Wikipédia:Esplanada/propostas/Padronização dos nomes de jogadores de futebol (e outros atletas) (22fev2021)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Há tempos venho sentindo a necessidade de estabelecermos uma padronização definitiva para a utilização de nomes de atletas, especialmente do futebol. O mais corriqueiro, atualmente, tem sido a utilização do nome completo, como Aderbar dos Santos Neto ou Frederico Chaves Guedes, mas também temos muitos casos onde é usado o apelido, como Tchê Tchê ou Marquinhos Gabriel. Ora, quem sabe que o goleiro Santos se chama Aderbar (e com "r" no final)? É muito mais óbvio buscar por "Santos (Futebolista)". O uso do nome completo faz sentido na Wiki anglófona, já que no exterior o uso de apelidos para jogadores não é prática tão disseminada. Na lusófona, isso perde o sentido e dificulta a busca por parte dos usuários. Minha visão, como editor, é sempre ter em mente facilitar o acesso. Além do que, a ausência de padrão dá a impressão de bagunça, já que cada artigo segue uma forma. Diante de todo o exposto, proponho a padronização dos nomes de atletas utilizando aquele pelo qual a pessoa é conhecida. Jadolfo (discussão) 13h21min de 22 de fevereiro de 2021 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Rapaz, sua ideia é boa, mas precisa ser melhor desenvolvida, pois na prática eu vejo sim a utilização de apelidos no título de artigo sobre jogador, como em Pelé, Yago Pikachu, Tchê Tchê, e outros de fato não. Porém, nesses outros, às vezes é usado o nome completo porque o apelido é muito comum. Por exemplo: Aderbar dos Santos Neto, que é conhecido como "Santos", quantos jogadores ou pessoas não tem o apelido "Santos"? Até nome de time tem. Inclusive, quando pesquisei por "Santos jogador", apareceram várias coisas na pesquisa (apareceu, de primeira, a foto do Cuca) por isso, deveria Aderbar continuando sendo Aderbar. Por essa razão, não acho que a padronização irá facilitar tanto assim não, na verdade por até causar confusão, quando o apelido for comum para vários jogadores. --A.WagnerC (discussão) 20h09min de 22 de fevereiro de 2021 (UTC)

Sim, existem artigos com apelidos. Como eu expus na minha proposta, a questão é que não está padronizado. Boa parte dos artigos estão com os nomes completos doa atletas, e temos editores alterando do apelido para o nome completo, como ocorreu recentemente com o goleiro do Athletico Paranaense, que teve sua página alterada de Santos (futebolista), para seu nome de batismo. No caso que você citou, a pessoa pode ser categorizada como Santos (futebolista), não vejo problemas. Se existir outro Santos, será como se tivéssemos dois José da Silva que fossem engenheiros ou médicos. O tratamento seria o mesmo para as situações de ambas as profissões. Não precisa dificultar a pesquisa do usuário usando um nome pelo qual ninguem conhece o profissional em questão. Jadolfo (discussão) 12h39min de 23 de fevereiro de 2021 (UTC)


Symbol comment vote.svg Comentário Essa padronização já existe, e serve para atletas, artistas, políticos, etc. Usa-se como título o nome mais conhecido; no caso de homonímia, pode-se apelar para Zé Mané (futebolista) e Zé Mané (político). Se houver mais pessoas conhecidas como "Zé Mané", então pode mudar o primeiro para José Manuel das Couves, e o segundo para José Manuel Arruela (estou inventando os nomes, óbvio). Os problemas quanto a essa padronização, quando ocorrem, são pontuais e normalmente resolvidos após tentativa de consenso. No mais, o argumento levantado acima pelo A.WagnerC é muito coerente. Yanguas diz!-fiz 22h42min de 22 de fevereiro de 2021 (UTC)

Se a padronização existe, não vem sendo seguida. Basta pegar a lista de atletas de qualquer clube e isso estará bem nítido. E temos editores alterando do apelido para o nome completo, como ocorreu recentemente com "Santos (futebolista)", alterado para "Aderbar...". Isso não é facilitar a pesquisa, desculpe. Ninguem vai procurar o sujeito pelo nome "Aderbar", e uso bastante esse caso como exemplo porque, para mim, é dos mais gritantes. Sobre o exposto pelo Wagner, se tivermos dois Fred ou dois Santos, devemos aplicar o mesmo tratamento que daríamos se tivéssemos dois "José da Silva" que fossem engenheiros ou médicos. Alterar para um nome que ninguém conhece não é solução. Jadolfo (discussão) 12h39min de 23 de fevereiro de 2021 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Apesar que eu não vejo problemas de se desambiguar pelo apelido, como já existem "Xisco (futebolista nascido em 1980)" e "Xisco (futebolista nascido em 1986)"; "Chema (futebolista nascido em 1976)" e "Chema (futebolista nascido em 1980)"; e "Mikael Nilsson (futebolista nascido em 1968)" (que não é apelido, mas utiliza o mesmo tipo de desambiguação). Eric Duff disc 10h42min de 23 de fevereiro de 2021 (UTC)