. El Descamisado (discussão) 19h21min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Aquilo que as propostas D e E me parecem estar a propor é um processo semelhante à nomeação de good articles da wikipédia inglesa (para quem não sabe, na en.wiki, os processos de escolha de artigos bons e artigos destacados são bastante diferentes). Vou fazer um resumo das regras para candidatar um artigo a artigo bom: começa-se por colocar o artigo numa lista à espera de um revisor que se interesse por rever aquele artigo (essa espera pode demorar de horas a meses). Quando um revisor "apadrinha" o artigo começa o processo de revisão. A revisão acaba quando o revisor considera que o artigo está apto (ou não) e é o revisor que decide se é ou não promovido. Obviamente que dito assim de forma resumida parece muito simplório. As regras completas estão aqui. Estão também disponíveis instruções detalhadas e uma série de templates auxiliares.

A ideia da "check-list" das propostas D e E aparenta ser inspirada nesses templates. No entanto, há que ter em atenção que esses templates são opcionais e apenas servem para ajudar os revisores mais novatos a organizar a discussão. Há também que ter em atenção que os templates são uma pequena parte de um processo mais vasto e que não são uma solução em si mesmo. JMagalhães (discussão) 23h32min de 19 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Consenso[editar código-fonte]

@Érico, Fabiojrsouza, Maikê, Juan90264, DarwIn, Tetraktys, WikiFer, Felipe da Fonseca, El Descamisado, Bageense, Tuga1143, DarkWerewolf, BigLordFlash, Porantim, PedroH, Lechatjaune, Chronus, Duke of Winterfell, BunnyyHop, JMagalhães, Gabriel bier, EduardoFP7 e Rui Gabriel Correia: como a proposta já está aberta há quase um mês, e não são feitos novos comentários há mais de uma semana, acredito que é possível fechá-la. Segundo meu entendimento, há um consenso nítido a favor da aprovação da proposta A. As propostas B, C, D e E tiveram muitas discordâncias e claramente não houve consenso pela aprovação delas. A comunidade também parece estar dividida quanto à redução do período de candidatura para 30 dias. Repetindo os pontos da proposta A, para ficar bem claro...

  • Restabelecer o método de consenso puro e simples;
  • Manifestações sem justificativas seriam ignoradas totalmente e até removidas para não contaminar a discussão (com o "efeito manada");
  • Após o decurso do prazo, um editor experiente encerará a proposta, pronunciando o resultado com base nas manifestações pertinentes;
  • O encerramento da proposta deverá atestar o cumprimento de todos os critérios pertinentes a ADs e ABs.

Além disso, será mantido o período de 45 dias. Peço que comentem aqui se acham que essa é a maneira correta de se encerrar a proposta.

No entanto, acredito que há uma questão que ainda deveria ser discutida, que é o número mínimo de participantes — deverá ser 7 mesmo com consenso? Essa questão foi praticamente ignorada, mas é importante. Na minha opinião, um número tão alto como esse não faz tanto sentido em um consenso. No momento estamos com diversas candidaturas com pouquíssimos votos, algumas com 0 prestes a encerrar, outras já prorrogadas com menos de 5 votos, e com consenso não vejo porque isso seria diferente. Eu citei isso no meu comentário: Citação: qual será a participação mínima para atingir o consenso? Não pode ser 7, e 1 (como em ELDs, EPDs e ETDs) parece pouco para EADs, que tem mais participação. Eu iria sugerir três. O Tuga também fez questões importantes que não foram discutidas. Citando-o:

  • Se o artigo for apenas candidato a bom e houver consenso para ele ser destacado, será possível?
  • O quão forte precisa de ser esse consenso?
  • Qual será a participação mínima de usuários para que haja consenso?
  • Se não houver consenso, quanto tempo terá o artigo de esperar até poder ser candidato novamente?
  • Findo o prazo de discussão, haverá tempo limite para que um usuário experiente encerre, ou poderá a candidatura ficar ali em águas de bacalhau por tempo indeterminado?

Portanto, entendo que a proposta A está aprovada, mas alguns pontos sobre ela ainda devem ser discutidos. Skyshifter disc. 20h38min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário - @Skyshifter, por mim podemos avançar para uma discussão em que se discuta pormenorizadamente a modalidade do consenso e as suas regras. Para mim, já é um avanço muito bom em comparação com o actual sistema. Luís Almeida "Tuga1143 23h19min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Symbol comment vote.svg Comentário: Em relação à terceira, quarta, e quinta questões: creio que o melhor seria uma participação mínima de cinco três pessoas (incluindo o proponente, conforme o DarkWerewolf) para haver consenso, e um prazo máximo indeterminado. Se acaba o prazo de discussão sem haver consenso, a candidatura permanecerá aberta até haver, e, quando alcançado, a candidatura será fechada por uma pessoa experiente (da mesma forma que acontece atualmente). Como sabemos, há candidaturas que atraem mais atenção, e outras menos, pelo que umas necessitarão de mais tempo até alcançá-lo do que outras. A falta de interesse não deve ser um fator decisivo na escolha de artigos promovidos. Os melhores trabalhos continuarão a ser os melhores trabalhos, e não é a baixa participação que irá mudar isso, pelo que não creio que faça sentido que se coloque esse limite, e porque também não consigo encontrar nenhuma vantagem. Em relação ao prazo mínimo após ser rejeitada, creio que deva ser intermédio (para prevenir abusos), como três semanas, e que só se volte a recandidatar quando se corrigir os problemas apontados pelo consenso. Ao contrário do que acontece agora, onde muitas candidaturas são rejeitadas pelo limite de tempo, caso se escolha eliminá-lo, quando uma candidatura for rejeitada, é porque houve consenso para isso, e é algo que o proponente pode retificar. --BunnyyHop PDD 23h27min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Symbol question.svg Pergunta Citação: Após o decurso do prazo, um editor experiente encerará a proposta, pronunciando o resultado com base nas manifestações pertinentes O que é um editor experiente? De resto o consenso é mesmo uma excelente opção, num sistema semelhante às eliminações por cosenso, falta discutir as suas regras. Dux Æ 23h32min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Creio que se refira aos autorrevisores, mesmo. Skyshifter disc. 23h35min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Ah ok pensei que queriam flexibilizar a regra atual, foi por uma proposta minha que a comunidade definiu que o encerramento de EADs ficava reservado a autorrrevisores (antes era só a abertura é que estava reservada). Sendo assim nada a dizer. Dux Æ 23h39min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Symbol comment vote.svg Comentário É bom lembrar que diferente de voto, o consenso pede o peso da argumentação mais que a quantidade, por isso um pormenor de três tal como sugerido pelo Tuga1143 é satisfatório. Porque digo isso? Porque o três é realmente a representação de peso e contrapeso entre os editores que desejam preparar o artigo para exposição baseada na linha: Argumento (Apoio)>réplica (Não Apoio/Neutro/Apoio)>tréplica(Não apoio/neutro/apoio). Eu vejo que se deve considerar-se consenso se pelo menos três editores, incluindo o propositor, com argumentação favorável ou / e que refute adequadamente qualquer contrassenso estabelecido, visto que neste caso, tudo se corresponde a qualidade do verbete, fontes, ortográfia, VLP, etc. Do contrário, não há consenso e o artigo é reprovado para AB/AD. Cinco eu acho excessivo, pois demanda muito voluntariado e cria impasse em caso de contraposição que não consiga ser resolvida, além de parecer privilegiar "quantidade de apoio" do que "qualidade da argumentação".--Wolf pois não? 23h33min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Riscar ou apagar opiniões não, o máximo seria assinalar por baixo com X as opiniões mal fundamentadas, sendo que a decisão final sobre a boa ou má fundamentação será do editor que encerrar a EAD. Também me parece 3 um quórum suficiente (é o mesmo das PEs). Dux Æ 23h37min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Bom, isso foi o que foi escrito pelo Érico. Na minha opinião, votos completamente em branco, estilo VOTO, poderiam ser removidos, mas em outros casos, com votos subjetivos por exemplo (a favor ou contra), pode-se comentar em baixo explicando porque aquele voto deveria ser desconsiderado pelo fechador da proposta, conforme os critérios. Tipo uma PE mesmo... Skyshifter disc. 23h44min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Vejo que uma das indagações feitas pelo @Skyshifter: gira em torno da possibilidade de o artigo ser considerado destacado, quando o consenso for neste sentido e a proposta for para bom. Penso eu que a conclusão deve ser vinculada ao pedido formulado pelo proponente. Ou seja, se a proposta inicial for para bom, deve-se seguir esta linha de atuação ao momento da conclusão. Agora, também penso que deve ser permitido ao proponente que faça uma emenda à sua proposta, depois de apresentada, caso se veja a ocorrência de consenso para destacado e a indicação for para bom, se assim for de seu interesse. Luiz F. Fritz (discussão) 01h34min de 4 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Concordo e estou satisfeito com o consenso. Só acho que falta reduzir o prazo de candidatura. Ou ainda transformá-lo em indefinido, pois um consenso não tem data para terminar. Acho que já aludi a essa ideia num comentário anterior. Consenso também não exige participação mínima. --Bageense(fala) 02h18min de 4 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@Bageense talvez seja interessante estabelecer um prazo mínimo, assim não haverá limite de término até que o consenso seja atingido. — EduardoFP7(msg) 18h44min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
@EduardoFP7: Me expressei mal... eu quis dizer que era possível não só diminuir, como também abolir o prazo mínimo. O consenso será obtido, segundo minha ideia, da mesma forma como em qualquer outra parte da Wiki. Sem prazo mínimo nem participação mínima. --Bageense(fala) 04h06min de 7 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Ainda falta muita coisa para ser debatido ainda, não podemos esquecer que estaremos mudando o sistema atual de votação para consenso. O prazo mínimo é algo que foi discutido no início desta discussão e alguns usuários deram parecer favorável pelo tempo mínimo de 30 dias; sendo algo que precisa ser levado em conta. Já a participação da comunidade nas EADs não deve ser definida por quem participou, não por um número mágico de quem deve participar. Nas ELDs, não há uma exigência mínima de usuários para validar o resultado final da candidatura; penso que nas EADs seria o mesmo. WikiFer msg 04h41min de 4 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Entendo que as propostas D e E fornecem alguns pontos interessantes para "regulamentar" a proposta A, que teve uma maior aceitação. Por ora, apenas registro minha total oposição à diminuição do prazo de avaliação para 30 dias. Uma avaliação criteriosa leva tempo e não existe nada que justifique essa sanha em reduzir os prazos. No mais, essa discussão sobre a "regulamentação" da proposta A deveria seguir em outro tópico, pois esse já está demasiadamente poluído. El Descamisado (discussão) 20h01min de 5 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

