Wikipédia Discussão:Pedidos/Guerras de edição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Arquivar[editar código-fonte]

Estava a tentar arquivar a página, mas algumas das páginas de arquivo estão protegidas. GoEThe (discussão) 08h40min de 30 de agosto de 2009 (UTC)

Yes check.svg Feito, diminui o nível de proteção. Daimore msg 13h43min de 30 de agosto de 2009 (UTC)
Arquivei até Junho. GoEThe (discussão) 13h59min de 30 de agosto de 2009 (UTC)

Mover esta página[editar código-fonte]

Creio que devemos mover esta página para outro lugar ou simplesmente extingui-la. Já existe página para pedidos de bloqueio e pedidos de proteção. Lechatjaune msg 18h05min de 29 de maio de 2010 (UTC)

Eu há muito tempo que venho propondo substitui-la ou redirecciona-la para os pedidos de moderação, que seriam bem mais proveitosos que isso daí.--- Darwin Ahoy! 18h14min de 29 de maio de 2010 (UTC)
Concordo em redirecionar ela para alguma página de mediação, ou transformar esta página em uma página informativa dizendo o que fazer no caso de GE.--Lépton msg 00h03min de 30 de maio de 2010 (UTC)
Sim, sim, por favor, coloquem os links para os mecanismos de moderação, nunca consigo encontrar essas coisas quando preciso no labirinto da nossa documentação.--- Darwin Ahoy! 00h09min de 30 de maio de 2010 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo totalmente com a extinção da página, mantendo-a como arquivo histórico ou criando um redirecionamento para os pedidos de mediação, como Wikipedia:Mediação de conflitos ou Wikipedia:Mediação, por exemplo. Já existem os pedidos de proteção/desproteção de páginas e os pedidos de bloqueio, atribuições dos administradores. Para solucionar um conflito não é preciso ser administrador, e as discussões devem ocorrer em local apropriado, além do que os PAs não são páginas de discussão. Ruy Pugliesi 02h27min de 30 de maio de 2010 (UTC)
Concordo com a substituição pelos pedidos de mediação. GoEThe (discussão) 12h21min de 16 de julho de 2010 (UTC)

Minha opinião continua a msm: indicar que os sysops não tem dever de resolver disputas e que pra isto existem as mediações, e em casos realmente graves onde nada surtiu efeito o CA.--Lépton msg 18h23min de 16 de julho de 2010 (UTC)

Exclusão[editar código-fonte]

Relato que exclui algumas linhas que inclui nessa página, pois seu conteúdo estava prejudicado por eventos ulteriores.--Raimundo57br (discussão) 18h52min de 31 de dezembro de 2011 (UTC)

Pedro I do Brasil[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição#Pedro I do Brasil

Este é o primeiro momento que sou chamado para discutir, então vamos lá; acho melhor assim. Minha opinião e visão é: só porque existe um parâmetro, não significa que ele precisa ser usado em todos os casos. O parâmetro título na Info/Nobre é para ser usado em casos como Guilherme, Duque de Gloucester, um nobre que não foi um monarca reinante, precedido e sucedido por outros, mas que teve um título durante a vida (no caso, Duque de Gloucester), neste caso a "titulo" é para ser usada em vez da "sucessão". No caso de D. Pedro I, já está duas caixas de sucessão na infocaixa, cada uma para seus papéis históricos de monarca do Brasil e Portugal, o que fez a adição de "titulo" aqui ser redundante e desnecessária, apenas poluindo a infocaixa. Segundo, "sua majestade, o Imperador do Brasil" e "Sua Majestade Fidelíssima, o Rei de Portugal e Algarves" não acrescentam absolutamente nada que o próprio corpo do artigo já explica e aborda. Terceiro: "sua majestade, o Imperador do Brasil" e "Sua Majestade Fidelíssima, o Rei de Portugal e Algarves" não são exatamente títulos, são formas de tratamento; se fossemos colocar títulos títulos, seria mais "Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil" e "Rei de Portugal e Algarves, d'Aquém e Além mar em África" e por ai vai o título português. Por isso, neste caso, acho desnecessário a inclusão desse parâmetro. Cléééston (discussão) 04h19min de 7 de julho de 2018 (UTC)
Cléééston Acho que você está confundindo "título" (nobiliárquico) com "título" do artigo. A expressão "título" está presente em quase todas as predefinições de "info", basta ver {{Info/filme}}. No mais, creio que a discussão aberta pelo PauloMSimoes se refere à expressão "Pedro I & IV", que não faz sentido algum (não existe "Pedro 1º e 4º"), principalmente pelo uso do inadequado símbolo &, que só serve para nomes comerciais. Eu havia trocado para Pedro I do Brasil / Pedro IV de Portugal, mas alguém me reverteu, argumentando que "o padrão era esse" ("I & IV"). Yanguas diz!-fiz 14h07min de 7 de julho de 2018 (UTC)
Yanguas neste caso eu não estou confundindo. Não é título do artigo porque a infocaixa tem o parâmetro nome. O que o PauloMSimoes estava se referindo é o título nobiliárquico mesmo. Sobre Pedro I & IV, eu acho desnecessário colocar algo gigante como Pedro I do Brasil / Pedro IV de Portugal para o nome da infocaixa, mas se quiserem deixar assim que deixem, eu já abandonei faz tempo artigos sobre nomes e só por acaso dei uma passada neste pra ver como estava. Cléééston (discussão) 14h52min de 7 de julho de 2018 (UTC)

