Wikipédia:Esplanada/propostas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
▼ Ir ao fim da página ▼
Bem-vindo(a) à se(c)ção propostas da Esplanada!
Esta secção é utilizada para discutir novas ideias e propostas para saber a opinião da comunidade. Pode ser sobre a alteração ou criação de predefinições, páginas, políticas, etc. Tenha em mente que as decisões da comunidade são baseadas no método do consenso. Veja também as mudanças recentes nas esplanadas.



Critérios numéricos

Uma discussão de 2011 avançou no tema, mas ainda há alguns pontos a levantar. O Rjclaudio, a à época, propôs que acabássemos com todos os critérios "mágicos", que estabelecem que se alguém fez X obras, independente de ter recebido cobertura significativa, haveria de ser considerado notório. Listo:

  • WP:CLUBES: Clubes que participaram ao menos por um ano de qualquer divisão oficial, incluindo divisões inferiores, a nível estadual
  • WP:ATOR: [Profissionais que tenham] ao menos três trabalhos como membro do elenco regular, num programa relevante
  • WP:DIRETOR: Ter sido autor ou diretor principal de um número 3 de obras
  • Wikipédia:Critérios de notoriedade/Ginástica:
    • Ginastas: Ter conquistado, no mínimo, três medalhas de bronze/ou duas de prata/ou uma de ouro em Copas do Mundo
      Ter conquistado, no mínimo, três medalhas em nível nacional em qualquer aparelho/competição ou na disputa geral individual. Porém, já tendo participado de uma final de edição continental
      Ter conquistado, ao menos, uma medalha em nível nacional acrescida da presença em competição olímpica e/ou mundial, independente de ir a uma final
    • Árbitros: Com, no mínimo, dois anos de experiência e se conhecido do público específico (meio gímnico competitivo) e/ou geral [este dado obtém-se com referências em variadas fontes], por algum feito destacado na mídia
      Com, no mínimo, dois anos de experiência e se já tendo participado de competição em nível mundial e olímpico, mediador de conflitos ou não.

Quanto aos árbitros de ginástica, cabe apontar que o CDN aponta que este prazo de dois anos requerido pelo critério "faz-se necessário para que o árbitro consiga participar destas importantes competições". Ora, então bastaria exigir que ele participasse da competição. Como não estamos discutindo EXISTE aqui, mas sim somente os "números mágicos", não entrei no mérito dos critérios que determinam que "todos os exemplos de X são notórios".

Como já havia consenso quanto aos diretores, apliquei a decisão então tomada, mas nunca concluída, e trago os demais para discussão. A ideia é abolir integralmente esses critérios, sendo substituídos pelo critério geral de notoriedade, que estabelece que somente quem foi apontado como notório por fontes independentes teria artigo.

Flávio, o Maddox (msg!) 15h15min de 4 de abril de 2015 (UTC)

Maddox, eu proponho q a gente comeceisso do comecinho, vc pegou uma coisa ao léu aí. Claro q todos estes numeros magicos sao absurdos. MachoCarioca oi 02h42min de 7 de abril de 2015 (UTC)

Isso é um começo, não? O próximo passo seria acabar com os critérios do tipo "todos são notórios". Flávio, o Maddox (msg!) 02h48min de 7 de abril de 2015 (UTC)
Pra mim o começo deve ser começar a discutir todo esse texto, desta pagina, ponto a ponto. [1] Vc tá lá na frente, no varejo, o começo deve ser pelo atacado. MachoCarioca oi 02h59min de 7 de abril de 2015 (UTC)
Tudo bem, é uma forma. O texto de WP:CDN atinge toda a wikipédia, e precisaria ser analisado com muito cuidado, mas o princípio básico ainda é WP:V. E os critérios numéricos desrespeitam isso. Não começamos "pelo atacado", mas começamos. Vamos tentar resolver essa parte? Você propõe alguma redação alternativa, ou é favorável à eliminação desses critérios por completo? Flávio, o Maddox (msg!) 14h38min de 7 de abril de 2015 (UTC)
Sou favorável à eliminação de todosos criterios genéricos da pagina que apontei no link, e começarmos a fazer novos criterios especificos. Creio q já notou várias vezes nas PES que a existência de criterios genericos e especificos acabam dando grande confusão e entendimento dubio porque um acaba encavalando no outro, com entendimentos contrarios. A meu ver, devemos ter criterios apenas especificos por tema, como há varios lá no momento. Facilita muito mais a consulta e não tem confusão, o que está ali e só ali é o que passa a valer. O que vale pra futebol, vale pra futebol, o que vale pra politico, vale pra politico, e etc, não se mistura, facilita muito e foca mais. MachoCarioca oi 22h54min de 10 de abril de 2015 (UTC)
  • Esses docs de profissões de pessoas deveriam ser excluídos, não faz sentido algum considerar artigos sobre pessoas pela profissão/ocupação dela. Devemos ter cuidado com artigos sobre as pessoas vivas e isso inclui mesmo as "públicas", se alguém só é encontrado por uma menção à sua função é porque ou ela não é notável ou não se expõe, se ela não se expõe não vamos ser nós que vamos "cobrar" isso criando artigo e esperando surgir algo sobre ela depois. O critério principal para artigos é a quantidade de info/material que existe sobre aquilo, se não existe nada lá fora, não tem porque ter artigo mesmo, idem os clubes, as agremiações, as seitas e demais coisas, se não há pelo menos 1 fonte confiável daquela info é óbvio que o artigo sobre aquilo não deve existir no projeto. ― Diana m 02h43min de 8 de abril de 2015 (UTC)

Pra mim só deveria haver os por atividades, com a eliminação dos genericos, onde cabe tudo e qualquer coisa, a grande causa das brigas por aqui em ER, ESR e PE. MachoCarioca oi 22h58min de 10 de abril de 2015 (UTC)

Nenhuma oposição? Flávio, o Maddox (msg!) 00h12min de 28 de abril de 2015 (UTC)

Sim. Algum apoio? José Luiz disc 00h59min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Eu apoio. Isso é das coisas mais absurdas que vigoram por aqui. Quintal 01h04min de 28 de abril de 2015 (UTC)
  • Symbol question.svg Pergunta: - Peço desculpa aos colegas, mas não entendi o que pretendem. Lá em cima Citação: Maddox escreveu: «A ideia é abolir integralmente esses critérios, sendo substituídos pelo critério geral de notoriedade», ou seja, acabar com os critérios específicos. Mais abaixo Citação: MachoCarioca escreveu: «Sou favorável à eliminação de todosos criterios genéricos da pagina que apontei no link, e começarmos a fazer novos criterios especificos.». Afinal, querem acabar com os critérios genéricos ou com os específicos ? --João Carvalho deixar mensagem 14h06min de 28 de abril de 2015 (UTC)
  • Você está confundindo "geral" com "genérico". O critério geral está em WP:CDN. Os critérios específicos são "genéricos" porque não especificam o que torna alguém notório, mas diz que "todo mundo que faz isso X vezes é notório", indo contra o critério geral, que pressupõe a cobertura significativa por fontes independentes. Por isso a necessidade de acabar com os atuais critérios específicos, que são "genéricos". Entendeu? Flávio, o Maddox (msg!) 17h35min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Obrigado Maddox ! --João Carvalho deixar mensagem 19h30min de 28 de abril de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo de clubes! Escrevo sobre futebol e não gostaria de ver times de futebol profissionais sendo apagados. Braz Leme (discussão) 20h29min de 28 de abril de 2015 (UTC)

Mas quem foi que disse que serão apagados? A ideia é retirar dos CDNs que não passam de números mágicos. Se vão ser apagados ou não é outra coisa. José Luiz disc 22h14min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Nada que cumpra o critério geral de notoriedade será apagado. Se fontes independentes atestam a notoriedade, fica. Flávio, o Maddox (msg!) 02h55min de 29 de abril de 2015 (UTC)

Eu de certa forma concordo com o Braz. O critério de WP:CLUBES diz que são notórios os clubes do futebol profissionais, e isso não me parece um número mágico. Os outros critérios eu Symbol support vote.svg Apoio rever. Outra coisa que eu acho que deveria ser revista são os critérios de política: "Prefeito (no Brasil) ou Presidente da câmara municipal (em Portugal) é relevante e deverá ter artigo próprio, desde que diga qual o período do governo e fale algo substancial e com fontes sobre sua administração" (correto); mas esse final deveria estar presente também no caso dos deputados em "Membros do Poder deliberativo/Poder Legislativo a nível nacional (no Brasil, deputados federais e senadores). Membros do Poder Legislativo a nível estadual (no Brasil, deputados estaduais)". Algo como "desde que diga algo substancial e com fontes sobre o exercício seu mandato". Quero dizer que não devemos aceitar artigos que apenas digam que um político cumpriu mandato de deputado, sem dizer o que ele fez (assim como exigimos em relação aos prefeitos). Jonny DC 22h41min de 28 de abril de 2015 (UTC)

O critério não diz que os times profissionais são notórios. Ele diz que qualquer time que jogar por um ano é notório. "Notório" é aquilo que é apontado por fontes independentes como notório. Flávio, o Maddox (msg!) 02h55min de 29 de abril de 2015 (UTC)
  • Os questionamentos do OnlyJonny e do Braz Leme foram respondidos... Mas eles não voltaram a participar. Com a abolição dos critérios, os times profissionais não deixaram de ser considerados notórios. Sera "notório" aquilo que for considerado "notório" por fontes independentes. A mera existência não legitima artigo, em conformidade com EXISTE. Flávio, o Maddox (msg!) 22h42min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo de toda a proposta. Na prática, não serão acabados os números mágicos e sim os critérios que os contem. Não é necessário que todos os artigos cumpram o critério geral de notoriedade, já que a comunidade considerou que determinadas funções e grupo de artigos podem ter notoriedade de outras formas. Foi decidido que atores que tenham três trabalhos em programas são relevantes, não precisando cumprir ainda o critério geral. Portanto, não tem motivo para abolir. JMGM (discussão) 17h31min de 16 de maio de 2015 (UTC)

Jurema, e Citação: Foi decidido que atores que tenham três trabalhos em programas são relevantes, não precisando cumprir ainda o critério geral. Portanto, não tem motivo para abolir. é um raciocínio circular. Não é por que "foi decidido" (por esta comunidade) que esta mesma comunidade não pode "decidir diferente" e é exatamente para mudar o passado que se fazem propostas. E dizer que "não tem motivo" é um não argumento, pois é o mesmo que dizer "não por que não".... José Luiz disc 19h14min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Comentários que se posicionem frontalmente contra as regras devem ser ignorados. Quintal 19h43min de 16 de maio de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo de toda a proposta. Se acabarmos com todos os critérios "mágicos" o que nos sobra? A interpretação pessoal de cada um? Isso vai acabar em uma bagunça sem fim com cada um eliminando o que acha supérfluo e outro editor recriando o artigo por considera-lo importante. Eu proponho o oposto que sejam expandidos os critérios para facilitar o trabalho dos eliminadores. DARIO SEVERI (discussão) 19h27min de 16 de maio de 2015 (UTC)

Sério? Então todas as outras wikipédias são uma "bagunça sem fim"? Quintal 19h41min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Claro que é serio, ou você acha que estou aqui para brincadeiras? Eu acho que estou discutindo um assunto da Wikipédia em língua portuguesa o que as outras Wiki fazem ou não é um assunto delas e não nosso. Nesta WP eu tenho notado uma grande quantidade de discussões justamente pela falta de critérios definidos, e se não estou enganado existem critérios também na vida real. Para entrar em uma Universidade existem critérios ou exigências mínimas para o ingresso, para tirar uma carteira de habilitação existem exigências mínimas a serem atendidas e assim para tantas outras coisas, e por isso não vejo a razão que não existam critérios mínimos para se criar um artigo aqui. DARIO SEVERI (discussão) 19h59min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Alguém está a propor acabar com critérios de notoriedade? Favor ler a proposta antes de comentar.
O seu único comentário limita-se a inventar uma situação de pânico e descontrolo que é totalmente falsa, irrealista e sem fundamento. Nas outras wikipédias não existem critérios numéricos e não existe nenhuma "bagunça sem fim". Quintal 20h03min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Eu li muito bem a proposta, se você acha que estou criando uma situação de pânico baseada em situações irrealistas e falsas é um direito teu, mas é um direito meu discordar desta proposta baseado naquilo que tenho notado aqui nas diversas PE e GE. DARIO SEVERI (discussão) 20h13min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Pode apontar aqui várias dessas discussões que sejam uma "bagunça sem fim" motivadas pela ausência de critérios números? Tanto quanto me lembre, quase todas as discussões sem fim se devem precisamente ao contrário: à existência de critérios numéricos absurdos, que permitem a inclusão de tópicos que não são cobertos pelas regras de notoriedade geral. Quintal 20h17min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Veja bem o absurdo ... A ideia desta proposta é abolir integralmente esses critérios, sendo substituídos pelo critério geral de notoriedade, que estabelece que somente quem foi apontado como notório por fontes independentes teria artigo. ... Quem é que vai decidir qual é o critério geral de notoriedade? Quem vai decidir quem é notório? ... As fontes independentes? ... Quais são essas fontes independentes se existe sempre uma discussão se essa ou aquela é realmente independente. Antero tenho mais o que fazer que ficar alimentando essa discussão contigo. Passe bem. DARIO SEVERI (discussão) 20h29min de 16 de maio de 2015 (UTC)
Ou seja, apenas inventou um cenário alarmista sem nenhum fundamento e na realidade não tem nenhum argumento para o defender. Percebido. Quintal 20h30min de 16 de maio de 2015 (UTC)
DARIO SEVERI, eu não entendi nada o seu argumento e temo que de fato você não tenha entendido a proposta. Veja WP:ATOR, por exemplo: ele especifica três características para que um ator seja considerado "relevante" e a proposta aqui é retirar uma delas, a que cita o "três obras" (por que não 2? E se a primeira já for relevante?). Com os demais é idêntico: propõe-se retirar UMA FRASE de cada um deles. Enfim, você lê só o comentário da Jurema acima e já sai opinando (e até utilizando a mesma frase...). Enfim, pelo que você escreveu, você de fato não entendeu nada. José Luiz disc 20h59min de 16 de maio de 2015 (UTC)
  • Symbol comment vote.svg Comentário - Sinceramente nunca entendi o motivo da guerra contra os ditos "números mágicos" ! Vamos lá a ver se a gente se entende ! Reversões = 3 é guerra ! Para se ser administrador é preciso ter edições = x ! Desambiguações é preciso ter 3 itens! , etc, etc. Na vida real, a maioridade = 18 anos (Portugal). A carta de condução é retirada com um número fixo de infracções, etc., etc.. Então se querem acabar com os números mágicos, para os critérios, façam como sugerido pelo Albmont : Tudo pode ficar desde que a política de verificabilidade seja cumprida. --João Carvalho deixar mensagem 21h28min de 16 de maio de 2015 (UTC)
  • Com a proposta do Albmont se calhar, acabavam-se com 90% das discussões na Wikipédia --João Carvalho deixar mensagem 21h34min de 16 de maio de 2015 (UTC)

Não disse que o motivo para não abolir seja que a comunidade decidiu e nem que simplesmente "não tem motivo", se não foram capazes de perceber. O que eu falei é que a notoriedade não se baseia apenas no critério geral, e nem deve se basear, pois pessoas ou "coisas" podem ter notoriedade sem precisar cumprir o critério geral, e é pra isso que existem os específicos. Sei também que a proposta não pretende acabar com todos os critérios específicos, mas não vejo diferença entre os que usam "números mágicos" e os que não usam, pois como disse, a proposta não pretende acabar com esses números e sim extinguir os critérios que os usam. O número é um limite para poder ter artigo, por isso é importante. O Zé insinuou que os números poderiam atrapalhar algum artigo de existir, o que não é nem de longe verdade. Se um ator tem um trabalho e esse for relevante, se com isso ele consegue cumprir o critério geral, ele vai ter artigo, independente da regra dos três trabalhos. Mas um ator que tem três trabalhos e não cumpre diretamente o critério geral (nem os outros dois específicos da categoria) também tem notoriedade para ter um artigo, o fato de se ter um número é o indicativo principal, pois não foi decidido ao acaso, foi decidido que quem tem 2 trabalhos por si só não pode ter artigo (isso até poderia ser revisto, mas foi o que foi decidido). Mas 3 trabalhos já é suficiente, foi considerado que quem já fez 3 trabalhos já tem a notoriedade necessária para constar na Wikipédia (se alguém discorda disso, não foi capaz de indicar motivos). Acho que não vão entender nada do que falei, mas talvez percebam alguma coisa.