El Descamisado Existe uma confusão enorme quando um artigo é nomeado para destaque no que diz respeito ao prazo. Uma página só deve ser nomeada quando o trabalho estiver todo pronto, e não quando ainda estiver em prazo de reformulação. O próprio WP:AD? é claro quando determina interrupção imediata da votação quando o conteúdo não é abrangente ou por falta de verificabilidade. Portanto, o tempo mínimo não precisa ser longo para avaliação, tendo em vista que o conteúdo já deve estar completo antes da nomeação, não durante a candidatura. O tempo mínimo de 30 dias só padroniza o que já ocorre nas ELDs. Por fim, reescrevo as palavras de BunnyyHop, que é favorável a este prazo mínimo, quanto a maneira como os artigos nomeados são observados em relação ao prazo de avaliação: Citação: BunnyyHop escreveu: «Os artigos propostos são sempre diferentes, e enquanto um pode precisar de discussão, outro não. Nos que precisam, naturalmente, a discussão poderá se prolongar, mas alongar artificialmente o tempo de discussão não será frutífero». WikiFer msg 00h19min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
WikiFer, no caso quem fez a confusão parece ter sido você. Eu estou falando que uma avaliação criteriosa leva tempo e você veio falar em um período de reformulação que sequer mencionei aqui. Não entendi... Citação: WikiFer escreveu: «O tempo mínimo de 30 dias só padroniza o que já ocorre nas ELDs» - Me parece um pouco óbvio que avaliar uma lista é uma tarefa muito mais simples do que avaliar um artigo, assim, essa comparação me soa descabida. No mais, até concordo que alguns artigos podem demandar menos tempo de avaliação, mas não consigo entender essa pressa em concluir a avaliação tão logo quanto possível. Mas enfim, não creio que será frutífero discutir essa questão aqui e agora. Como falei acima, um novo tópico deve ser aberto para discutirmos com maior profundidade a "regulamentação" da proposta A, incluindo coisas como: prazos de avaliação, número mínimo de participantes, adoção ou não de um check-list, etc. El Descamisado (discussão) 00h33min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
El Descamisado A avaliação criteriosa não exige muito tempo, apenas faz análise para que o proponente faça ajustes pontuais. A questão é que muitos utilizam o tempo disponível para propor reformulações, isso até chega a ocorrer, mas isso até prejudica a participação da comunidade nas EADs por não se sentirem seguros em votar naquela EAD (por isso muitas estão a moscas atualmente). E o prazo de 30 dias é o tempo mínimo necessário para sabermos se houve participação e avaliação suficiente para dar parecer final. Existem casos de verbetes sobre temas de história, geografia, biologia, temas mais complexos que pode exigir mais tempo para análise. No entanto, há outros temas que não vai exigir tanto tempo. Quanto as demais discussões, aos poucos chegaremos lá. Não se esqueça que WP:AD? e WP:AB? teria que ser revogado ou reformulado, pois o texto prevê interrupção imediata em votação e o novo sistema altera para consenso, invalidando todo o texto. WikiFer msg 01h02min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Nova regra para o uso das PUs

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção. Segue-se um resumo das conclusões obtidas nesta discussão. 'Proposta Symbol unrelated.svg ' Reprovada pela comunidade, que se manifestou. O último comentário foi feito dia 27 de agosto à mais de 10 dias. Todos os editores foram contrários a esta proposta.


Já aconteceu muitas vezes de eu abrir a PU de algum editor e encontrar apenas uma página vazia ou com um texto mínimo e insuficiente. Isso não é um problema grave, mas é um tanto chato, e faz com que muitos editores percam tempo. Portanto, proponho que se acrescente um novo item a WP:PNP:

[A página de usuário] não pode ser usada ...
  • [...]
  • ... exclusivamente para azular o nome de usuário. Páginas em branco ou com conteúdo que não trazem informações relevantes (como "olá", "sou um editor da Wikipédia") serão apagadas

--Bageense(fala) 06h37min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Discussão[editar código-fonte]

Symbol oppose vote.svg Contra Ser « um tanto chato » ou algum editor estar perdendo tempo (?) não é motivo suficiente (na minha opinião) para eliminar uma página que pode até ter pouco conteúdo mas que não está ofendendo ninguém. As pessoas não devem ser obrigadas a criar páginas de usuário com muito conteúdo. Se alguma página frustrou a expectativa de alguém, paciência. FábioJr de Souza msg 12h07min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol oppose vote.svg Não apoio Perda de tempo foi criar essa proposta. Skyshifter disc. 12h18min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol oppose vote.svg Não apoio Não vejo problemas. Algumas vezes a PU é a primeira página que o usuário edita e, na maioria das vezes, é obrigado a passar por todo aquele transtorno por ter feito uma página imprópria. Criar uma limitação dessas acarretaria ainda mais transtornos com editores novatos, prejudicaria ainda mais a nossa receptividade e, em última instância, diminuiria a quantidade de novos contribuidores. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 14h30min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo Desculpe, amigo, mas aí quer exigir demais. Um olá, na minha opinião, nem é (ou nem deveria ser) uma PU imprópria. Imagine uma pessoa tímida, que ainda está aprendendo a editar na Wikipedia, aí cria uma PU simplesinha, mas de repente é surpreendido com aquela mensagem chata de ER por U1, já vai deixar o novato traumatizado logo de início. Sinceramente, não traz nenhum malefício a Wikipedia um "Olá" na PU. --A.WagnerC (discussão) 20h56min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo existem outras coisas que poderiam ser incluídas em WP:PNP, como mesclar atividades da Wikipedia com um longo currículo pessoal, mas não se pode eliminar porque o editor faz uso para indicar seus trabalhos na Wiki. Mas só o que o editor Bageense alega, não faz sentido. Lentoster (discussão) 21h02min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol oppose vote.svg Contra concordo com o que disseram, não é impróprio só um olá ou coisa do tipo, que deixa realmente a pessoa traumatizada de início, dentre outras várias coisas ditas aqui. Ksoew (discussão) 05h13min de 28 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]


A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


MassMessage - Pedidos de aprovação para eliminador

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção. Segue-se um resumo das conclusões obtidas nesta discussão. 'Proposta 'Aprovada unanimemente pela comunidade. Uma nova lista será criada para a existência de um MassMensage para avisar os editores interessados de um pedido de aprovação para o estatuto de eliminador.