Miguel I de Portugal[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição #Miguel I de Portugal

Uma vez mais, um usuário (ou uma mesma entidade que utiliza vários usernames e que é conhecido pelos seus vandalismos, ver aqui) veio tentar veicular propagandas sobre o artigo deste monarca destituído do trono e bastante polémico em Portugal. Recorde-se que a aplicação do termo "alegadamente" (por ele contestado) foi deliberado por consenso da comunidade aquando do grande debate/discussão em torno da chamada "Questão dinástica portuguesa" e que teve a devida aplicação em todos os artigos dos membros dos principais ramos dinásticos que, hoje em dia, disputam as suas pretensões (todas elas com muitas suposições em termos das respetivas filiações, etc.). Como tal, deve preservar-se o princípio da neutralidade que o usuário M. Armando quer ver eliminada só porque leu algures uns "sim e basta" (unilaterais e de uma enorme conveniência pessoal parta ele neste caso, diga-se). O usuário já foi bloqueado por questões similares e está a reverter as edições indiscriminadamente não respeitando o já foi amplamente discutido e, além do mais, o que obedece às regras da comunidade. Deixo esta informação para a administração e deixo o alerta para os novos vandalismos do usuário em questão. Anjo Sozinho (discussão) 00h16min de 9 de março de 2018 (UTC)
Como os administradores poderão notar pelo tom agressivo das palavras do usuário Anjo-sozinho, eu que estou a ser razoável. Não fiz quaisquer alterações na secção sobre a paternidade de D. Miguel. Quaisquer. As dúvidas quanto à paternidade existem, estão registadas, como apontou o usuário Anjo-sozinho, e ao contrário de outros editores, eu não entro no mérito da veracidade ou não da informação. Oponho-me, apenas, ao repetitivo uso do termo "alegadamente" no que concerne à paternidade de D. Miguel fora da secção que já trata deste assunto no artigo. Portanto proponho a remoção, apenas, do termo "alegadamente" fora da secção que já trata da paternidade de D. Miguel. O usuário Anjo-sozinho se recusa a entender. (discussão) 00h42min de 9 de março de 2018 (UTC)
A deliberação do uso do termo "alegadamente" no caso em questão não foi determinada por mim, mas resultou de um enorme debate/discussão da comunidade aquando da disputa em torno dos artigos relativos aos "pretendentes dinásticos" e seus antepassados. No caso da figura do ex-infante Miguel de Bragança, à semelhança de mais dois casos, o uso do alegadamente foi requerido porque são bastantes as dúvidas relativas à paternidade régia. Além do mais, neste caso, a sua supressão altera completamente o sentido das frases (o que é, aliás, o seu intento, visto que removeu a palavra também das caixas e acha que nós andamos todos a dormir sobre este assunto). Como tal, peço-lhe que reponha o que foi consensualmente deliberado pela comunidade e que dê por encerrada a questão. Quanto à forma como se dirigiu a mim na minha página de discussão, agradeço alguma moderação visto que não andámos juntos na escola e eu não me dirigi a si nos modos em que o fez à minha pessoa. Grato pela atenção. Anjo Sozinho (discussão) 01h00min de 9 de março de 2018 (UTC)
Peço perdão pela minha impolidez. Creia-me, não foi proposital. Claramente não frequentamos a mesma escola. Irei até às últimas consequências, porque creio estar a ser razoável, nada além, e em consonância com procedimentos padrão também em Wikipédias em outras línguas. Quanto à parcialidade, o facto de referir-se à personagem como “ex-infante d. Miguel” põe mais em dúvida a sua do que a minha. Se a guerra civil encontra-se muito presente na sua mente, recordome-me de que ela ocorreu há quase 200 anos. No mais creio que uma discussão deve recomeçar sobre o assunto, já que a minha proposta é bem simples e não mira ofender ninguém. M. Armando (discussão) 01h17min de 9 de março de 2019 (UTC)
Desrespeitar as regras e deliberações da comunidade não me parece um bom princípio, mas se isso lhe é requerido para a vassalagem clássica a que os partidários Miguelistas já nos habituaram aqui e sempre tentam de todas as formas subverter a informação factual na Wikipédia, duvido que chegue a bom porto com tais intentos. A Wikipédia não é palanque político - já basta nas outras línguas as mentiras que se podem ler sobre esta matéria em questão -, e a sua tentativa de deturpar a informação com a remoção de texto contrário à sua própria justificação será tida em conta, com certeza, pela administração. Irei apresentar as provas de como está a agir de má-fé e a dizer coisas contrárias às edições que faz, se tal for necessário. Renovo o convite para que respeite as regras da comunidade. Quanto à História de Portugal e à acusação de parcialismo (que a si se deveria, sim, inquestionavelmente), recordo-lhe que o termo "ex-infante" é o que ficou perpetuamente atribuído ao senhor em questão por meio da Carta de Lei de 19 de Dezembro de 1834 e reforçado na Constituição Monárquica Portuguesa de 1838. E saberá, decerto, que não fui eu quem escreveu esses documentos, mas sim quem reinava na época. Além do mais, a Convenção de Evoramonte foi assinada pelo senhor em questão e onde a perda de estatuto real, a perda de direitos sucessórios e a perda de direito de permanência em território nacional também estiveram salvaguardados. Primeiro, há que estudar a História, depois sim vir falar com as pessoas e não chamá-las de tendenciosas nem de ignorantes. Grato pela atenção. Anjo Sozinho (discussão) 01h35min de 9 de março de 2018 (UTC)