DARIO SEVERI, realmente é muito difícil dialogar com quem só não quer perder a discussão e que não aceita que suas ideias sejam confrontadas. Os opositores das ideias nunca tem argumento, só as opiniões de quem não aceita as contrárias é que valem, os outros não sabem argumentar, só ele. Realmente é muita coincidência e muita sorte que o destino tenha dado apenas ao lado dele a capacidade de argumentar e de tomar as decisões certas, em todas as discussões do projeto. Muita coincidência e muita sorte que apenas o lado contrário é que não saiba argumentar e que todos os argumentos devem ser ignorados por estarem fora das regras. Muita coincidência e muita sorte que todos as explicações dos oponentes, por melhores que sejam, continuarão erradas. Tem total sentido. Só podem ocorrer as mudanças que deseja e quer, nada que vá contra isso pode ocorrer. O motivo?! As ideias dele são as únicas que tem argumentação! E quem decide quais ideias tem argumentação?! ELE!!! Justíssimo, não? JMGM (discussão) 22h13min de 16 de maio de 2015 (UTC)

José o meu argumento é muito claro, ... Os critérios numéricos são importantes e devem ser mantidos, se for o caso melhorados, como é o caso do WP:DIRETOR, onde está escrito (...) Ter sido autor ou diretor principal de um número 3 de obras (...), deve ser adicionado a palavra 'relevantes'. Porque ele deve ter sido autor ou diretor principal de um número mínimo de 3 obras relevantes. Os critérios numéricos devem ser melhorados e não eliminados. É tão difícil entender este argumento? O próprio Maddox (IP} citou (...) 'O que eu falei é que a notoriedade não se baseia apenas no critério geral, e nem deve se basear, pois pessoas ou "coisas" podem ter notoriedade sem precisar cumprir o critério geral, e é pra isso que existem os específicos (...)' concordando que o critério numérico é um especifico e por isso deve ser mantido e melhorado. Quanto ao fato de você citar que copiei a frase da colega Jurema ... bem, eu discordo de toda a proposta, se você achar outro modo de escrever isso ... tudo bem. DARIO SEVERI (discussão) 02h25min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Desisto. São sempre os mesmos argumentos circulares. É impossível encontrar espaços de cedência. Um consenso pressupõe que todos querem o mesmo no final, que é o bem do projeto, e que portanto se há 4 que querem alguma coisa e 4 que querem outra, deveria ser possível encontrar uma solução intermediária que agrade a todos (menos do que máximo e mais do que o mínimo). Infelizmente, aqui sempre se usa o bloqueio ("não concordo e ponto"). É preciso fazer contra-propostas pois há gente insatisfeita em deixar como está e isto deveria ser respeitado. É preciso haver, além de concordância, consentimento e também cedência. Bom, se for ter voto, me chamem. José Luiz disc 02h55min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Argumentos circulares? Pelo contrário. Consenso precisa de cedência dos dois lados e de qualquer forma, se considero uma proposta absurda e sem nenhum embasamento não me sinto obrigada a ceder em nada. Mas fico feliz que agora conseguiu perceber que não há consenso. Para não dizer que só discordei sem dar sugestão, vamos analisar item por item e ver o que fica e o que sai. JMGM (discussão) 09h20min de 17 de maio de 2015 (UTC)
José, eu acredito que todos os que deram opiniões acima querem no final o que é bom para o projeto, mas as ideias diferem de como chegar lá. A minha contraproposta é de tentarmos aperfeiçoar esses critérios, como a modificação que eu citei acima. Aperfeiçoar e não eliminar. DARIO SEVERI (discussão) 03h18min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Porque é que só é notável quem criou três obras relevantes? Quem criou duas obras relevantes não é notável porquê? Quintal 12h39min de 17 de maio de 2015 (UTC)
  • Caro Antero de Quintal, é evidente para todos nós que quem criou uma obra relevante é notável e não precisa de ter criado três obras relevantes para ter artigo na Wikipédia. O meu problema é qual a definição de " Relevante", pois sei que para mim é uma coisa é para ti é outra. Sendo sincero, mudar uma coisa que está errada por outra que também está errada, digo-te que mais vale estar quieto. Eu, estou farto das definições vagas, que dão origem a que cada um intérprete de maneira diferente, originando sistemáticas discussões desgastante se que não levam a nenhum lado. --João Carvalho deixar mensagem 13h25min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Não interessa se a obra é relevante para mim, para ti ou para qualquer wikipedista. Interessa se o é para as fontes secundárias relevantes e independentes do tópico. As discussões desgastantes têm a ver precisamente com o absurdo desses critérios numéricos, que deixam de fora tópicos potencialmente notáveis ao mesmo tempo que incluem bizarrias irrelevantes. Não existe qualquer justificação credível que sustente a validade destes critérios numéricos; por exemplo, que todo e qualquer cineasta com mais de três filmes é notável. Pode ser ou pode não ser. Depende dos filmes e da crítica, sendo essas fontes que permitem assumir a sua notoriedade. Estes critérios numéricos sem nexo são uma afronta e uma violação da recomendação de notoriedade (o chamado "critério geral") e devem ser removidos imediatamente. 15h31min de 17 de maio de 2015 (UTC) comentário não assinado de Antero de Quintal (discussão • contrib) (data/hora não informada)

As discussões desgastantes vem justamente da definição de relevância pelo critério geral sim. Cada um considera relevante uma coisa diferente, muito difícil ter consenso para isso. Critérios numéricos são objetivos, ou fez tantos trabalhos ou não fez. Os critérios específicos existem para ser uma alternativa ao critério geral, o artigo não precisa cumprir os dois critérios. Os critérios numéricos não deixam de fora tópicos potencialmente notáveis, pois como já falei, um ator ou diretor que tem 2 trabalhos e não 3, pode ser considerado notável pelos outros 2 específicos ou pelo critério geral. JMGM (discussão) 17h17min de 17 de maio de 2015 (UTC)

Pode explicar em que é que se baseiam esses critérios numéricos? Qual é o argumento para sustentar que qualquer pessoa que realize três filmes passe automaticamente a ser notável, apesar de nenhuma fonte o considerar como tal? Quintal 17h20min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Um ator que realizou centenas de trabalhos no elenco regular de programa relevante, não será automaticamente notável? Precisa ainda cumprir o critério geral ou um dos outros dois específicos? Porque se bastar o número grande, o problema não é com o fato de se ter um número e sim com o número exato em si. Mas para o consenso, eu posso "ceder" em uma coisa. Trocar o 3 por 1 nos dois casos. Pois se observar bem, todos os critérios vão exigir pelo menos 1. Por exemplo, ter ganho algum (um) prêmio relevante. Ou seja, todos os critérios específicos são numéricos. A diferença desses para os outros é o 1 e o mais de 1, e isso é que pode ser discutido. JMGM (discussão) 17h51min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Não desvirtue as questões. Aquilo que perguntei foi qual é o argumento que sustenta que todas as pessoas, sem excepção, que realizam três filmes são automaticamente notáveis, mesmo que não tenham tido nenhuma cobertura da imprensa ou os filmes não tenham sido vistos em público. Quintal 17h55min de 17 de maio de 2015 (UTC)
E por acaso fui eu que estabeleci a quantidade de 3? Eu é quem estou desvirtuando? O número foi estabelecido, é numérico como todos, como já expliquei. Ao contrário do que você está querendo mostrar, o problema não é com o fato de se ter um número e sim com o número exato em si. Por isso, já falei que o tal "3" pode ser alterado para "um". Mas eliminar o critério inteiro é que não faz sentido, como estou falando desde o início. JMGM (discussão) 18h06min de 17 de maio de 2015 (UTC)
O que determina se faz ou não sentido é a justificação para a seguinte questão: qual é o argumento que sustenta que todas as pessoas, sem excepção, que realizam três filmes são automaticamente notáveis, mesmo que não tenham tido nenhuma cobertura da imprensa ou os filmes não tenham sido vistos em público? Quintal 18h07min de 17 de maio de 2015 (UTC)
É claro que no caso de diretores, as obras tem que ser relevantes, como no caso dos atores. É isso que deveria ser incluído, ao invés de retirar o critério. Agora, sendo os filmes relevantes, quem fez um número X deles, é notório. Foi estabelecido que X é 3. A justificativa para mudar é que 3 é número mágico, mas, repito, um também. Se for para se ter uma adequação, o correto é substituir o 3 por um, e não remover os critérios que contém o número maior que um. JMGM (discussão) 18h19min de 17 de maio de 2015 (UTC)
A sua resposta apenas reforça a argumentação inicial da proposta: que só é relevante quem faz obras relevantes e é citado como relevante por fontes secundárias. Isso é o critério geral de notoriedade. Por outras palavras, o critério numérico não serve para nada e só está a servir para incluir também tópicos que não são cobertos pelas regras de notoriedade para além dos casos notáveis. Obrigado, era precisamente isso que queria ler: que só é relevante aquilo que cumpre as regras de notoriedade. Quintal 18h31min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Onde eu disse isso? "o critério numérico não serve para nada", pelo contrário. É justamente para quem não cumpre o critério geral. Diretores com 3 trabalhos relevantes são notórios, mesmo não cumprindo o critério geral. "só está a servir para incluir também tópicos que não são cobertos pelas regras de notoriedade para além dos casos notáveis". Não! Ele inclui mais um caso notável, esse é o ponto. O motivo é que alguém que faz muitos trabalhos relevantes também é relevante. E o "muitos" foi estabelecido como 3 (mas pode ser alterado para um, ao invés de se retirar o critério, como já expliquei). Está muito claro. Essa distinção que você faz entre esses critérios e os outros específicos também não faz sentido. Já falei que todos os critérios específicos são numéricos, pois precisam de "um". JMGM (discussão) 19h10min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Então confirma que esses critérios numéricos só servem para incluir tópicos não notáveis que não são cobertos pelo critério geral. Ou seja, confirma que estes critérios numéricos são uma violação deliberada das nossas regras de notoriedade. Obrigado. É precisamente essa a razão dada na exposição inicial para serem imediatamente removidos, com a qual você acabou de concordar. Quintal 22h09min de 17 de maio de 2015 (UTC)

É perda de tempo continuar discutir sobre o mesmo assunto, não vai sair disso. Cada um já expos sua ideia. DARIO SEVERI (discussão) 21h14min de 17 de maio de 2015 (UTC)

Pelo contrário. Eu estou a achar bastante produtiva a discussão. Produtiva no sentido em que à medida que se começa a pedir justificações começa a ficar clara a falta de qualquer argumento que sustente a situação atual. Entendo que aqueles que nada têm a dizer ou não têm argumentos sólidos ficam muito assustados com contra-questões ou um debate mais aprofundados, e tentam desviar o foco do debate para se poderem safar com um palpite sem bases e argumentos, que só atrapalha a discussão. Quintal 22h14min de 17 de maio de 2015 (UTC)
  • Argumentos sólidos ? Porque são colocados por si ? Esse tipo de conversa não leva a nada ! --João Carvalho deixar mensagem 22h32min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Achando bastante produtiva a discussão? O que estou vendo aqui é uma falta de argumentos para rejeitar os critérios específicos. DARIO SEVERI (discussão) 18h36min de 18 de maio de 2015 (UTC)
E esse tipo de conversa também faz lembrar a dos ressabiados e banidos do facebook. E nem sequer foi isso que escrevi. Quintal 22h46min de 17 de maio de 2015 (UTC)
Não disse que não são notáveis, disse que são de outras formas. Onde você leu que para cumprir o critério específico tem que cumprir o geral?
"O critério geral é que um tópico é presumido como notável se recebeu cobertura significativa de fontes reputadas e independentes do assunto tratado.2 Entretanto, também é presumido como notável se cumprir algum critério de notoriedade temático.2 O conjunto dos critérios define-se como suficiente: havendo cumprimento de algum deles e existência de fontes secundárias de qualidade que permitam a redação de um artigo completo, garantindo a exigência de verificabilidade, existe a presunção sobre a pertinência enciclopédica do assunto. Transcrito de CDN. São complementares.
Vou parar de insistir nisso, já repeti mil vezes e você insiste. Não adianta, não há consenso, e você não é capaz de demonstrar que uso "palpite sem bases e argumentos", pois é o contrário. Mas também te agradeço por confirmar o que escrevi acima:
"Os opositores das ideias nunca tem argumento, só as opiniões de quem não aceita as contrárias é que valem, os outros não sabem argumentar, só ele. Realmente é muita coincidência e muita sorte que o destino tenha dado apenas ao lado dele a capacidade de argumentar e de tomar as decisões certas, em todas as discussões do projeto. Muita coincidência e muita sorte que apenas o lado contrário é que não saiba argumentar e que todos os argumentos devem ser ignorados por estarem fora das regras. Muita coincidência e muita sorte que todos as explicações dos oponentes, por melhores que sejam, continuarão erradas. Tem total sentido. Só podem ocorrer as mudanças que deseja e quer, nada que vá contra isso pode ocorrer. O motivo? As ideias dele são as únicas que tem argumentação. E quem decide quais ideias tem argumentação?! ELE!!!".
João e DARIO, realmente não dá pra discutir isso com ele (nem nada que ele não concorde), qualquer coisa ele apela pra insinuaçõezinhas de gente que não tem capacidade para dialogar e aceitar opiniões contrárias. Por isso, me retiro da discussão antes que comece a seção avacalhação, deixando claro que minha opinião sobre o assunto foi dada e não vou aceitar que a taxem como "contra as regras" sem embasamento. JMGM (discussão) 07h43min de 18 de maio de 2015 (UTC)

Citação: Onde você leu que para cumprir o critério específico tem que cumprir o geral? É. Parece que o problema está precisamente aqui. Há gente que não sabe/desconhece que os critérios específicos são apenas ferramentas auxiliares para simplificar a aplicação das regras de notoriedade. Mas como podemos ver, o objetivo declarado destes critérios numéricos é precisamente burlar e contornar as regras do projeto, considerando como automaticamente notáveis uma infinidade de coisas que não cumprem os critérios de notoriedade. Não é admissível defender frontalmente burlas às regras e, a não ser que alguém sustente com argumentos válidos de que forma é que estes critérios numéricos se adequam às nossas regras. Quintal 07h58min de 18 de maio de 2015 (UTC)