Boas caros editores.
Gostaria de apresentar uma proposta para a criação de um MassMessage para os pedidos de aprovação de eliminador (como já existe para administrador, burocrata, verificador). Como a comunidade sabe os pedidos de aprovação para conseguir a flag de eliminador são na base do consenso e como tal os editores deverão comentar com base nas políticas, e desse modo é sempre importante, que exista uma boa participação da comunidade. Apresentei esta mesma proposta no café dos eliminadores - (MassMessage - Pedidos de aprovação para eliminador) para servir de sondagem para posteriormente apresentar como proposta. Esta foi muito bem recebida por parte dos editores que comentaram (eliminadores e administradores). O motivo da proposta, é pelo facto de que estes pedidos costumam ter pouca aderência, sendo um dos principais motivos de prorrogação a falta de participação, pois como até foi dito pelo Maikê tem muito pouca divulgação, ora isto serviria para dizer a comunidade que existia um pedido de aprovação. Houve um comentário discordante, que dizia que isto poderia cansar a comunidade, ora quem não quiser simplesmente não participa, deixa é os outros editores comentarem e saberem que se encontra em curso um pedido de aprovação.
Grande abraço!
--Duke of Winterfell (Msg) 11h33min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio Skyshifter disc. 11h41min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Há duas hipóteses:

1. Que a lista seja estabelecida copiando as já existentes. Neste caso, sou Symbol oppose vote.svg Contra. O MassMessage surgiu para impedir que a ptwiki ficasse sem verificadores de contas e supressores, já que para ambos os estatutos há uma exigência regimental de que o candidato reúna 25 votos a favor. Na primeira votação, mais de 120 editores participaram, mas a afluência reduziu drasticamente desde então (em 2017, o máximo foi 68; em 2018, 78; em 2019, 62; em 2020, 73). Depois, a ferramenta foi expandida a estatutos mais importantes, como de administrador e burocrata, o que por si só é bem discutível, considerando que o quórum de ambos os processos é baixo e não existe risco considerável para o site se não aprovarmos um administrador ou burocrata. Um PDA requer apenas 10 votos.

No caso dos eliminadores, avisar 500 editores sobre cada pedido iniciado não se justifica minimamente, já que além de se tratar de um grupo com atribuições e importância menores, não há nenhuma necessidade de alta afluência. Já tivemos eliminadores aprovados com nenhum apoio, o que é regular, pois a política é acertada ao conferir aos eliminadores as características que já citei. Então, não faz sentido cansar a comunidade, cuja participação já caiu consideravelmente nos processos realmente sensíveis, com estes pedidos de aprovação.

2. Que seja uma lista totalmente nova e assim cada interessado nestas mensagens inclua seu nome. Neste caso, Symbol support vote.svg Concordo, já que não existiria nenhum prejuízo.

3. Em todo o caso sugiro o uso do MediaWiki:Watchlist-details.

Érico (disc.) 11h45min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

A proposta é uma nova lista, precisamente para apenas as pessoas que se interessam (apenas para esclarecer os editores quando opinarem). Obrigado pelo apoio. Abraço! --Duke of Winterfell (Msg) 11h48min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Neste caso apoio inteiramente. Não há razão para discordar. Mas deixo assinalado quanto ao uso de outras listas. Érico (disc.) 11h50min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta. Mais uma vez, parabéns pela iniciativa. Luís Almeida "Tuga1143 12h00min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta. Excelente iniciativa.FábioJr de Souza msg 13h13min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio --Wolf pois não? 13h44min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio Yanguas diz!-fiz 16h09min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio com certeza, os pedidos de eliminação também precisam da atenção da comunidade. Juan90264 (Disc.) 16h11min de 27 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio Boa iniciativa, os pedidos de eliminador por regra são muito pouco participados, principalmente porque são pouco divulgados. Dux Æ 01h04min de 28 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposição mediante a isonomia dos processos de escolha. Skartaris (discussão) 15h49min de 9 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário sendo assim em uma nova lista para só receber quem quiser, Symbol support vote.svg Concordo Ksoew (discussão) 05h09min de 28 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio Quanto maior a participação nestes pedidos de aprovação, melhor para avaliar o candidato. WikiFer msg 14h30min de 28 de agosto de 2021 (UTC

Symbol support vote.svg Apoio Tetizeraz. -> Mande uma mensagem 00h17min de 29 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio . Zoraki (discussão) 19h03min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio. Patrick disc. 19h41min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]


A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


WP:ESR - Reescrever limite de "múltiplas marcações simultâneas"

Problema detectado: Em maio de 2012, foi votado, aprovado, e incluído em WP:ESR o seguinte limite:

Evite realizar múltiplas marcações de ESR simultâneas sobre um mesmo assunto (mesma categoria ou árvore de categorias), em artigos que não estejam nas páginas novas, pois isto pode ser visto como um abuso do sistema de eliminação. Caso ache realmente essencial fazer isso, converse antes com os criadores ou principais contribuidores daquele grupo de artigos, ou crie antes um tópico na Esplanada. Marcações abusivas poderão ser revertidas. Não serão considerados abusivos casos de marcações onde a comunidade expressamente decidir fazer uma exceção a essa regra, sendo necessário no entanto um debate prévio. Por múltiplas marcações, entende-se 10 páginas. Tag teams estão proibidos.

Esse texto é muito prolixo e confusamente elaborado! Parece mais uma colcha de retalhos, concatenando sugestões de múltiplas pessoas, do que algo que saiu de uma só cabeça ou passou por revisão antes de publicado. Muitas vezes já vi debates sobre o que quer dizer "simultâneas", e isso poderia ser evitado.

Não acho que devemos permitir que um texto ruim desse complete 10 anos naquela política sem grandes alterações.

Solução proposta:

Embasando-se na redação aprovada para WP:ESR-SIW:

Limite semanal: cada editor só pode marcar para ESR-SIW um total máximo de artigos equivalente ao dobro permitido pela modalidade padrão de ESR, a salvo se uma lista dos artigos em questão for publicada previamente na WP:Esplanada para deixar avisados a todos, hipótese na qual não aplica-se limite.

A nova redação que proponho para o limite de WP:ESR é:

Limite semanal: cada editor só pode marcar para ESR 10 artigos sobre mesmo assunto, a salvo se constarem em Especial:Páginas novas, ou se uma lista dos artigos em questão for publicada previamente na WP:Esplanada para deixar avisados a todos, hipóteses nas quais não aplica-se limite.

Esse limite, tal qual agora, aplica-se somente à ESR tradicional, e não à modalidade especial WP:ESR-SIW.

Traduzi bem o espírito daquele texto de 2012, deixando a letra mais inteligível? Ou porventura cometi algum lapso?

--Mr. Sand.Ano ⓬ 21h07min de 1 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta. Deixa o texto mais objetivo sobre como, quantos e até quando pode propor páginas para ESR no formato principal. Só uma observação: recomendo alterar "a salvo" por "exceto"; termo mais conhecido por todos. WikiFer msg 22h28min de 1 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@WikiFer, não me oponho ao uso do sinônimo. Mr. Sand.Ano ⓬ 20h42min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Concordo com o refraseamento, mas antes de passar, me parece ainda necessário incluir trechos sobre a proibição expressa de tag teams para burlar os limites. YuriNikolai (discussão) 19h57min de 2 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@YuriNikolai, não me oponho a reincluir a menção a tag teams, se for esse o consenso da discussão, isto é, se os demais editores concordarem. Contudo, pessoalmente não acho apropriado, pois:
  1. não há registro de existência de tag teams antes da regra ser aprovada em 2012, pelo que veio a sanar um problema inexistente, ou ao menos prevenir um problema possível;
  2. contudo, desde a aprovação da regra em 2012, não houve um caso sequer de acusação de tag teams contra ninguém, pelo que não se confirmou o mérito preventivo da regra, e ganhou força a hipótese de que tratava-se de um não-problema;
  3. Wikipédia:Tag team foi escrito em 2012, ressalte-se, por um usuário não-cadastrado (o que para mim significa ser contorno de bloqueio até que se prove o contrário). Entretanto, permanece como ensaio até hoje, não possuindo qualquer validade. É a tal norma de eficácia limitada: proíbe-se tag teams, mas não se cria a norma para definir o que seja, consequentemente tornando sem eficácia a proibição;
  4. a definição de meios de abuso de processos de eliminação é algo mais adequado para a WP:DEL do que para WP:ESR, pois os abusos tendem a ser os mesmos em diferentes processos. Qual o sentido de proibir tag teams só na WP:ESR e permitir em qualquer outro processo de eliminação, e até mesmo em outros tipos de processo, como escolha de artigos em destaque?
Faz sentido para você, diante dessa exposição de motivos, manter o trecho sobre tag teams fora da política? Mr. Sand.Ano ⓬ 21h51min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Obrigado por me chamar a atenção a esses pontos. Considerando que nunca houve registro de tag team, retiro o que eu disse, até por que WP:BALINHAS é um dos meus ensaios favoritos, e Symbol support vote.svg Apoio a reescrita. YuriNikolai (discussão) 00h00min de 4 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
@YuriNikolai, acho que nem é caso de WP:BALINHAS. Eu devia ter escrito o 5º argumento: não existe razão para alguém se dar ao trabalho de fazer uma mutreta de tag team para burlar limites quando basta publicar a lista de artigos na Esplanada para anular qualquer limite -- se já existe uma situação inteiramente legal de "burlar o limite", então pra quê se dar ao trabalho de agir ilegalmente? É como se alguém resolvesse ser traficante de água mineral, leite de vaca ou cerveja pilsen no Brasil. Mr. Sand.Ano ⓬ 01h44min de 4 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Discordo da existência de qualquer limite. Na época, o argumento "oficial" para a imposição deste limite foi a sobrecarga de trabalho dos administradores e eliminadores. Na altura até podia fazer algum sentido, visto que a quantidade de administradores e eliminadores ativos era muito reduzida. Mas hoje em dia isto não faz qualquer sentido. JMagalhães (discussão) 09h19min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

