Wikipédia Discussão:Critérios de notoriedade/Eventos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Verbetes sobre crimes no Brasil

Estão ocorrendo várias discussões a respeito de verbetes sobre crimes ocorridos no Brasil. Vide aqui e em PEs Wikipédia:Páginas para eliminar/Caso Victoria Natalini e Wikipédia:Páginas para eliminar/Sequestro de ônibus na Ponte Rio-Niterói.

Acho que devemos centralizar esse debate em um único espaço, aqui na Esplanada, haja vista a proliferação de verbetes sobre casos policiais sem relevância. Fui informado que há editores criando páginas não somente para homicídios triviais, mas também para casos de agressões, pessoas desaparecidas e até assaltos (!?!). De fato observando a Categoria:Crimes no Brasil e subcategorias percebe-se que há muita coisa duvidosa por lá.

Como não existem critérios de notoriedade específicos para casos policiais, acho que devemos ter uma discussão abrangente sobre o que confere notoriedade para eventos criminais. Chamo @Ismael Silva Oliveira:, @PauloMSimoes:, @Theys York:. --Lord Mota 21h48min de 2 de setembro de 2019 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Na minha Symbol opinion vote.svg opinião já temos regras claras, não é necessário complicar mais, criando novas. As regras atuais, quando observadas à risca, por si só já impedem a criação desses verbetes sem relevância. Na discussão Wikipédia:Páginas para eliminar/Caso Victoria Natalini eu deixei isso claro por duas vezes:

  • A própria regra WP:CDN menciona Citação: ...a existência de cobertura substantiva em fontes secundárias independentes é critério de presunção de notoriedade, embora não seja garantia da mesma. A presunção de notoriedade não implica a aceitação da inclusão do tema na Wikipédia, quando este viola qualquer outra das políticas oficiais, como por exemplo O que a Wikipédia não é.... A Wikipédia não é um jornal. (o negrito é meu)
  • Muito além da "cobertura significativa", a repercussão de um caso dá-se de vários modos, que levam à sua notoriedade. Um deles é a "repercussão internacional". Outro é o desdobramento e desfecho, que causem grande comoção a um nível geográfico abrangente (e não só local ou regional).

Os editores que defendem a criação desses artigos sem notoriedade, não sabem o significado disso e amparam-se apenas no WP:TEMFONTES, afirmando que se há "cobertura substantiva por fontes reputadas" o assunto é notório. E isso NÃO é verdade !
--PauloMSimoes (discussão) 22h34min de 2 de setembro de 2019 (UTC)

Ok. Estou movendo para o wikinews. Boas!Theys York ☺ (discussão) 00h05min de 3 de setembro de 2019 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Alguns pontos que considero relevantes:

  • Relevância é um termo relativo. Esse conceito na área criminal pode variar entre um dos mais relevantes do mundo no Século XXI até um dos mais relevantes de Curitiba em 2018. Afirmar que algum acontecimento é "evento policialesco trivial" não coaduna com as políticas e é deveras subjetivo, anticientífico e portanto, não-enciclopédico.
  • Notoriedade é o principal requisito para o surgimento de novos artigos. Como exposto em WP:CGN: "Um tópico é presumido como notável se recebeu cobertura significativa de fontes reputadas e independentes do assunto tratado.", conceito esse que pode ser facilmente cumprido por qualquer artigo desse assunto.
  • Redação é o requisito primordial nesse caso para a observância de WP:JORNAL: A Wikipédia não é escrita em estilo de notícia. Nesse exemplo aqui é possível observar uma riqueza de detalhes, onde os tópicos (desaparecimento, investigação, repercussão) estão bem desenvolvidos e cada informação com sua respectiva citação, tudo feito a exaustão. Entretanto, é possível observar um método de escrita puramente jornalistico, onde somente os fatos são somente apresentados de forma cronológica, sem que ocorra uma análise da relevância de cada assunto.