A relevância é um critério de inclusão baseado na pertinência enciclopédica de um determinado tópico para o projeto. Entende-se que relevância não é o mesmo que fama, importância ou popularidade, apesar de estas poderem efectivamente relacionar-se com a noção geral de relevo respeitante a esta enciclopédia. Se um tema recebeu cobertura significativa por fontes secundárias de confiança e independentes do assunto tratado, presume-se que seja meretório para se tornar parte da Wikipédia. Entretanto, 'a relevância de um tema não deve ser julgada directamente pelos wikipedistas. Na existência de trabalhos publicados por fontes de confiança é que o critério objectivo a ser utilizado para decidir se o tema deve ou não ser tratado na Wikipédia passa a vigorar. São jornalistas, académicos, investigadores ou outros especialistas no tema (e não os usuários da Wikipédia) que decidem se este é relevante e suficientemente notável, e são eles que com a sua experiência, conhecimento e perícia pesquisaram e verificaram a informação existente para publicarem os seus trabalhos.' Se os critérios específicos contradizem e estão a ser usados de subterfúgio acerca das regras gerais do projeto, designadamente os critérios de notoriedade, ao definir sem qualquer fundamento números como automaticamente relevantes para um tema em específico, estes devem evidentemente ser excluídos. Se o tema cumpre com o critério geral, com informação em grande quantidade, pesquisada, verificada e publicada por múltiplas fontes de confiança terá artigo; quando os critérios específicos desdizem a "relevância condição" como causa primordial das normas a serem seguidas, não é possível recorrermos aos critérios específicos, sejam eles quais forem, para incluir conteúdo sem relevo. Como também é óbvia a falta de argumentos para além dos ad hominem contra quem efetivamente argumentou, esta discussão está condenada ao insulto. Shgür Datsügen [disc] · [contribs] 15h11min de 18 de maio de 2015 (UTC)

Shgür Datsügen antes de você adicionar expressões em latim na discussão eu queria salientar que a proposta foi apresentada pelo Maddox e eu não estou vendo ninguém aqui criticar ele. Eu também não estou criticando o editor Antero por isso a tua colocação foi muito mal colocada. Eu sugiro que você evite este tipo de acusações. O que alguns editores, você incluído, não estão entendendo é que a frase (...) 'Se um tema recebeu cobertura significativa por fontes secundárias de confiança e independentes do assunto tratado, presume-se que seja meretório para se tornar parte da Wikipédia' (...) da possibilidade de muitas interpretações algum editor pode considerar que as fontes apresentadas são de confiança e outros as julgam como não de confiança. O que estou vendo aqui é uma falta de argumento de vocês para rejeitar os critérios específicos. DARIO SEVERI (discussão) 18h28min de 18 de maio de 2015 (UTC)
Desculpe? Não ouviu? Leia a discussão toda desde o início, talvez o ajude a entender. Shgür Datsügen [disc] · [contribs] 18h41min de 18 de maio de 2015 (UTC)
O principal argumento é que o critério numérico permite a inclusão de casos não notórios e não cobertos por múltiplas fontes secundárias e independentes, sendo uma violação das regras de notoriedade. Isto está explicado desde o início. E os argumentos para manter os números mágicos? Quintal 18h43min de 18 de maio de 2015 (UTC)

Como quem se opõe a esta proposta é julgado como um imbecil por não entender ela, já me mandaram ler esta mesma proposta diversas vezes prefiro me abster de continuar discutir isso devido a falta de argumentos de editores. DARIO SEVERI (discussão) 18h50min de 18 de maio de 2015 (UTC)

Citação: O principal argumento é que o critério numérico permite a inclusão de casos não notórios e não cobertos por múltiplas fontes secundárias e independentes, sendo uma violação das regras de notoriedade. Isto está explicado desde o início. E os argumentos para manter os números mágicos? 18h53min de 18 de maio de 2015 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo, números não faz dum artista, clube, ator, diretor, etc. notável. O que o faz são fontes fiáveis e independentes que o ateste assim. Acredito que muito dos critérios específicos devem ser discutidos pela comunidade, não só os númericos. Os critérios específicos são sempre usados para passar por cima dos critérios gerais. Nos critérios de cinema, rádio e televisão, lê-se para emissoras de TV e de Rádio: Todas as emissoras nacionais e locais. Daí vem alguém numa PE de uma emissora de rádio e diz que o artigo não deve ser eliminado porque no critério específico diz que e notável. Isso é absurdo. Mas vamos por partes pra facilitar o trabalho. G.M (discussão) 19h45min de 18 de maio de 2015 (UTC)

@JMGM: @DARIO SEVERI: vocês parecem ser contra eliminar todos os critérios, o que concordo, mas a proposta é apenas para eliminar alguns deles, e não vi vocês serem contrários especificamente a esses. Temos consenso para eliminar os três últimos critérios da lista proposta? (atores, diretores e a parte sobre ginástica). Há outra proposta em discussão sobre abolir critérios aqui que ao meu ver já é quase consenso também. Jonny DC 01h58min de 19 de maio de 2015 (UTC)

Elevar "uma frase não faz artigo" para recomendação

Olá. Proponho que esta versão de "uma frase não faz artigo" deixe de ser ensaio e se torne recomendação. Todos sabem que a Wikipédia não é um dicionário, e mesmo que a pessoa prefira redirecionamentos/fusão/eliminação, as três ações estão sendo indicadas no texto. Gostaria que se tornasse recomendação pois assim poderia ser criada uma etiqueta laranja para esse tipo de artigo, para tornar mais fácil localizá-los e mostrar para o leitor que nem todos querem tratá-lo como idiota. Mas aí é assunto pra outra proposta.--Mister Sanderson (discussão) 00h18min de 17 de abril de 2015 (UTC)

O racional que está em en:Wikipedia:Put a little effort into it poderia ser incluído neste artigo. Inacreditavelmente, o interwiki dele nos traz aqui para Wikipédia:Mínimo, que é uma defesa do artigo de uma frase.... José Luiz disc 00h35min de 17 de abril de 2015 (UTC)
Isso ai foi o resultado das fusões em massa de ensaios daquela época (ver). O ensaio que citou já existiu por aqui, hoje virou aquele Frankenstein... Lord MotaFala
Cara, eu me considero um cara bem informado, mas essa foi f... Como é que um ensaio que defende artigos mais elaborados pode ser fundindo, refundido e fod... até acabar num monstrengo que quer dizer exatamente o contrário???? José Luiz disc 01h23min de 17 de abril de 2015 (UTC)
Mas o nutshell de lá já está presente no resumo de cá!--Mister Sanderson (discussão) 02h44min de 17 de abril de 2015 (UTC)

Talvez outros prefiram um ensaio com o título "Uma linha é um começo". Nem todo ensaio precisa ser recomendação um dia. Continua sendo válido como um eterno ensaio por ser o pensamento de alguns, mas por mais bem escrito que esteja não necessariamente o caminho é que seja caracterizado como algo além de opinião de alguns. É óbvio que todo artigo com uma linha precisa ser expandido e que não é o tamanho que define se deve ser excluído.—Teles«fale comigo» 01h52min de 17 de abril de 2015 (UTC)

Não é óbvio que artigos de uma linha devem ser expandidos. Os eventualistas (Raimundo57br, Braz Leme, Mar França, Quintinense) não diriam que "deve", mas que "pode" ser expandido.--Mister Sanderson (discussão) 02h44min de 17 de abril de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo entendo que uma linha é um bom começo, ainda mais se for enciclopédico ou que satisfaça os critérios. Holdfz  Disc. 13h55min de 18 de abril de 2015 (UTC)

Teles, tás a ver? Holdfz, uma linha nunca é enciclopédico ou satisfaz critérios. Uma linha é definição de dicionário, é coisa do Wikicionário. Se a pessoa só consegue fazer uma definição dicionárica do texto o que ela escreveu tem que ser movido pro Wikicionário. Aqui é uma enciclopédia, há o critério de não aceitar definições de dicionário (WP:NODIC). O leitor tem que ser capaz de ter uma visão geral do tema para além da definição.--Mister Sanderson (discussão) 19h12min de 18 de abril de 2015 (UTC)

Uma frase faz um artigo? Depende. E. Feld fala 02h33min de 19 de abril de 2015 (UTC)

Não minha opinião, não faz. Só faz o consulente que procura CXCR4 (e que certamente não é o consulente típico) achar ridícula a ptwiki e ir logo para a inglês. Pensa ele: esses morons simplesmente traduziram a introdução da enwiki e depois copiaram a bibliografia de lá pra cá. Oops! Foi exatamente isso que foi feito! José Luiz disc 02h44min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Isso aí não é artigo, é definição de dicionário. Uma enciclopédia precisa ter pelo menos um parágrafo.--Mister Sanderson (discussão) 15h40min de 19 de abril de 2015 (UTC)
  • Holdfz, pode me citar um caso onde "uma linha é um bom começo, ainda mais se for enciclopédico ou que satisfaça os critérios"? José Luiz disc 02h51min de 19 de abril de 2015 (UTC)
O artigo Egito começou com uma linha e até muito curta. Holdfz  Disc. 06h12min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Holdfz, entendo seu ponto. No início, a Wikipédia precisava de artigos como este e ficou anos sem regras inclusive para fontes e referências. Todos os projetos começaram assim. Desta forma, o exemplo que me deu é de uma "era heroica" que há muito não existe mais na qual até vandalismo era considerado útil (conhece a da hiena? leia lá!). Mas você de fato respondeu à pergunta (mal feita) que fiz. Se me permite, pode me citar um exemplo recente? José Luiz disc 12h07min de 19 de abril de 2015 (UTC)
José Luiz, só consegui achar artigos do período inicial da wiki. Holdfz  Disc. 14h34min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Pois eu sei disso. E este fato ajuda a responder ao temor do Zoldyick (abaixo) também. O ponto é reconhecer que a Wikipédia hoje não é mais a de outrora e nem significa que precisamos de uma enxurrada para "destruir" o trabalho do passado. Muito mais útil seria que todos reconhecessem que de fato uma linha não faz um artigo, mas que isso não implica que os artigos de uma linha que já existem devem ser sumariamente apagados (deveriam ser categorizados, repassados e trabalhados, um a um, num trabalho de bibliotecário para aí sim decidir o que fazer). Implica sim que não devem mais ser criados. Just that. José Luiz disc 14h49min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Esse artigo tratou os leitores como idiotas até receber conteúdo em boa quantidade, teria sido melhor esperar surgir conteúdo de verdade antes de criá-lo.--Mister Sanderson (discussão) 19h35min de 20 de abril de 2015 (UTC)
Vendo os artigos novos da Wiki-en, consegue ver-se vários artigos com uma frase (+ cats, refs, etc) que foram validados por outros, por exemplo en:Alan Clouter, en:Jaime de Almeida (born 1920), en:ROMARM, etc. GoEThe (discussão) 11h44min de 21 de abril de 2015 (UTC)
Você parece estar pensando que a aprovação desse ensaio vai proibir que as pessoas expandam artigos. Não é o caso.--Mister Sanderson (discussão) 02h43min de 24 de abril de 2015 (UTC)
Obviamente não é isso que penso, enquanto houver artigos é possível expandi-los. O que quis exemplificar é que não é verdade que em outras wikipédias seja proibido criar artigos com uma frase. E defendo que é um mau uso do nosso tempo estar preocupado com o que supostos leitores pensam sobre artigos que quase ninguém lê. E ainda que é mais fácil expandir um artigo existente do que criar um de raiz, mas embora isso já seja uma opinião pessoal, gostaria que o meu modus operandi fosse respeitado e que tivesse lugar dentro de uma diversidade de outros modi operandi, que eu não pretendo mudar. GoEThe (discussão) 10h44min de 30 de abril de 2015 (UTC)
GoEThe, eu não disse que são proibidos em wikis de outros idiomas. Ser proibido seria pertinente, mas não é por não ser que deixa de ser uma posição válida. Se os artigos serão muito lidos ou não não muda em nada estarem certos ou errados. Eu não acredito que é mais fácil expandir que criar do zero, nas expansões que fiz tive que remover muito conteúdo sem fontes e errado, teria sido mais fácil criar do zero que ficar checando a validade de informações colocadas descuidadamente. Como eu já disse, não será proibido expandir ou fundir, então não afeta em nada seu "modus operandi". Que trecho você está achando que te atrapalharia? --Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)

Vou fazer uma previsão com comentário: caso essa proposta de elevar "uma frase não faz artigo" para recomendação seja bem sucedida, as PEs vão virar um oceano de artigos propostos para eliminação. Não por que as páginas não tem fonte, mas simples e puramente por que "possuí histórico muito relevante [longo histórico] mas são X é Y, por isso ponho pra avaliação da comunidade." Óbvio, posso estar errado. Mas, isso não deixa de ser uma "probabilidade" do futuro. Todos sabemos que o pessoal gosta de usar recomendações para decidir o futuro dos artigos, nada contra, muito pelo contrário. Quando um artigo for um esboço bem pequeno basta dizer: "X é Y" e pronto - o argumento é válido. Não que hoje X é Y não seja, mas ainda não é um motivo direto para se eliminar artigos em avaliações nas PEs. O que vai ter de artigo em discussão, somente e unicamente por ser um mero esboço pequenininho pode ser, em minha previsão [que pode muito bem errar], uma coisa grande pessoal. Pensem nisso... --Zoldyick (Discussão) 03h04min de 19 de abril de 2015 (UTC)

O ensaio não diz que devem ser todos os "X é Y" eliminados. Se você ler, vai ver que ele sugere, além de eliminação, fusão e expansão.--Mister Sanderson (discussão) 15h40min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Symbol comment vote.svg Pergunta Citação: MisterSanderson escreveu: «vai ver que ele sugere, além de eliminação, fusão e expansão». Mas isso não é comum aos esboços e aos artigos ditos "normais"? Que diabo é que isso acrescenta de tratamento diferenciado dos mínimos com os outros artigos, ou será que o ensaio não diz bem isso ? --João Carvalho deixar mensagem 17h15min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Na dúvida Symbol declined.svg Discordo ! Nesse ensaio há frases com as quais eu não concordo ! Nota: Para quem me conhece, sabe que eu não defendo os artigos com uma única frase (não os faço, simplesmente !), mas estou de acordo com o que disse o Zoldyick, alguns estão mortinhos por conseguir encher as ECs. --João Carvalho deixar mensagem 17h15min de 19 de abril de 2015 (UTC)
Não é comum, João Carvalho. Mínimos se chamam assim porquê atendem aos requisitos mínimos para serem artigos próprios, então não cabe nem fusão nem eliminação, apenas expansão. Pode ver isso no primeiro parágrafo de Wikipédia:Mínimo.
O ensaio também diz coisas que não concordo. Por mim tinha que ser tudo eliminado, mas eu sei que esse não é o ponto de vista das outras pessoas, e que por isso o ensaio deve mencionar também fusão e expansão, para ser imparcial. Você quer fusão e expansão, mas querer remover a opção de eliminação é querer censurar os editores que apóiam essa posição, querer tornar o artigo parcial para seu ponto de vista. É querer guerra de imediatistas contra eventualistas sem nenhuma necessidade.--Mister Sanderson (discussão) 21h01min de 22 de abril de 2015 (UTC)