JMagalhães, partindo da premissa de que é melhor uma regra ruim bem redigida, e que por isso não suscite polêmicas interpretativas, do que uma regra ruim mal redigida, que além de ser ruim causa conflitos por interpretações divergentes, a análise de mérito da regra pode ficar para outro momento, não?--Mr. Sand.Ano ⓬ 21h43min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a reescrita da regra com o mesmo significado porém melhor redigida. Ksoew (discussão) 04h08min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Discordo da redação. Nova redação implica que só é necessário avisar na Esplanada, quando antiga redação explicitamente dizia que era necessário aprovação da comunidade. GoEThe (discussão) 11h55min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Não use ícones fora de contextos

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção. Segue-se um resumo das conclusões obtidas nesta discussão. 'Proposta 'Aprovada unanimemente pela comunidade. Regra adicionada --Duke of Winterfell (Msg) 14h16min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]


Depois de verificar estas edições [1] e [2] em que o editor colocou o ícone de cruz ao lado de artistas (mortos?), com um descrição no final da tabela (†) Ator/atriz falecido/a. Acho que este tipo de informação é contrário à boa lógica. Se na lista da novela/filme é descrito a participação do ator/atriz é porque estava vivo naquela ocasião. Se morreu depois da produção acabar, a informação da morte não tem nada com relação aquela obra. Por exemplo, no que o editor fez em Um Anjo Caiu do Céu [3], obra de 2001 e que colocou a cruz para o ator Paulo José (†) como morto, qual o sentido disto? O ator Paulo José morreu em 2021, 20 anos depois que fez a novela. Pode passar a impressão que o ator morreu durante a filmagem. Acho isto um contrassenso.

Proponho a inclusão de uma subseção (Ícones>Uso incorreto>Não use ícones fora de contextos) em Wikipédia:Livro de estilo/Ícones com a seguinte frase:

Não adicione ícones como (†) para morte ou (*) para nascimento nos cabeçalhos de biografias ou para representar o falecimento de personalidades, dentro do texto ou em listas e tabelas, fora do contexto de época.

Se alguém quiser refazer o texto, melhorá lo ou adicionar algo, fique a vontade, estamos aqui para discutir. Sérgio Castelar (discussão) 02h08min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo: é uma boa adição ao LDE para clarificar o uso desses ícones que editores novatos podem ver, por exemplo, em infocaixas de conflitos. --BunnyyHop PDD 23h33min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a inclusão da recomendação e mais abrangente. Por exemplo, não seria porque um ator morreu durante o trabalho que se vai colocar "cruzinhas". O fato deve estar descrito no texto, e isso é o suficiente. Ícones que poluem os textos, fora de padrão nos verbetes e em desacordo com as recomendações em WP:ÍCONES.--PauloMSimoes (discussão) 02h22min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo JMagalhães (discussão) 09h10min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Também Symbol support vote.svg Concordo. Samuel Quinto (discussão) 14h39min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio . Zoraki (discussão) 19h04min de 3 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta. --Duke of Winterfell (Msg) 20h24min de 5 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio, obrigado por trazer a proposta à comunidade. YuriNikolai (discussão) 02h22min de 6 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposição a fim de combater esse "malabarismo cronológico" capaz de induzir o leitor a erro. Skartaris (discussão) 15h53min de 9 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]


A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


Expansão do Wikipédia:Fontes confiáveis

Aquando de disputas sobre a qualidade de fontes, sinto que a página da Wikipédia lusófona sobre Wikipédia:Fontes confiáveis é insuficiente para indicar de forma explícita o que é uma fonte confiável e o que não é. Além de facilitar disputas sobre fontes, esta proposta também tem como objetivo aumentar o nível da comunidade, que tem, desta forma, um acesso mais facilitado ao que são fontes fiáveis e o que não são. Para já, proponho a seguinte tradução da secção "Alguns tipos de fontes" (Some types of sources), onde, claro, encorajo que se proponham alterações (especialmente para se adaptar à realidade das academias lusófonas):

Muitos artigos da Wikipédia dependem de material académico. Quando disponíveis, publicações académicas e revistas por pares, monografias académicas, e manuais escolares são geralmente as fontes mais confiáveis. Contudo, algum material académico pode estar desatualizado, em concorrência com teorias alternativas, ser controverso no campo relevante, ou largamente ignorado pelo discurso académico dominante devido à falta de citações. Tente citar o consenso académico atual quando disponível, reconhecendo que este está frequentemente ausente. Fontes confiáveis não académicas também podem ser utilizadas em artigos sobre questões académicas, particularmente material de publicações de alta qualidade da especialidade. Decidir que fontes são apropriadas depende do contexto. O material deve ser atribuído em texto quando as fontes discordam.

  • === Académicas ===
  • Preferir fontes secundárias — Os artigos devem basear-se em fontes secundárias sempre que possível. Por exemplo, um artigo de avaliação da investigação existente, um artigo de análise, uma monografia ou um manual académico é muitas vezes melhor do que um artigo de investigação primária. Quando se recorre a fontes primárias, aconselha-se extremo cuidado. Os Wikipedistas nunca devem interpretar o conteúdo de fontes primárias por si próprios (ver Wikipédia:Nada de pesquisa inédita e Wikipédia:Princípio da imparcialidade).
  • Fontes académicas fiáveis — Material como um artigo, livro, monografia, ou artigo de pesquisa que tenha sido avaliado pela comunidade académica é considerado fiável, onde o material tenha sido publicado em fontes reputadas, revistas por pares ou por publicações académicas bem conceituadas.
  • Dissertações — Dissertações completas ou teses escritas como parte dos requisitos para um doutoramento, e que estão disponíveis publicamente, podem ser utilizadas, mas deve-se ter cuidado, uma vez que são frequentemente fontes parcialmente primárias. Algumas delas terão passado por um processo de revisão por pares académicos de diferentes níveis de rigor, mas algumas não o farão. Se possível, utilizar dissertações que tenham sido citadas na literatura sobre o tópico; supervisionadas por peritos reconhecidos na matéria; ou revistas por pares independentes. As dissertações em curso não foram examinadas e não são consideradas publicadas, não sendo, por isso, em regra, fontes fiáveis. Algumas dissertações são subsequentemente publicadas como monografias académicas ou artigos revistos por pares, e, se disponíveis, estes são geralmente preferíveis à tese original como fontes. Dissertações e teses de mestrado só são consideradas fiáveis se se puder demonstrar que tiveram influência académica significativa.
  • Número de citações - Pode-se confirmar que a análise de uma fonte entrou no discurso académico mainstream ao verificar que citações académicas recebeu em índices de citações ou listas como DOAJ. Obras publicadas em revistas não incluídas em bases de dados apropriadas, especialmente em campos bem cobertos por elas, podem ser isoladas do discurso académico dominante, embora a sua adequação ou não dependa do contexto. O número de citações pode ser enganador se um autor se cita frequentemente.
  • Estudos isolados - Os estudos isolados são geralmente considerados provisórios e podem mudar à luz de mais investigação académica. Se o estudo isolado for uma fonte primária, geralmente não deve ser utilizado se existirem fontes secundárias que cubram o mesmo conteúdo. A fiabilidade de um estudo isolado depende do campo. Evite peso indevido ao utilizar estudos isolados em tais campos. Os estudos relacionados com campos complexos e abstrusos, como a medicina, são menos definitivos e devem ser evitados. Fontes secundárias tais como meta-análises, manuais académicos e artigos de avaliação académica são preferíveis, quando disponíveis, para fornecer um contexto adequado.
  • Parcialidade e revisão por pares em periódicos - Deve-se ter cuidado com os periódicos que existem principalmente para promover um ponto de vista particular. Uma alegação de revisão por pares não é uma indicação de que a revista é respeitada, ou de que qualquer revisão por pares significativa ocorre. As revistas que não são revistas por pares pela comunidade académica em geral não devem ser consideradas fiáveis, exceto para mostrar as opiniões dos grupos representados por esses periódicos.
  • Periódicos predatórios - Alguns periódicos são de muito baixa qualidade que apenas têm uma revisão por pares simbólica, se houver. Estes periódicos publicam o que quer que seja submetido, se o autor estiver disposto a pagar uma taxa. Algumas chegam ao ponto de imitar os nomes de revistas bem estabelecidas. A falta de revisão por pares fiável implica que os artigos destas revistas devem ser tratados de forma semelhante às fontes autopublicadas. Se tiver dúvidas sobre a qualidade de uma revista, verifique se o conselho editorial está sedeado numa universidade acreditada respeitada, e se está incluído no índice de citação de alta qualidade relevante - tenha cuidado com os índices que apenas listam quase todas as publicações, e não verificam os periódicos que listam.
  • Pré-impressões - As pré-impressões, tais como as disponíveis em repositórios como arXiv, medRxiv, ou bioRxiv, não são fontes fiáveis. A pesquisa que não foi revista por pares é semelhante a um blogue em qual qualquer pessoa pode publicá-la online. A sua utilização é geralmente desencorajada, a menos que cumpram os critérios para o uso aceitável de fontes autopublicadas. Contudo, as ligações a tais repositórios podem ser utilizadas como ligações de acesso aberto para artigos que tenham sido subsequentemente publicados em literatura aceitável.
  • === Organizações de notícias ===

As fontes de notícias contêm frequentemente tanto conteúdo factual como conteúdo de opinião. As reportagens de notícias provenientes de meios noticiosos bem estabelecidos são geralmente consideradas fiáveis para declarações de factos (embora mesmo as reportagens mais respeitáveis contenham por vezes erros). As reportagens provenientes de meios menos estabelecidos são geralmente considerados menos fiáveis para as declarações de facto. A maioria dos jornais também reimprime artigos de agências noticiosas tais como a Reuters, Interfax, Agence France-Presse, United Press International ou a Associated Press, que são responsáveis pela exatidão. A agência deve ser citada para além do jornal que a reimprimiu.