Com base em quê o Anjo-sozinho acusa-me de ser miguelista? Em que século estamos? Acredito ser o século XXI e não o século XIX. A república portuguesa reconhece os descendentes do "ex-infante D. Miguel" como pleiteantes oficiais da coroa portuguesa no caso -- que jamais virá a acontecer -- de a monarquia portuguesa ser restabelecida. Ignora este facto? A "lei do banimento" de 1834 foi revogada em 1950. Ignora também este facto? Esta discussão toda é ridícula. Ridícula. Apenas porque proponho e quero que seja analisada a possibilidade de remoção do termo "alegadamente" no que concerne à paternidade do "ex-infante D. Miguel" fora de uma secção que já existe no artigo a tratar do assunto. Gostaria de entender o porquê do tom belicista das suas explanações, mas creio que já entendo. O passado está morto e enterrado. Não há pedrismo nem miguelismo para ser pedrista ou miguelista em Portugal. Isto é simplesmente absurdo. (Discussão) 01h48min de 9 de março de 2018 (UTC)
Repito que as suas tentativas de deturpar a informação são claras na medida em que a supressão da palavra altera completamente o sentido das frases e as suas edições suprimiram indevidamente o termo das caixas onde ela é devida, e, para completar, o termo existe em vários outros artigos relativos à mesma questão dinástica (bastante polémica) e foi resultante da deliberação de vários usuários e com a determinação final dos administradores da Wikipédia. A neutralidade é um dos princípios base da Wikipédia e aquele termo assegura-o neste caso altamente contestado pelas fontes bibliográficas existentes. A sua insistência na remoção daquela palavra e na adulteração do sentido das frases deixa claro o seu intento aqui. Não irei alimentar mais esta discussão para com quem não está a usar de verdade e está a utilizar argumentos que já vimos amplamente utilizados por esses mesmos "Miguelistas" que o senhor diz não representar (desde quando uma República tem poderes para revogar leis de natureza monárquica? Sabe o que é o princípio da inconstitucionalidade, porventura? E sabe o motivo pelo qual essas revogações oportunamente aconteceram nos anos 50?). Poupe-me aos seus atestados de ignorância. Peço, pela última vez, que respeite as normas da Wikipédia. Como não o vai fazer, irei reunir os elementos que atestam os seus vandalismos. Anjo Sozinho (discussão) 02h00min de 9 de março de 2018 (UTC)
Não estou a deturpar nada, estou a ser claro e objectivo. A supressão da palavra altera o sentido das frases apenas para dá-las o sentido correcto. Se estes argumentos ou argumentos similares foram utilizados anteriormente por fulano ou beltrano, com todo respeito, não me interessa. A razão de minha insistência na remoção da palavra "alegadamente" é justamente garantir a neutralidade do artigo; neutralidade que penso ser fundamental nesta enciclopédia, ao contrário de si, que sim, deturpa o sentido das palavras. Vai lá uma pergunta (retórica): desde quando leis de uma monarquia abolida há mais de 100 anos têm qualquer validade objectiva nos dias atuais? Portanto seu argumento é ridículo. Quanto ao contexto em que a "lei do banimento" foi revogada, compreendo-o muito bem, assim como compreendo que, depois de miguelista, quer alcunhar-me de fascista, ou pelo menos acusar-me de condescender com o fascismo, tática argumentativa "ad hominem" detestável típica de quem não consegue se ater aos factos para ganhar um debate. Deplorável seu comportamento, Anjo Sozinho, deplorável. Faça o que tiver que fazer. Esta nossa conversa estará aqui disponível caso algum administrador queira analisá-la. Minhas explanações estão expostas também na página de discussão do artigo. Desejo a si uma boa noite, pois já está demasiado tarde para mim e gostava de encerrar esta discussão agora. M. Armando (M. Armando) 02h23min de 9 de março de 2018 (UTC)
Sim, o que escreveu é agora ainda mais óbvio e apenas demonstra o quão tendencioso sabe ser e sempre com recurso a um tratamento de baixo nível para conseguir cansar as pessoas e tentar levar a água ao seu moinho. Acontece que acabou de reforçar que "não lhe interessa" o que foi debatido pela comunidade e deliberado pela administração. Essa conduta, lamento, não tem lugar aqui e será o motivo de base para que os seus vandalismos não sejam perpetuados. Deturpar informação para transformar mentiras em verdades não será, por certo, tolerado aqui nesta comunidade. Boa noite. Anjo Sozinho (discussão) 02h31min de 9 de março de 2018 (UTC)