Na minha Symbol opinion vote.svg Opinião, esses artigos deveriam ser mantidos e a extensão do artigo deve ser diretamente proporcional a sua relevância: casos de grande relevância em artigos bem desenvolvidos e casos de relevância limitada em artigos de extensão limitada. -- albertoleoncio (Who, me?) 03h04min de 3 de setembro de 2019 (UTC)


Symbol comment vote.svg Comentário Realmente, devemos trabalhar na criação de critérios de notoriedade específicos para artigos de casos policiais, uma vez que os mesmos se multiplicam a cada dia. Porém, antes, precisamos deixar claro que casos policiais possuem natureza para publicação jornalistica e não enciclopédica. Ou seja, casos policiais enciclopédicos são apenas uma pequena exceção. Assim, considero, que para ter notoriedade no projeto, casos policiais precisam estar situado em uma destas situações:

  • Assassinatos em série;
  • Assassinatos cometidos por personalidades notórias (políticos, atletas, jornalistas, artistas...);
  • Crimes que mobilizem denúncia em órgão internacional de direitos humanos.

Devemos debater mais acerca deste tema para alcançar um texto coeso que evite mal entendidos. Como bem disse PauloMSimoes, e eu concordo, a WP:CGN deixa claro que Citação: "...a existência de cobertura substantiva em fontes secundárias independentes é critério de presunção de notoriedade, embora não seja garantia da mesma. A presunção de notoriedade não implica a aceitação da inclusão do tema na Wikipédia, quando este viola qualquer outra das políticas oficiais, como por exemplo O que a Wikipédia não é... e a Wikipédia não é um jornal...". No entanto, a WP:JORNAL nem sequer cita a expressão casos policiais, o que lamentavelmente abre brecha para más interpretações. Lembrando mais uma vez que só no Brasil ocorrem 50 mil homicídios todos os anos. Agora, imaginem se cada um deles possuísse um artigo correspondente na Wikipédia... Em pouco tempo haveriam mais casos policiais do que qualquer outro tipo de artigo no projeto, transformando-o numa mera sucursal do Brasil Urgente. Ismael Silva Oliveira (discussão) 03h43min de 3 de setembro de 2019 (UTC)


Eu acredito em Wikipédia:Cinco pilares A Wikipédia é uma enciclopédia de conteúdo livre que qualquer pessoa pode editar e Wikipédia:Seja ousado. E os crimes do passado que quase não existem fontes online, mas estão descritos em livro e jornal? Eu Symbol support vote.svg Concordo com a abertura de um critério geral de notoriedade específico para crimes que inclua crimes do passado. Artur Gomes de Morais (discussão) 21h43min de 13 de setembro de 2019 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo de criar um critério temático. Achei interessantes os critérios sugeridos pelo Ismael, mas não vejo necessidade. Por sinal, me parece que há uma tendência mais recente em manter os critérios gerais apenas, abolindo os temáticos, conforme esta discussão, ou seja "descomplicar". Por falar em "complicação", desafio qualquer um a dizer que entende pelo menos a metade do que está escrito em WP:CDN#Critérios temáticos de notoriedade. Muitos verbetes são criados sem se considerar os tais critérios. E novamente volto a citar o que escrevi sobre os critérios gerais: a regra afirma com precisão que "não basta a cobertura substantiva por fontes secundárias independentes". Isso resume o que se deve ter em mente ao se analisar uma PE, principalmente nestes casos policiais. Esse tema "infesta" a mídia atualmente, na busca por audiência. É o que escrevi em algum lugar: pegue um caso criminal qualquer na atualidade e pesquise por fontes. Não será difícil encontrar. Principalmente se o "R7" ou o "Datena", ou o "Fantástico" divulgaram, com certeza haverão "mil fontes" mais, no entanto nem só isso torna um tema relevante. A mídia normalmente replica matérias dos principais veículos de comunicação e isso às vezes dá uma falsa ideia de "cobertura substantiva". Eles têm que preencher suas pautas com esse tipo de assunto, pela disputa da audiência. É preciso ter um senso crítico para avaliar a relevância de um artigo e para isso não é necessário ter critérios temáticos. A decisão da comunidade é soberana, e à luz da regra atual, ela deve avaliar se um determinado artigo permanece ou não, se é relevante ou não para a enciclopédia. "Defensores" e "não defensores" da eliminação devem colocar seus argumentos e "que vença o melhor". Os "votos vencidos" que se conformem.--PauloMSimoes (discussão) 02h14min de 14 de setembro de 2019 (UTC)

