Wikipédia:Pesquisa inédita por síntese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O que se segue é um artigo informativo sobre a Wikipédia, que foi entendido como consensual em Wikipédia:Esplanada/propostas/Aprovar alguns ensaios sobre Construção de artigos (28set2012).
Prefira utilizar a página de discussão ou até mesmo a esplanada antes de fazer uma modificação que altere o contexto.

Não junte informações de várias fontes para chegar a uma conclusão que não seja afirmada explicitamente por nenhuma das fontes.

Editores não devem cometer o erro de pensar que se uma informação A foi publicada por uma fonte fiável, e outra informação B também é publicada por outra fonte fiável, então A e B podem ser juntadas em um artigo para chegar a uma conclusão C. Isto seria uma síntese de material publicado, e que avança para uma nova informação, e constitui uma pesquisa inédita por síntese.[1] "A e B, portanto C" é aceitável somente se uma fonte fiável também haja publicado tal conclusão, com o mesmo argumento em relação ao tópico do artigo: ou seja, C também precisa estar referenciado.

O exemplo a seguir é baseado no que ocorreu em um artigo da Wikipédia sobre a disputa entre dois autores, aqui chamados de Smith e Jones. Primeiro, como a informação deve ser colocada num verbete:

Smith afirmou que Jones cometeu plágio ao copiar referências do livro de outro autor. Jones respondeu que seria uma prática academicamente aceitável usar livros de outras pessoas para encontrar novas referências.

A seguir a pesquisa inédita por síntese:

Se Jones não consultou as fontes originais, isto seria contrário à prática recomendada no manual Escrever com Fontes da Harvard, que requer a citação da fonte que foi realmente consultada. O manual da Harvard não afirma que violar esta regra é "plágio". Em vez disto, plágio é definido como usar informações, ideias, palavras, ou estrutura de uma fonte, sem citar a obra de referência.

O primeiro parágrafo foi devidamente verificado. O segundo parágrafo é uma pesquisa inédita, porque expressa a opinião do editor que, dada a definição do manual de Harvard de plágio, Jones não o cometeu. Para fazer o segundo parágrafo coerente com esta política, uma fonte fiável seria necessária que especificamente comentasse sobre a disputa Smith e Jones e fizesse o mesmo tipo de afirmação sobre o manual de Harvard e o plágio. Em outras palavras, essa análise precisa ter sido publicada por uma fonte fiável em relação ao tópico antes que possa ser publicada na Wikipédia por um editor.

Resumir ou reescrever o material da fonte sem mudar seu significado não é pesquisa inédita por síntese — é boa edição. A melhor prática é escrever artigos da Wikipédia colocando material de várias fontes fiáveis e independentes sobre o tópico e reescrever tais afirmações em suas próprias palavras, cada afirmação podendo ser a atribuída a uma fonte que explicitamente faz tal afirmação.

Tratamento de dados numéricos[editar código-fonte]

A presente restrição (WP:PIS) não deve ser confundida com a necessidade de clareza e objetividade nos dados numéricos, que muitas vezes exigem sumarização. Caso típico são os totais e subtotais em tabelas: os totais e subtotais devem vir expressos se isso ajudar o leitor ou a interpretação de listas mais extensas.

A sumarização (ex. total) isolada dos dados, naturalmente é WP:PIS. Sumarizações são complementos de apoio à apresentação dos dados — não substituem os dados e devem ser apresentadas junto dos mesmos. Pode-se expressar "1+1+1+1" ou "1+1+1+1=4", mas não apenas 4 se a fonte não houver expressado.

Sumarizações baseadas em metodologias estatísticas, todavia, são pesquisa inédita por síntese, pois envolvem a reinterpretação de dados. É comum confundir-se a média aritmética (sumarização) com o Valor esperado (média e desvio padrão apurados por fonte fiável). Em caso de dúvida (sumarização vs reinterpretação estatística), há que se fazer um julgamento caso a caso.

Notas

  1. Jimmy Wales disse sobre síntese de teorias históricas: "Some who completely understand why Wikipedia ought not create novel theories of physics by citing the results of experiments and so on and synthesizing them into something new, may fail to see how the same thing applies to history." (Wales, Jimmy. "Original research", December 6, 2004)