Wikipédia:CheckUser/Candidaturas/Tuga1143[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição#Wikipédia:CheckUser/Candidaturas/Tuga1143


O editor em questão assim se definiu em diversas postagens públicas. Não posso chamar um nazista de outra forma que não "nazista", no caso não é ofensa mas uma constatação factual. Chico Venancio (discussão) 15h23min de 16 de março de 2018 (UTC)
Pode colocar aqui os diffs onde ele se definiu dessa forma? JMagalhães (discussão) 15h26min de 16 de março de 2018 (UTC)
O autor é livre para indicar o link para o seu próprio site. Tu poderia fazer uma básica busca no google... Chico Venancio (discussão) 15h45min de 16 de março de 2018 (UTC)
Quer dizer que não há nenhum dif? Quer dizer que você se presta a difamar um editor exemplar com coisas que "achou na net" e que nem tem a certeza se foi ele ou não que escreveu? Você costuma com frequência vasculhar e procurar na internet informações privadas dos editores do projeto com o intuito de doxxing? JMagalhães (discussão) 15h51min de 16 de março de 2018 (UTC)
Vê alguma violação minha à política de privacidade? Ainda possui alguma dúvida de que o nazista é nazista? Chico Venancio (discussão) 15h53min de 16 de março de 2018 (UTC)

────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────Tenho todas as dúvidas. Já procurei e não encontrei nada. Mas isso sou eu que tenho algum conhecimento de História. Quem não tem, parece que até consegue interpretar como "apologia ao nazismo" o simples facto de se escrever que Hitler venceu as eleições, um facto histórico de amplo conhecimento e facilmente verificável. Suponho que as outras teorias de "apologia ao nazismo" se devam a desconhecimento de História de igual calibre. Como é nítido pelas contribuições, o editor interessa-se por História da Segunda Guerra. E é isso. JMagalhães (discussão) 16h07min de 16 de março de 2018 (UTC)