Subscrevo o @PauloMSimoes:. De fato, basta analisar as PEs citadas para perceber que muitos editores que defendem a manutenção dessas páginas o fazem sob alegação de "cobertura substantiva por fontes secundárias independentes". Se saiu no Fantástico, no Jornal Nacional e toda a mídia replicou, então é automaticamente relevante. Não há uma análise em cima de WP:APDE/TEMP: os critérios de notoriedade dizem que a cobertura das fontes devem ser persistentes no tempo, e não efêmera (passageira). O que pode ser feito a curto prazo, é fazer uma inspeção em Categoria:Crimes no Brasil e um levantamento (pode ser nessa discussão mesmo) de tudo o que tenha relevância duvidosa/suspeita e ir enviando para PE. Por exemplo, isso aqui => Sequestro de equipe da Rede Globo em agosto de 2006, é relevante? acho que poderia ser resumido e tratado no artigo do PCC. Tem muita coisa por lá que deveria ser melhor averiguada. --Lord Mota 13h13min de 15 de setembro de 2019 (UTC)

Lord Mota e PauloMSimoes, concordo com muito do que vocês disseram, mas acho que é por isso mesmo que precisamos ter algum critério maior que o simples critério geral, porque essa de cobertura por fontes confiáveis e independentes (critério geral) é muito subjetiva quando estamos falando sobre crimes. Via de regra deveríamos exigir minimamente fontes terciárias, com algum distanciamento histórico, por exemplo, o caso da Escola Base, ou o Caso Pavesi, ou ainda o Massacre de Ipatinga; mas há casos de crimes que percebemos serem notórios desde o início, mesmo que as únicas fontes sejam notícias de jornal, por exemplo o Massacre de Realengo, o Caso João Hélio, e o Assassinato de Marielle Franco. Os dois primeiros por serem assassinatos de crianças, com requintes, e uma repercussão imediata completamente atípica, que causou comoção, inclusive internacional; enquanto o terceiro também causou comoção pelo fato de a vítima ser uma parlamentar de uma capital de estado, eleita com expressiva votação. Então podemos pensar, com bastante calma, em critérios que deem abrangência aos casos que hoje consideramos notórios, pensando que características eles costumam ter, que os crime sem relevância enciclopédica não tem. Não há pressa pra isso, mas é importante não nos fecharmos a ideias. A título de exemplo, vejam o Caso Nicole, considero relevante pelos requintes atípicos e pela demora em ser julgado, mas também não possui fontes terciárias. —Pórokhov Порох 23h03min de 19 de setembro de 2019 (UTC)

@Pórokhov:, concordo com sua opinião, como sempre sensata. Estou sem tempo para desenvolver ideias no momento, mas gostaria de deixar rapidamente uma sugestão, que pode ser um meio termo: ao invés de criar mais um critério temático, talvez cheio de detalhes, não seria melhor mencionar alguns exemplos em Wikipédia:Critérios de notoriedade, no tópico "presumido como notável"? Creio que alguns poucos exemplos (incluindo WP:APDE/TEMP – distanciamento histórico – citado pelo Lord Mota), repercussão internacional, comoção nacional, fontes terciárias, notoriedade da pessoa envolvida, bastariam para balizar o que é relevante ou não, seja neste ou em outros temas. Lá já é citado também Wikipédia:O que a Wikipédia não é, que abre um leque de critérios.--PauloMSimoes (discussão) 09h42min de 20 de setembro de 2019 (UTC)
PauloMSimoes, o problema é que dependendo da área, essa exigência por fontes terciárias não se justifica. Por exemplo, a eleição de um deputado torna o eleito notório, de acordo com WP:POLÍTICOS, mesmo que não haja distanciamento histórico e as fontes sejam primárias e secundárias. Uma nova contraproposta que faço seria ao invés de um critério para crimes, criarmos um critério para eventos. Até me lembrei que já existe Wikipédia:Critérios de notoriedade/Acontecimentos, seria o caso de trabalhar melhor esta página. Por exemplo, existe um consenso na comunidade de que quedas de aviões que estavam em vôos comerciais, de modo geral são eventos notórios. Furacões, tornados, tufões, também são invariavelmente objetos de artigos próprios. Mas e desastres da construção civil? Por exemplo Desabamento de prédios na Muzema (2019)? Palace II tem um artigo para o prédio, não para o desabamento em si, embora o prédio só tenha ficado relevante por causa do desabamento - e eu não sou a favor de mover para Desabamento do Palace II. —Pórokhov Порох 16h01min de 20 de setembro de 2019 (UTC)
@Pórokhov, Lord Mota, Artur Gomes de Morais, Theys York, Albertoleoncio e Ismael Silva Oliveira: Gostei da sugestão do Pórokhov de "trabalhar melhor a página Wikipédia:Critérios de notoriedade/Acontecimentos", e até sugiro alterar a palavra "acontecimentos" para "eventos". Concordam em desenvolver essa ideia?--PauloMSimoes (discussão) 18h45min de 21 de setembro de 2019 (UTC)
Concordo.Theys Y☺rk (discussão) 00h41min de 22 de setembro de 2019 (UTC)
Symbol support vote.svg Apoio. É uma boa ideia. Pode-se debater não somente sobre eventos criminais, mas também sobre acidentes (ferroviários, rodoviários, aéreos) e desastres de todo tipo (inundações, incêndios, desabamento de prédios, etc). --Lord Mota 22h22min de 23 de setembro de 2019 (UTC)
Concordo com o proposto pelo PauloMSimoes. Artur Gomes de Morais (discussão) 21h01min de 24 de setembro de 2019 (UTC)