Minha unica preocupação é que as pessoas que editam por aqui abusem disso, sabe Zé? João? e você também, Sanderson? As pessoas as vezes abusam dos argumentos "baseado em recomendação". Nada contra você as usar, mas quando se há um abuso pra impor uma opinião a força, ai sim é problema, dos grandes. Eu lanço algumas perguntas: quantas PEs/prováveis/futuras vão vir com argumentos "X é Y - uma recomendação da Wikipédia - diz que esse artigo deve ser eliminado"? Quantos eliminadores/administradores vão ceder a esses argumentos só por que é uma recomendação? E sem dúvida nenhuma a mais importante pergunta de todas: se hoje, X é Y, com toda influencia que ela tem sobre as PEs sendo apenas um ensaio [algo que meramente esboça as opiniões de alguém], imagina como recomendação??? Imaginem só quantas PEs vão ser influenciadas por um simples argumento X é Y e ponto final? --Zoldyick (Discussão) 02h18min de 20 de abril de 2015 (UTC)

E porquê você se preocupa com quantas eliminações haverão, e não se preocupa com quantas fusões e expansões haverão? São todas soluções válidas para o problema da baixa qualidade.--Mister Sanderson (discussão) 21h23min de 23 de abril de 2015 (UTC)

Não estou apoiando essa proposta, mas também não sou contra ela, também não sou neutro. Só estou mostrando pra todos um novo jeito de tentar prever o futuro, com ênfase nas PEs, que são boa parte, se não a maioria, onde mais vejo o uso do argumento X é Y. Os CDNs são uma recomendação, não são ensaios e quanto menos políticas. Os CDNs decidem vidas, desde que eles foram criados tem sido assim, por mais bom ou ruim que isso seja essa é a verdade. Quais as vidas que eles decidem? A vida dos artigos, oras. Se os CDNs, que já salvaram muita "coisa" por aqui, possuem esse poder sendo apenas uma recomendação, imagine X é Y, que também seria uma recomendação? Possuiria o mesmo poder de decidir o destino da sua vida [... do seu artigo]! --Zoldyick (Discussão) 02h25min de 20 de abril de 2015 (UTC)

Ah, não vem com esse drama de que eliminação é assassinato não, me poupe...--Mister Sanderson (discussão) 21h23min de 23 de abril de 2015 (UTC)
Sanderson, vamos ser realistas. Isso não é "drama" ou "medo" de "que eliminação é assassinato". Isso é uma oportunidade de fazer os outros pensarem bem no que estão apoiando ou negando. Uma recomendação pode ser a razão arbitrária e sumária para a eliminação imediata de um artigo sem quase não haver discussão aprofundada sobre ele. Nesse caso, vejamos: "Eliminar: X é Y e pronto". Te cheira familiar? Hoje esse argumento, que ainda é um ensaio, é perfeitamente aceito em PEs, mas pode ser contestado. O que vai acontecer se X é Y for aprovado? Simples: para os artigos que são "uma linha" nem precisa propor pra EC, coloca logo tudo em ER e não tô nem ai, afinal, não importa a notoriedade que o artigo pode ter, se é uma linha ele tem/deve/precisa ser eliminado. Os usuários levam [as vezes] a sério demais os ensaios, imagine então as recomendações! --Zoldyick (Discussão) 21h34min de 23 de abril de 2015 (UTC)
Zoldyick, que regra da ER permitiria essa eliminação? Eu desconheço. Mas entendi sua preocupação e de fato o ensaio indica ER e ESR... Estaria OK para você se isto fosse mudado para não indicar o método de eliminação, a fim de não guiar erradamente as pessoas para um sistema de eliminação que não seja adequado?--Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Sou neutro em relação à proposta. O que me está a incomodar, na sequência do já referido mais em cima pelo Jbribeiro1 e Lord Mota, é verificar como a riqueza e diversidade de opiniões de vários ensaios existentes há anos foram destruídos por estas "fusões" forçadas promovidas por socks e meats. Quintal 02h41min de 20 de abril de 2015 (UTC)

Tendo a ser contra por várias razões. Não fica claro se categorias, infocaixa, imagens ou interwikis são "frases"; artigos de uma frase são raramente acessados (por conta de serem mal classificados por motores de busca) pelo que o argumento de causar má impressão é relativa; além disso, mesmo uma frase pode ser a única informação disponível sobre determinado tema em português e pode ser um ponto de partida para outras páginas que contenha informação; e finalmente, tenta forçar um modus operandi ou estratégia em particular, mesmo que outras possam ser possíveis e complementares. Ver Abordagem top-down e bottom-up. GoEThe (discussão) 11h35min de 21 de abril de 2015 (UTC)
E há clareza na comunidade sobre as infocaixas? Eu acho que não. Você deve achar que contam como conteúdo, eu devo achar que não. O ensaio não deixa claro porquê isso é coisa para se analisar caso-a-caso, já que não há consenso. Sobre falta de informação: se não há informações suficientes para escrever um artigo, ele não deve ser criado. Eu já desisti de vários artigos que ia escrever por causa disso. É melhor que tratar o leitor como idiota.--Mister Sanderson (discussão) 02h43min de 24 de abril de 2015 (UTC)
Antero de Quintal, jbribeiro1, Lord Mota, há alguém interessado em analisar as fusões feitas na documentação do projeto? Eu não quero fazer isso pois não seria divertido pra mim, mas é muito importante que tenha alguém interessado.--Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)

MisterSanderson você tem algum exemplo de artigo ao qual está se referindo? Muitos dos artigos que você criou esse ano são mínimos, alguns de duas linhas como Telureto de mercúrio. Em 2012 você fez Barbantinho cheiroso de apenas uma linha. Usuário:Net Esportes 21h06min de 23 de abril de 2015 (UTC)

Net Esportes, eu acho que você já conhece minha opinião sobre o barbantinho, muitas vezes foi indicado como se fosse uma telha de vidro minha, e então já falei várias vezes sobre ele, mas falo de novo: na época do Barbantinha cheiroso eu não tinha consciência que artigos de uma linha não são aceitáveis, apesar de que ele foi aceito na EC correspondente. Se não concorda com o resultado vá em frente e proponha outra EC, vou participar mas não vou me posicionar contra ou a favor tanto por estar envolvido quanto por não me importar com a possível eliminação. Quanto ao Telureto de mercúrio, ele tem 3 frases, não 1, então não é pertinente para essa discussão pois não seria atingido pela recomendação. Se estiver insatisfeito com ele também, proponha EC, mesmo esquema do outro. Procurei os 100 artigos criados mais recentes para te dar algum exemplo, mas não achei nenhum, provavelmente porquê a área já tinha sido patrulhada por alguém (estava sem marcações amarelas). Eu acredito que "artigos" criados porcamente tendem a ser eliminados por presença de outros erros (sem fontes, SPAM, má tradução, violação de direitos autorais, especulação, erros ortográficos, internetês, etc). Mas por exemplo, tem o barbantinho cheiroso persistindo.--Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário: tendo a concordar com a proposta. Efectivamente, o maior problema dos artigos mínimos é a manutenção nessa situação ad aeternum. Só gostaria de levantar duas questões: se não seria vantajoso, caso a proposta seja aprovada, a determinação de um período de tempo dentro do qual um artigo mínimo - com potencial de desenvolvimento - pudesse ser expandido e, assim, mantido (caso cumpra os outros critérios para a sua manutenção enquanto verbete) e quais as regras de ER e ESR que se aplicariam para eliminar o artigo X é Y. PlasticinaX (discussão) 08h48min de 30 de abril de 2015 (UTC)

Esse ensaio não afeta os mínimos. Os mínimos, por definição, são os que atendem aos requisitos mínimos. Ter apenas uma frase é menos que o mínimo, pois o mínimo que se espera é que os artigos sejam enciclopédicos e não definições de dicionários. O tal tempo para expansão que você menciona já existe, na forma da EC. Não acho que será possível elevar este ensaio para recomendação e convencer os editores que X é Y devem ser eliminados, de uma vez, a comunidade tem muitos editores contra eliminações. Sugiro que crie uma proposta de alteração depois que essa discussão aqui conclua-se. Se for aprovado, terá que fazê-lo na Esplanada, se for negado pode fazê-lo na discussão do ensaio mesmo.--Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo eliminar artigos pequenos pelo simples fato de serem pequenos vai contra a própria natureza da Wikipedia; cada um contribui um pouco, nem que seja bem pouquinho --Usien6 msghis 21h21min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Boas! Pode me dizer qual é a "própria natureza da Wikipédia" com mais detalhes? Este pouquinho precisa de fontes? Precisa ser imparcial? Pode ser uma definição de dicionário ("X é Y")? As fontes precisam ser verificáveis? Este pouquinho precisa ser notório e e ter fontes que comprovem essa notoriedade? Repito a pergunta que fiz ao colega acima: conhece algum artigo desses que não tenha sido criado na "aurora da Wikipédia" e que resista ao escrutínio das regras atuais? José Luiz disc 22h58min de 6 de maio de 2015 (UTC)
Citação: Jbribeiro1 escreveu: «Pode me dizer qual é a "própria natureza da Wikipédia" com mais detalhes?» Tem gente que gosta de adicionar texto, tem gente que gosta de adicionar imagens, tem gente que gosta de adicionar fontes, tem gente que gosta de verificar fontes, tem gente que gosta de deixar os links azuis, tem gente que gosta de eliminar tudo, tem gente que gosta de incluir tudo, tem gente que gosta de criar listas, tem gente que gosta de criar categorias, tem gente que gosta de criar predefinições, tem gente que gosta de trabalhar o conteúdo, tem gente que gosta de trabalhar a estética, ... Tem gente de tudo que é tipo!!! Citação: Jbribeiro1 escreveu: «Este pouquinho precisa de fontes?» Na minha humilde opinião, não; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «Precisa ser imparcial?» IMHO, não; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «Pode ser uma definição de dicionário?» IMHO, sim; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «As fontes precisam ser verificáveis?» IMHO, não; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «Este pouquinho precisa ser notório (...) ?» IMHO, sim; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «(...) E ter fontes que comprovem essa notoriedade?» IMHO, não; Citação: Jbribeiro1 escreveu: «(...) Conhece algum artigo desses que não tenha sido criado na "aurora da Wikipédia" e que resista ao escrutínio das regras atuais?» Não tenho certeza se entendi a sua pergunta, mas acho que esses exemplos que já foram citados são suficientes ("Hiena" e "Egito") --Usien6 msghis 12h48min de 7 de maio de 2015 (UTC)
PS.: Considerar também o exemplo dado em en:Wikipedia_is_not_paper#Style_and_functionality: eliminar uma página pequena pode prejudicar o entendimento de outro artigo --Usien6 msghis 13h12min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Resumo TLDR: "IMO, pode ser contra todas as regras do projeto". Quintal 13h41min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Amigo, primeiramente gostaria de registrar que me sinto agredido pela forma do seu comentário. Na sequência, gostaria de chamar atenção para o fato de que todas as regras da Wikipédia além dos Cinco Pilares são flexíveis; favor observar os seguintes ensaios: Melhorar primeiro, apagar em último caso, Não há data final, Melhoracionismo --Usien6 msghis 15h02min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Caro recém-chegado, já discutimos à exaustão (literalmente) este tema. Antigamente (na "aurora da Wikipédia"), os critérios de admissão de um artigo eram muito, muito mais flexíveis do que são hoje. Por isso que eu te perguntei (e perguntei por Holdz aí pra cima) se você consegue encontrar um caso similar de 2010 em diante, quando políticas fundamentais do projeto (como verificabilidade, imparcialidade e notoriedade/enciclopedismo) passaram a ter uma força muito maior, não só aqui na ptwiki, mas em todas as wikis. Vá lá na enwiki ou na dewiki e deixe lá "Hiena é um bicho risonho" para você ver quanto tempo dura (e se for como IP, você sequer conseguirá). Naquela época, o objetivo de todos era crescer e esse objetivo foi atingido: a flexibilidade serviu ao seu propósito (para que não fique a imagem de que se "fazia errado" antigamente). Hoje fazemos diferente e o critério é mais rígido, pois aprendemos e estamos aprendendo, não só com a nossa experiência, mas a de todos os projetos somadas à nossa realidade. Assim, essas políticas não são opcionais e citar o quinto pilar para tentar flexbilizar o cerne do projeto é contra-producente. O fato é que para que cada ensaio que você citar defendendo uma posição, eu posso citar outros 10 defendendo a posição inversa e o que importa mesmo é que as políticas (que são o resultado de nosso trabalho coletivo, consenso das diferentes posições) são como são e não são opcionais. José Luiz disc 15h13min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Amigo, agora entendi o que você quiz dizer com "aurora da Wikipedia", e considero equivocado afirmar que essa aurora teria acabado; entendo que, pela sua natureza, a Wikipedia estará eternamente em sua aurora; proponho novamente a observação do ensaio Wikipédia:Não há data final; gostaria de colocar a mim mesmo como exemplo pois, na época em que me envolvi com a Wikipédia havia um "projeto" (informal) de buscar artigos orfãos ou sem-saída e adicionar as intraligações faltantes; fui me especializando nessa função e, mais tarde, fui aprendendo outras; essa é a natureza da Wikipédia, cada um ajuda no que pode, ao menos no meu entendimento... --Usien6 msghis 16h20min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Essa é a sua segunda conta? Você a registrou em 2013, mas só começou a editar na última semana? Flávio, o Maddox (msg!) 16h24min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Maddox, adicionei explicações sobre o assunto na minha página de usuário, Att. --Usien6 msghis 17h57min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Outras dúvidas, Usien6: Pode indicar de que formas "se especializou" em buscar artigos órfãos, e de que forma se deu isso? Você possui outras contas? Editou entre 2013 e 2015? Já leu WP:V? Flávio, o Maddox (msg!) 16h49min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Caro Maddox, eu era um "preguiçoso" ,nos termos do comentário do Stegop, na linha de comentário abaixo; acredito que 99.99% dos novatos o sejam nos primeiros meses... entre 2013 e 2015 me restringi à Wikipedia Anglófona --Usien6 msghis 18h48min de 7 de maio de 2015 (UTC)
@Usien6: ao pé dos artigos com uma ou duas frases que tenho em mente quando me insurjo contra os micro-mínimos, os seus primeiros artigos quase nem merecem a marca de esboço, por isso não era a editores como você que estava a chamar preguiçosos. Dei uma vista de olhas aliatória nos primeiros artigos que criou e, fontes à parte (algo a que não se ligava em 2005), só o Alan Clark é que se enquadra no que eu acho que é um artigo demasiado pequeno. Mas até este ilustra mal as situações que considero relativamente graves pois facilmente se convence qualquer um que um membro dos Dire Straits é notório, que está nos antípodas do que é mais comum, que seria, por exemplo, o membro de uma banda que ninguém conhece. --Stegop (discussão) 02h18min de 8 de maio de 2015 (UTC)
@Stegop:: Talvez minha performance nem-tão-ruim-assim se deva a alguma pré-experiencia com o software do MediaWiki. Pelo pouquíssimo que minha pífia memória me deixa lembrar, imagino que tenha criado "Alan Clark" apenas pelo fato de que estava em duas bandas ("Dire Straits" e "Change of Heart"), então nada sobre ele deveria ser escrito em "Dire Straits", mas em verbete próprio; esse era o mantra da época: criar-ligar-criar-ligar-criar-ligar --Usien6 msghis 14h22min de 8 de maio de 2015 (UTC)
Usien6, sim, cada um pode fazer o que quiser, mas dentro das políticas vigentes. E hoje as políticas vigentes não são mais as de outrora (ou se são, hoje o "enforcement" é muito mais rígido). João Carvalho, eu não acredito que estou "dando porrada" no Usien (se estiver, me corrijam). Só estou ponderando, como se espera num processo de consenso. Por ser um usuário antigo retornando, é fundamental que ele perceba que o cenário hoje é outro, muitíssimo diferente da época que entrou (2005). E você não é obrigado a concordar com a proposta. Porém, se ela for pra frente e transformar-se em política, terá que viver sob suas regras, como todos nós. Sociedade é isso: se eu discordo de uma lei, não me cabe um "quinto pilar" toda vez que me pegam violando-a.... José Luiz disc 16h46min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Em tempo, caro Usien6, se quiser retomar seu projeto, será muito bem vindo. Hoje temos editores dedicados a colocar marcas de manutenção em artigos que precisam de conserto, a patrulhar páginas novas ou movimentações recentes (como na época) e todos precisam de ajuda. Mas os artigos, hoje, precisam de fontes fiáveis, precisam ser enciclopédicos, precisam ser imparciais e precisam ser verificáveis. José Luiz disc 16h48min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Caro José Luiz, não estou invocando o pilar WP:SEMREGRAS para dizer que "cada um faz o que quer", mas sim para lembrar que algumas políticas podem ser flexibilizadas em favor de outras, quando conflitarem; interessante você citar "Sociedade" pois, ainda que eu não saiba saber projetar, estilizar e nem manter um carro, mesmo assim eu posso ter um, pois existem pessoas que sabem projetar um carro projentando-os, outras que sabem estilizar um carro estilizando-os e ainda outras que sabem manter um carro mantendo-os; o mesmo acontecia na "aurora" da Wikipédia, alguns sabiam criar intraligações, outros sabiam criar predefinições, outros sabiam criar citações, etc... Se os propositores acham que um novato vai chegar aqui, logo nas primeiras edições, sabendo tudo o que estão a exigir dele, me desculpem, mas vocês estão fantasiando... O natural é que a maioria deles se aborreçam e pulem fora. Att --Usien6 msghis 18h48min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Hmmm. Creio que tens razão ao dizer que um novato que se depare de primeira com um veterano sem paciência provavelmente vai pular fora. Mas o problema aí não são as nossas regras e sim a forma como tratamos os novatos. A enwiki, que, claro, tem muito mais gente disponível, canaliza esse pessoal que cria páginas novas para um "curral" único" e há um projeto super-ativo tratando disso. Aqui temos somente gente reclamando que "novatos não são bem recebidos" e, ao mesmo tempo, ninguém (literalmente) disposto a recebê-los com a paciência necessária para blindá-los contra a fúria dos veteranos. O que precisamos é de menos gente a fim de desabafar ou de "propor" uma solução para outros realizarem e mais de gente a fim de fazer o que se propõem. Aqui (e no facebook da wikipedia) há gente demais que "lamenta" e pouca gente que trabalha de fato. José Luiz disc 02h31min de 8 de maio de 2015 (UTC)
Citação: @Jbribeiro1: escreveu: «Mas o problema aí não são as nossas regras e sim a forma como tratamos os novatos.» Eu já acho que o problema aí é forma como tratamos os novatos E a as nossas regras. Devemos olhar para nossa trajetória de Wikipédia e tentar nos lembrar de quanto tempo demoramos para aprender todos os WikiParanauês: vários meses? Alguns anos?? Digamos que, antigamente, os novatos percorriam uma escada: um passo de cada vez. Agora quer-se que novato pule uma muralha: ou aprende TUDO, ou fica de fora. Considerar, também, que "fúria" é algo muito subjetivo: quando um veterano envia um artigo recém-criado para ER, na cabeça dele não passa de bussiness as usual; já na perspectiva do novato, autor do verbete desafiado, isso pode ser uma grande afronta e frustração. Enfim proponho, alternativamente, elevar a recomendação o ensaio Melhorar primeiro, apagar em último caso (após a devida separação da seção em ensaio) --Usien6 msghis 14h22min de 8 de maio de 2015 (UTC)
Usien6, as regras serem flexíveis significa apenas que elas podem ser alteradas, não descumpridas. Se descumprir políticas pode ser até bloqueado!--Mister Sanderson (discussão) 02h31min de 14 de maio de 2015 (UTC)
Caro @MisterSanderson: Não descumpro as regras --Usien6 msghis 19h19min de 15 de maio de 2015 (UTC)
Usien6, se você acha que fontes e imparcialidade não são importantes, e que definições de dicionário são aceitáveis, você deve propor a alteração das políticas do projeto para que isso se torne como quer. Enquanto não forem mudadas você é obrigado a seguir, são regras obrigatórias.--Mister Sanderson (discussão) 02h31min de 14 de maio de 2015 (UTC)
Caro @MisterSanderson: Jamais me pronuncei quanto a importância da citação de fontes e da imparcialidade; já propus a criação da recomendação Melhorar primeiro, apagar em último caso baseada na já existente seção de um ensaio --Usien6 msghis 19h19min de 15 de maio de 2015 (UTC)
Usien6, pode ler em WP:O que a Wikipédia não é (mais precisamente WP:NODIC) que a Wikipédia não é um dicionário. Portanto, conteúdo que seja definição de dicionário não é aceitável, e sua opinião não pode contrariar aquela política, pois você tem de segui-la, é obrigatória. Esse ensaio é apenas uma ramificação dela. Se você não concorda com a política, proponha em outro tópico alterá-la, para que definições de dicionário também sejam aceitas. Mas impedir que esta ramificação seja aprovada não vai alterar em nada o funcionamento da raiz da qual você discorda, então se opor aqui é desperdício de energia, não vai atingir seu objetivo.--Mister Sanderson (discussão) 02h12min de 13 de maio de 2015 (UTC)
A WP:NODIC cita (...) 'Artigos que possuam apenas uma curta definição devem ser expandidos com conteúdo enciclopédico sempre que possível, ou marcados como esboço.' (...) Ela não proíbe que seja criado um artigo curto, contanto que posteriormente ele seja expandido. DARIO SEVERI (discussão) 05h23min de 13 de maio de 2015 (UTC)
Caro @MisterSanderson: Você interpretou incorretamente meus comentários; a resposta do Dário é suficiente --Usien6 msghis 19h19min de 15 de maio de 2015 (UTC)