Bem, a incapacidade de realizar uma pesquisa tão básica explica a aceitação sobre qualificar a ascensão de Hitler na Alemanha como democrática. Chico Venancio (discussão) 16h12min de 16 de março de 2018 (UTC)
Informe-se sobre História antes de escrever coisas sem qualquer sentido. O partido Nazi foi o partido mais votado em duas eleições livres e democráticas. Subiu ao poder em coligação com um partido de centro. Só a partir de 1933 é que as eleições deixaram de ser livres. Só alguém sem qualquer noção de História e muita má-fé pode interpretar citar estes factos históricos uma "apologia ao nazismo". JMagalhães (discussão) 16h18min de 16 de março de 2018 (UTC)
Antero, para mim quem escreve que o mundo seria melhor se os judeus tivessem sido eliminados é nazista.
Ao final não foi tanto brincadeira em 2015. [1] Chico Venancio (discussão) 16h34min de 16 de março de 2018 (UTC)
Jura? É esse dif a sua "prova"? Não compreendeu que isso é nitidamente sarcasmo na sequência de uma discussão de bloqueio/filtro do Vitor Mazuco por ele ter enaltecido a biografia do Edir Macedo? Não viu a conclusão, mais séria, em que ele argumenta que na Wikipédia não nos podemos deixar por fanatismos e extremismos? Ou isso já não convém para a sua narrativa? Aprenda a ler as coisas no devido contexto quando são uma resposta a comentários anteriores. JMagalhães (discussão) 16h41min de 16 de março de 2018 (UTC)
As provas são fartas, eu tenho fé na sua capacidade de usar o Google. Chico Venancio (discussão) 16h46min de 16 de março de 2018 (UTC)
"São fartas"? Você afirmar sistematicamente que ele é neonazi meramente por ter citado um facto histórico que se aprende na escola? Você afirmar que ele é neonazi porque no username tem a data de reconhecimento da independência de Portugal por Castela? Certamente a sua conduta difamatória será discutida em breve. Acho que aqui já teve oportunidade tempo de apresentar a sua defesa. JMagalhães (discussão) 16h51min de 16 de março de 2018 (UTC)
Antero, para mim quem escreve que o mundo seria melhor se os judeus tivessem sido eliminados é nazista. Chico Venancio (discussão) 17h03min de 16 de março de 2018 (UTC)
Está óbvio que você não consegue provar nada do que diz, que quando tenta só fica evidente a sua má interpretação por falta de conhecimento de História e que a sua tentativa de doxxing é uma retaliação por isto. JMagalhães (discussão) 17h10min de 16 de março de 2018 (UTC)

Alexander Moreira-Almeida[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição#Alexander Moreira-Almeida

Solicito encarecidamente aos administradores atenção a longa guerra de edições na página em questão movida pelo usuário Ixocactus, primeiro com um usuário Tenepes e depois comigo. Ele ameaça de bloqueio, já me ofendeu (e ao próprio biografado) de charlatão lunático, me acusa de branqueamento da biografia por querer uma introdução meramente descritiva, sem juízos de valor, diz que o Google acadêmico não é fonte confiável nem a quantidade de citações do biografado informação relevante, enquanto cita a autoridade de blogueiros para ocupar mais da metade da biografia com críticas em contra de trabalhos publicados nas melhores revistas de psiquiatria do mundo revisados por pares.
Mais uma vez reverte uma edição minha que fundamentei com o modelo dos biografados da área do biografado em questão e deixei na página de discussão para ser debatido por semanas. Ele simplesmente reverte as edições QUE NÃO ELIMINAM NENHUM CONTEÚDO, só os remanejam para outras partes do artigo, sem qualquer justificativa somente me ameaçando de bloqueio e amontoando siglas de políticas da Wikipédia.
O que piora a situação é que ele parece ter uma parceria com o administrador Leon Saudanha, que é acionado por ele todas as vezes em que ele me ameaça, e já indicou meu perfil para eliminação e agora em vez de simplesmente ler a discussão da página e dar algum parecer sobre o conteúdo da disputa em questão, simplesmente cumpriu a ameaça que tinha sido me feita pelo editor Ixocactus e me bloqueou sem qualquer trabalho de intermediação.
Essa foi a resposta a minha solicitação aqui de mediação para as ofensas e reversões de edição do usuário Ixocactus.
Estou recorrendo a essa instância e solicitando encarecidamente mediação para essa situação no âmbito da Wikipédia, pois se trata de uma biografia de pessoa viva que está violando claramente a política adotada pela Wikipédia para esses casos.
Por favor, essa situação é antiga, a Wikipédia não pode cair sob suspeita de promover o ódio religioso e estar nas mãos de grupos de interesse que controlam seu conteúdo. Por favor, intervenham, a página precisa de moderador.Gaalahad (discussão) 11h54min de 28 de abril de 2018 (UTC)

Julius Evola[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição#Julius Evola