Reabri[editar código-fonte]

Atenção a todos, Artur Gomes de Morais, PauloMSimoes, Lord Mota, Ismael Silva Oliveira, albertoleoncio e Theys York, reabri a discussão em Wikipédia:Critérios de notoriedade/Eventos, acrescentando lá até agora, a única proposta feita aqui. Peço que continuem a comentar. —Pórokhov Порох 19h22min de 29 de setembro de 2019 (UTC) Pórokhov, é para comentar aqui? Ou a discussão foi reaberta em outro lugar? Theys Y☺rk (discussão) 00h48min de 16 de outubro de 2019 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Acho que a discussão se centraliza aqui: Wikipédia Discussão:Critérios de notoriedade/Eventos, apesar de ter uma miscelânea de datas dos comentários, não?--PauloMSimoes (discussão) 01h24min de 16 de outubro de 2019 (UTC)
PS: na verdade, estou em dúvida. Foram poucas as edições recentes, inclusive a minha. Onde de fato se deve comentar?--PauloMSimoes (discussão) 01h31min de 16 de outubro de 2019 (UTC)

Bom, de fato, de acordo com o link colocado pelo Pórokhov, passo a comentar aqui: Wikipédia:Critérios de notoriedade/Eventos. Mas não seria bom incorporar algumas sugestões daqui Wikipédia Discussão:Critérios de notoriedade/Eventos, por exemplo, as propostas dos critérios em "Crimes"?--PauloMSimoes (discussão) 01h50min de 16 de outubro de 2019 (UTC)

Sim. Acho que fica um pouco confuso a discussão dividida assim. Theys Y☺rk (discussão) 08h44min de 16 de outubro de 2019 (UTC)

Retomando a discussão[editar código-fonte]

@Ismael Silva Oliveira:, @PauloMSimoes:, @Theys York:, @Lord Mota:, @Albertoleoncio: e @Artur Gomes de Morais:, podemos continuar daqui? Tentando pontuar as dúvidas, creio o seguinte:

  1. Há consenso de que crimes, em geral, para terem notoriedade, precisam ser cobertos por fontes terciárias, com distanciamento histórico, mas há algumas exceções listadas, tais como o Massacre de Realengo, o Caso João Hélio, e o Assassinato de Marielle Franco. A dúvida é, o que faz com que estes últimos crimes se diferenciem dos demais? Não estou questionando a notoriedade deles, e sim, tentando traduzir qual elemento exatamente os torne notórios, para que se possa transformá-lo num parâmetro objetivo. Chamando aqui o @Érico:, que pode ser interessado.
  2. Acidentes nos meios de transporte - creio que quedas de avião de modo geral são notórias, certo? Ou precisa morrer alguém, ou cair numa grande cidade, ou ser um voo comercial regular? O Voo LaMia 2933, não caiu numa área urbana, e nem era um voo comercial regular, mas causou grande consternação devido a ter ocorrido com um time de futebol que estava numa final de torneio continental.
  3. Sobre catástrofes naturais, podemos assumir que todo furacão ou tufão seja notório? Em caso de sismos, seria prudente estabelecer algum parâmetro na Escala Richter? Atingir metrópoles? —Pórokhov Порох 20h20min de 6 de novembro de 2019 (UTC)
Me parece que "grande comoção" e "repercussão internacional" sejam critérios relevantes a considerar. Também se deveria considerar crimes em que, concomitantemente com esses critérios, estejam envolvidas figuras notórias, por exemplo nas artes e na política, como o caso do assassinato do marido da deputada federal Flordelis, dada a repercussão e desdobramentos do caso, que ainda aparece na mídia, depois de vários meses.--PauloMSimoes (discussão) 20h41min de 6 de novembro de 2019 (UTC)
  1. Na minha opinião, todos os acidentes que põe em risco a vida de várias pessoas é notório, mesmo sem registro de mortes (tufões, massacres e acidentes de aviões). Assassinato de políticos também são relevantes, visto que chamam a atenção da opinião pública.Theys Y☺rk (discussão) 20h49min de 6 de novembro de 2019 (UTC)
  2. Crimes que chamam a atenção, ou são denunciados a instituições internacionais também são notórios, como o caso João Hélio e o Caso Lucas Terra.Theys Y☺rk (discussão) 20h53min de 6 de novembro de 2019 (UTC)
  3. Crimes que são descobertas falhas ao serem reinvestigados anos, ou décadas depois por jornalistas, escritores, historiadores, ou qualquer fonte notória que seja, também são notórios. Ex: Caso Rui Pedro, Caso Marco Aurélio, Caso família Pesseghini, Desaparecimento de Madeleine McCann, Caso Evandro.... Theys Y☺rk (discussão) 20h58min de 6 de novembro de 2019 (UTC)

PauloMSimoes, o problema é que "grande comoção" e "repercussão internacional" são um tanto quanto subjetivos, não? Um crime que aconteça em Santana do Livramento e repercuta em Rivera é notório? Não haveria um modo de quantificar isso melhor? Concordo sobre o assassinato do marido da Flordelis, mas tenho dificuldade sobre como redigir um critério para isso que não abarque outros casos menos notórios. Theys York, sobre políticos assassinados, veja só no México, recentemente, tivemos 122 assassinatos de políticos, e no Brasil, uma média de 9 por ano na última década, isso somente entre os eleitos, mas se citarmos os candidatos, a lista aumenta bastante. Nem todos são como o caso da Marielle. Acidentes que põe em risco a vida de pessoas é subjetivo, qualquer batida de ônibus, queda de prédio, descarrilamento de trem pode resultar nisso, ou você está se referindo especificamente a acidentes de vôos comerciais? "Crimes que chamam a atenção", também não acha que é muito subjetivo? Qualquer crime em tese pode ser denunciado a uma instituição internacional, mas que tipo de instituição? Não seria melhor "crimes cujas denúncias sejam recebidas por instituições internacionais", mas somente aquelas formadas por governos, tais como a ONU ou OTAN, pois a Anistia Internacional por exemplo recebe inúmeras denúncias, e nem todas são relevantes. Sobre "crimes que são descobertas falhas ao serem reinvestigados anos, ou décadas depois por jornalistas, escritores, historiadores, ou qualquer fonte notória que seja, também são notórios", aí creio que já entra na cobertura por fonte terciária e com distanciamento histórico, não? —Pórokhov Порох 21h20min de 6 de novembro de 2019 (UTC)

Pórokhov, nem tudo a considerar nesses critérios deve ser cartesiano. Para alguns casos em que há grande comoção, não há muito o que quantificar. Talvez se possa adicionar "grande comoção nacional e/ou repercussão internacional" (e claro, com fontes a confirmar).--PauloMSimoes (discussão) 21h34min de 6 de novembro de 2019 (UTC)

Pórokhov, concordo você. Eu retiro os pontos apresentados. Mas qual seria o tempo mínimo de distanciamento histórico? Theys Y☺rk (discussão) 21h53min de 6 de novembro de 2019 (UTC)

PauloMSimoes, mas o que seria grande comoção? Basta uma fonte dizer que o crime chocou/comoveu o país? Theys Y☺rk (discussão) 21h57min de 6 de novembro de 2019 (UTC)