Caro Zé,é inegável que as políticas foram sendo alteradas com o decorrer dos tempos, o que não quer dizer que todos concordem com essas alterações e especificamente com esta alteração que é proposta. O que me incomoda é que parece que se está a tornar um hábito ser difícil dizer "Discordo", sem levar porrada em cima. Eu continuo a defender que possam dizer "discordo" daquilo que eu digo. --João Carvalho deixar mensagem 15h27min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Citação: João Carvalho escreveu: «[...] está a tornar um hábito ser difícil dizer "Discordo", sem levar porrada em cima [...]» Que curioso... Eu sempre senti a mesma coisa e tenho ideias bem diferentes das tuas. Não será uma questão de perspectiva? Por aqui sempre houve tabus. E um deles foi é dizer que mínimos não são enciclopédicos. Isto apesar de que ninguém ainda explicou, porque não tem explicação possível, qual é a utilidade, qual é o sinal de respeito dado aos leitores e o sinal de compromisso com qualidade e seriedade que se passa quando se criam "artigos" cuja informação líquida nem sequer dá para uma linha numa lista minimamente bem construída. Isto para não falar que muuuuiiiiitíssimo dificilmente se vai conseguir justificar relevância enciclopédica numa ou duas frases, pois relevância pressupõe que facilmente se encontra muito mais para colocar, mesmo que seja um simples esboço. O editor "não tem tempo" (eufemismo para é preguiçoso e/ou incompetente) para colocar mais material? Então a pergunta, esta também tabu, é: e o projeto precisa desses preguiçosos, que só dão trabalho aos outros, para alguma coisa? Quanto a mim, se houver uma preocupação mínima com qualidade, o contributo líquido desses mínimos é negativo, porque rouba tempo aos outros editores. Ups, mais um tabu: falar em aspetos práticos como produtividade... --Stegop (discussão) 16h56min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Caros João Carvalho e Stegop, tomei a liberdade de mover o comentários dos senhores pois não estavam relacionados ao comentário original e estavam confundindo a ordem natural de leitura (na realidade o comentário do João já estava cá, originalmente) --Usien6 msghis 17h57min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Stegop, não penso que seja uma questão de perspectiva. O que eu penso é que tu tens o direito de achar que mínimos não servem para nada e eu tenho o direito de achar o oposto. Não me costumas, que eu me lembre (estou a ficar velho e cansado, por isso não posso jurar) de te julgar por aquilo que defendes, nem me parece que te dê "porrada" (entre aspas) por teres ideias para o projecto diferentes das minhas. Talvez, eu veja mais facilmente (=identifique) a porrada dada por quem tem opiniões diferentes da minha e se calhar tu identificas mais facilmente o oposto (é possível, sinceramente não sei). Penso que sabes que, apesar de eu não concordar com muitas das regras existentes, faço o possível por as cumprir, porque foram aprovadas pela comunidade. José Luiz, penso que este meu comentário também responde à tua questão sobre cumprir a política existente. --João Carvalho deixar mensagem 22h38min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Proposta de WikiProjeto Revisão Ortográfica e Gramatical

Em Wikipédia:Lista de erros comuns é dito que “Atualmente não há um WikiProjeto para coordenar o trabalho de correções ortográficas na Wikipédia, mas pode-se utilizar a esplanada para discutir o assunto.”. Então, aqui estou. Sou revisora de textos e quero muito ajudar a melhorar os artigos da Wikipédia nesse sentido. Registrei-me em novembro/2014 e, desde então, venho dando a minha contribuição sempre que posso. Observo, contudo, que o trabalho de revisão ortográfica/gramatical dos artigos não segue um processo sistematizado, organizado com esta finalidade. Pelo contrário, existem caminhos muito diversos dentro da estrutura da Wikipédia para se chegar a este fim. É claro que, com alguma persistência, é possível saber quais são os artigos que precisam ser revisados, mas acredito que uma organização mais sistemática destes caminhos poderia facilitar e incentivar o trabalho de revisão textual e diminuir a ocorrência de erros ortográficos/gramaticais nos artigos publicados. Então, eu gostaria de propor um novo WikiProjeto voltado especificamente para a revisão ortográfica/gramatical dos artigos da Wikipédia ou, caso seja mais adequado, sugerir a criação de um Grupo de Trabalho dentro de algum projeto já existente nesse sentido. Alguém pode me orientar a esse respeito?--Moemawiki (discussão) 20h54min de 24 de abril de 2015 (UTC)