Comentários editoriais, análises e artigos de opinião, quer sejam escritos pelos editores da publicação (editoriais) ou autores externos (op-eds) são fontes primárias fiáveis para declarações atribuídas a esse editor ou autor, mas raramente são fiáveis para declarações de facto. As reportagens de interesse humano não são geralmente tão fiáveis como as notícias, e podem não estar sujeitas aos mesmos padrões rigorosos de verificação de factos e exatidão.

  • Ao retirar informações de conteúdo de opinião, a identidade do autor pode ajudar a determinar a fiabilidade. As opiniões de especialistas e peritos reconhecidos são mais suscetíveis de serem fiáveis e de refletir um ponto de vista significativo. Se a declaração não for fidedigna, atribuir a opinião ao autor no texto do artigo e não a representar como facto. Críticas para livros, filmes, arte, etc. podem ser opinião, resumo ou peças académicas
  • Fontes académicas e fontes não académicas de alta qualidade são geralmente melhores do que relatórios de notícias para tópicos académicos. Os comunicados de imprensa das organizações ou periódicos são frequentemente utilizados por jornais com mudanças mínimas; tais fontes não devem ser tratadas de forma diferente do que o comunicado de imprensa subjacente. Ocasionalmente, alguns jornais têm repórteres especializados que são citados pelo nome.
  • O relato de rumores tem um valor enciclopédico limitado, embora em alguns casos informações verificáveis sobre rumores possam ser apropriadas (isto é, se os próprios rumores são dignos de nota, independentemente de serem ou não verdadeiros). A Wikipédia não é o lugar para transmitir fofocas e boatos.
  • Algumas organizações noticiosas usam artigos da Wikipédia como fonte para o seu trabalho. Os editores devem, portanto, ter cuidado com fontes circulares.
  • Se uma notícia específica é fiável para um facto ou declaração, é algo que deve ser examinada caso a caso.
  • Não devem ser usadas múltiplas fontes que remetem para um artigo qualquer de uma agência noticiosa. Tais fontes são essencialmente uma única fonte.
  • Algumas organizações noticiosas não publicam as suas políticas editoriais.
  • Os sinais de que uma organização noticiosa se envolve na verificação dos factos e tem uma reputação de exatidão são, por exemplo, a publicação de correções e a divulgação de conflitos de interesse.
  • === Fontes de fornecedores e comércio eletrónico ===

Embora as diretrizes de conteúdo para ligações externas proíbam a ligação a "páginas web individuais que existem principalmente para vender produtos ou serviços", as citações em texto podem ser permitidas a páginas de comércio electrónico, tais como a de um livro na página de um livreiro ou de um álbum na sua página de streaming de música, a fim de verificar coisas tais como títulos e a duração. As fontes jornalísticas e académicas são preferíveis, contudo, e as ligações de comércio eletrónico devem ser substituídas por fontes fiáveis não comerciais, se disponíveis.

As classificações propostas pelos vendedores (tais como listas de best-sellers na Amazon) têm normalmente pelo menos um dos seguintes problemas:

  1. Pode ser impossível fornecer uma fonte estável para a alegada classificação.
  2. Quando apenas publicada pelo vendedor, ou seja, nenhuma fonte independente fiável que confirme a classificação como sendo relevante, a classificação teria geralmente peso insuficiente para ser mencionada em qualquer artigo.

Por tais razões, tais classificações são normalmente evitadas como conteúdo da Wikipédia.

  • === Fontes tendenciosas ou opinantes ===

É necessário que os artigos da Wikipédia tenham um ponto de vista neutro. Contudo, não é necessário que as fontes fiáveis sejam neutras, imparciais, ou objetivas. Por vezes, as fontes não neutras são as melhores fontes possíveis de informação de apoio sobre os diferentes pontos de vista existentes sobre um assunto.

Os vieses comuns em fontes incluem crenças políticas, financeiras, religiosas, filosóficas, entre outras. Embora uma fonte possa ser tendenciosa, ela pode ser fiável no contexto específico. Ao lidar com uma fonte potencialmente tendenciosa, os editores devem considerar se a fonte cumpre os requisitos normais de fontes fiáveis, tais como controlo editorial, reputação para verificação de factos, e o nível de independência em relação ao tema que a fonte cobre. O preconceito pode tornar a atribuição no texto apropriada, como, por exemplo, [...]

Texto original

Many Wikipedia articles rely on scholarly material. When available, academic and peer-reviewed publications, scholarly monographs, and textbooks are usually the most reliable sources. However, some scholarly material may be outdated, in competition with alternative theories, controversial within the relevant field, or largely ignored by the mainstream academic discourse because of lack of citations. Try to cite current scholarly consensus when available, recognizing that this is often absent. Reliable non-academic sources may also be used in articles about scholarly issues, particularly material from high-quality mainstream publications. Deciding which sources are appropriate depends on context. Material should be attributed in-text where sources disagree.

  • === Scholarship ===
  • Prefer secondary sources – Articles should rely on secondary sources whenever possible. For example, a paper reviewing existing research, a review article, monograph, or textbook is often better than a primary research paper. When relying on primary sources, extreme caution is advised. Wikipedians should never interpret the content of primary sources for themselves (see Wikipedia:No original research and Wikipedia:Neutral point of view).
  • Reliable scholarship – Material such as an article, book, monograph, or research paper that has been vetted by the scholarly community is regarded as reliable, where the material has been published in reputable peer-reviewed sources or by well-regarded academic presses.
  • Dissertations – Completed dissertations or theses written as part of the requirements for a doctorate, and which are publicly available (most via interlibrary loan or from Proquest), can be used but care should be exercised, as they are often, in part, primary sources. Some of them will have gone through a process of academic peer reviewing, of varying levels of rigor, but some will not. If possible, use theses that have been cited in the literature; supervised by recognized specialists in the field; or reviewed by independent parties. Dissertations in progress have not been vetted and are not regarded as published and are thus not reliable sources as a rule. Some theses are later published in the form of scholarly monographs or peer reviewed articles, and, if available, these are usually preferable to the original thesis as sources. Masters dissertations and theses are considered reliable only if they can be shown to have had significant scholarly influence.
  • Citation counts – One may be able to confirm that discussion of the source has entered mainstream academic discourse by checking what scholarly citations it has received in citation indexes or lists such as DOAJ. Works published in journals not included in appropriate databases, especially in fields well covered by them, might be isolated from mainstream academic discourse, though whether it is appropriate to use will depend on the context. The number of citations may be misleading if an author cites themselves often.
  • Isolated studies – Isolated studies are usually considered tentative and may change in the light of further academic research. If the isolated study is a primary source, it should generally not be used if there are secondary sources that cover the same content. The reliability of a single study depends on the field. Avoid undue weight when using single studies in such fields. Studies relating to complex and abstruse fields, such as medicine, are less definitive and should be avoided. Secondary sources, such as meta-analyses, textbooks, and scholarly review articles are preferred when available, so as to provide proper context.
  • POV and peer review in journals – Care should be taken with journals that exist mainly to promote a particular point of view. A claim of peer review is not an indication that the journal is respected, or that any meaningful peer review occurs. Journals that are not peer reviewed by the wider academic community should not be considered reliable, except to show the views of the groups represented by those journals.[notes 1]
  • Predatory journals – Some journals are of very low quality that have only token peer-review if any (see predatory journals). These journals publish whatever is submitted if the author is willing to pay a fee. Some go so far as to mimic the names of established journals (see hijacked journals).[1][2][3][4][5] The lack of reliable peer review implies that articles in such journals should be treated similarly to self-published sources. If you are unsure about the quality of a journal, check that the editorial board is based in a respected accredited university, and that it is included in the relevant high-quality citation index—be wary of indexes that merely list almost all publications, and do not vet the journals they list. For medical content, more guidance is available at WP:MEDRS.
  • Preprints – Preprints, such as those available on repositories like arXiv, medRxiv or bioRxiv, are not reliable sources. Research that has not been peer-reviewed is akin to a blog, as anybody can post it online. Their use is generally discouraged, unless they meet the criteria for acceptable use of self-published sources. However, links to such repositories can be used as open-access links for papers which have been subsequently published in acceptable literature.
  • === News organizations ===

News sources often contain both factual content and opinion content. News reporting from well-established news outlets is generally considered to be reliable for statements of fact (though even the most reputable reporting sometimes contains errors). News reporting from less-established outlets is generally considered less reliable for statements of fact. Most newspapers also reprint items from news agencies such as Reuters, Interfax, Agence France-Presse, United Press International or the Associated Press, which are responsible for accuracy. The agency should be cited in addition to the newspaper that reprinted it.