@Theys York:, "grande comoção nacional e/ou repercussão internacional" é quando 80% dos brasileiros (ou de outro país) tomarem conhecimento de algum crime através da mídia e/ou o crime ganhar notoriedade além dos limites do país Isso dá para quantificar? Claro que não... poderia ser 90% ou 70%. Comoção nacional não se pode quantificar, é intuitivo, subjetivo. Nem tudo que é enciclopédico se pode "quantificar" com números. No caso de "repercussão internacional", obviamente as fontes vão confirmar. Resumindo, acho que estamos querendo ser "mais realistas do que o rei".--PauloMSimoes (discussão) 22h11min de 6 de novembro de 2019 (UTC)
Se o país decretar luto nacional é um bom indicador da tragédia.. Vanthorn® 01h47min de 7 de novembro de 2019 (UTC)
Concordo, Vanthorn. Mas nestes casos, se levou a um luto nacional, muito provavelmente não haverá dúvida quanto à notoriedade. Mas muitos casos também notórios não levam necessariamente a um decreto de luto nacional. Devemos tomar cuidado para não vincular a notoriedade apenas a isso, e considerar que a notoriedade pode advir de uma avaliação subjetiva em muitos casos. Minha sugestão de texto seria algo abrangente, como: "Crimes que causem grande comoção nacional e repercussão internacional". Cito o exemplo do "Caso João Hélio". Não sei se foi decretado luto nacional. Creio que não, pois a repercussão não foi imediata ao crime. Mesmo não tendo decreto de luto, pode-se facilmente aferir a repercussão e comoção nacional. Praticamente toda a mídia repercutiu o fato, que se tornou notório, sem dúvida. No caso do "Massacre de Realengo", a Dilma Rousseff chorou em uma declaração que fez à mídia e naquele caso houve o luto oficial.--PauloMSimoes (discussão) 03h38min de 7 de novembro de 2019 (UTC)
O luto nacional que referi era mais para o caso tragédias como tufões, sismos, etc.. Não creio que todos esses acontecimentos naturais que provocam invariavelmente mortes sejam notórios por definição. Vejo na PP esses eventos noticiados como se fosse algo de excepcional que mereça relevância. Vanthorn® 16h33min de 7 de novembro de 2019 (UTC)
Não tenho nada contra o luto nacional ser usado como parâmetro, mas este caso teve luto oficial, e será que teve relevância? Creio que o caso do João Hélio tenha tido luto sim, a comoção foi automática, mas não estou achando nenhuma fonte agora. —Pórokhov Порох 15h56min de 13 de novembro de 2019 (UTC)
Pórokhov, por isso escrevi acima Citação: Devemos tomar cuidado para não vincular a notoriedade apenas a isso. O termo "apenas" acho que foi a mais. Se colocamos nas regras, por exemplo, "casos em que tenha sido decretado luto nacional", isso pode gerar interpretações contraditórias, como poderia haver neste caso que você trouxe. Quanto ao luto pela morte do menino João Hélio, eu já tinha visto tempos atrás, mas não trouxe à discussão pois não foi um luto nacional, mas sim da Associação de Cartórios do Rio de Janeiro.--PauloMSimoes (discussão) 19h24min de 13 de novembro de 2019 (UTC)

Retomada da discussão[editar código-fonte]

Salve, comunidade. Numa olhada rápida, vi que en:Wikipedia:Notability (events) -- os critérios de notoriedade para eventos da anglófona -- ainda não foram citados nesta discussão. Copiar políticas indiscriminadamente não é boa prática, mas a página da anglófona vai a fundo na questão e acho que merece ser considerada. Basicamente, ela estabelece cinco critérios:

Para o evento:

  1. consequências duradouras
  2. escopo geográfico

Para a cobertura:

  1. profundidade da cobertura
  2. duração da cobertura
  3. diversidade de fontes

A página descreve, ainda, cada um dos critérios, com várias outras orientações. A discussão aqui é especificamente sobre crimes, mas página anglófona também os cobre, submetendo-os aos critérios citados acima. Espero ter contribuído. Abraço. Caio! (discussão) 13h29min de 15 de janeiro de 2020 (UTC)

Olá, Caio!, bem vindo de volta aqui. Depois de tanto tempo, nem me lembrava mais desta discussão. Acredito nas palavras do Chacrinha: Citação: Na televisão, nada se cria, tudo se copia e acho que vale para muitas outras coisas. Se as regras de lá estão bem elaboradas, que se traga para cá. Aliás acho que tudo (ou quase) que temos de regras tiveram por base as traduções da anglófona. Honestamente, não estou com muita paciência para eternas discussões que na maioria das vezes dão em nada. O que podemos fazer para que isto não fique apenas no "rame-rame"?--PauloMSimoes (discussão) 21h04min de 15 de janeiro de 2020 (UTC)