Você está lutando contra moinhos de vento. O brasileiro é um analfabeto funcional, não sabe escrever um texto, como bem comprova a famigerada redação do Enem. Vamos nos dilacerar corrigindo erros de sintaxe principalmente, e nem vamos chegar perto de uma qualificação aceitável na Wikipédia. Zordaz (discussão) 00h02min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Mas, caro Zordaz, o que fazemos, então? Simplesmente deixamos os artigos de uma enciclopédia com erros? Isso só vai contribuir para aumentar o analfabetismo funcional do brasileiro, ou de qualquer outro falante da língua portuguesa: quem lê errado, escreve errado! Desculpe-me, mas não concordo com a sua opinião. Vou continuar lutando contra moinhos de vento. E espero que não sozinha...--Moemawiki (discussão) 00h28min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Se quiser se lançar nessa empreitada, precisará de uma estratégia. São centenas de milhares de páginas, como vamos localizar as mais defeituosas? E que critérios de prioridade vamos usar, o nível de erros ou a importância do assunto da página? Sem um plano, iremos corrigir erros a esmo, sem proveito para a Wikipédia e com um tremendo desgaste pessoal. Zordaz (discussão) 00h35min de 25 de abril de 2015 (UTC)
mesmo que não seja feita com método, qualquer correção é bem-vinda. aos poucos o geral vai sendo melhorado. penso que não é muito prudente nos lançarmos em projetos grandiosos pretendendo solucionar todos os problemas de uma vez. isso seria inviável, até pelas características altamente dinâmicas do projeto, em que tudo pode mudar em um simples clic. o trabalho de formiguinha, mesmo que não apareça muito, é também valioso. por isso incentivo a Moemawiki a ir trabalhando onde encontrar problemas, da maneira que julgar melhor. no fundo é isso o que todos fazem aqui, cada qual ao seu modo. mas se quiser lançar um projeto neste sentido, procurando angariar colaboradores, também é válido, embora possivelmente não tenha a repercussão que, suponho, vc espera. não desanime. a wikipédia é um gigante cheio de defeitos sim, mas também tem pontos altamente positivos. não foi por simples acaso que recentemente fomos agraciados com o prestigiado Prêmio Erasmo. Tetraktys (discussão) 00h44min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Moema, eu também te incentivo; vc pode usar algum critério, como por exemplo um artigo bastante acessado ou até mesmo sem estabelecer parâmetros; o interessante é que a gente pode colaborar de diversas formas no projeto e sua ajuda é muito bem vinda. Holdfz  Disc. 01h10min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Agradeço o incentivo, Tetraktys e Holdfz, vocês me animam bastante. Mas a estratégia não tenho ainda, Zordaz, mal comecei na Wikipédia... Foi justamente por isso que vim aqui na Esplanada, para pedir ajuda, “angariar colaboradores”, várias cabeças pensam melhor do que uma só. Como eu tenho uma vontade muito grande de colaborar, acho que deve ter muita gente por aqui com essa mesma disposição. Enquanto isso, vou fazendo o trabalho de formiguinha, porque acho que vale a pena, pela grandiosidade da Wikipédia. Mas, sim, precisamos de um plano, aceito e agradeço qualquer sugestão!--Moemawiki (discussão) 01h29min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Eu tinha o mesmo propósito que você, mas desisti diante da grandeza da missão. O que se pode fazer é corrigir as páginas que acabaram de ser criadas, tentar consertar o que ficou pra trás é ensandecedor. Zordaz (discussão) 01h40min de 25 de abril de 2015 (UTC)
Esta Wikipédia é lusófona, não brasileira. Isto aqui também é lido e editado por portugueses e outros falantes da língua portuguesa, logo, essa declaração do Zordaz de que "brasileiro é analfabeto funcional", além de absurda, é sem sentido, isso aqui não é um site de brasileiros. Sou simpático à criação de um esforço conjunto para revisar artigos gramatical e ortograficamente, mas como já indicado, isso já pode ser feito de maneira independente e isolada. Temos mais de 860 mil artigos. Evidentemente, revisar todos é impossível. Você pode usar o nosso sistema de buscas para procurar erros comuns de português (por exemplo, acabei de buscar por "haviam muitas" (entre aspas mesmo) e encontrei 21 ocorrências do erro). Lembre-se apenas de não corrigir comentários das outras pessoas (isso pode ser considerado indelicado), e lembre-se também que, se o erro estiver dentro de uma citação, é melhor checar a fonte para ver se o erro já constava lá ou se foi realmente distração de quem transcreveu. Ah, e certifique-se de ler Wikipédia:Versões da língua portuguesa antes de começar com as correções. Victão Lopes Diga! 17h51min de 25 de abril de 2015 (UTC)
  • Moemawiki, que ótima sua iniciativa! Eu também me dedico a correções gramaticais por aqui e, como outros já disseram, é um trabalho hercúleo e difícil de sistematizar. Nunca fiz isso de maneira planejada ou organizada. Talvez a gente possa criar um grupo de trabalho, onde possamos discutir padrões, dúvidas, e estabelecer um caminho e documentar o que já foi revisado. Como o Tetra disse, o projeto é dinâmico e é possível que, ao acabar de revisar um verbete, sejam inseridos novos erros. De qualquer forma, essa documentação pode prever a inclusão da data de revisão, de modo a facilitar o trabalho de quem venha a corrigir depois. Um cuidado que procuro tomar é o de só revisar páginas escritas em português brasileiro, pois não tenho conhecimento suficiente para revisar o português europeu, mantendo suas particularidades de estilo e ortografia. Imagino alguns caminhos possíveis:
    • Organizar por categorias. Inserimos na página que criarmos a categoria em que estamos trabalhando e vamos anotando, verbete por verbete. Podemos inserir uma tag comentada (invisível) dizendo que está revisado até data (ou edição) tal.
    • Organizar por qualidade do verbete: há verbetes avaliados por qualidade. Os destacados, de um modo geral, estão bem revisados. Os bons também, embora ainda possam receber melhorias (não saberia dizer agora se há grande quantidade deles precisando de revisão gramatical). Mas talvez o ideal fosse começar pelos de nível 4, que são melhor avaliados, mas ainda apresentam muitos problemas.
    • Ou, ainda, como mencionou o Vitor, ir por tipo de erro comum. O problema que vejo, nesse caso, é que muitos erros e problemas não se enquadram em nenhum deles e, dependendo da estrutura da frase, não pegamos com a busca. Um exemplo, relativo ao "haviam muitos": "haviam, desde 1800, muitos" ou "haviam vários" e "várias", "inúmeros", "diversos", "muitas" já não seriam encontrados na busca. Seria necessário buscar cada uma das quase infinitas variações. Por isso tendo a não preferir essa abordagem.
  • A minha lógica aqui é a de que muitos erros produzem descrédito a um artigo de qualidade boa - e precisamos valorizar o que temos de melhor por aqui. Começar pelos verbetes que estão muito ruins poderia ser um trabalho muito grande, porque, além de precisarem por vezes de serem reescritos, vários deles não atendem a muitas outras exigências do projeto (fontes, verificabilidade, fontes, conteúdo enciclopédico) e são inclusive passíveis de serem eliminados. Então também poderia ser trabalho em vão. É óbvio que, se a gente se deparar com um verbete pior avaliado com erros, podemos corrigir normalmente, como fazemos hoje. Mas sugeriria que a busca ativa por verbetes para revisão se dê começando pelos melhores. O que acha? --Oona (discussão) 12h19min de 26 de abril de 2015 (UTC)
Oona e Victor, fico muito animada de saber que posso ter companhia nessa empreitada, obrigada!
Victor, eu tenho feito alguma coisa isoladamente, mas justamente por perceber o risco de não estar fazendo da maneira ideal é que resolvi vir aqui e apresentar a proposta de, como você define bem, criar um esforço conjunto nesse sentido.
Oona, concordo com o seu método de incluir a data de revisão e de nos atermos (nós, brasileiros) a revisões de português brasileiro. Quanto aos caminhos, penso que a definição por qualidade dos verbetes seria mais adequada, para, como você diz, tentar evitar o trabalho em vão em cima de artigos que talvez nem venham a ser publicados, e valorizar os artigos que, embora de boa qualidade, apresentam erros de ortografia ou de gramática.
A sua sugestão de criar um grupo de trabalho - para discutir padrões, dúvidas, e estabelecer um caminho e documentar o que já foi revisado - é muito adequada, concordo totalmente com ela. Já pesquisei sobre a criação de wikiprojetos e vi que realmente seria mais prático criar um grupo de trabalho do que um novo projeto. Assim, pelo que li em
https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Conselho_de_WikiProjetos/Manual/Grupo_de_trabalho, o primeiro passo seria definir em que wikiprojeto esse grupo seria “alojado” e apresentar a solicitação ao grupo dos participantes do projeto. Eu pensei no “Wikipédia:Projetos/Check Wikipedia” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Projetos/Check_Wikipedia) ou no “Wikipédia:Projetos/Manutenção” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Projetos/Manuten%C3%A7%C3%A3o). O passo seguinte seria angariar colaboradores, no mínimo dez, como recomendado para que um grupo de trabalho seja eficaz.
Espero que consigamos montar este grupo e aproveito para já começar a convidar os interessados em colaborar a se manifestarem aqui. Torço para que sejam muitos, a necessidade é grande!...--Moemawiki (discussão) 17h07min de 26 de abril de 2015 (UTC)
oi Moemawiki, que bom! Concordo com a ideia de colocar no de manutenção. Você puxa isso? Se puder, me avise quando postar, para acompanhar por lá e manifestar interesse. Oona (discussão) 23h40min de 27 de abril de 2015 (UTC)
Oona, sim, posso tentar fazer isso. Digo tentar porque ainda não sei bem como essa coisa toda funciona!... Mas vou descobrir e te aviso quando postar! --Moemawiki (discussão) 01h36min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Pronto, Oona, apresentei a proposta no Projeto Manutenção. Chama Grupo de Trabalho de revisão gramatical, veja lá!--Moemawiki (discussão) 02h33min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Vocês terão que editar páginas do começo ao fim, corrigindo tanto que praticamente precisarão reescrever os artigos. Eu sugiro trabalharem no berçário, corrigindo todas as páginas novas, garantindo uma maior qualidade da Wikipédia daqui por diante. Os mais de 800.000 artigos já escritos estão além de qualquer projeto viável. Zordaz (discussão) 05h27min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Caso alguém se interesse, eu gerei uma relação de artigos editados há muito tempo, e que contém pelo menos um erro (daqueles que constam na lista utilizada no AWB). Nunca deu tempo de corrigir todos. (como a lista é um pouco antiga, talvez algum outro editor já tenha passado por eles...)Atualizei a lista! Helder 10h58min de 28 de abril de 2015 (UTC)
Erros de ortografia são secundários, a sintaxe é o mais importante. Zordaz (discussão) 21h55min de 28 de abril de 2015 (UTC)

Todos os esforços no sentido de aumentar a qualidade dos artigos são bem vindos e louváveis. Mas, correndo o risco de ser mal interpretado (não é essa a minha intenção), o mais importante é *trabalho* e criar estruturas como projetos só traz alguma vantagem quando há muita gente a trabalhar e é preciso coordenação. De resto, corrigir textos na sua vertente gramatical e ortográfica é provavelmente uma das atividades que requer menos coordenação. A minha sugestão aos interessados (por sinal não vejo nesta discussão nenhum dos mais ativos corretores/revisores) é que comecem a trabalhar e pensem depois no projeto. O que aqui não falta são "projetos" que nada fazem e a maior parte dos grandes avanços nunca precisou de projetos. --Stegop (discussão) 11h10min de 29 de abril de 2015 (UTC)

Stegop, mesmo sendo pequeno o tempo em que atuo como colaboradora, eu já venho trabalhando nas revisões desde o primeiro dia. Nesse período observei que hoje existe uma infinidade de caminhos para se começar a proceder as correções gramaticais. Foi por isso que decidi apresentar a proposta do projeto/grupo de trabalho, justamente para que tentemos organizar, de alguma forma, as ações de revisão. Como diz a Oona, o grupo seria criado para “discutir padrões, dúvidas, e estabelecer um caminho e documentar o que já foi revisado”. Isso não nos impede de continuar efetuando as revisões como já fazemos, enquanto a discussão se desenvolve. É claro que se essa proposta não vingar, eu vou continuar colaborando, como puder, o projeto da Wikipédia justifica qualquer esforço nesse sentido. Mas gostaria muito de trabalhar com mais ordem, acho que seria muito mais gratificante para todos se pudéssemos perceber o resultado dos nossos esforços com mais clareza. Também gostaria de ver aqui a opinião dos corretores/revisores mais ativos e experientes. Sei que ainda tenho muito a aprender sobre a Wikipédia.
Zordaz, quanto ao que você diz sobre ter "que editar páginas do começo ao fim, corrigindo tanto que praticamente precisarão reescrever os artigos", eu não conheço outra forma de efetuar uma revisão, a não ser com a leitura completa do texto e, se necessário, sua reescrita cuidadosa, respeitando o conteúdo apresentado.--Moemawiki (discussão) 15h30min de 29 de abril de 2015 (UTC)

Recomendo que tenham também atenção às normas actualmente em vigor sobre a ortografia: Não mude de uma norma da língua portuguesa para outra. Isto porque, estando o projecto a necessitar tanto do trabalho que se propõem a fazer, diz-me a experiência que verem-se envolvidos em conflitos desnecessários pode desmotivar alguns. Tentando ajudar na parte dos contactos, destaco aqui um editor cujo trabalho tenho acompanhado e que recebe regularmente reconhecimento pelas suas revisões: Claudio M Souza (ver página de discussão do editor). Tegmen enviar msg 17h58min de 29 de abril de 2015 (UTC)

Agradeço a citação e o reconhecimento do Tegmen e louvo a iniciativa da Moemawiki de propor um trabalho mais estruturado de revisão da Wikipédia lusófona. Eu venho fazendo isso há uns 5 anos e é evidente que não tenho nenhuma ilusão de conseguir um resultado numericamente expressivo no meu tempo de vida. Então, eu adotei alguns critérios para identificar que artigos atacar: 1) Assuntos que me interessam particularmente, pois assim eu aproveito para aprender alguma coisa; neste caso, eu já revisei vários artigos relacionados à astronomia ou à ciência em geral. 2) Quando estou com pouco tempo para um artigo mais complexo, faço uma seleção pelo link de Página Aleatória e vejo se há algo a corrigir (quase sempre há). 3) Artigos destacados, quando aparecem na Página principal. O que tenho visto neste caso é que não se aplica o que o Victor Lopes afirma em seu comentário de 26/04: tenho encontrado erros crassos na redação dos artigos e, principalmente, na sua tradução. Isto já motivou um comentário meu de que é necessária maior atenção na votação de um artigo para destacado, pois aparentemente se estão verificando somente aspectos formais do artigo (ilustrações, links, tamanho, etc.) e deixando o principal, que é o texto, de lado. Se alguém se dispuser a verificar algumas das minhas últimas contribuições neste tipo de artigo, verá que havia trechos absolutamente sem sentido e que foram, aparentemente, objeto de tradução automática.
Assim, minha sugestão é de que se busque trabalhar sobre os artigos "melhores" (destacados e bons) para garantir que eles estejam efetivamente adequados, mas chamo a atenção para a necessidade, quando se tratar de artigos traduzidos, de se fazer uma avaliação comparativa com a versão original. Independentemente disso, estou à disposição para contribuir na discussão e na execução de um trabalho deste tipo. Claudio M Souza (discussão) 20h02min de 30 de abril de 2015 (UTC)
Caros Tegmen e Claudio M Souza, agradeço muito a participação e as orientações de vocês e fico feliz, era justamente disso que eu estava falando, pensar junto em como fazer melhor o trabalho de revisão gramatical dos artigos. A adoção de uma metodologia, como faz o Claudio, ou uma sistematização das tarefas pode agilizar as correções. Espero muito que possamos fazer isso funcionar melhor, porque é, de fato, muito angustiante ver erros até nos artigos destacados.
Agradeço também e elogio a iniciativa do Victão Lopes, que já fez um esboço para a página do grupo de trabalho: https://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1rio:Victor_Lopes/GT_revis%C3%A3o. Vejam lá, eu gostei muito, acho que é um excelente começo!
Helder, aproveito para agradecer (tardiamente, perdão...) a sua contribuição. Boa noite a todos!--Moemawiki (discussão) 02h23min de 1 de maio de 2015 (UTC)

Cortem o mal pela raiz, cuidem das páginas que acabaram de ser criadas, é o projeto mais racional. Zordaz (discussão) 08h16min de 1 de maio de 2015 (UTC)

Achei a proposta de página para o GT muito boa, mas por enquanto é só uma introdução sobre os objetivos e diretrizes do trabalho. Um GT trabalha com um escopo e com compromissos dos seus participantes em executar uma tarefa. Assim, acho que deveria haver um capítulo em que seriam cadastrados os nomes dos artigos em que se percebeu a necessidade de correção; quando alguém decidisse assumir um artigo, faria esta indicação na lista, para evitar que mais de um editor trabalhasse no mesmo artigo. Concluída a revisão, o editor atualizaria a informação. Claudio M Souza (discussão) 22h41min de 1 de maio de 2015 (UTC)

Tomando como princípio que uma página nova bem feita provavelmente não sofrerá muitos danos no futuro, o melhor projeto é corrigir os erros de todos os tipos que as páginas do berçário apresentarem, desde os erros de ortografia até a falta de categorias, ou seja, providenciar um padrão de qualidade na nascente. Zordaz (discussão) 06h08min de 4 de maio de 2015 (UTC)

Zordaz, embora sua proposta seja tentadora, entendo que ela esbarra na realidade, pois o movimento de criação de artigos é muito maior do que a nossa capacidade de avaliação. No momento em que faço este comentário, uma consulta ao link de Páginas Novas mostra que no dia de hoje já foram criados 110 artigos. Revisar isto é um trabalho insano, e amanhã teremos um volume semelhante. Acresce a isso que boa parte desses artigos não tem grande relevância (como exemplo, há oito artigos sobre a rede de ônibus da madrugada de São Paulo), então estaremos gastando energia com coisa muito pouco importante. Por isso, minha proposta é que um trabalho estruturado de revisão seja feito sobre uma base de artigos relevantes, e uma forma de identificá-los seria pesquisar nos artigos destacados e bons. Claudio M Souza (discussão) 18h13min de 4 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Com recursos limitados, é necessário dar prioridade aos artigos onde existe maior retorno do investimento de tempo. E estes são, sem dúvida, os artigos candidatos a destaque. Só nestes artigos é que há garantia de alguma estabilidade a longo prazo. Nos restantes artigos existe o risco de perder imensos dias a rever um texto e o artigo ser completamente (e legitimamente) reformulado no dia seguinte. Os editores que trabalham em artigos bons e destacados estão constantemente à procura de bons revisores, os quais são infelizmente escassos. Muitos artigos acabam por ser destacados com imensos erros de redação, apesar de completos em conteúdo. Disto isto, e apesar do risco de serem reformulados a curto prazo, também é importante não negligenciar os artigos essenciais em qualquer enciclopédia e talvez os artigos mais acessados. Quintal 21h52min de 4 de maio de 2015 (UTC)

Somente para exemplificar meu comentário anterior sobre a qualidade dos artigos destacados, sugiro que os potenciais participantes deste GT conheçam as modificações que fiz no artigo sobre Charles Domery, que atualmente está exposto na Página Principal. Os erros de tradução, principalmente, desqualificam o artigo em si, mesmo que ele não fosse destacado, dada a sua influência no entendimento das informações contidas. Claudio M Souza (discussão) 03h07min de 5 de maio de 2015 (UTC)