Editorial commentary, analysis and opinion pieces, whether written by the editors of the publication (editorials) or outside authors (op-eds) are reliable primary sources for statements attributed to that editor or author, but are rarely reliable for statements of fact. Human interest reporting is generally not as reliable as news reporting, and may not be subject to the same rigorous standards of fact-checking and accuracy (see junk food news).[6]

  • When taking information from opinion content, the identity of the author may help determine reliability. The opinions of specialists and recognized experts are more likely to be reliable and to reflect a significant viewpoint.[notes 2] If the statement is not authoritative, attribute the opinion to the author in the text of the article and do not represent it as fact. Reviews for books, movies, art, etc. can be opinion, summary or scholarly pieces.[7][8]
  • Scholarly sources and high-quality non-scholarly sources are generally better than news reports for academic topics. Press releases from the organizations or journals are often used by newspapers with minimal change; such sources are churnalism and should not be treated differently than the underlying press release. Occasionally, some newspapers still have specialist reporters who are citable by name. With regard to biomedical articles, see also Wikipedia:Identifying reliable sources (medicine).
  • The reporting of rumors has a limited encyclopedic value, although in some instances verifiable information about rumors may be appropriate (i.e. if the rumors themselves are noteworthy, regardless of whether or not they are true). Wikipedia is not the place for passing along gossip and rumors.
  • Some news organizations have used Wikipedia articles as a source for their work. Editors should therefore beware of circular sourcing.[notes 3]
  • Whether a specific news story is reliable for a fact or statement should be examined on a case-by-case basis.
  • Multiple sources should not be asserted for any wire service article. Such sources are essentially a single source.
  • Some news organizations do not publish their editorial policies.
  • Signals that a news organization engages in fact-checking and has a reputation for accuracy are the publication of corrections and disclosures of conflicts of interest.
  • === Vendor and e-commerce sources ===

Although the content guidelines for external links prohibit linking to "Individual web pages that primarily exist to sell products or services," inline citations may be allowed to e-commerce pages such as that of a book on a bookseller's page or an album on its streaming-music page, in order to verify such things as titles and running times. Journalistic and academic sources are preferable, however, and e-commerce links should be replaced with reliable non-commercial sources if available.

Rankings proposed by vendors (such as bestseller lists at Amazon) usually have at least one of the following problems:

  1. It may be impossible to provide a stable source for the alleged ranking.
  2. When only self-published by the vendor, i.e. no reliable independent source confirming the ranking as being relevant, the ranking would usually carry insufficient weight to be mentioned in any article.

For such reasons, such rankings are usually avoided as Wikipedia content.

  • === Biased or opinionated sources ===

Wikipedia articles are required to present a neutral point of view. However, reliable sources are not required to be neutral, unbiased, or objective. Sometimes non-neutral sources are the best possible sources for supporting information about the different viewpoints held on a subject.

Common sources of bias include political, financial, religious, philosophical, or other beliefs. Although a source may be biased, it may be reliable in the specific context. When dealing with a potentially biased source, editors should consider whether the source meets the normal requirements for reliable sources, such as editorial control, a reputation for fact-checking, and the level of independence from the topic the source is covering. Bias may make in-text attribution appropriate, as in "The feminist Betty Friedan wrote that..."; "According to the Marxist economist Harry Magdoff..."; or "The conservative Republican presidential candidate Barry Goldwater believed that...".

Notas: traduzi "textbook" para "manual académico"; omiti o "mostly through inter-library loan or Proquest" no ponto sobre dissertações, por não haver em português; no ponto de "Parcialidade e revisão por pares em periódicos" optei por traduzir "POV" para parcialidade. O ponto, na enwiki, tem uma nota com exemplos; no ponto sobre "Periódicos predatórios" omiti o "(see deviant journals)", as cinco notas que o seguiam, e o "For medical content, more guidance is available at WP:MEDRS", por não haver (creio) um artigo homólogo na Wikipédia lusófona; na parte sobre "Organizações de notícias", é melhor adicionar agências lusófonas como a Agência Lusa ou a Agência Brasil, caso haja consenso. Removi o "(see junk food news)". Traduzi "Human-interest story" para "crónicas", não creio que haja uma tradução em português desse exato termo; no primeiro ponto de "organizações de notícias" há uma nota para a política de WP:FF que "Afirmações extraordinárias requerem evidências robustas". No segundo, é feita uma ligação para a política da enwiki de fontes fiáveis para assuntos de medicina. Ainda no segundo, omiti "Churnalism" por não haver um artigo homólogo na ptwiki; adicionei "por exemplo" no último ponto de "Organizações de notícias". Eliminei a lista de exemplos na parte das "Fontes tendenciosas ou opinantes" para que se apresente exemplos mais afetos à lusofonia

--BunnyyHop PDD 00h42min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Discussão[editar código-fonte]

Symbol support vote.svg Apoio a tradução e inclusão na página relevante - Boa proposta! Algumas observações sobre a tradução, entretanto: "Human-interest story" já foi usado como "Reportagens de interesse humano" em publicações acadêmicas em português (exemplo), logo acho válido restaurar a tradução literal daquele termo ao invés de "crônicas", considerando que isso valida a tradução do artigo correspondente para o português. Continuando nesse mesmo assunto, eu sugeriria uma corrida para criar esse e outros verbetes relevantes na nossa wiki enquanto essa discussão progride, para que possamos reincluir os links internos removidos até que se conclua o período de debate. Finalmente, gostaria de deixar registrado que uma página dessas é de grande valia, mas sempre senti falta, no nosso projeto, de algo como a lista em WP:RS/P do projeto anglófono, e acredito que a criação dessa página só vai aumentar a necessidade de um arquivo de discussões anteriores sobre a validez de fontes específicas, por aumentar o número de menções em resumos de edição às políticas genéricas sem que haja um repositório para discussões sobre fontes específicas. Não que isso deva entrar na mesma proposta, mas acho que um próximo passo seria a criação de uma lista parecida por aqui. YuriNikolai (discussão) 01h29min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário O conteúdo traduzido valoriza mais a verificabilidade acadêmica e científica, o que é importante para áreas da ciência. No entanto, precisaria embasar também as fontes vindo por veículos de imprensa, conforme nosso critério geral de notoriedade já determina. Nem tudo aqui depende apenas do reconhecimento científico e acadêmico, afinal não são todos os temas que carecem deles. Quando trabalhamos com artigos de esporte e entretenimento, por exemplo, geralmente a imprensa televisiva e esportiva também deve ser considerada, tendo em vista que já são revisadas por pares nesta área. Neste caso, o periódico também não pode ficar fora dessa. WikiFer msg 02h39min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

WikiFer, como disse, há áreas que não têm pesquisa científica, salvo exceções, como o desporto e o entretenimento. Mas, se, não estou a interpretar mal, o texto embasa sim as fontes de veículos de imprensa, e clarifica que "[a]s reportagens de notícias provenientes de meios noticiosos bem estabelecidos são geralmente consideradas fiáveis para declarações de factos", e que, os menos estabelecidos, são considerados, geralmente, menos fiáveis. Isto quer dizer que, também nessas áreas, é diferente a fiabilidade de um site de futebol reconhecido, e de um outro site obscuro. Agora, se num caso notável qualquer, houver uma fonte académica sobre o assunto, essa fonte é "incutida de autoridade", conforme já indica a WP:FF. --BunnyyHop PDD 15h09min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário - Não sei o que isto vai arranjar ou melhorar relativamente ao que temos hoje. Como disse o WikiFer, há todo um leque de fontes fiáveis que não são classificadas como fontes académicas, e que têm e devem continuar a ter o mesmo valor. O facto de já ter visto no passado o proponente a remover conteúdo com fontes fiáveis não académicas para inserir conteúdo com fontes fiáveis académicas deixa-me preocupado. Luís Almeida "Tuga1143 12h26min de 8 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo da proposta. Sigo exatamente o que foi mencionado pelo WikiFer Citação: Nem tudo aqui depende apenas do reconhecimento científico e acadêmico, afinal não são todos os temas que carecem deles. Deve existir uma "combinação saudável" entre as fontes académicas e noticias. Não se pode apenas decidir a favor das fontes académicas e simplesmente ignorar as restantes. --Duke of Winterfell (Msg) 21h14min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@Duke of Winterfell: Onde é que o texto ignora as restantes fontes? No parágrafo de "Organizações de notícias", é dito que "[a]s fontes de notícias contêm frequentemente tanto conteúdo factual como conteúdo de opinião. As reportagens de notícias provenientes de meios noticiosos bem estabelecidos são geralmente consideradas fiáveis para declarações de factos (embora mesmo as reportagens mais respeitáveis contenham por vezes erros). As reportagens provenientes de meios menos estabelecidos são geralmente considerados menos fiáveis para as declarações de facto". --BunnyyHop PDD 21h27min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Simbolos ColorAdd nos artigos sobre cores