Você está agindo de forma totalmente inconsonante com sua experiência na Wikipédia: você colocou uma informação à qual aparentemente não checou as fontes e eu indiquei que estava errada. Seu argumento se resume à existência de fontes secundárias que você nem se deu ao trabalho de verificar, ou perceberia que nenhuma diz que Evola era "pró-estupro". Não houve guerra de edição: você desfez uma edição minha que mudou uma série de problemas na sua edição e me mandou um aviso. Eu reverti porque não fez o menor sentido. Agora: é impressão minha ou está sugerindo que sou algum tipo de fascista? Quer promover outra caça às bruxas como ao Tuga1143? Pois faça o que quiser. Não gosto de Evola (que li apenas para entender história e filosofia da sexualidade, um tema sobre o qual se debruçou) e só vejo em Dugin um teórico político interessante (que NÃO É discípulo de Evola, apenas escreveu sobre ele, assim como escreveu sobre, por exemplo, o libertário Böhm-Bawerk). Mas eu me comprometo com a divulgação do conhecimento, e faço questão de impedir que omissões, mentiras e meias-verdades entrem em autores que já estudei. Jamais deixaria uma bobagem do nível da que tentou incluir no artigo do Evola aparecer em um artigo como O Manifesto Comunista ou Alcorão, dois livros que obviamente repudio. Leefeniaures audiendi audiat 19h35min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Não há informação de que Evola é "pró-estupro" na minha edição. O que há é uma tradução direta sustentada por 6 fontes contra um "não é assim e pronto!". O resto é offtopic nonsense. ƝonSecta 19h37min de 20 de maio de 2018 (UTC)
Você está comprovando que não se deu ao trabalho de ler minha edição. A ÚNICA informação que eu removi foi que Evola era a favor do estupro. O resto, só realoquei da introdução para a seção de polêmicas onde antes estava, seja atento. Ainda corrigi uma série de erros crassos na sua edição, como a remoção de conteúdo referenciado ou mesmo de fontes, e o uso do termo "círculos cringes" (que raios isso devia significar?), e mesmo adicionei conteúdo novo. Nosso cartucho de reversões acabou de acabar. Se quiser quebrar 3RR ao invés de simplesmente ler minha edição e discutir os problemas civilizadamente, estou disponível. Senão, deixamos isso para um terceiro envolvido. Leefeniaures audiendi audiat 19h45min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Mover a introdução (traduzida da wikieng) para o corpo de "polêmicas" é uma atitude arbitrária. Quanto ao termo cringe, bem, não acho que chamar o esotérico-fascisto-nazista de cringe é algo problemático e "parcial", mas se quiser arrumar uma tradução melhor esteja à vontade. ƝonSecta 19h49min de 20 de maio de 2018 (UTC)

A enwiki tem não uma como várias seções falando sobre as polêmicas do autor, então é óbvio que faz sentido que elas estejam na introdução. A ptwiki, não. Cringe é um termo absurdo sim, mas não vou mais editar este artigo. Você está revertendo indiscriminadamente minha edição para a sua, mesmo que eu apenas tenha corrigido alguns problemas devidamente elencados na PD, sem remover qualquer conteúdo além do suposto apoio do biografado ao estupro. Você quebrou 3RR e agora está entupindo os espaços públicos com inanidades relacionadas à sua preguiça para ler minha edição e trabalhar civilmente. Cansei, só espero que os administradores tomem alguma decisão correta, porque eu já não estou mais em posição de continuar revertendo sua edição vandálica e impulsiva. Leefeniaures audiendi audiat 19h54min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Para cada 2 linhas que escrevi você fez um blocão superadjetivado de texto, envolvendo até o Tuga1143. Suas edições são completamente arbitrárias, pois não existe regra dizendo que “se há uma edição de polêmicas a introdução precisa ser sucinta”. Enfim, estou à espera do parecer de algum administrador. ƝonSecta 19h59min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Não é arbitrariedade, é livro de estilo. Citação: WP:INTRO escreveu: «A seção introdutória precisa resumir o conteúdo de toda a página, e nela devem ser seguidas algumas regras de estilo conforme descritas nos parágrafos seguintes.» Eu peço desculpas ao Tuga por tê-lo incomodado, mas foi porque me revoltei em suspeitar que você estava tentando me libelar da mesma maneira que recentemente fizeram com ele no pedido a CheckUser. Também vou esperar o parecer de algum sysop, mas antes deixo claro que:

  • errei (como apontado em minha PDU) em utilizar o botão de reversão no que infelizmente se tornou uma guerra de edições, mas apenas o fiz porque julguei que sua reversão de minha edição, ao restaurar todos os problemas já elencados na PD, configurava vandalismo claro;
  • apenas não mandei aviso porque você já havia mandado um aviso de vandalismo indevido e parcial em minha PD e, se há algo que me soa mais nonsense que uma guerra de edições é uma guerra de avisos;
  • não vou pedir seu bloqueio porque já está bom de poluição de espaço público, e este tópico é o bastante para os sysops tomarem qualquer decisão.