Com referência ao comentário do Helder em 28/04, acho que é viável trabalhar alternativamente em listas fechadas de artigos, principalmente em artigos curtos. Neste caso, uma revisão é feita em muito pouco tempo, e o trabalho pode ser feito em ocasiões em que temos pouco tempo disponível para atacar um artigo de maior complexidade. Para testar, revisei rapidamente os primeiros artigos relacionados e coloquei a informação na página criada pelo Helder: artigos editados há muito tempo, e que contém pelo menos um erro. Claudio M Souza (discussão) 01h41min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Só para constar, pode gerar um dif mostrando os artigos que revisou (é só preencher os parâmetros do URL com os números que indicam as duas versões da página, ou utilizar Especial:Comparar páginas). Helder 09h19min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Fico animada por ver que são muitos os colaboradores preocupados em organizar melhor os processos de revisão gramatical na Wikipédia e agradeço a todos pelas manifestações. Mas pergunto: será que não seria mais produtivo passarmos a discutir as sugestões na página de proposta de criação do GT (Wikipédia Discussão:Projetos/Manutenção#Grupo de Trabalho de revisão gramatical) ou na página do esboço proposto pelo colega Victão Lopes (Usuário:Victor Lopes/GT revisão)? Acredito que isso poderia reforçar a oficialização do Grupo de Trabalho. O que acham? (A propósito, agradeço ao colega Helder pelas boas sugestões feitas lá no esboço).--Moemawiki (discussão) 13h23min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Acho melhor discutir em Wikipédia Discussão:Projetos/Manutenção#Grupo de Trabalho de revisão gramatical mesmo, esta aqui é só a página da proposta e ela foi aceita. Há vários comentários valiosos aqui, mas esta página já está devidamente lincada com destaque no tópico. Victão Lopes Diga! 17h41min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Pessoal, reforçando: estamos tentando criar um Grupo de Trabalho de Revisão Gramatical, para planejar e coordenar uma estratégia para corrigir os erros ortográficos e gramaticais dos artigos. Contudo, conforme a orientação do Manual de Grupo de Trabalho (https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Conselho_de_WikiProjetos/Manual/Grupo_de_trabalho#Criando_um_Grupo_de_Trabalho), “um bom número de pessoas para começar um Grupo de Trabalho é cinco, embora possa não ser eficaz até que atinja cerca de 10 pessoas”. Então, precisamos de mais gente apoiando a proposta. Quem tiver interesse em participar do grupo, manifeste-se, por favor, na página da proposta, em https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia_Discuss%C3%A3o:Projetos/Manuten%C3%A7%C3%A3o#Grupo_de_Trabalho_de_revis.C3.A3o_gramatical. O colega Victão Lopes já criou um esboço para a página do GT, em https://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1rio:Victor_Lopes/GT_revis%C3%A3o, vejam lá. Obrigada.--Moemawiki (discussão) 20h09min de 11 de maio de 2015 (UTC)

A quem teve interesse em participar das discussões aqui na Esplanada, informo que o Grupo de Trabalho está dependendo somente da definição de seu nome para ser criado. Vejam as discussões na página da proposta: https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia_Discuss%C3%A3o:Projetos/Manuten%C3%A7%C3%A3o#Grupo_de_Trabalho_de_revis.C3.A3o_gramatical--Moemawiki (discussão) 14h00min de 23 de maio de 2015 (UTC)

Ativar outros projetos na barra lateral

Gostaria de propor no Phabricator que o recurso "Barra lateral de outros projetos" fosse ativado por padrão aqui na Wikipédia lusófona, para podermos aposentar nossa gambiarra local (feita em JavaScript). Os links passariam a ser produzidos com base nos dados do Wikidata, tornando desnecessária a inclusão de {{correlatos}} para os projetos que já estão integrados ao Wikidata (o que atualmente duplica o esforço de manutenção entre os projetos envolvidos).

Para quem ainda não testou o recurso, ele é uma das opções disponíveis nas preferências. Pode testar em páginas como esta categoria. Helder 15h56min de 4 de maio de 2015 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta: Existe alguma vantagem na nossa gambiarra local? A predefinição {{LinkFA}}, por exemplo, permitia que os artigos fossem categorizados localmente, antes que fosse abolida em favor do wikidata, que não faz isso. Flávio, o Maddox (msg!) 20h02min de 4 de maio de 2015 (UTC)
Não sei de nenhuma vantagem do gadget.
Tal como no caso dos artigos destacados, o novo sistema funciona mesmo sem JS, não requer a duplicação dos dados, e tem suporte dos desenvolvedores. Coisas que nossos hacks nunca terão... Helder 20h30min de 4 de maio de 2015 (UTC) PS: a questão com a {{LinkFA}} foi informada em phab:T72209, caso queira vigiar
Symbol support vote.svg Concordo --Stegop (discussão) 18h42min de 5 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Apoio --Zoldyick (Discussão) 20h56min de 5 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo --Oona (discussão) 16h06min de 6 de maio de 2015 (UTC)
Symbol question.svg Pergunta: Funciona em todas as skins? Consigo ver como fica no Monobook em algum lugar? José Luiz disc 23h21min de 6 de maio de 2015 (UTC)
Sim, é só ativar o recurso nas preferências e escolher o skin desejado (ou mudar de skin apenas temporariamente, colocando ?useskin=monobook no final do URL). Helder 09h10min de 7 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Apoio Será importante para que nós possamos ver artigos em outros projetos da Wiki sem precisar de ficar incluindo predefinições no fim dos verbetes, ou seja, agilizando melhor a situação. Com a criação da Wikidata, damos um fim naquele monte de interwikis manuais no fim de cada artigos, e agora com os correlatos da Wikidata, daremos outro fim nisso também! Sorriso WikiFer msg 06h34min de 8 de maio de 2015 (UTC)

Alteração dos critérios de notoriedade para novelas e outros programas

Colegas, proponho alterarmos dois tópicos nos critérios de notoriedade para cinema, rádio e televisão, conforme abaixo:

Proposta 1[editar | editar código-fonte]

Novelas
Onde se lê:

  • Todas

Alterar para:

  • Deve cumprir ao menos um dos seguintes requisitos:
    • Ser transmitida por uma grande emissora;
    • Ter grande audiência (de modo que se diferencie de seus pares) ou ter sido muito repercutida na mídia;

Outros programas
Onde se lê:

  • Serão desenvolvidos inicialmente dentro do artigo da emissora (listando-os na seção "programas" com o nome e uma pequena descrição do que se trata) ou em uma "Lista de programas da emissora X" (Dependendo do tamanho do artigo principal) e posteriormente desmembrados, conforme possuam bastante conteúdo.

Alterar para:

  • Devem cumprir ao menos um dos seguintes requisitos:
    • Ser transmitido por uma grande emissora;
    • Ter grande audiência (de modo que se diferencie de seus pares) ou ter sido muito repercutido na mídia;
  • Os demais programas devem ser desenvolvidos dentro do artigo da emissora (listando-os na seção "programas" com o nome e uma pequena descrição do que se trata) ou em uma "Lista de programas da emissora X" (Dependendo do tamanho do artigo principal).

Justificativa A votação que definiu estes critérios aconteceu em 2009. Hoje em dia existem muitas emissoras regionais que produzem programas e até mesmo novelas que são pouquíssimo conhecidos e divulgados. Pelos nossos critérios atuais, qualquer programa desenvolvido por elas é notório, mesmo que seja conhecido apenas por uma dezena de pessoas. Além do mais, não entendo como um critério de notoriedade pode ser "todos". Qual o critério em "todos"? Sugiro estas alterações para que possamos filtrar os verbetes relacionados à este tema aqui na wiki. Na proposta acima, identifiquei como notórios os programas e novelas que são transmitidos por grandes emissoras ou que possuam uma grande audiência ou repercussão de modo que se diferenciem de seus pares. Ou seja, só programas realmente conhecidos, não qualquer um. Para as novelas é a mesma coisa. Julgo isto muito melhor do que "todos". -- stanglavine discussão 22h36min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Eu estava esperando concluir a discussão que abri sobre critérios "numéricos" pra abordar esses critérios genéricos que estabelece que "tudo é notório". Minha sugestão é mais simples: abolir os critérios citados totalmente, em favor do critério geral de notoriedade. Por que "audiência" é critério? Não somos nós que definimos isso. O critério geral é mais simples: é notório aquilo que é definido por fontes como notório. Quem define o que é "grande" emissora e "grande" audiência? Inclusive, essa história de que os artigos devem ser desenvolvidos numa seção "programas" vai contra WP:GUIA. Flávio, o Maddox (msg!) 22h44min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Acho que fica complicado definir audiência, pois qual é o similar do IBOPE em Portugal? Em Moçambique? Aqui mesmo no Brasil, IBOPE só é aferido no eixo Rio-SP. Então novelas que o SBT ou Record produzirem e não tiverem grandes IBOPES, não são notórias?. O "R" Aliado 22h51min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Realmente fica complicado definir "audiência". Podemos remover esta parte e deixar apenas a parte da repercussão, para as coisas ficarem mais claras. -- stanglavine discussão 22h56min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Pra delimitar um pouco eu coloquei "que se diferencie de seus pares". Por exemplo, se temos dez programas regionais do sul de um estado com uma audiência X e outro com uma audiência 3*X, logo este outro se diferenciaria dos demais. Não quero definir um "valor" para que a audiência dê notoriedade, é apenas uma forma de comparar com outros programas e ver o que é notório e o que não é. -- stanglavine discussão 23h01min de 6 de maio de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Essa proposta contradiz bastante com algumas realidades a serem tratadas e viola algumas políticas. Vamos lá: Tudo começa com o fato de que "grandes emissoras" servem de critério para criação de novos artigos de telenovelas e de programas. Quais seriam essas "grandes emissoras"? Vale lembrar que na Wikipédia em português existem artigos de telenovelas e programas de vários países; então seria necessário avaliar todas as emissoras de TV do mundo para que haja uma definição a respeito das emissoras? A audiência também não faz sentido pois além de não determinar uma meta mínima, entraria em contradição com relação a emissora, já que é possível que um programa estreie com audiência baixíssima numa "grande emissora". Essa proposta me parece violar com a política de verificabilidade, já que o principal resultado das informações provém de fontes fiáveis, e ela que determina que tal conteúdo seja mantido no artigo ou não. Aceitar artigos com boa audiência também violaria a política de imparcialidade, já que artigos com baixa audiência obviamente seriam negados, aceitando somente programas com ótimos índices. WikiFer msg 07h27min de 7 de maio de 2015 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta: Citação: «Ser transmitida por uma grande emissora» E quais são essas grandes emissoras? Qual porte seria? Nacional? Regional? Vitor MazucoMsg 01h12min de 10 de maio de 2015 (UTC)

@Vitor Mazuco: Veja a proposta 2, é uma "versão atualizada" da 1. -- stanglavine discussão 02h35min de 10 de maio de 2015 (UTC)

Proposta 2[editar | editar código-fonte]

Novelas
Onde se lê:

  • Todas

Alterar para:

  • Deve cumprir ao menos um dos seguintes requisitos:
    • Ser transmitida, no mínimo, à nível nacional;
    • Ser considerada notória por fonte fiável e independente;

Outros programas
Onde se lê:

  • Serão desenvolvidos inicialmente dentro do artigo da emissora (listando-os na seção "programas" com o nome e uma pequena descrição do que se trata) ou em uma "Lista de programas da emissora X" (Dependendo do tamanho do artigo principal) e posteriormente desmembrados, conforme possuam bastante conteúdo.

Alterar para:

  • Devem cumprir ao menos um dos seguintes requisitos:
    • Ser transmitido, no mínimo, à nível nacional;
    • Ser considerado notório por fonte fiável e independente;
  • Os demais programas devem ser desenvolvidos dentro do artigo da emissora (listando-os na seção "programas" com o nome e uma pequena descrição do que se trata) ou em uma "Lista de programas da emissora X" (Dependendo do tamanho do artigo principal).

Tentei deixar menos ambíguo. -- stanglavine discussão 18h59min de 8 de maio de 2015 (UTC)

  • Continuo discordando. Pelos mesmos motivos apontados acima. Essas listas dentro dos artigos ferem WP:GUIA. Flávio, o Maddox (msg!) 22h46min de 8 de maio de 2015 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo A segunda proposta não mudará em nada se for aprovada, até porque qualquer artigo de telenovela ou programa que for criado cumprindo o requisito da notoriedade por fonte fiável e independente será aceito mesmo. O requisito que envolve a transmissão numa emissora, no mínimo, à nível nacional, se tornará nula e não será útil neste caso. WikiFer msg 08h19min de 9 de maio de 2015 (UTC)

Proposta 3[editar | editar código-fonte]

Abolir os critérios atualmente vigentes para telenovelas e outros programas em favor do critério geral de notoriedade que estabelece como notório aquilo que é apontado por fontes independentes como notório.

Minha proposta é mais simples: acabar com esses critérios. Não é a wikipédia que define o que é ou deixa de ser notório, mas sim as fontes. Flávio, o Maddox (msg!) 22h46min de 8 de maio de 2015 (UTC)

  • Symbol support vote.svg Concordo A proposta 3 apresentada pelo usuário Maddox resolve a situação ocorrida na segunda proposta. Os critérios gerais de notoriedade é algo fundamental para que um conteúdo seja notório. As fontes são as provas da verificabilidade do conteúdo, e são elas que definem o que deve ser mantido ou não. Chega destas restrições que existem em CDN para evitar que um artigo seja mantido em nosso projeto. Tenho certeza que com o critério geral da notoriedade, a Wikipédia em português terá um avanço cada vez maior nos verbetes e iremos ter conteúdo referenciado e notório graças as análises das fontes. WikiFer msg 08h19min de 9 de maio de 2015 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Concordo o mais ideal. Vitor MazucoMsg 23h52min de 11 de maio de 2015 (UTC)
  • Symbol declined.svg Discordo Se adotarmos somente os critérios gerais a existência de um artigo 'vai depender da interpretação pessoal de cada editor' ao decidir se as fontes apresentadas o tornam notório ou não, interpretação esta que poderá resultar, ao contrario do que pensam os colegas WikiFer e Vitor Mazuco, na eliminação de inúmeros artigos já existentes. Os critérios específicos devem ser melhorados e não eliminados. DARIO SEVERI (discussão) 04h26min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Qual seria sua solução então? Vitor MazucoMsg 13h32min de 20 de maio de 2015 (UTC)
  • Symbol declined.svg Discordo pelos mesmos motivos que o Dario. Não sou desta época mas acredito que esses critérios específicos foram criados justamente para acabar com essa subjetividade e múltiplas definições do que é notório e do que não é. Symbol question.svg Pergunta: como saber se determinada fonte considera algo notório? Rafael (stanglavine) disc 15h33min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Vitor Mazuco, a minha sugestão é melhorar a proposta 1 tornando-a mais restritiva e exigente, não permitindo como agora que qualquer novela tenha um artigo, isso é absurdo. Apreciaria que outros editores dessem sugestões, pois atualmente eu estou com pouco tempo disponível para dedicar a Wikipédia. DARIO SEVERI (discussão) 16h59min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Como que vai depender da interpretação pessoal de cada editor se são as fontes que determinam a notoriedade? Os critérios atuais infringem EXISTE determinando que existência pressupõe notoriedade. As propostas 1 e 2 continuam nesse erro. Quando os critérios específicos foram criados, não foi "para acabar com essa subjetividade e múltiplas definições do que é notório e do que não é", mas para formalizar uma subjetividade em que os editores diziam o que era notório, quando, na verdade, são as fontes. Flávio, o Maddox (msg!) 14h00min de 23 de maio de 2015 (UTC)

Revalidações

Numa EAD, por melhor que o artigo seja, se ele não alcançar a quantidade de votos necessários, não vai ser promovido. E mesmo que o artigo esteja em desacordo com os critérios, ele pode ser promovido - tem proponente que se orgulha de ter conseguido o destaque para um artigo sem fontes.