De forma a facilitar a compreensão dos artigos sobre cores por pessoas daltónicas, sugiro adicionar à caixa de cada artigo o seu respectivo código Coloradd. comentário não assinado de JozeSlb (discussão • contrib) (data/hora não informada)

JozeSlb, o sistema ColorAdd é um sistema proprietário, não sei se é sequer possível usá-lo aqui, de acordo com a nossa licença de uso, nem se os proprietários gostariam que ele fosse usado aqui. Segundo o site deles: "ColorADD, LICENSING THE CODE

The code can be implemented through licensing for companies where license fees are adapted to its dimension and a pro-bono model for schools and universities". As imagens do código devem, no entanto, ser possível carregar no Commons, uma vez que são formas geométricas simples. GoEThe (discussão) 13h38min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

GoEThe Um eventual uso na Wikipédia acho que se enquadraria mais no modelo pro bono que adoptam para escolas e universidades, uma vez que não usaríamos o código com fins lucrativos. De qualquer forma, podemos sempre enviar um email para o endereço indicado nesse documento (info@coloradd.net) a fim de perceber se podemos usar o código e se concordam com a sua utilização aqui. Penso que a implementação do código nos artigos seria positiva tanto para os leitores da Wikipédia como para os proprietários, que veriam assim o seu código chegar e ajudar mais pessoas. JozeSlb (discussão) 16h17min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Eu cheguei a pensar nisso, e contactá-los em nome da Wikipédia/Wikimedia Portugal (tenho Deuteranomalia), mas desisti da ideia porque mesmo que a Wikipédia não tenha fins lucrativos, permite a reutilização do conteúdo para fins comerciais. GoEThe (discussão) 17h02min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
GoEThe Tendo a autorização dos proprietários, o código não poderia ser carregado como Conteúdo restrito, sendo usado apenas nos artigos das cores? JozeSlb (discussão) 17h29min de 10 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Talvez. Não sei dizer. GoEThe (discussão) 11h36min de 13 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Quanto muito, poderia ser usado para ilustrar o artigo ColorAdd, e não os artigos das cores. JMagalhães (discussão) 11h56min de 13 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Grupo Observatório

Recentemente foram incluídos como fontes não fiáveis os sites do grupo Observatório.

Justificativa utilizada: o grupo tem "mais de 35 milhões de usuários", conforme dito pelo próprio site (https://grupoobservatorio.com.br/), o que significa que é especializado na transmissão de boatos e especulações, com teor sensacionalista.

Comentários acerca da justificativa: Não conheço muito bem o grupo, mas a princípio não vi elementos demonstrando se os sites não são fiáveis (ou são fiáveis). A interpretação do termo "mais de 35 milhões de usuários" para classificá-los como sensacionalista pode ser incorreta, uma vez que esses usuários podem se referir aos leitores registrados dos sites do grupo, não necessariamente aos editores.

Razão pela abertura desta proposta: Não vou me posicionar sobre a fiabilidade ou não desses sites, mas considerando que foram incluídos várias entradas, e que muitos são/foram utilizados como fonte, entendo que caberia uma discussão entre a comunidade para decidir se esses sites são ou não fiáveis, como feito recentemente em Wikipédia:Esplanada/propostas/Websites de "cola" escolar não deveriam ser fontes aceitáveis (4abr2021), para assim não parecer que essas páginas foram colocadas na lista do WP:FNF de forma unilateral.

Symbol support vote.svg Concordo: caso estes sites devam permanecer na lista de não fiáveis; Symbol declined.svg Discordo: caso devam sair da lista de não fiáveis.

Depois de concluída a discussão, caso esses sites continuem na lista de não fiáveis, se possível, modificar a justificativa com base no que for discutido no consenso. --A.WagnerC (discussão) 18h44min de 18 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo Por acaso interpretaram os "mais de 35 milhões de usuários" como se fossem 35 milhões de pessoas que escrevem para o grupo? Porque é completamente e absolutamente óbvio que não é o caso. Não tem mais de 15% da população brasileira escrevendo para eles. Seriam, alegadamente, 35 milhões de pessoas visualizando o conteúdo deles. Não tenho opinião formada sobre a credibilidade do site, mas é necessário uma justificativa para colocar na blacklist e a justificativa oferecida até então é nonsense.
Não sei que peso isso teria, mas segue a política de princípios editoriais do grupo.
Posso mudar o voto de acordo com a discussão se oferecerem uma justificativa melhor.comentário não assinado de VdSV9 (discussão • contrib) 19h37min de 18 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário há provas de que o site rotineiramente fabrica matérias falsas para justificar inclusive sua adição na blacklist? Porque isso é um exagero total. Há várias matérias e reportagens factuais dos Observatórios escritas pela redação do site, e pessoalmente nunca vi elas apresentando informações falsas ou distorcidas. Então, por enquanto, Symbol declined.svg Discordo de adicionar o site, a menos que provas (não uma única matéria — e que sejam de todos os Observatórios) sejam apresentadas. Skyshifter disc. 20h43min de 18 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo Todo conteúdo incluído em WP:FNF (por decisão monocrática) precisa ser removido até que cada ponto seja discutido pela comunidade. A inclusão destas ligações (não me refiro apenas ao Observatório) pode trazer uma situação equivocada diante das informações. Neste específico, é óbvio que o site não é editado por 35 milhões de pessoas; esses números, no máximo, deve refletir a quantidade de leitores que o site recebeu durante toda a trajetória do portal. Uma "fonte não confiável" precisa ter embasamento claro de conteúdo falso para que faça parte desta lista, o que não ocorreu na inclusão de diversas ligações. WikiFer msg 21h00min de 18 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@WikiFer: Eu pretendo trazer alguns para uma análise mais adequada da comunidade. Alguns sítios incontestavelmente devem continuar lá, mas alguns geram dúvidas. Alguns editores estavam usando a página de discussão da própria lista para propor a inclusão de fontes, porém é um espaço de pouco alcance. Entendo que certas fontes precisam ser melhores discutidas na esplanada, até mesmo para a inclusão de uma justificativa apropriada. --A.WagnerC (discussão) 15h09min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
@A.WagnerC A Esplanada nem sempre costuma ser o local ideal para discutir estes portais, exceto se realmente for veiculado com diversos editorais (política, esporte, entretenimento, etc). Em relação a página de discussão de FNF, nem isso está sendo utilizado. Algumas semanas atrás eu abri uma seção questionando a inclusão destas ligações. WikiFer msg 16h36min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo A justificada dada foi totalmente sem sentido. Achar que "35 milhões de usuários" significa 35 milhões de editores ativos é uma piada de mau gosto! Sir Velpertex di Crantx (discussão) 16h46min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo, desde que descobri isso, achava estranho os sites do grupo Observatório serem considerados como fontes não fiáveis. Parabéns pela iniciativa de tentar remover os sites do grupo Observatório das fontes não fiáveis. Juan90264 (Disc.) 20h46min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Fui o responsável por sugerir a inclusão do "Observatório do Cinema" na lista de proibições em decorrência da elevada quantidade de matérias sensacionalistas, com uso nociso de clickbait. O sítio, por exemplo, publica inúmeras reportagens sobre boatos de redes sociais apresentando-os como verdadeiros em suas manchetes. Seria como eu criasse uma montagem do Jensen Ackles como Capitão América e o sítio usá-la para criar uma manchete: "Novo actor é escolhido como Capitão América". Este exemplo, aliás, é verídico, somente não recordo o personagem que o sítio usou.

Posteriormente comecei a encontrar inúmeros "problemas". Os sítios Observatório da TV e Observatório dos Famosos parecem verdadeiros antros de publicidades. De acordo com o próprio [grupoobservatorio.com.br/politica-de-principios-editoriais/?utm_source=obsevatoriodatv&utm_medium=organic&utm_campaign=links_rodape sítio], o mesmo não esconde que publica conteúdo patrocinado; contudo, também não indica e resume a autoria do conteúdo a um vago "redação". Portanto, há uma ausência de transparência. Aliás, existe reportagens (https://observatoriodatv.uol.com.br/noticias/dayane-mello-detona-mc-gui-em-a-fazenda-13-nao-suporto?utm_source=amp&utm_medium=sidebar&utm_campaign=latest_feed) cuja a autoria não está indicada na própria equipe do sítio (https://observatoriodatv.uol.com.br/institucional/equipe).