Leefeniaures audiendi audiat 20h10min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta NonSecta e Leefeni de Karik Conseguiram chegar a um acordo? Precisa proteger a página e retornar ao status quo. Posso descartar a necessidade de bloqueio? Como são usuários experientes creio que consigam resolver sem interferência de administradores, pois até aqui posso presumir boa-fé. Boas! Stuckkey (discussão) 20h26min de 20 de maio de 2018 (UTC)
@Stuckkey: Infelizmente não há acordo, e nem sequer há discussão sobre o tema, visto que minhas notas na PD foram ignoradas. Veja os diffs, a PD e tire suas próprias conclusões: apenas arrumei a página e a única informação que eu tirei sequer foi inserida ou reivindicada pelo usuário. Peço mediação de administradores, para determinarem qual status quo vale a pena ser mantido. Já que o outro usuário já criou uma péssima imagem de minha conduta ideológica, minha opinião pouco conta para que ele se contente, mas acredito que no fim das contas esteja de boa-fé e uma voz de fora possa resolver o conflito. Leefeniaures audiendi audiat 20h59min de 20 de maio de 2018 (UTC)

@Leefeni de Karik:, @NonSecta: Parece haver aqui algum diferendo com o termo cringe. No entanto, o original é fringe. O C fica ao lado do F no teclado, pelo que suponho ser um erro de digitação que está a causar confusão. JMagalhães (discussão) 22h26min de 20 de maio de 2018 (UTC)

Ah bom, neste caso, basta traduzir por "marginal". Mas há outras mudanças relevantes. Leefeniaures audiendi audiat 22h34min de 20 de maio de 2018 (UTC)

O Seminarista (Rubem Fonseca)[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição#O Seminarista (Rubem Fonseca)

Symbol comment vote.svg Comentário Me parece que ambas as formas estão corretas. Este é o tipo de divergência que só existe por não haver uma diretriz clara para o formato do título. É necessário antes de tudo, criar um modelo a seguir, nas regras do LDE. Por isso, minha sugestão é que, se você Caio!, pretende padronizar os títulos, deve primeiramente tentar um consenso na página de discussão de Wikipédia:Convenção de nomenclatura, colocando a proposta para ser incluída especificamente no tópico Livros e outras obras de arte. Nesse aspecto, WP:Consenso, é muito claro.--PauloMSimoes (discussão) 22h45min de 20 de agosto de 2018 (UTC)