Salve, Paulo. Encontrei a discussão pela {{MRWikipedia}}, achando que ainda estivesse ativa. No momento, estou me dedicando a tradução de alguns artigos destacados da anglófona. Se houver interesse em traduzir e adaptar a política anglófona, posso dar alguma contribuição. Grande abraço! Caio! (discussão) 13h58min de 17 de janeiro de 2020 (UTC)
Olá, Caio! Acho que dificilmente seria aprovada uma tradução completa. Poderíamos apresentar à comunidade uma sugestão para aproveitar (traduzir) tópicos mais relevantes, incorporando-os às nossas regras, como os que você citou acima. Assim que possível, me alerte para iniciarmos. Abraço! --PauloMSimoes (discussão) 14h23min de 17 de janeiro de 2020 (UTC)
  • Symbol support vote.svg Apoio Não devemos copiar o que está numa outra wiki somente porque está numa outra enwiki. A questão é que esses critérios específicos adotados na enwiki também podem ser aplicados à ptwiki. A recomendação equivalente na enwiki está bem escrita, apresenta exemplos e separa os critérios em tópicos bastante concisos e didáticos, e por isso apoio sua sugestão. --CaiusSPQR(discussão) 08h24min de 6 de fevereiro de 2020 (UTC)

Proposta para a seção "Tragédias"[editar código-fonte]

Estou colocando aqui minha sugestão, sendo que seria muito mais producente que ela fosse discutida/modificada na própria página, como se recomenda no aviso no topo: Citação: comente na página de discussão da proposta as alterações que gostaria que fossem feitas; pode também modificar esta página diretamente. No entanto um editor não está permitindo isso. Bom, esta é minha última contribuição aqui, com a sugestão abaixo. Bom trabalho a todos...

Proposta de redação traduzida e adaptada da recomendação anglófona Wikipedia:Notability (events), conforme Discussão.

Eventos com repercussão duradoura e de origem histórica são potencialmente notáveis para inclusão na Wikipédia. Por exemplo, eventos que resultem em destruição generalizada, que leve à reconstrução significativa da localidade, número elevado de vítimas, alterações ambientais importantes, que envolvam corporações relevantes ou estejam associados a conflitos internacionais. Neste escopo, incluem-se por exemplo o desastre de Bhopal, o rompimento de barragem em Brumadinho, o voo Ukraine International Airlines 752 e as enchentes e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro em 2011, que são notáveis ​​por esses padrões. Pequenos terremotos ou tempestades, com pouco ou nenhum impacto sobre as populações provavelmente não serão notáveis. Pode ser necessário aguardar alguns dias, semanas ou meses para determinar se um evento tem ou não efeito duradouro de notabilidade e repercussão na mídia. No entanto, isso não significa que eventos recentes com efeito duradouro ainda não comprovado não sejam automaticamente notáveis.

--PauloMSimoes (discussão) 05h51min de 18 de janeiro de 2020 (UTC)

É um começo interessante. Considera relevante um tiroteio numa escola com 8 alunos mortos? Vanthorn® 19h51min de 19 de janeiro de 2020 (UTC)
Penso que a natureza da tragédia é menos importante do que as características da cobertura. A anglófona dá a dica: profundidade (foi somente uma nota ou dedicou-se a reportagem ao tema?), duração (a cobertura aconteceu somente logo após o acontecimento ou continou após o fragor da hora?) e diversidade (quantas fontes comentaram?). Caio! (discussão) 16h13min de 20 de janeiro de 2020 (UTC)

Alternativas à deleção[editar código-fonte]

Symbol comment vote.svg Comentário Deve-se manter, na minha opinião, conforme a versão inglesa que tem um tópico que diz

Alternativas à deleção Se a notoriedade de um evento está em questão mas é primariamente associada com uma pessoa, companhia ou organização, ou for parte ou pode ser abordado como parte de um tópico mais amplo, pode ser preferível descrever o evento em um artigo preexistente, mesclando o conteúdo. Deve-se tomar cuidado para não dar peso indevido ao evento ou violar nossa política de biografias de pessoas vivas. Se não houver um destino adequado para a mesclagem, uma solução pode ser refazer o artigo para ampliar seu contexto além de um único evento.

O que acham? Jorge Lucas D M 17h31min de 11 de maio de 2020 (UTC)