Por conseguinte, a discussão é pertinente. Eu mesmo não sabia que todos os sítios foram incluídos na página informativa. No entanto, a discussão não seria pertinente se o Francisco Leandro não participar. Edmond Dantès d'un message? 00h30min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

@Conde Edmond Dantès: Reconheci que a expressão "mais de 35 milhões de usuários" se referia a "mais de 35 milhões de leitores", quando na verdade há "apenas 15 editores", conforme equipe do Observatório de TV. Foi um equívoco meu. Concordo em Symbol declined.svg remover tudo da lista de fontes não confiáveis. Francisco (discussão) 00h45min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Faço um complemento: todos os sítios do grupo, com exceção do Observatório de Cinema, foram adicionados na extensão de forma incorrecta. Em suma, acredito que o Leon saudanha tenha usado o meu pedido para bloquear os demais sítios. Na ocasião, eu havia avisado o utilizador da existência dos outros, mas deixei explícito que tinha analisado somente um. No entanto, acredito que seria importante manter pelo menos aqueles utilizados por spammers. Edmond Dantès d'un message? 00h56min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Artigo inteiramente sobre controvérsias

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção. Segue-se um resumo das conclusões obtidas nesta discussão. O artigo será mantido como está. O meu objetivo era tirar dúvidas se poderia haver na Wikipédia artigos sobre controvérsias, não causar discussões sobre política. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 00h13min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]


Oi, gente. Tudo bem? Eu encontrei o artigo Controvérsias envolvendo Jair Bolsonaro. Bem, que eu saiba, seções de controvérsias são desencorajadas pela Wikipédia, como podemos ver na predefinição: Este é um artigo que fala apenas sober controvérsias, o que eu acho que é inapropriado. Não seria melhor fundir o artigo em outro? Além disso, o Brasil está passando por um momento muito difícil na política, incluindo intensa polarização. Este artigo contribui ainda mais para polarizar os dois lados. A Wikipédia não está aqui para isso. Por favor, não sei se o artigo deve ser removido, fundido a outro ou renomeado, mas dessa forma, eu acho que não dá para ficar. Peço a opinião dos mais experientes. Obrigado pela ajuda. ━DiligentSchauseBrisingr 23h29min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Não há nada de inapropriado. A existência de artigos secundários sobre um tópico muito amplo é recomendada. Nada podemos fazer se Bolsonaro ascendeu politicamente diante de suas controvérsias. Érico (disc.) 23h33min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Mas, Érico, o artigo utiliza palavras não recomendadas pela Wikipédia: negacionismo, anticientífico, obscurantista, misóginas, homofóbicas, racistas... tudo isso só no primeiro parágrafo. Favor ver: palavras não recomendadas. O artigo claramente possui um viés ideológico, a Wikipédia também não é pra isso. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 23h38min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
As falas do excelentíssimo foram caracterizadas como negacionistas, anticientíficas, obscurantistas, misóginas, homofóbicas, racistas e por aí vai. Neste contexto, devemos nos atentar a esta caracterização e não tentar dar um peso indevido ao artigo, buscando minimizar a atuação do político. Érico (disc.) 23h41min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Érico, não sei não... por que então não tem um artigo apenas sobre o Petrolão do PT, ou então controvérsias envolvendo qualquer outro político de direita ou esquerda? Também não entendi como o artigo sobre a CPI do BNDES pode ser tão pequeno sendo que foram desviados R$ 4 bi (ver aqui), o que pra mim parece ser muito maior do que qualquer discurso do presidente. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 23h44min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Ah, logo vi que aqui a disputa é política. Bem, não há espaço para usar a Wikipédia como fórum. E está muito desinformado: Operação Lava Jato, Prisão de Luiz Inácio Lula da Silva, etc. Érico (disc.) 23h51min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
A disputa não é política. Só quis perguntar aqui (com toda a educação) se na Wikipédia era permitido ter um artigo só de controvérsias. Não tem nada de errado nisso, Érico. Eu só acho que estão atribuindo pesos errados às coisas. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 23h54min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo O individuo já era notório pelas controvérsias bem antes de ter notoriedade depois de se tornar presidente. E continua sendo controverso após assumir o cargo e entrar em diversas pautas sempre em desafio ao senso comum ou ao consenso científico. E isso fica claro pelo artigo em questão ser amplamente amparado em múltiplas fontes fiáveis e independentes. Interessante considerar que este tópico de Esplanada mas me parece uma EC com argumento SUBJ.--Wolf pois não? 23h39min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

DarkWerewolf, mas o artigo utiliza palavras que não devem ser usadas na Wikipédia: racista, negacionista, e por aí vai.... veja: palavras não recomendadas. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 23h41min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
E você leu completamente o que diz a WP:PAE? Citação: e devem ser evitados, a menos que tenham sido usado de maneira extensiva por fontes fiáveis para descrever o assunto, quando devem ser devidamente referenciadas. É o caso deste artigo. Que não é um sessão de controvérsias, é um artigo inteiro justamente porque o individuo em questão conseguiu render tantos tópicos. Wolf pois não? 23h44min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
DarkWerewolf, entendi, obrigado. Eu ainda acho que poderia haver uma solução mais neutra, mas acho que é isso. ━DiligentSchauseBrisingr 23h47min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário não sei de onde foram tirar a ideia — que vem de longa data — de que abordar controvérsias não é função enciclopédica e deve ser desencorajada. controvérsias são parte integral do conhecimento (ou acham que o conhecimento se constrói só de consensos?) e muitos estudos científicos são dedicados exclusivamente a elas. sua exposição detalhada e bem contextualizada é especialmente importante quando as controvérsias se alimentam de fake news e pseudociência, e quando são feitas tentativas deliberadas de se escamotear do grande público fatos consolidados. essa tag devia é ser inteiramente abolida, pois o tratamento de temas polêmicos está previsto em nossa política de imparcialidade.Tetraktys (discussão) 23h47min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Tetraktys, discordo completamente. Wikipédia não é um local para expor viés ideológico. As seções de controvérsias geralmente fomentam isso. Além disso, não é justo haver mais controvérsias sobre um assunto do que de outro, pois os editores não editam sobre um mesmo assunto. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 23h52min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Sim, mas de fato seções inteiras dedicadas a controvérsias, críticas e acusações devem ser evitadas, já que o ideal é tratar de todos os aspectos nas seções. Só que desencorajar é diferente de proibir justamente porque existem casos excepcionais, como de Bolsonaro e outros políticos "polêmicos". Érico (disc.) 23h52min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Érico, concordo. ━DiligentSchauseBrisingr 23h54min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
DiligentSchause mas quem falou em viés ideológico?! o estudo de controvérsias é parte da ciência! Tetraktys (discussão) 23h57min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Tetraktys, como disse Hobbes: "o ser humano é mau por natureza". Utilizar seções de controvérsias infelizmente podem acabar levando sim a promoção de uma ideologia, justamente porque o ser humano é falho e pode usar sim as controvérsias a seu favor. ━DiligentSchauseBrisingr 23h58min de 19 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
DiligentSchause deixar de abordá-las também pode levar à promoção de ideologias e supressão de outras. o caso é abordá-las com equilíbrio segundo a relevância e consistência de seus argumentos, de acordo com o previsto na política de imparcialidade. Tetraktys (discussão) 00h03min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Érico, DarkWerewolf o meu objetivo aqui não é causar nenhuma confusão, mas como sou novato, não sabia se era apropriado ter na Wikipédia um artigo apenas de controvérsias. Acho que podemos finalizar a discussão por aqui. É isso. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 00h02min de 20 de setembro de 2021 (UTC) }}[Responder]

Há diversos artigos cujo o título começa com "Controvérsias", portanto, esse não deve ser um critério para eliminação.--Raimundo57br (discussão) 13h39min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]
Raimundo57br, beleza. Eu não sabia disso, por isso mesmo perguntei aqui. Obrigado. ━DiligentSchauseBrisingr 13h57min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


Pequeno ajuste na PP

Olá. Para evitar os espaços que se criam na PP quando a imagem em destaque está em formato panorâmico, sugiro dedicar uma seção inteira apenas para a foto do dia, conforme esse teste. O ajuste a ser feito no código é mínimo. O que acham? Chronus (discussão) 03h36min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta. Valoriza a qualidade da imagem, principalmente em formato panorâmico. WikiFer msg 03h40min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio boa ideia! Tetraktys (discussão) 04h49min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio dá maior destaque à imagem. Dux Æ 08h15min de 20 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio, a Imagem do Dia finalmente merece seu espaço privado, que irá destacá-lo melhor na PP. Parabéns pela iniciativa, Chronus!
Juan90264 (Disc.) 06h23min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio Ficou bem melhor, impressionante que uma mudança tão simples causa um efeito tão benéfico na organização do conteúdo. BahYajé e Y4guarEtã (discussão) 10h41min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Apoio a proposta. Boa iniciativa! --Duke of Winterfell (Msg) 21h42min de 21 de setembro de 2021 (UTC)[Responder]