Esta discussão deve ser enviada para a PD (estou no cel não consigo fazer agora), mas alerto que existe sim padrão aprovado para o caso e que o editor teima em não seguir, o Caio já citou e trata-se do WP:PROSA. Felipe da Fonseca (discussão) 01h27min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
Prezado Paulo, achei que já havia um consenso a partir da aprovação de WP:PROSA:
  • o item 1 da seção "Desambiguação" recomenda "acrescent[ar] o gênero literário da obra entre parênteses (romance, conto, poesia etc.)." caso "a obra literária possu[a] o mesmo nome de um fenômeno";
  • o item 2 recomenda diferenciar obras homônimas pelo nome do autor.
A discordância do GualdimG surgiu do fato de não estar explícito no item 2 que venha o gênero antes do nome do autor. Caio! (discussão) 16h06min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Deixo aqui minha opinião. Desambiguações devem ser simples e claras. Só o autor não deixa claro de qual assunto o artigo trata. Somado a isso, independente de ser romance ou não, o artigo trata de um livro. Até onde sei, é regra desambiguarmos livros como "xxxx (livro)", independente do gênero. Como existe mais de um livro com mesmo nome, desambigua-se juntamente com o autor. Assim, creio que O Seminarista deve ser renomeado para O Seminarista (livro de Bernardo Guimarães) e O Seminarista (Rubem Fonseca) para O Seminarista (livro de Rubem Fonseca). Pedro H. diz×fiz 01h51min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Prezado Pedro H., gentileza ver WP:PROSA#Desambiguação, que diz para especificar o gênero da obra. Há algum lugar que diga para especificar com (livro)? Poderíamos alinhar as recomendações ao final desta discussão. Caio! (discussão) 16h06min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Pedrohoneto PauloMSimoes e GualdimG conforme Wikipédia:Café dos administradores#Função do Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição trago a discussão para cá e convido os participantes a discutirem aqui ou no local mais apropriado: a PD da página. Pedrohoneto, já foi discutido quando da elaboração de WP:PROSA que grande parte das obras literárias não foram inicialmente publicadas em livros, mas p.ex. em folhetins, tornando a padronização "livro" para lá de inapropriada. Optou-se, neste documento aprovado, por usar o nome do gênero literário, no caso romance, devendo ficar, então "O Seminarista (romance)". A reinclusão do termo livro é retrocesso. Caso hajam dois romances com o mesmo nome, dai então deve-se incluir o nome do autor. Caio! porque vc está incluindo o nome do autor? Há outro romance com mesmo nome? Em todo caso não é a primeira recusa de acatar políticas do GualdimG. O Caio pode nos lembrar quais foram as outras. Sugiro, portanto, o termo tal como diz a norma WP:PROSA: O Seminarista (romance). --Felipe da Fonseca (discussão) 13h18min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Entendi a duplicidade de nomes, então, segundo WP:PROSA, os nomes corretos são: O Seminarista (romance de Bernardo Guimarães) e O Seminarista (romance de Rubem Fonseca), como o Caio! havia feito. Pedrohoneto e PauloMSimoes favor emitir opinião para que possamos encerrar o caso. --Felipe da Fonseca (discussão) 15h15min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
Apenas (romance) não basta, pois ambos são romances: tanto o livro de Bernardo Guimarães quanto o de Rubem Fonseca. Ficaria confuso. O ideal seria seguir WP:DES e reservar "O Seminarista" para a página de desambiguação -- ao invés de "O Seminarista (desambiguação)" -- já que nenhuma das obras listadas é muito mais famosa que a outra:
  • Se não existe um assunto que seja mais conhecido do que a soma dos outros, ou se um é bem conhecido em um dos países de língua portuguesa e o(s) outro(s) noutro(s), então cria-se a página de desambiguação na própria página principal. WP:DES#Onde fica a desambiguação Caio! (discussão) 16h06min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Conforme escrevi acima Citação: ...se pretende padronizar os títulos, deve primeiramente tentar um consenso na página de discussão de Wikipédia:Convenção de nomenclatura, colocando a proposta para ser incluída especificamente no tópico Livros e outras obras de arte Não há uma regra específica para isso, e tudo que colocar aqui será opinativo, que pode até chegar a alguma conclusão, mas não estará oficializado nas regras. Ou seja, "o carro na frente dos bois". Primeiro deve-se criar a regra sob consenso e depois alterar os títulos conforme o que foi deliberado.--PauloMSimoes (discussão) 15h20min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Bem, eu achei que a recomendação do WP:PROSA estivesse bem clara e possuísse legitimidade, já que houve boa participação naquela discussão. Caio! (discussão) 16h06min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
PauloMSimoes também não entendo porque ignoram WP:PROSA, não há nada de opinativo. Há alguma coisa errada com o documento? Vc não conseguem abri-lo? Há acusação de fraude na votação? Se nada obsta na aplicação do WP:PROSA irei aplicá-lo. --Felipe da Fonseca (discussão) 18h38min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
Eu não conhecia aquela página de Projetos/Literatura. Não a ignorei, pois não conhecia. Mas se acham que houve consenso naquela discussão, ao meu ver, a página deveria ser linkada no tópico Wikipédia:Convenção de nomenclatura#Livros e outras obras de arte, onde também deve-se deixar claro como deve ser o formato dos títulos que tenham desambiguação ou suscitem qualquer dúvida. Aparentemente, se houve consenso, só falta oficializar nas regras do LDE. Caso contrário, estas discussões vão sempre voltar a ocorrer e não me parece boa prática citar "precedentes" para resolver futuras GE's.--PauloMSimoes (discussão) 19h34min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
Caio!, como vc tem lidado com os livros de estilos e etc, pode fazer o link sugerido pelo PauloMSimoes?--Felipe da Fonseca (discussão) 19h38min de 21 de agosto de 2018 (UTC)
Prezado PauloMSimoes: Link feito em WP:CN. Agradeço o "toque". Depois, com mais calma, adiciono as informações sobre o formato dos títulos. Caio! (discussão) 20h40min de 21 de agosto de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário não havendo nada que impeça a aplicação de WP:PROSA, movi a página para O Seminarista (romance de Rubem Fonseca), objeto da GE, não mexi em mais nada. --Felipe da Fonseca (discussão) 19h49min de 21 de agosto de 2018 (UTC)