As revalidações deveriam ser mais simples. São discussões. Objetivas. Ou o artigo cumpre os critérios ou não cumpre, e se há dúvida, remove-se o destaque. Mas na prática não funciona assim. Há baixa participação, mas se os critérios são objetivos, não deveria ser tão complicado despromover uma página. Minha proposta:

  1. Remover a exigência de um artigo tenha figurado na Página Principal antes de ser elegível para revalidação. Conforme demonstrado acima, é possível que um artigo seja eleito sem cumprir os critérios. É justamente pra evitar que artigos que não merecem o estatuo mantenham-no que o processo de revalidação foi criado, logo, não faz sentido dar visibilidade ao artigo pra depois revisá-lo;
  2. O processo não é uma votação, mas é assim chamado na página. Menções às palavras relacionadas a "votos" e "votações" devem ser suprimidas e o texto alterado de forma a demonstrar que o processo é uma discussão, e devem ser oferecidos argumentos que sustentem a promoção da página;
  3. Acrescentar algo que não está explícito: O artigo continua promovido se "todas as críticas foram respondidas favoravelmente", mas não é dito que se as críticas não forem atendidas, ele perderá o destaque. Inclusive, acho que se os problemas são objetivos, como eram nessa discussão sem participação que eu abri, o artigo deve perder o estatuto sem cerimônia, ainda que só o proponente tenha comentado. Quem fecha a discussão observa os argumentos, observa os critérios, e aí encerra. O "destaque" é algo muito sério, e devemos ser mais zelosos com esse estatuto.

Em síntese, é isso.

Flávio, o Maddox (msg!) 04h54min de 13 de maio de 2015 (UTC)

Há muito tempo que as revalidações não funcionam e foram praticamente abandonadas. Acredito eu que deveríamos ou reformular as revalidações (como você propõe) ou até mesmo fazer uma fusão da revalidação como um tópico das EADs. É importante, mais do que tudo, redobrar a atenção para a importância das revalidações, visto que é comum ver artigos com qualidade duvidosa sendo eleitos porque grande parte dos votantes não leem (e por favor, não cito nomes, não quero acusar a nenhum editor, visto que estamos num trabalho colaborativo). Mas enfim, eu me incomodo com várias questões acerca dos processos de eleição e remoção a destaque, e de vez em quando gosto de ler Wikipédia:Esplanada/geral/Descalabro em solicitação para votar em EAD (6set2012) para relembrar a participação da comunidade acerca destes problemas, os quais, geralmente, possuem o mesmo princípio. Fronteira diga - veja 01h02min de 16 de maio de 2015 (UTC)

Deixar de retirar ligações internas quando artigo é eliminado por falta de fontes, não por falta de relevãncia

Parece-me perda de tempo estar a retirar as ligações internas para artigos como Viés que apesar de terem sido eliminados ninguém duvidou da relevância do tema. Mais cedo ou mais tarde será feito um artigo e alguém terá que fazer o trabalho reverso. Por uma questão de eficiência, sugiro que não se faça esta limpeza nestes casos. GoEThe (discussão) 09h29min de 19 de maio de 2015 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. Helder 10h38min de 19 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Mas precisamos de regra para isto? Parece-me uma questão de bom senso, mas vou ouvir primeiro para ver se há opiniões diferentes, pois, IMO, seria somente o caso de orientar o editor. José Luiz disc 11h50min de 19 de maio de 2015 (UTC)
De acordo com Wikipédia:Eliminação por consenso#Quando forem finalizados por votação, fila 3, item "Conferir afluentes": "Os links para o artigo a eliminar, que se encontram nesses afluentes, deverão ser retirados." Não sei se há mais alguma referência ao assunto, mas caso haja consenso para isto, terá de ser feita nova redacção. GoEThe (discussão) 11h59min de 19 de maio de 2015 (UTC)
Acho que podemos inserir mais um tópico aí dizendo algo como "Quando o artigo for eliminado por falta de fontes, os afluentes não devem ser removidos. Isso porque ele possuí relevância/notoriedade suficiente para existir e nada impede que ele seja novamente criado no futuro de forma referenciada." (a redação ficou meio ruim mas é só uma sugestão). No mais, Symbol support vote.svg Concordo com a proposta. A tempos já vinha pensando sobre isso. Rafael (stanglavine) disc 15h15min de 19 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a proposta e com a modificação do texto atual pelo texto sugerido pelo Rafael. DARIO SEVERI (discussão) 15h35min de 19 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo - --João Carvalho deixar mensagem 23h49min de 19 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo no caso de artigos eliminados por falta de fontes. Quintal 00h30min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo, como é óbvio. Shgür Datsügen [disc] · [contribs] 00h35min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Symbol comment vote.svg Comentário Os tutoriais dizem que a falta de fontes não constitui motivo para eilminação. Zordaz (discussão) 11h53min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Quais tutoriais? Quintal 12h37min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Como este, considerando ainda a existência da tag "sem fontes". Zordaz (discussão) 17h59min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo E iria mais longe: só o que é considerado irrelevante é que deve ser "deslinkado". Há casos (e deveria haver muitos mais) em que a eliminação se deve ao conteúdo impróprio, não ao tema. Talvez por me parecer óbvio, julgava até que as "deslinkagens" só eram feitas nos casos de irrelevância. --Stegop (discussão) 14h23min de 20 de maio de 2015 (UTC)
Concordo com o Stegop. GoEThe (discussão) 08h23min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Concordo com o citado pelo Stegop. DARIO SEVERI (discussão) 08h28min de 22 de maio de 2015 (UTC)
  • Não entendi a frase: "Quando o artigo for eliminado por falta de fontes, os afluentes não devem ser removidos. Isso porque ele possuí relevância/notoriedade suficiente para existir e nada impede que ele seja novamente criado no futuro de forma referenciada." Se um artigo é eliminado por falta de fontes que comprovem relevância como se saber que é um tópico relevante? Fora SPAM, ofensas e afins qualquer eliminado tópico pode ser recriado se forem adicionadas fontes que comprovem a relevância do tema. Vejo que esta discussão tem um alto grau de subjetividade, preciso de algo concreto para avaliar a que tipo de ligações poderão ser mantidas e quais não. Fabiano msg 21h03min de 25 de maio de 2015 (UTC)
@GRS73: Pegando um pouco ao acaso na minha lista de afazeres, suponha que alguém criava História dos judeus em Marrocos (fr:Histoire des Juifs au Maroc) com um par de frases ao acaso, caso óbvio de ER#20 (ou má tradução, o que quer que seja). Poderia até ter "boas" fontes, mas se o texto era lixo, deve apagar-se, certo? Mas isso não implica que as LI deixem de ser válidas (até julgava que tinha). Há casos mais ilustrativos, nomeadamente de pessoas claramente notórias, mas agora não me ocorre nenhum em concreto. --Stegop (discussão) 21h32min de 25 de maio de 2015 (UTC)

(conflito de edições)

Fabiano, penso que a questão tem a ver com uma mania que existe atualmente, de se eliminar artigos por não terem referências. Em vez de colocarem a tag "Sem referências", ou colocarem refs, colocam o artigo para eliminar, apesar de muitas vezes o assunto ser relevante (Nota: em muitos casos sabemos que um assunto é relevante mesmo sem lá estarem colocadas ainda as fontes). Nesse caso é que se deve deixar os afluentes com um link vermelho. Claro que concordo contigo, que a relevância nestes casos é um bocado subjectiva, mas acho que o eliminador/administrador, deve usar um bocadinho de "bom senso" nesses casos. Pelo menos, foi isto que eu entendi. --João Carvalho deixar mensagem 21h34min de 25 de maio de 2015 (UTC)

(conflito de edições)

@Stegop:, certo em ER; mas parece que ideia é se aplicar isto em PEs e por consequência em ESR, correto? Ai que está o problema, se um artigo foi eliminado por PE ou ESR por falta de fontes é pouco provável que seja relevante para justificar a manutenção de afluentes. João o problema é sempre a subjetividade, falando por mim não removo afluentes quando elimino títulos válidos por ER. Já quando limpava PEs e ESR, removia. Fabiano msg 21h42min de 25 de maio de 2015 (UTC)
Fabiano Não vejo porque é que método de eliminação muda alguma coisa. Esqueça por um momento que a esmagadora maioria do que se elimina é por falta de notoriedade. Há casos — e quanto a mim deveria haver muitíssimos mais, pois o que se oferece ao leitor é aquilo que existe e não aquilo que hipoteticamente poderá vir a existir — em que a eliminação se dá devido ao conteúdo (WP:TEXTOPRONTO, WP:NPI, etc.) e isso pode acontecer por via de qualquer processo de eliminação. Mas o título continua válido... Nos casos em que é viável fazer um redir, tudo bem, essa é uma solução, mas em muitos casos não é, como é o caso do exemplo que referi acima. --Stegop (discussão) 23h37min de 25 de maio de 2015 (UTC)

GRS73isto. Na minha opinião, o artigo cumpria os critérios mesmo antes de eu acrescentar lá o prémio. No entanto, se eu não tivesse colocado referências o artigo era eliminado. Neste caso, os links não deviam ser desfeitos. --João Carvalho deixar mensagem 22h11min de 25 de maio de 2015 (UTC)

Alterar prazo para recandidatar artigos em EAD


Algo que vem me incomodando há muito tempo no projeto, para ser exato, desde meados de 2012: De tempos em tempos, vejo artigos sendo rejeitados por uma tradução ou escrita ruim, e tais verbetes, geralmente sem mudanças significativas, são candidatados novamente e insistentemente até serem eleitos. Isso, para mim, é um claro desrespeito e manipulação com o projeto. É algo muito sério, tão sério quanto a polêmica das solicitações, mas é um ponto o qual nunca foi discutido diretamente por aqui (não que eu me lembre). Para tentar impedir que absurdos deste tipo continuem a ocorrer, gostaria de propor o seguinte:

  • Alterar, em WP:EAD, que o tempo para recandidatar um artigo recusado seja de dois meses (ou mais), ao invés do atual prazo de um mês após o fim de uma votação.

Aguardo a manifestação da comunidade. Fronteira diga - veja 23h43min de 21 de maio de 2015 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Aumentar o prazo só iria prejudicar as recandidaturas de artigos que realmente foram revistos e corrigidos posteriormente a uma candidatura recusada. Por outro lado também não iria resolver o problema das recandidaturas com os mesmos problemas; só iria adiar o problema. A solução já existe e já está nas regras: os artigos só podem ser recandidatados quando os problemas apontados na última candidatura foram corrigidos. Infelizmente, estas regras raramente são impostas. O que se podia era, no texto de recandidatura, exigir que fossem apontadas as correções dos problemas que levaram à não promoção. Se isso não fosse feito, a candidatura poderia ser imediatamente encerrada. Quintal 23h52min de 21 de maio de 2015 (UTC)
Essa exigência faz sentido, e caso não houvessem justificativas claras, a votação poderia ser interrompida sumariamente. Fronteira diga - veja 23h55min de 21 de maio de 2015 (UTC)
A solução na minha opinião é punir os usuários que abusam do sistema de EAD, tirando o direito deles de encherem o saco dos outros.--Mister Sanderson (discussão) 00h36min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Concordo plenamente. José Luiz disc 00h38min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Na verdade, a regra diz que o artigo só pode ser recandidatado "se ocorreram modificações significativas do seu conteúdo". Não fala especificamente em correção de erros apontados na votação (embora seja uma questão de bom senso corrigi-los antes de apresentar uma nova candidatura). Tecnicamente, se eu recandidatar um artigo que não foi eleito por mera falta de quórum, sem nenhum problema pertinente ter sido apontado, a recandidatura pode ser invalidada porque o conteúdo não mudou, uma vez que ninguém me apontou problemas. Isso sim poderia ser esclarecido na regra. Exigir que apenas artigos que tiveram problemas apontados tenham de ser alterados antes de uma nova candidatura. Quanto à proposta, pelos motivos já apontados pelo Antero, voto em deixar por um mês mesmo, mudar o prazo não impede que um artigo fora dos critérios seja candidatado de novo sem alterações. Usuários que persistirem podem ser simplesmente filtrados. Victão Lopes Diga! 01h25min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Então proponho acrescentar a seguir:
No caso de uma candidatura ter sido mal sucedida devido a problemas no artigo, qualquer recandidatura deverá indicar de que forma cada um dos erros foi corrigido, podendo ser sumariamente encerrada em caso de omissão.

Quintal 09h19min de 22 de maio de 2015 (UTC)

De acordo. Symbol support vote.svg Concordo. Fronteira diga - veja 12h17min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Preferencialmente disponibilizando o link do diff ([[Especial:Diff/<versão antiga>/<versão nova>]]). Helder 13h47min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo--Mister Sanderson (discussão) 16h17min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo da proposta. Acho que do jeito que está é o melhor. Vitor MazucoMsg 14h10min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Por que do jeito que está é melhor, Mazuco? Pode explicar a sua visão, por favor? Fronteira diga - veja 15h41min de 22 de maio de 2015 (UTC)
É muito subjetivo essa proposta, pois o que seria "indicar de que forma cada um dos erros foi corrigido" Todos os erros? De que forma? Listar eles? Onde? Quem avalia se isso é válido ou não? E se for por falta de quórum? Vitor MazucoMsg 00h58min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Não tem complicação para você inventar, é exatamente o que você leu, lista todos os erros, aponta o que foi feito para corrigi-los. Quem avalia se foi válido ou não não importa, a avaliação será a mesma independente de quem avaliar, mas provavelmente serão os administradores, que são as pessoas que podem fechar discussões. A falta de quórum não tem nenhuma relação com isso, o Antero não propôs mudá-la.--Mister Sanderson (discussão) 01h04min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Ora Mazuco, mas aí que está o ponto: assim como o proponente tem a obrigação de procurar corrigir os erros apontados, quem aponta os erros também tem a obrigação de detalhá-los. Ou seja, listá-los mesmo na proposição, indicando o que foi corrigido, e se discordar de alguma sugestão, é só justificar usando argumentos válidos. Na verdade, não tem nada de subjetivo, é muito prático e vai facilitar a vida de todos, de quem vota e de quem propõe. O problema é que hoje, vários editores (e são vários mesmo, por isso não há indiretas) simplesmente acham mais fácil ignorar as sugestões alheias e propor os artigos como bem entendem, e consequentemente, quem vota contra (ou a favor, principalmente) também vota como bem entender. É um descaso que gera outro descaso, e com isso todo o projeto perde, pois artigos de má qualidade acabam sendo eleitos, tornando-se exemplos para outros verbetes de qualidade duvidosa. Fronteira diga - veja 14h07min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Claro que discorda, essa proposta é contra você mesmo...--Mister Sanderson (discussão) 16h17min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a proposta. Algo deve ser feito para impedir alguns editores fanáticos de proporem sucessivamente artigos à avaliação da comunidade sem apresentarem motivos válidos e consistentes que justifiquem esses procedimentos recorrentes e abusivos. Vanthorn® 15h09min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a redação do Antero. O prazo é indiferente e não muda a intenção do editor persistente, apenas atrasa o reconhecimento do trabalho de quem realmente melhora os candidatos. Victão Lopes Diga! 18h27min de 22 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Prazo é burocracia pura. O que importa é endereçar os problemas já apontados anteriormente. José Luiz disc 01h21min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a indicação dos ajustes. Flávio, o Maddox (msg!) 15h13min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Tetraktys (discussão) 20h55min de 23 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo também com a nova proposta, aumentar o prazo não resolve o problema. E também, poucas vezes vi um artigo digno de promoção não receber avaliações suficientes para alcançar o mínimo de participantes. As vezes pode demorar para alguém votar, mas acaba acontecendo. Cléééston (discussão) 01h22min de 24 de maio de 2015 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Geralmente encontramos diversas candidaturas para EADs de artigos que já foram malsucedidas, só que esquecem que analisar os problemas corrigidos, de acordo com as informações na candidatura anterior. Com esta proposta, evitaria que este tipo de situação ocorra com frequência nas EADs. Não é expandindo o tempo que vai resolver os problemas de um artigo, e sim, comprovando com os diffs. WikiFer msg 22h23min de 24 de maio de 2015 (UTC)