Wikipédia:Esplanada/propostas/Livros e obras literárias (12out2017)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Senhores(as),

este tópico não é exatamente uma proposta (apesar de trazer em si uma proposta), mas mais um debate ou pedido de esclarecimentos sobre o tema seguinte. Optou-se por este fórum por causa de sua ampla visualização.

O Problema: Confusão entre os termos "livros" e "obras literárias" espalhada por toda a Wikipedia.pt, desde nome de artigos e artigos destacados e bons, passando por categorias e chegando em etiquetas e etc.

Argumento 1: O termo "Obras literárias" não é sinônimo do termo "Livros", uma vez que: a obra não é o meio e muitas vezes não foi publicada como livro. Ex: As obras de Dostoiévski eram anteriormente cateorizadas como "Livros de Fiódor Dostoiévski", o que está errado, uma vez que a maioria de suas obras foram publicadas em revistas! Argumento 2: Nem todo livro é obra literária, uma vez que muitos são, p.ex. didáticos ou de fotografias, etc. Ex: 100 Fotografias que Mudaram o Mundo

Há, portanto, uma interseção, sendo A = Conjunto dos "Livros" e B = Conjunto das "Obras lietrárias", então

Sendo uma interseção poderiam permanecer ambos os termos, sendo que em alguns casos um mesmo objeto (obras literárias em livros) cairiam sob as duas designações, porém, isso não é simples e na prática a utilização vai ser confusa. Proponho reservar o termo "obras literárias" para estas últimas e "livros" para todos os livros que não sejam obras literárias.

Obrigado,--Felipe da Fonseca (discussão) 16h29min de 12 de outubro de 2017 (UTC)

E como você propõe que isso seja posto em prática...? Saturnalia0 (discussão) 00h18min de 13 de outubro de 2017 (UTC)
@Saturnalia0:Não associar nenhuma obra literária ao termo/conceito livro (falo de categorizações, listagens etc. não internamente aos artigos) deixando livros para os livros não literários. É meio estranho, mas a forma mais correta (interseção, quando for o caso) é muito difícil de ser verificada (uma obra literária pode ser escrita em pedra, pergaminho, papiro, revista, etc.) Não pesquisei a este respeito, mas pode ser influência do inglês e mercado: feira de livros e etc.--Felipe da Fonseca (discussão) 00h25min de 13 de outubro de 2017 (UTC)
Realmente não consigo pensar em uma solução simples.--Felipe da Fonseca (discussão) 01h12min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Esqueci de comentar a situação em que um livro físico é dividido em mais de um "livro", sendo aqui livro o nome de uma seção, tal como capítulo. Ex. Livro de Tobias. Obviamente que o argumento de que se trata de obra de origem separada não ajuda, pois na época não existiam livros tais como entendemos hoje--Felipe da Fonseca (discussão) 01h12min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Ver, p.ex. O Jogador (livro), em que pese (a conferir) ter sido esta obra publicada inteira, foi publicada em uma revista e não em forma de livro, pq está "livro" ali?--Felipe da Fonseca (discussão) 20h33min de 13 de outubro de 2017 (UTC)
Nos casos de desambiguação tenho proposta sólida: No caso de obras literárias deve vir o gênero: Romance, Poesia etc., restando ainda ambiguidade o nome do autor deve ser acrescentado.--Felipe da Fonseca (discussão) 20h41min de 13 de outubro de 2017 (UTC)